Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

São Paulo Tech Week - Melhorando o Mundo Através do Design

563 views

Published on

Apresentação feita dentro do painel Mulheres Digitais, na São Paulo Tech Week 2016.

Published in: Design
  • Be the first to comment

São Paulo Tech Week - Melhorando o Mundo Através do Design

  1. 1. Melhorando o mundo através do design
  2. 2. 2 Value Proposition canvas Sobre nós
  3. 3. quem somos nós nosso propósito: aprender formas de melhorar o mundo através da lente do design e compartilhar esse aprendizado para ajudar os outros a potencializarem suas habilidades para alavancar negócios em prol das pessoas ☺
  4. 4. Os workshops começaram no início de 2015. Ligada aos grupos de fomento à startups, a Natalí percebeu o interesse pelo assunto e a carência de informação e auxílio para os empreendedores. só pra contar do começo
  5. 5. a economia está mudando...
  6. 6. Quando você compra de um pequeno negócio, você não está ajudando um CEO a comprar sua terceira casa de veraneio. Você está ajudando uma garotinha a ter suas aulas de dança, um garotinho a ter a blusa do seu time, uma mãe e um pai a colocar comida na mesa. Obrigado por comprar do local. E a gente acredita que é necessário colaborar para prover recursos a estes empreendedores
  7. 7. ÚTIL FÁCIL DE USAR ANTECIPE NECESSIDADES ❤ Cria-se satisfação em um nível funcional Cria-se conexão emocional + ”word of mouth” + recorrência Engajamento e fidelidade
  8. 8. Necessidades observáveis ações aparentes e podem ser determinadas por meio de observação Necessidades explícitas podem ser expressas por palavras Necessidades tácitas necessidades conscientes mas que os participantes não conseguem expressar em palavras Necessidades latentes subconscientes, possivelmente necessidades dormentes que não são verbalizadas Expressões dos níveis de necessidade Elizabeth B. - N. Sanders, 1992 O Design Thinking se mostra um processo bastante eficiente para descobrir as necessidade das pessoas, das observáveis às latentes, com a possibilidade de criar produtos e serviços que cubram todos os níveis da pirâmide.
  9. 9. https://hbr.org/1998/07/welcome-to-the-experience-economy COMMODITIES BENS DE CONSUMO SERVIÇOS EXPERiÊNCIAS TRANSFORMAÇÕES Personalização Personalização Personalização Personalização Comoditização Comoditização Comoditização Comoditização A evolução do valor econômico Economia agrária Economia industrial Economia de serviços Economia da experiência
  10. 10. Alguns temas que já abordamos • Conceitos de Design Thinking • Ferramentas de pesquisa • Jornada do consumidor • Canvas como ferramentas de concepção • Design Sprint • Modelos de negócios – customer-centric • Ferramentas colaborativas e multidisciplinares
  11. 11. 1 2 Value Proposition canvas Design thinking
  12. 12. 1 3 tá na moda busca por “Design Thinking” fonte: Google Trends, filtro Brasil
  13. 13. As estatísticas mais dramáticas apontam que 80% a 95% dos novos produtos falham.
  14. 14. Estamos fazendo o que é adequado às pessoas?
  15. 15. A verdade é que projetar para pessoas tem muitas surpresas...
  16. 16. “Design Thinking é uma abordagem centrada nas pessoas para inovação que usa ferramentas dos designers para integrar as necessidades das pessoas, as possibilidades da tecnologia e os requisitos para o sucesso dos negócios” Tim Brown, presidente e CEO, IDEO
  17. 17. Praticável Viáve l Desejável O que é viável financeiramente O que as pessoas desejam! O que é possível tecnicamente
  18. 18. Divergir Convergir Criar opções Fazer escolhas
  19. 19. Pesquisa & descoberta Insights e definições Ideação Protótipos e entregas Diamante Duplo
  20. 20. Divergir Convergir Criar opções Fazer escolhas
  21. 21. Divergir Convergir Criar opções Fazer escolhas Não é um processo linear e deve ser iterativo!
  22. 22. Área de descoberta Área de descoberta Área de familiaridade O propósito é estimular que se enxergue além do óbvio do problema.
  23. 23. Pesquisa & descoberta Insights e definições Ideação Protótipos e entregas Como é? Momento de ganhar visão ● Momento de ir à campo, treinar o olhar. ● Técnicas de pesquisa ajudam muito!
  24. 24. Pesquisa & descoberta Como é? ● Desk research ● Benchmark ● Entrevistas rápidas ou em profundidade ● Questionários online ● Testes de usabilidade ● Pesquisas etnográficas ou com caráter etnográfico ● Grupos focais ● Shadowing ● Diário de uso continuado
  25. 25. Pesquisa & descoberta Insights e definições Ideação Protótipos e entregas Definir o problema ● Reunir o material, agrupar em categorias, eleger as mais importantes (para o negócio, para os usuários)
  26. 26. Insights e definições Definir o problema Olhando para o usuário: ● Mapa de empatia ● Personas ● Jornadas Olhando para o negócio/produto: ● Tabela de estratégia ● Radar de inovação ● Mapa de percepção
  27. 27. Pesquisa & descoberta Insights e definições Ideação Protótipos e entregas Como nós podemos... ● Transformar insights em ideias mais concretas. ● Cocriação. ● Brainstorms e geração de ideias.
  28. 28. Ideação Como nós podemos… ● Crazy eights ● Swap ● Paper prototyping ● Storyboard
  29. 29. Pesquisa & descoberta Insights e definições Ideação Protótipos e entregas Validar ● Minimum viable product. ● Prototipação rápida e barata. ● Testes com usuário
  30. 30. Protótipos e entregas Validar ● Prototipação (papel, construção com recursos simples). ● Testes de usabilidade. ● Testes com usuários. ● Feedbacks.
  31. 31. Design Thinking Conceitos fundamentais
  32. 32. Centrado no usuário
  33. 33. Equipe multidisciplinar e diversidade
  34. 34. Colaboração e cocriação
  35. 35. Visualização
  36. 36. Prototipação Apenas quando colocamos nossas ideias no mundo podemos realmente entender as forças e fraquezas.
  37. 37. 4 0 Teste
  38. 38. 4 1 Value Proposition canvas jornada
  39. 39. Jornada do usuário
  40. 40. Mapear, na perspectiva da pessoa, as etapas, pontos de contato com o produto/serviço e as emoções que ela sente durante esse percurso.
  41. 41. Veja mais em: http://www.heartofthecustomer.com/customer-journey-maps-the-top-10-requirements-revisited/ Vale começar simples...
  42. 42. 4 5 Pontos de contato Ações Pensamentos Sentimentos ...e ir aumentando o campo de visão
  43. 43. 4 7 Value Proposition canvas Design sprint
  44. 44. Design Sprint
  45. 45. em 5 dias um ciclo completo de pesquisa, ideação, prototipação e teste.
  46. 46. Pesquisa & descoberta Insights e definições Ideação e desenvolvimentoProtótipos e entregas SEGUNDA: ENTENDER TERÇA: DIVERGI R SEXTA: TESTAR QUINTA: PROTOTIPA R QUARTA: DECIDIR Design Sprint
  47. 47. tempo = aliado
  48. 48. 5 2 Value Proposition canvas canvas de proposta de valor
  49. 49. Canvas de proposta de valor
  50. 50. Ferramenta para gerar empatia com o seu cliente e criar uma proposta de valor mais assertiva. A abordagem ajuda a criar rapidamente rascunho de personas e soluções diretamente ligadas às dores, ganhos e tarefas dos clientes. Canvas de proposta de valor
  51. 51. Canvas de proposta de valor Porque?O que? 2. Crie (Design) 1. Observe proposta de valor segmento do cliente
  52. 52. 5 8 Value Proposition canvas E é só para produtos?
  53. 53. http://blog2.architech.ca/h/i/124542383-ge-transforms-mri-experience-with-desi gn-thinking
  54. 54. https://lab.gob.cl/blog/2016/7/7/lanzamiento-piloto-nueva-cuenta-de-la-luz
  55. 55. http://www.tellus.org.br/
  56. 56. 6 2 Value Proposition canvas Considerações finais
  57. 57. Público bastante diversificado, empreendedores de várias áreas...
  58. 58. Durante os workshops os participantes discutem sobre: * quem é o cliente? * o que precisa? * qual sua dor? empatia <3
  59. 59. Definir o projeto, priorizar, prototipar e testar
  60. 60. É bacana ver o brilho no olhos das pessoas criando soluções e ficando apaixonada pela ideia, querendo montar seu negócio.
  61. 61. E permitir o encontro e a aproximação das pessoas, fomentando um ecossistema, onde um empreendedor pode ajudar o outro, como no workshop com problemas e casos de outras startups onde geraram ideias
  62. 62. A gente ensina e também aprende (muito) Sair do nosso quadrado também nos ensina muito. Que há diversidade, que nem todas as startups são de tecnologia, que o mundo é muito mais diverso do que o que estamos acostumados.
  63. 63. Além do blá-blá-blá, foi útil mesmo? Já tento aplicar o BMC e o Value Proposition Design em meu pequeno negócio, mas sinto falta de uma orientação de alguém mais experiente para aplicar estes conceitos em minha atividade. FICA A DICA ;) Acredito no design thinking como uma forma de expandir possibilidades dentro do negócio nas mais variadas possibilidades. Após cada encontro, sinto que poderiam haver estímulos que dessem continuidade ao que foi falado lá... Quem sabe mais do que encontros, podemos ter uma rede de pessoas engajadas em aprender juntas?
  64. 64. 7 0 Obrigada! http://www.coletivomola.com.br https://www.facebook.com/coletivomola/ http://www.meetup.com/Design-Thinking-para-startups/

×