Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Do acesso à informação aos Dados Parlamentares Abertos em Portugal

45 views

Published on

Do acesso à informação aos Dados Parlamentares Abertos em Portugal - Leonor Calvão Borges

Published in: Education
  • Be the first to comment

Do acesso à informação aos Dados Parlamentares Abertos em Portugal

  1. 1. Do acesso à informação aos Dados Parlamentares Abertos em Portugal Leonor Calvão Borges Assembleia da República, FLUC, CIC.Digital Porto / CITCEM
  2. 2. Objetivos O princípio constitucional do arquivo aberto e a legislação sobre direito de acesso à informação em Portugal têm seguido uma linha evolutiva, liderando o processo de transparência ativa da administração. O objetivo do estudo é assim verificar se e como o Parlamento Português tem feito esse caminho, fazendo uma reflexão crítica sobre o mesmo.
  3. 3. Metodologia Identificação e caracterização da evolução parlamentar dos dispositivos legais, regimentais e procedimentais que permitem essa abertura aos cidadãos, Análise de carácter qualitativo sobre a evolução do seu website.
  4. 4. Acesso à Informação
  5. 5. Acesso à Informação na AR Principais alterações Regimentais na AR 1985 Regulamentação de procedimentos 1988 Racionalização da atividade parlamentar 1991 Regulamentação e valorização do instituto das petições 1993 Dignificar o debate político na Assembleia da República e a melhorar a imagem do Parlamento aos olhos dos cidadãos 2003 Racionalização da atividade parlamentar, com recurso às TIC 2007 Reforma do Parlamento - maior transparência, comunicação permanente, prestação de contas, reforço do contacto direto). Criação de espaços de participação dos eleitores na vida parlamentar.
  6. 6. Acesso à Informação na AR • Lei n.º 6/97, de 1 de março, que autoriza a difusão de trabalhos parlamentares nas redes públicas e privadas de TV Cabo; • RAR n.º 68/2003, de 7 de agosto, que define o novo regime de publicação exclusivamente eletrónica do Diário da Assembleia da República (DAR) e novas regras para o uso de novas TIC no trabalho parlamentar. • RAR n.º 35/2007, de 20 de agosto, que aprova o Regime da Edição e Publicação do DAR, pela qual passam a edição exclusiva e integral em formato eletrónico no website da AR;
  7. 7. Acesso à Informação na AR • RAR n.º 37/2007, de 20 de agosto, que aprova o Regime do Canal Parlamento e do Portal da Assembleia da República. • RAR n.º 53/2007, de 19 de outubro, que aprova a Iniciativa Software Livre no Parlamento, aprovada com o objetivo de disponibilizar em formato aberto toda a informação e documentação publicada nos sítios Internet e intranet da Assembleia da República;
  8. 8. Declaração para a Abertura e Transparência Parlamentar (RAR n.º 64/2014, de 10 de julho) 1. Reconhecer a informação parlamentar como um bem público; 2. Envolver cidadãos e sociedade civil (…) dinamizando os instrumentos de democracia participativa; 3. Informação completa (…) atualizada, o mais possível, em tempo real, assegurando a exatidão da informação; 4. Envolver os cidadãos nos projetos legislativos; 5. Disponibilizar no seu site a transcrição integral das reuniões plenárias e divulga o seu conteúdo em áudio ou vídeo; 6. Conceder livre acesso; 7. Fornecer a informação em formatos abertos e estruturados.
  9. 9. Grupo de Trabalho para o Parlamento Digital • Criado em 2016, por iniciativa do Presidente da Assembleia da República, com o objetivo de aproveitar as potencialidades das novas tecnologias para estreitar e fortalecer a relação entre os cidadãos e a Assembleia da República.
  10. 10. Grupo de Trabalho para o Parlamento Digital Avaliar a implementação dos objetivos definidos na Declaração para a Abertura e Transparência Parlamentar; Apresentar propostas que visem a reestruturação da informação já disponível no site do Parlamento, tornando-a mais simples e apelativa; Avaliar a possibilidade de uma maior divulgação da atividade parlamentar através de novas formas de comunicação digital; Fomentar, em articulação com o Governo e a Presidência da República, a desmaterialização do processo legislativo.
  11. 11. Declaração para a Abertura e Transparência Parlamentar - Identificação do sentido de voto dos Deputados - Publicitar informações sobre violações éticas e potenciais conflitos de interesses. - Utilização de uma linguagem clara e simples. - Fornecer a informação em formatos abertos e estruturados. - Proteger a privacidade do cidadão.
  12. 12. Lançamento do website da AR: 1996
  13. 13. Evolução do website da AR: 2000
  14. 14. Evolução do website da AR: 2003
  15. 15. Evolução do website da AR: 2004
  16. 16. Evolução do website da AR: 2008
  17. 17. Evolução do website da AR: 2018
  18. 18. Dados Parlamentares Abertos Dados abertos relativos à atividade parlamentar em formatos XML e JSON. Os dados podem ser livremente reutilizados para a criação de novos conteúdos. Organização por áreas temáticas e dentro destas por legislaturas.
  19. 19. Conclusão • Evolução institucional no sentido da transparência e participação cidadã - tanto pela divulgação massiva de conteúdos, como pela adequação de formas de comunicação direta com os cidadãos; • Melhoria das formas de visualização da informação parlamentar; • Dados Parlamentares Abertos.
  20. 20. Referências bibliográficas • BERNARDES, Cristiane Brum; BANDEIRA, Cristina Leston (2016) - Information vs Engagement in parliamentary websites – a case study of Brazil and the UK. [Em linha] Rev. Sociol. Polit., Vol. 24, Nº. 59, p. 91-107. [Consult. 01 Set. 2017]. Disponível na Internet: <URL: http://www.scielo.br/pdf/rsocp/v24n59/0104-4478-rsocp-24-59-0091.pdf> • • BORGES, Leonor Calvão (2018) – Mecanismos parlamentares de democracia participativa: o exemplo da Assembleia da República. In Centros y periferias: Confluencia, empoderamiento e innovación en Humanidades. Las Palmas: Editorial Academia del Hispanismo. P. 41-58. • • FERREIRA, Ana Paula (2017) - As “velhas” novas tecnologias e o desafio das redes sociais. Apresentação ao IV Encontro de Quadros das Áreas de Documentação, Informação e Arquivo dos Parlamentos de Língua Portuguesa. • • PEREIRA, Fernando Marques (2018) - A relevância, impacto, qualidade e reutilização dos produtos de informação. Apresentação ao V Curso de Formação Interparlamentar.
  21. 21. Muito obrigada pela atenção! leonorcborges@gmail.com

×