Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Ciência aberta e revisão por pares aberta: aspectos e desafios da participação da comunidade em geral

59 views

Published on

Ciência aberta e revisão por pares aberta: aspectos e desafios da participação da comunidade em geral - Janaynne Carvalho do Amaral, Eloísa Príncipe

Published in: Business
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Ciência aberta e revisão por pares aberta: aspectos e desafios da participação da comunidade em geral

  1. 1. Ciência aberta e revisão por pares: aspectos e desafios para a participação da comunidade em geral Janaynne Carvalho do Amaral (PPGCI-IBICT/UFRJ) Eloísa Príncipe (PPGCI-IBICT/UFRJ)
  2. 2. Ciência Aberta Acesso Aberto Dados Abertos Revisão por Pares Aberta (SPINAK, 2018)
  3. 3. Revisão por Pares Aberta Identidades abertas (autor e revisor) Relatórios abertos Plataformas abertas Participação da comunidade em geral Definição de Ross-Hellaeur (2017) com base em uma revisão sistemática dos termos “Revisão por pares aberta” ou “revisão aberta”
  4. 4. O modelo tradicional de Revisão por Pares “É a etapa mais importante do processo de publicação de resultados de pesquisa na opinião de todos os atores da cadeia editorial, como a que confere qualidade, confiabilidade e originalidade ao artigo” (NASSI-CALÒ, 2015). Fonte: <http://hudsonzanin.blogspot.com/2010/06/revisao-por- pares.html>. Simples-cega Duplo-cega
  5. 5. O modelo tradicional de Revisão por Pares • PROBLEMAS: falta de confiabilidade e inconsistência; atraso e alto custo; falta de transparência; vieses sociais de publicação, com base no gênero, afiliação institucional e língua; falta de incentivo, ou seja, atividade sem remuneração e sem reconhecimento (ROSS- HELLAEUR, 2017a); não detecta fraude e plágio (FRESCO-SANTALLA; HERNÁNDEZ-PÉREZ, 2014) A proposta da revisão por pares aberta surge em decorrência das diversas críticas direcionadas ao modelo tradicional de revisão por pares.
  6. 6. Ciência Aberta Acesso Aberto 88,2% Dados Abertos 80,3% Revisão por Pares Aberta 60, 3% Aceitação da Revisão por Pares Aberta pela comunidade científica (ROSS-HELLAUER, DEPPE, SCHMIDT, 2017)
  7. 7. Revisão por Pares Aberta e participação da comunidade em geral • Mais da metade dos entrevistados acreditam que a comunidade em geral poderá contribuir para o aperfeiçoamento da revisão por pares, contra 28% que acreditam que só irá piorá-la. • 85 % acredita que as pessoas sentem-se mais interessadas em revisar um artigo quando são convidadas. • No que se refere à qualificação ou formação das pessoas que avaliam voluntariamente um artigo, 45% concordam que todos podem participar do processo de revisão, contra 38% que não concordam. Crenças • Melhora na seleção editorial de revisores, evitando preconceitos e elitismo • Aumento do número de revisores disponíveis; • Engajamento de revisores não qualificados no processo
  8. 8. Revisão por Pares Aberta e participação da comunidade em geral – O impacto das identidades abertas O experimento de Suarez, Bernhard e Dellavalle (2012) No caso 1 - um pesquisador júnior é convidado por uma revista para avaliar um manuscrito cujo autor é presidente do departamento de uma universidade no qual ele pleiteará uma vaga para docente. Em decorrência dos princípios da revisão por pares aberta, o pesquisador júnior rejeita o convite com receio de que a sua carreira acadêmica seja prejudicada. No caso 2 - um pesquisador experiente faz duras críticas ao trabalho de um autor e, posteriormente, ao encontrá-lo em uma conferência, é tratado de forma fria por ele. Fonte: <http://noblat.oglobo.globo.com/geral/noticia/2017/11 /nao-valem-briga.html>
  9. 9. Aspectos, desafios e reflexões iniciais • Os periódicos brasileiros Revista Neurociência e Journal of Human Growth and Development (USP); • Eventos e conferências; • Engajamento de toda a comunidade científica e não científica no processo de avaliação dos artigos; • A problematização das identidades abertas dos autores e revisores; • A qualificação necessária para avaliação de um manuscrito – incluindo-se a titulação de um pesquisador como forma de medir o quanto um revisor está capacitado; • O problema das relações interpessoais que podem ser causados entre o pesquisadores.
  10. 10. Referências bibliográficas BORNMANN, Lutz (2013) - Scientific peer review. Annual Review of Information Science and Technology. Vol. 45, N° 1. [Consul. 22 Abr. 2018]. Disponível na Internet: <https://onlinelibrary.wiley.com/doi/abs/10.1002/aris.2011.1440450112>. BUDAPEST OPEN ACCESS INICIATIVE (2018) - Prólogo: a iniciativa de acesso aberto 10 anos depois. [Consul. 22 Abr. 2018]. Disponível na Internet: <http://www.budapestopenaccessinitiative.org/boai-10-translations/portuguese>. FRESCO-SANTALLA, Ana; HERNÁNDEZ-PÉREZ, Tony (2014) - Current and evolving models of peer review. The Serials Librarian. Vol. 67, N° 4. [Consul. 22 Abr. 2018]. Disponível na Internet: <https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/0361526X.2014.985415>. NASSI-CALÒ, Lilian (2015a) - A revisão por pares como objeto de estudo. SciELO em Perspectiva. [Consul. 13 Ago. 2018]. Disponível na Internet: <http://blog.scielo.org/blog/2015/04/24/a-revisao-por-pares-como-objeto-de-estudo/>. OPEN DEFINITION. The open definition. [Consul. 22 Abr. 2018]. Disponível na Internet: <https://opendefinition.org/>. RANALLI, Brent (2011) - A prehistory of peer review: religious blueprints from the Harlib Circle. Spontaneous Generations: A Journal for the History and Philosophy of Science. Vol. 5, N° 1(2011), p. 12-18.
  11. 11. Referências bibliográficas ROSS-HELLAUER, Tony (2017a) - What is open peer review? A systematic review. F1000Research. Vol. 6, N° 588. [Consul. 22 Abr. 2018]. Disponível na Internet: <https://f1000research.com/articles/6-588/v1>. ROSS-HELLAUER, Tony; DEPPE, Arvid; SCHMIDT, Birgit (2017b) - Survey on open peer review: Attitudes and experience amongst editors, authors and reviewers. PLoS ONE [online]. Vol. 12, N° 12. [Consul. 22 Abr. 2018]. Disponível na Internet: < http://journals.plos.org/plosone/article?id=10.1371/journal.pone.0189311>. SPINAK, Ernesto (2018) - Sobre as vinte e duas definições de revisão por pares aberta...e mais. SciELO em Perspectiva. [Consul. 22 Abr. 2018]. Disponível na Internet: <http://blog.scielo.org/blog/2018/02/28/sobre-as-vinte-e-duas- definicoes-de-revisao-por-pares-aberta-e-mais/#.WtzyIMgvzIU>. THE ROYAL SOCIETY (2012) - Science as an open enterprise. London: The Royal Society Science Policy Centre. [Consul. 21 Abr. 2018]. Disponível na Internet: <https://royalsociety.org/~/media/policy/projects/sape/2012-06-20-saoe.pdf>.
  12. 12. Muito obrigada! Até a próxima ConfOA no Brasil! menequete@gmail.com principe@ibict.br

×