Como fazer resenha

30,195 views

Published on

Resenha

Published in: Education
2 Comments
17 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
30,195
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
107
Actions
Shares
0
Downloads
630
Comments
2
Likes
17
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Como fazer resenha

  1. 1. Características e elementos
  2. 2. Tipos de resenha <ul><li>Resenha para divulgar produtos culturais em jornais, revistas e sites, como livros, CDs, filmes. Elas são curtas. </li></ul><ul><li>Resenha como exercício no ensino universitário, em que o estudante deve demonstrar ao professor que leu o livro, pesquisou o tema tratado e formou um juízo de valor sobre ele. </li></ul>
  3. 3. Resenha cr í tica cient í fica <ul><li>Abordagem objetiva: resumo </li></ul><ul><li>Abordagem subjetiva: apreciação crítica. </li></ul><ul><li>As críticas do autor da resenha devem estar sustentadas por argumentos fundamentados em um ou mais autores e devem pertinentes . </li></ul>
  4. 4. Para resenhas longas mais de 13 páginas <ul><li>1 . Folha de rosto (modelo padrão). 2 . Sumário (recomendável para resenhas com mais de 13 páginas e/ou estruturada com muitas partes: capítulos, seções, subseções, etc.). </li></ul>
  5. 5. 3.Introdução da resenha <ul><li>Parte inicial do texto é um resumo do livro lido, onde o autor da resenha deve contextualizar o seu leitor sobre o assunto que será objeto da resenha. Na introdução o autor deve informar ao leitor, em forma de texto, os seguintes aspectos: a) apresentar o(s) autor(es) e o tema resenhado; b) evidenciar o ponto de vista em que o tema foi focalizado; c) declarar a importância/relevância do tema; d) indicar o caminho ou método pelo qual se orientou o trabalho de resenha. </li></ul>
  6. 6. 4.Descrição do assunto <ul><li>Descrição do assunto: compreende a apresentação resumida das idéias principais e secundárias que sustentam o pensamento de quem escreveu o texto ou assunto objeto da resenha. </li></ul>
  7. 7. 5. Apreciação crítica <ul><li>A redação deve ser feita em termos de concordância ou discordância, levando-se em consideração a validade, aplicabilidade ou fundamentação do exposto pelo autor do livro ou outro objeto da resenha, a partir das opiniões e visões de outros autores da comunidade científica ou autores de reconhecimento público e, obviamente, a opinião pessoal do próprio autor da resenha. </li></ul>
  8. 8. Orientações finais <ul><li>6. Conclusão: deve apresentar uma síntese das principais reflexões e constatações decorrentes dos itens anteriores, fixando o pensamento do autor da resenha quanto as críticas apresentadas. </li></ul><ul><li>7. Referências bibliográficas: seguem as orientações da ABNT. </li></ul><ul><li>8. Anexo (artigo ou texto resenhado): quando for o caso de ser solicitado. </li></ul>

×