Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
CENTRAL DE MATERIAL E
ESTERILIZAÇÃO
MsC Maria da Conceição Quirino Santos
Jequié/Bahia 2013
CME
CONCEITO
 A Central de Material e Esterilização (CME) é
a área responsável pela limpeza e
processamento de artigos e inst...
Material crítico
entra em contato com
vasos sanguíneos ou tecidos
livres de microorganismos
Ex: instrumental
Material semi...
OBJETIVOS DA ENFERMAGEM
• Fornecer o material esterilizado a todo hospital;
• Promover a interação entre as áreas: expurgo...
• Planejar e implementar programas de treinamento
e reciclagem que atendam às necessidades da área
junto à Educação Contin...
DIVISÃO DA CME
ESTRUTURA FÍSICA
 Expurgo
 Preparo de Materiais
 Preparo de Instrumentais Cirúrgicos
 Esterilização
 Montagem de carr...
EXPURGO
 Setor responsável por receber, conferir , lavar e
secar os materiais provenientes do Centro
Cirúrgico e Unidades...
PREPARO DE MATERIAIS
 Setor responsável por preparar e acondicionar os
materiais. São utilizados invólucros especiais que...
PREPARO DE INSTRUMENTAIS
CIRÚRGICOS
 Setor responsável por conferir, preparar e
acondicionar caixas para as diversas
espe...
ESTERILIZAÇÃO
 O setor de esterilização da Central de Material e
Esterilização (CME) é responsável pela
esterilização dos...
DEFINIÇÃO DE ESTERILIZAÇÃO
 Esterilização é a destruição de todas as
formas de vida microbiana (vírus, bactérias,
esporos...
TIPOS DE ESTERILIZAÇÃO
 Esterilização por meios físicos:
 Vapor saturado sob pressão - Autoclavação
 Calor seco - estuf...
MONITORAMENTO DE
ESTERILIZAÇÃO
 IDENTIFICAÇÃO DOS PRODUTOS
 MONITORAÇÃO MECÂNICA
 INDICADORES QUÍMICOS
 INDICADORES BI...
MONTAGEM DE CARROS PARA
CIRURGIA
 Setor responsável por separar os materiais a
serem utilizados em uma cirurgia.
DISTRIBUIÇÃO DE MATERIAIS
ESTERILIZADOS
 Setor responsável por distribuir materiais
esterilizados para as Unidades de Int...
ESTERILIZANTES FÍSICOS
Autoclaves – vapor saturado sob pressão
AUTOCLAVES
 O equipamento consiste em uma câmara
de aço inoxidável, comum ou duas portas,
contendo válvula de segurança,
...
Autoclaves – vapor saturado sob
pressão
AUTOCLAVES
Autoclaves – vapor saturado sob
pressão
 A esterilização a vapor é sempre por autoclaves e é a
remoção do ar que diferenc...
INDICADORES BIOLÓGICOS:
 Preparações padronizadas de esporos
bactericanos
 Baciillllus sttearotthermophiillus que valida...
Indicadores Químicos:
 O teste de Bowie-Dick é utilizado para testar
a eficácia do sistema de vácuo da autoclave
prévácuo...
INDICADORES QUÍMICOS:
REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS
 SOUZA, V. H. S.; MOZACHI, N. O
hospital:manual do ambiente hospitalar. 2.ª
ed. Curitiba: Manu...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Aula Central de material Esterilizado

72,698 views

Published on

Aula descritiva sobre Central de Material e Esterilização

Published in: Health & Medicine
  • DOWNLOAD THIS BOOKS INTO AVAILABLE FORMAT (Unlimited) ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... Download Full PDF EBOOK here { http://bit.ly/2m77EgH } ......................................................................................................................... Download Full EPUB Ebook here { http://bit.ly/2m77EgH } ......................................................................................................................... ACCESS WEBSITE for All Ebooks ......................................................................................................................... Download Full PDF EBOOK here { http://bit.ly/2m77EgH } ......................................................................................................................... Download EPUB Ebook here { http://bit.ly/2m77EgH } ......................................................................................................................... Download doc Ebook here { http://bit.ly/2m77EgH } ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... .............. Browse by Genre Available eBooks ......................................................................................................................... Art, Biography, Business, Chick Lit, Children's, Christian, Classics, Comics, Contemporary, Cookbooks, Crime, Ebooks, Fantasy, Fiction, Graphic Novels, Historical Fiction, History, Horror, Humor And Comedy, Manga, Memoir, Music, Mystery, Non Fiction, Paranormal, Philosophy, Poetry, Psychology, Religion, Romance, Science, Science Fiction, Self Help, Suspense, Spirituality, Sports, Thriller, Travel, Young Adult,
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • alguem sabe como baixar as aulas
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • sueli festinalli ta valendo pessoal do coracao enfermagem seg
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here

Aula Central de material Esterilizado

  1. 1. CENTRAL DE MATERIAL E ESTERILIZAÇÃO MsC Maria da Conceição Quirino Santos Jequié/Bahia 2013
  2. 2. CME
  3. 3. CONCEITO  A Central de Material e Esterilização (CME) é a área responsável pela limpeza e processamento de artigos e instrumentais médico-hospitalares.  É na CME que se realiza o controle, o preparo, a esterilização e a distribuição dos materiais hospitalares.
  4. 4. Material crítico entra em contato com vasos sanguíneos ou tecidos livres de microorganismos Ex: instrumental Material semi-crítico entra em contato com mucosa ou pele não íntegra. Ex: inaladores Material não crítico entra em contato com pele íntegra. Ex: comadre Esterilização Desinfecção Limpeza CLASSIFICAÇÃO DOS MATERIAIS
  5. 5. OBJETIVOS DA ENFERMAGEM • Fornecer o material esterilizado a todo hospital; • Promover a interação entre as áreas: expurgo, preparo e montagem de instrumental; • Adequar as condições ambientais às necessidades do trabalho na área;
  6. 6. • Planejar e implementar programas de treinamento e reciclagem que atendam às necessidades da área junto à Educação Continuada; • Promover o envolvimento e compromisso de toda a equipe com os objetivos e finalidades do serviço; • Favorecer o bom relacionamento interpessoal; • Prover materiais e equipamentos que atendam às necessidades do trabalho na área.
  7. 7. DIVISÃO DA CME
  8. 8. ESTRUTURA FÍSICA  Expurgo  Preparo de Materiais  Preparo de Instrumentais Cirúrgicos  Esterilização  Montagem de carros para cirurgia  Distribuição de materiais esterilizados
  9. 9. EXPURGO  Setor responsável por receber, conferir , lavar e secar os materiais provenientes do Centro Cirúrgico e Unidades de Internação. Os funcionários desta área utilizam EPIs (Equipamentos de proteção individual) para se protegerem de se contaminarem com sangue e fluidos corpóreos, quando lavam os instrumentais. As lavadoras ultrassônicas auxiliam na lavagem dos instrumentais através da vibração do som adicionado com solução desincrostante, promovendo uma limpeza mais eficaz e maior segurança para o funcionário.
  10. 10. PREPARO DE MATERIAIS  Setor responsável por preparar e acondicionar os materiais. São utilizados invólucros especiais que permitam a passagem do agente esterilizante e impeçam a passagem dos microorganismos.
  11. 11. PREPARO DE INSTRUMENTAIS CIRÚRGICOS  Setor responsável por conferir, preparar e acondicionar caixas para as diversas especialidades cirúrgicas.
  12. 12. ESTERILIZAÇÃO  O setor de esterilização da Central de Material e Esterilização (CME) é responsável pela esterilização dos materiais. Esta área destina-se à instalação dos equipamentos utilizados para a esterilização de materiais pelos métodos físicos e químicos.
  13. 13. DEFINIÇÃO DE ESTERILIZAÇÃO  Esterilização é a destruição de todas as formas de vida microbiana (vírus, bactérias, esporos, fungos, protozoários e helmintos) por um processo que utiliza agentes químicos ou físicos
  14. 14. TIPOS DE ESTERILIZAÇÃO  Esterilização por meios físicos:  Vapor saturado sob pressão - Autoclavação  Calor seco - estufas  Radiação ionizante – raios gama: cobalto 60 ou iodo 131  Radiação não ionizante – luz ultravioleta  Esterilização por meios químicos:  Formaldeído  Glutaraldeído  Óxido de etileno  Peróxido de hidrogênio – desinfetante ou esterilizante  Ácido peracético - CH3CO3H - esterilizantes, fungicidas, viricidas, bactericidas e esporicidas.
  15. 15. MONITORAMENTO DE ESTERILIZAÇÃO  IDENTIFICAÇÃO DOS PRODUTOS  MONITORAÇÃO MECÂNICA  INDICADORES QUÍMICOS  INDICADORES BIOLÓGICOS
  16. 16. MONTAGEM DE CARROS PARA CIRURGIA  Setor responsável por separar os materiais a serem utilizados em uma cirurgia.
  17. 17. DISTRIBUIÇÃO DE MATERIAIS ESTERILIZADOS  Setor responsável por distribuir materiais esterilizados para as Unidades de Internação e Ambulatórios.
  18. 18. ESTERILIZANTES FÍSICOS Autoclaves – vapor saturado sob pressão
  19. 19. AUTOCLAVES  O equipamento consiste em uma câmara de aço inoxidável, comum ou duas portas, contendo válvula de segurança, manômetro de pressão e indicador de temperatura. É o processo mais utilizado em hospitais e é o mais econômico para esterilização de artigos termorresistentes.
  20. 20. Autoclaves – vapor saturado sob pressão
  21. 21. AUTOCLAVES
  22. 22. Autoclaves – vapor saturado sob pressão  A esterilização a vapor é sempre por autoclaves e é a remoção do ar que diferencia os tipos de autoclaves. Sistema de operação: A esterilização por vapor saturado seco sob pressão se faz em cinco fases:  - Remoção do ar da câmara;  - Admissão do vapor;  - Exposição dos artigos (tempo de penetração,  esterilização e confiança);  - Exaustão do vapor;  - Secagem da carga.
  23. 23. INDICADORES BIOLÓGICOS:  Preparações padronizadas de esporos bactericanos  Baciillllus sttearotthermophiillus que validam a esterilização;
  24. 24. Indicadores Químicos:  O teste de Bowie-Dick é utilizado para testar a eficácia do sistema de vácuo da autoclave prévácuo.  A presença de ar entre os pacotes forma bolsões, que prejudicam a penetração do vapor e, em tais locais, não ocorre mudança de coloração do teste.
  25. 25. INDICADORES QUÍMICOS:
  26. 26. REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS  SOUZA, V. H. S.; MOZACHI, N. O hospital:manual do ambiente hospitalar. 2.ª ed. Curitiba: Manual Real, 2005.  SOBECC, Sociedade Brasileira de Enfermeiros de Centro Cirúrgico, Recuperação Anestésica e Centro de Material e Esterilização. Práticas Recomendadas -SOBECC. 3.ª ed. 2005.

×