Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Workshop de Jornada do Usuário - The Developer's Conference São Paulo 2016

934 views

Published on

Apresentação feita durante o workshop de jornada do usuário no The Developer's Conference São Paulo 2016

Published in: Design
  • Be the first to comment

Workshop de Jornada do Usuário - The Developer's Conference São Paulo 2016

  1. 1. workshop
 Jornada do usuário organizado por:
  2. 2. AGENDA • Coletivo Mola • Design Thinking • Por que isso é importante? • Jornada do usuário • Atividade • Formas de fomento
  3. 3. 3 Sobre nós
  4. 4. meninas superpoderosas do ‟vai ter pesquisa!” QUEM SOMOS NÓS
  5. 5. nosso propósito: aprender formas de melhorar o mundo através da lente do design e
 compartilhar esse aprendizado para ajudar os outros a potencializarem 
 suas habilidades para alavancar negócios em prol das pessoas J Natalí Garcia Lu Terceiro Matina Moreira QUEM SOMOS NÓS
  6. 6. OUTROS WORKSHOPS QUE MINISTRAMOS • Conceitos de Design Thinking • Ferramentas de pesquisa • Canvas de proposta de valor • Design Sprint • Modelos de negócios – customer-centric • Ferramentas colaborativas e multidisciplinares
  7. 7. 7 Design thinking
  8. 8. “Design Thinking é uma abordagem centrada nas pessoas para inovação que usa ferramentas dos designers para integrar as necessidades das pessoas, as possibilidades da tecnologia e os requisitos para o sucesso dos negócios” Tim Brown, presidente e CEO, IDEO
  9. 9. • O design como “uma forma de pensar” (design thinking) começou a se estruturar dessa forma no final da década de 60 e início da década de 70. • David Kelley adaptou o Design Thinking para o mundo dos negócios e em 1991 fundou a IDEO, responsável por Design é processo!
  10. 10. desejável viável As pessoas desejam pois isto atende às suas necessidades e desejos O negócio é sustentável 
 e permite continuidade 
 e expansão É possível criar pois dispomos de tecnologia e conhecimento para tal serviços inovadores factível
  11. 11. desejável viávelfactível As pessoas desejam pois isto atende às suas necessidades e desejos Como descobrir?
  12. 12. ESTA NA MODA 12 busca por “Design Thinking” fonte: Google Trends, filtro Brasil
  13. 13. Divergir Convergir Criar opções Fazer escolhas
  14. 14. Pesquisa & descoberta Insights e definições Ideação Protótipos e entregas Diamante Duplo
  15. 15. Divergir Convergir Criar opções Fazer escolhas Não é um processo linear e deve ser iterativo!
  16. 16. Design Thinking Conceitos fundamentais
  17. 17. Centrado 
 no usuário
  18. 18. h%ps://www.youtube.com/watch?v=_7BTwvVBrwE Empatia
  19. 19. Equipe multidisciplinar e diversidade
  20. 20. Colaboração 
 e cocriação
  21. 21. Visualização
  22. 22. Prototipação Apenas quando colocamos nossas ideias no mundo podemos realmente entender as forças e fraquezas.
  23. 23. Teste
  24. 24. Iterativo
  25. 25. 26 Por que isso 
 é importante?
  26. 26. Estatísticas mostram que 80% a 95% dos novos produtos ou serviços falham.
  27. 27. O que as pessoas esperam que um serviço seja? ÚTIL FÁCIL DE USAR ANTECIPE NECESSIDADES ❤ Cria-se satisfação em um nível funcional Cria-se conexão emocional + ”word of mouth” + recorrência
  28. 28. 30 Jornada do usuário
  29. 29. Mapear, na perspectiva da pessoa, 
 as etapas, pontos de contato com 
 o produto/serviço e as emoções 
 que ela sente durante esse percurso.
  30. 30. Jornadas do usuário Visualização de: • Ações dos clientes • Pontos de contato entre cliente 
 e empresa • Sentimentos 
 e pensamentos dos clientes
  31. 31. Veja mais em: http://www.heartofthecustomer.com/customer-journey-maps-the-top-10-requirements-revisited/ Vale começar simples...
  32. 32. 34 Pontos de contato Ações Pensamentos Sentimentos ...e ir aumentando o campo de visão
  33. 33. 1. Oferecer uma visão do processo do ponto de vista do cliente GANHOS
  34. 34. 2. Mapear pontos críticos e oportunidades de melhorias GANHOS
  35. 35. 3. Fazer o time ter uma visão holística do serviço e alinhar estratégias GANHOS
  36. 36. 40 Atividade
  37. 37. 41 Para a nossa atividade, vamos imaginar o universo dos food trucks!
  38. 38. 42 Para a nossa atividade, vamos imaginar o universo dos food trucks! Nham! Me gusta :D!
  39. 39. Mariana Luisa Thiago Vamos imaginar que nesse mercado há diferentes tipos de food trucks, com proprietários empreendedores de vários perfis, assim como diferentes clientes. Cada um deles está inserido num contexto e possui diferentes problemas ou desafios. Jorge
  40. 40. • Vamos começar entendendo um pouco mais sobre o perfil da pessoa. • Discuta em grupo as características apresentadas e qual o problema que mais a incomoda, dentro das informações apresentadas. 1 Entendendo a pessoa Mariana - dona do food truck visão genérica 
 definição de público

  41. 41. 1 Mapa da empatia Persona
  42. 42. 1 Mapa da empatia + desafios 20 minutos Muita gente na fila, é bom mas há o stress Mariana muitas sugestões de receitas será que um dia meu negócio será mais rentável? Estocar ingredientes na quantidade que preciso 35 anos Anota as despesas e vendas não sabe muito bem como serão as vendas maior controle das vendas estoque mais preciso
  43. 43. 1 Mapa da empatia + desafios 20 minutos Muita gente na fila, é bom mas há o stress Carolina muitas sugestões de receitas será que um dia meu negócio será mais rentável? Estocar ingredientes na quantidade que preciso 24 anos Anota as despesas e vendas não sabe muito bem como serão as vendas maior controle das vendas estoque mais preciso não sabe muito bem como serão as vendas Desafios Estocar ingredientes na quantidade que preciso estoque mais preciso
  44. 44. 2 Jornada do usuário Planeja as compras doestoque Compra os ingredientes Prepara as coxinhas Começa a vender Jornada da Mariana Com o problema principal definido, vamos escrever em que momento do dia esse problema aparece e de que forma: Mariana visão mais empática 
 pessoas reais e problemas reais
 1 hora
  45. 45. Vamos detalhar os momentos dessa jornada 2 Jornada o que acontece? antes durante depois quais as emoções 
 de cada momento? como podemos 
 melhorar? a jornada ideal
 Prepara o estoque Estocar ingredientes na quantidade que preciso bla... bla... bla... Calculadora de ingredientes com base em informações de tempo e data.
  46. 46. Discurso de venda de uma ideia 3 Elevator Pitch 20 minutos
  47. 47. público-alvo necessidade do público-alvo nome do produto categoria de mercado benefício principal concorrente(s) diferencial do serviço/produto Discurso de venda de uma ideia 3 Elevator Pitch Para o (a) _____________________________ que tem _____________________________,
 o (a) __________________________________ é um (a) ________________________________ que ___________________________________. ao contrário do (a) ________________________, o serviço/produto __________________________.
  48. 48. Discurso de venda de uma ideia 3 Elevator Pitch Para o (a) _____________________________ que tem _____________________________,
 o (a) __________________________________ é um (a) ________________________________ que ___________________________________. Ao contrário do (a) ________________________, o serviço/produto __________________________. empreendedor dono de food truck precisa ter mais controle do seu estoque Estoque Certo calculadora integrada a um sistema de BI orienta o empreendedor no momento da compra calculadoras comuns considera o histórico de consumo
  49. 49. 53 formas de fomentoparceria:
  50. 50. Estágios de maturidade de empresas e produtos e potenciais formas de fomento
  51. 51. Nova empresa Investigação Validação "Market Fit" Primeiras vendas e busca por escala Negócio ganha tração Receitas crescentes Lucro inicial Posição expressiva em seu mercado Lucros crescentes IDEIA Prova de conceito Startup Expansão Consolidação Renovação Novo produto IDEIA Protótipo Fabricação e comercialização Escalabilidade Consolidação Renovação Estágios de maturidade & Fomento para inovação Fonte: adaptado de notícias FINEP “Finep amplia instrumentos de apoio e apresenta nova ação voltada a startups”
 link: http://finep.gov.br/noticias/todas-noticias/5097-finep-amplia-instrumentos-de-apoio-e-apresenta-nova-acao-voltada-a-startups Programas de Aceleração Subvenção Anjos e Crowdfunding Fundos de Seed e Venture Capital Private Equity e Mercado de Capitais Financiamento Reembolsável Estágiosde maturidade Formasdeapoio prováveis
  52. 52. OBRIGADA! HTTP://WWW.COLETIVOMOLA.COM.BR
 HTTP://WWW.MEETUP.COM/DESIGN-THINKING-PARA-STARTUPS/

×