Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Criação em Propaganda: a relação texto x imagem

3,038 views

Published on

Material de apoio às aulas de Criação, Direção de Arte e Redação Publicitária.

Published in: Education
  • Be the first to comment

Criação em Propaganda: a relação texto x imagem

  1. 1. Profa. Dra. Cíntia Dal Bello TEXTO E IMAGEM: a relação entre as linguagens verbal e não-verbal
  2. 2. TIPOS DE MENSAGENS • Verbais (texto) • Não-verbais (imagem) • Plurissígnicas (uso misto das linguagens verbal, não-verbal e também linguagens olfativas, táteis e sonoras)
  3. 3. Cliente: Editora Z Assinatura: “É impossível ler e não imaginar” Agência: Talent Brasil (2011)
  4. 4. Cliente: Editora Z Assinatura: “É impossível ler e não imaginar” Agência: Talent Brasil (2011)
  5. 5. Cliente: Editora Z Assinatura: “É impossível ler e não imaginar” Agência: Talent Brasil (2011)
  6. 6. Cliente: Burger King (Alemanha) Agência: BBDO Interone GmbH (2010)
  7. 7. Cliente: Burger King (Alemanha) Agência: BBDO Interone GmbH (2010)
  8. 8. Cliente: Burger King (Alemanha) Agência: BBDO Interone GmbH (2010)
  9. 9. LINGUAGEM NÃO-VERBAL • “O sentido está no todo e não nas partes” (p. 104). • Leitura não-linear, sem ordem ou sentido preestabelecido. • Apreensão simultânea das informações (não- hierarquizada). • Eco no repertório do receptor da mensagem. • Mensagem aberta: múltiplos sentidos. • Aprender a ler o não-verbal? • Olhos atraídos por elementos “estranhos” ou “interessantes”.
  10. 10. Monalisa (1503-1506) Leonardo Da Vinci
  11. 11. LINGUAGEM VERBAL • A decodificação do verbal pressupõe domínio de um código convencionado e sistematizado, o que implica “convívio social e escolarização” (p. 104). • Sentido de leitura linear. • Organização hierárquica dos elementos. • Estruturação de sentido/sequência. • “O próprio verbal pode compor o não-verbal” (p. 106).
  12. 12. VALE MESMO?
  13. 13. TEXTO: A ÂNCORA DA IMAGEM
  14. 14. A RELAÇÃO ENTRE TÍTULO E IMAGEM • “A imagem é polissêmica e ambígua porque permite várias leituras e interpretações. [...] • O ato de ‘explicar’ para que todos entendam da mesma maneira uma foto tem um nome: ‘ancoragem’. Ancorar uma foto é dar a ela um significado único, e fazemos isso usando a linguagem verbal. [...]” (p. 108). • Título pode/deve ancorar a imagem. • Título e imagem podem/devem complementar-se, mas sem gerar redundância.
  15. 15. CHAMAR A ATENÇÃO • De quem é a responsabilidade de chamar a atenção para a mensagem do anúncio? • Do título, quando houver. • Da visualidade do anúncio, quando houver. • De ambos, em relação de complementaridade, evitando-se a redundância para se ter originalidade no apelo. • A redundância (quando o título repete a imagem ou vice-versa) enfraquece a capacidade de apelo criativo do anúncio publicitário.
  16. 16. ESTRUTURA DO ANÚNCIO • Título • Texto • Imagem • Assinatura (logotipo e slogan) VARIAÇÕES: • Estrutura sucinta: título, imagem, assinatura. • Hegemonia da imagem: imagem e assinatura (com ou sem slogan) • Hegemonia do verbal: anúncio all-type (ausência de imagem, mas com direção de arte da visualidade da página).
  17. 17. OUTRAS POSSIBILIDADES: • Peça com frase de fechamento. • Nome do produto como título. • Slogan como título. • Texto no lugar do título. • Texto destacado em splashs ou tarjas.
  18. 18. PARA AVALIAR A COMPOSIÇÃO • “O que está dito no título não está repetido pela imagem ou vice-versa? • Se a relação título e imagem está equilibrada, não é possível entender a peça eliminado-se uma ou outra informação?” (p. 120)
  19. 19. Cíntia Dal Bello Técnica em Publicidade Bacharel em Comunicação – Habilitação em Publicidade e Propaganda Especialista em Marketing e Comunicação Especialista em Cultura e Meios de Comunicação Mestre e Doutora em Comunicação e Semiótica Professora de Publicidade e Propaganda, Jornalismo e Mídias Sociais Digitais - Universidade Nove de Julho - Belas Artes Autora do blog: www.cintiadalbello.blogspot.com.br

×