Apresentação versão final minho_2010vf

900 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
900
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
10
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • O Repositório necessita da aceitação da licença de distribuição não exclusiva para que o seu documento seja visível no Repositório
  • Apresentação versão final minho_2010vf

    1. 1. DESENVOLVIMENTO E GESTÃO DO ESTUDO GERAL Repositório da Produção Científica da Universidade de Coimbra Universidade do Minho - Braga 25 e 26 de Novembro de 2010
    2. 2. http://estudogeral.sib.uc.pt  Preservar e divulgar a produção científica da instituição, guardando a sua memória intelectual num único sítio de forma estruturada  Promover a circulação do conhecimento científico  Aumentar a presença da UC na rede informática mundial. ESTUDO GERAL 1ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Livre 25 e 26 Novembro 2010
    3. 3.  10% dos documentos inseridos em auto-arquivo  Depósito feito pelos autores  Depósito efectuado por bibliotecários, a pedido dos autores  Sessões de divulgação do Estudo Geral e do DeGóis intituladas “Investigue na UC e Publique no Mundo”, em parceria com o Instituto de Investigação Interdisciplinar (III) ESTUDO GERAL 1ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Livre 25 e 26 Novembro 2010
    4. 4. DIVULGAÇÃO 1ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Livre 25 e 26 Novembro 2010
    5. 5. DATAS DE PUBLICAÇÃO 1ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Livre 25 e 26 Novembro 2010
    6. 6.  Um sistema interligado que responda às necessidades dos investigadores e das unidades orgânicas tornará mais fácil manter a informação actualizada e sempre disponível  Manter mapeada a informação relativa aos seus investigadores numa plataforma digital e acompanhar a actividade de investigação  Avaliar e assegurar um sistema de qualidade da investigação. LIGAÇÃO ESTUDO GERAL/ DEGÓIS 1ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Livre 25 e 26 Novembro 2010
    7. 7. ESTATÍSTICAS (JULHO A NOVEMBRO DE 2010) 1ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Livre 25 e 26 Novembro 2010
    8. 8.  Estrutura orgânica da UC  Comunidades – representam Faculdades  Sub-comunidades – departamentos  Colecções – tipologia documental  Artigos em Revistas Nacionais e Internacionais  Livros e capítulos de Livros  Relatórios Técnicos  Resumos em livro de actas  Teses de doutoramento e mestrado ESTRUTURA 1ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Livre 25 e 26 Novembro 2010
    9. 9. ACESSIBILIDADE 1ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Livre 25 e 26 Novembro 2010
    10. 10. TIPOLOGIA DOCUMENTAL (8100) 1ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Livre 25 e 26 Novembro 2010
    11. 11.  Comunidade “Provas de agregação”  Acesso permitido apenas ao candidato e aos elementos do júri  Inclusão dos trabalhos após a conclusão das provas  Outras comunidades (“Provas de Doutoramento”, etc.)  Cooperação interna entre serviços  Participação activa dos autores PROVAS ACADÉMICAS 1ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Livre 25 e 26 Novembro 2010
    12. 12.  Foi aprovado o documento “Política de Acesso Livre (open access) da Universidade de Coimbra”, que estabelece a obrigatoriedade de depósito da produção científica da UC no Estudo Geral:  teses de doutoramento, dissertações e relatórios de projecto/estágio de mestrado aprovados  publicações (livros e artigos de revistas) - realizada no contexto das suas actividades na Universidade, logo após publicação, ou aceitação para publicação POLÍTICA DE ACESSO LIVRE 1ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Livre 25 e 26 Novembro 2010
    13. 13.  Fonte de informação privilegiada sobre a produção científica de todos os investigadores da UC, utilizada para a caracterizar, com base em indicadores  Serão atribuídos prémios pecuniários a investigadores da UC, segundo método e critérios estabelecidos pelo Reitor com auscultação aos Conselhos Científicos das Unidades Orgânicas e consulta ao Senado. POLÍTICA DE ACESSO LIVRE 1ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Livre 25 e 26 Novembro 2010
    14. 14.  Melhoramento de guias com instruções para o auto-arquivo  Disponibilização de ajudas para facilitar a pesquisa da informação pelos utilizadores  Ferramenta para o “controlo de autoridades” A CONCRETIZAR 1ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Livre 25 e 26 Novembro 2010
    15. 15. 1ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Livre 25 e 26 Novembro 2010 http://estudogeral.sib.uc.pt Obrigada!

    ×