Ecopista do Rio Minho
     Prémio Europeu das Vias Verdes
               Câmaras Municipais de Monção/Valença.




O Lazer...
• Capítulo I - da Ideia ao Projecto




 O Lazer e o Turismo Ciclável em Portugal – Ecopista do Rio Minho
  Orador: Presid...
Capítulo I - da Ideia ao Projecto
                          (História da Oportunidade)



                         O Combo...
Capítulo I - da Ideia ao Projecto
                              (História da Oportunidade)
12.08.1875
Cerimónia de arranqu...
Capítulo I - da Ideia ao Projecto
                                  (História da Oportunidade)
05.03.1904
Portaria mandand...
Capítulo I - Ideia e Projecto

•   As mudanças económico sociais levaram ao encerramento da linha
    férrea entre Valença...
Capítulo I – da Ideia ao Projecto

•   A Ecopista do Rio Minho, foi inaugurada em 14 de Novembro de 2004,
    sendo o proj...
Capítulo I – da Ideia ao Projecto

32 locais identificados de interesse, paisagístico, ambiental, cultural e
   patrimonia...
Capítulo I – da Ideia ao Projecto

       - Centro de Interpretação da Ecopista (Valença)
       A antiga Casa da Linha é ...
Capítulo I – da Ideia ao Projecto

            Apeadeiro de Nossa Senhora da Cabeça

            Totalmente remodelado, pr...
Capítulo I – da Ideia ao Projecto
                             Antiga Estação de Lapela

                             A ár...
Capítulo I – da Ideia ao Projecto




                             Capela de Nossa Senhora da Cabeça

                    ...
Capítulo I – da Ideia ao Projecto

               Curso internacional do Rio Minho

               Uma presença constante ...
Capítulo I – da Ideia ao Projecto
                       Foz do Rio Gadanha

                       As águas límpidas do r...
Capítulo I – da Ideia ao Projecto
                       Torre de Menagem

                       Monumento nacional desde...
Capítulo I – da Ideia ao Projecto

                    Monção

                    Apeadeiro de Cortes – Ponte Internacion...
Capítulo I – da Ideia ao Projecto

Em suma:

A ecopista proporciona uma grande proximidade com a riqueza
   paisgística e ...
• Capítulo II – Experiência Vivida




O Lazer e o Turismo Ciclável em Portugal – Ecopista do Rio Minho
 Orador: President...
Capítulo II - Experiência Vivida

Uso da Ecopista:
A utilização da ecopista, como rota turística, ecológica e desportiva, ...
Capítulo II - Experiência Vivida

Uso da Ecopista:

Importantes campanha de sensibilização e educação Ambiental são promov...
• Capítulo III – Grenway Award 2009




  O Lazer e o Turismo Ciclável em Portugal – Ecopista do Rio Minho
   Orador: Pres...
•Capitulo III – Grenway Award 2009


            Ecopista do Rio Minho Premiada pela Europa

O prémio promovido pela Assoc...
Capítulo III – Grenway Award 2009
                           Ecopista do Rio Minho Premiada pela Europa
Categoria Mobilida...
• Capítulo IV – Apostas Futuras




O Lazer e o Turismo Ciclável em Portugal – Ecopista do Rio Minho
 Orador: Presidente d...
Capítulo IV – Aposta Futura
Valença
Ligação da Ecopista À Marginal da Sr.ª da Cabeça
Os trabalhos da ligação da Ecopista à...
Capítulo IV – Aposta Futura

Monção
Ligação da Ecopista ao Centro Histórico e ao Parque das Caldas
Os trabalhos da ligação...
Ecopista do Rio Minho

              Entre a Memória Ferroviária e a Natureza Exuberante

…à esquerda as curvas majestosas...
9. Ecopista Minho Pres Cm MonçãO V2
9. Ecopista Minho Pres Cm MonçãO V2
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

9. Ecopista Minho Pres Cm MonçãO V2

1,966 views

Published on

comunicação realizada na Conferência ‘(Planear) O Lazer e o Turismo Ciclável em Portugal’ (6NOV09, Auditório da Reitoria da Universidade de Aveiro) – link http://turismociclavel.blogs.sapo.pt/

Published in: Education, Travel, Business
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,966
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
7
Actions
Shares
0
Downloads
41
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

9. Ecopista Minho Pres Cm MonçãO V2

  1. 1. Ecopista do Rio Minho Prémio Europeu das Vias Verdes Câmaras Municipais de Monção/Valença. O Lazer e o Turismo Ciclável em Portugal – Ecopista do Rio Minho Orador: Presidente da Câmara Municipal de Monção Dr. José Emílio Moreira 6 de Novembro de 2009
  2. 2. • Capítulo I - da Ideia ao Projecto O Lazer e o Turismo Ciclável em Portugal – Ecopista do Rio Minho Orador: Presidente da Câmara Municipal de Monção Dr. José Emílio Moreira 6 de Novembro de 2009
  3. 3. Capítulo I - da Ideia ao Projecto (História da Oportunidade) O Comboio em Valença/Monção “Almocei. O comboio apita. Extraordinário, comboio que chega à indicação do horário. É impossível! Enfim um comboio feroz. Que um Justino qualquer arranjou para nós. Obrigado, Justino. Adeus até mais ver”. Guerra Junqueiro Valença, 19 de Novembro de 1885 O Lazer e o Turismo Ciclável em Portugal – Ecopista do Rio Minho Orador: Presidente da Câmara Municipal de Monção Dr. José Emílio Moreira 6 de Novembro de 2009
  4. 4. Capítulo I - da Ideia ao Projecto (História da Oportunidade) 12.08.1875 Cerimónia de arranque das obras de construção do caminho de ferro no concelho de Valença presidida pelo Ministro das Obras Públicas, Dr. António Avelino 15.01.1879 Inicio da exploração comercial do troço de Caminha a São Pedro da Torre 1881 Aprovação do projecto da ligação ferroviária de Valença a Tui 12.12.1884 Inaugurado o edifício da Estação de Valença 25.03.1886 Abertura à exploração pública do Ramal Internacional entre Valença e a fronteira, ligação da Linha do Minho com a Galiza. 27.04.1903 Decreto mandando abrir concurso para a construção e exploração das linhas férreas de Braga a Monção. O Lazer e o Turismo Ciclável em Portugal – Ecopista do Rio Minho Orador: Presidente da Câmara Municipal de Monção Dr. José Emílio Moreira 6 de Novembro de 2009
  5. 5. Capítulo I - da Ideia ao Projecto (História da Oportunidade) 05.03.1904 Portaria mandando proceder ao estudo do prolongamento da linha férrea do Minho, de Valença a Melgaço.) 02.05.1904 Decreto autorizando o Governo a contractar com Temple George Blckwood a construção e exploração da linha férrea de Braga a Monção 15.06.1913 Abertura á exploração pública do troço entre Valença e Lapela. 1915 Abertura á exploração pública do troço entre Lapela e Monção 1927 A linha do Minho passa, por arrendamento, para a tutela da CP 10.1975 Estudo do Prof. Eng. Edgar Cardoso rectificou a posição da ponte ferroviária internacional de Valença a Tui 5.08.1977 Abertura ao público do Museu Ferroviário de Valença, na antiga Cocheira das Locomotivas. 01.01.1990 Encerramento do troço de Valença a Monção O Lazer e o Turismo Ciclável em Portugal – Ecopista do Rio Minho Orador: Presidente da Câmara Municipal de Monção Dr. José Emílio Moreira 6 de Novembro de 2009
  6. 6. Capítulo I - Ideia e Projecto • As mudanças económico sociais levaram ao encerramento da linha férrea entre Valença e Monção em 1989. • Cerca de uma década depois, em 2002, surge o projecto da “Ecopista do Rio Minho”. • O projecto pretende implementar um “percurso” com características pedestres e cicláveis, aproveitando a plataforma da “via férrea”. • Em execução entre 2002- 2004. • Foi a primeira “Ecopista” portuguesa. • Troço em Monção, está em expansão 2009 (+ 3 km). • Em Valença, ligação desta Ecopista com o troço da Marginal da Sr.ª da Cabeça. O Lazer e o Turismo Ciclável em Portugal – Ecopista do Rio Minho Orador: Presidente da Câmara Municipal de Monção Dr. José Emílio Moreira 6 de Novembro de 2009
  7. 7. Capítulo I – da Ideia ao Projecto • A Ecopista do Rio Minho, foi inaugurada em 14 de Novembro de 2004, sendo o projecto inicial composto por 13 Km, 9 km em Valença e 4 Km em Monção. • Com uma riqueza paisagística e ambiental inigualável, paralela ao Rio Minho. O Lazer e o Turismo Ciclável em Portugal – Ecopista do Rio Minho Orador: Presidente da Câmara Municipal de Monção Dr. José Emílio Moreira 6 de Novembro de 2009
  8. 8. Capítulo I – da Ideia ao Projecto 32 locais identificados de interesse, paisagístico, ambiental, cultural e patrimonial: O Lazer e o Turismo Ciclável em Portugal – Ecopista do Rio Minho Orador: Presidente da Câmara Municipal de Monção Dr. José Emílio Moreira 6 de Novembro de 2009
  9. 9. Capítulo I – da Ideia ao Projecto - Centro de Interpretação da Ecopista (Valença) A antiga Casa da Linha é a porta de entrada da ecopista. Uma construção de traço tipicamente ferroviário mostra as valências da ecopista e a memória de oito décadas de vivências ferroviárias ma linha de Valença a Monção. - Miradouro - Vinhedos de Ganfei (Ganfei) Após atravessar a Urgeira a via entra num carvalhal e surge um miradouro privilegiado. À esquerda os vinhedos da Veiga de Ganfei, rio Minho, o casario, a catedral de Tui, a velha ponte metálica e a Fortaleza de Valença. - Estação de Verdoejo (Verdoejo) Um edifício de dois pisos, as casas de banho e o singular apeadeiro recuperado. A memória da linha de circulação e da linha de apoio ao cais e armazém de mercadorias. O Lazer e o Turismo Ciclável em Portugal – Ecopista do Rio Minho Orador: Presidente da Câmara Municipal de Monção Dr. José Emílio Moreira 6 de Novembro de 2009
  10. 10. Capítulo I – da Ideia ao Projecto Apeadeiro de Nossa Senhora da Cabeça Totalmente remodelado, pretende recordar a antiga linha de comboio entre Monção e Valença. Fotografias antigas, descrições sobre o percurso e elementos relacionados com a actividade ferroviária poderão ser vistos neste espaço. Parque de Merendas de Nossa Senhora da Cabeça Árvores frondosas, aparcamento facilitado, bancos e mesas de pedra e verde, muito verde. Um espaço emblemático da freguesia a um passo do apeadeiro. Em outros tempos, fizeram-se grandes farnéis por famílias que chegavam de combóio. Hoje, chegam de autocarro um pouco de cada lado. O Lazer e o Turismo Ciclável em Portugal – Ecopista do Rio Minho Orador: Presidente da Câmara Municipal de Monção Dr. José Emílio Moreira 6 de Novembro de 2009
  11. 11. Capítulo I – da Ideia ao Projecto Antiga Estação de Lapela A área envolvente foi recuperada aquando da implantação da ecopista e a estação foi recuperada pela junta de freguesia com a colaboração da Câmara Municipal, no rés do chão funciona como apoio á mesma e no 1º andar como espaço de convívio para a população residente O Lazer e o Turismo Ciclável em Portugal – Ecopista do Rio Minho Orador: Presidente da Câmara Municipal de Monção Dr. José Emílio Moreira 6 de Novembro de 2009
  12. 12. Capítulo I – da Ideia ao Projecto Capela de Nossa Senhora da Cabeça Junto ao parque de merendas. Uma construção simples de arquitectura religiosa. Na frontaria, pode vêr-se um pequeno azulejo com a imagem do anjo da guarda. Ao lado da porta travessa, num pequeno nicho, está colocada a imagem de nossa senhora. O Lazer e o Turismo Ciclável em Portugal – Ecopista do Rio Minho Orador: Presidente da Câmara Municipal de Monção Dr. José Emílio Moreira 6 de Novembro de 2009
  13. 13. Capítulo I – da Ideia ao Projecto Curso internacional do Rio Minho Uma presença constante no percurso entre Cortes, Troporiz e Lapela. Para reter, a magnifica beleza paisagística que podemos usufruir da ponte sobre o Gadanha e do miradouro situado alguns metros à frente. Para lembrar, as histórias tempestuosas de dois povos que a politica dividiu e a sobrevivência uniu. Pesqueiras do Rio Minho São pequenas construções de pedra antiga que nos remetem ao bucolismo fluvial. Representam um valioso património geracional com uma acentuada componente económica que ainda vigora nos dias de hoje. Outrora pertença da igreja são, desde há várias décadas, propriedade de particulares. O Lazer e o Turismo Ciclável em Portugal – Ecopista do Rio Minho Orador: Presidente da Câmara Municipal de Monção Dr. José Emílio Moreira 6 de Novembro de 2009
  14. 14. Capítulo I – da Ideia ao Projecto Foz do Rio Gadanha As águas límpidas do rio Gadanha entram, de forma serena, no troço internacional do rio Minho, criando uma apelativa praia fluvial muito frequentada por banhistas e pescadores. Local igualmente propícia para a realização de piqueniques. Explorações vinícolas Monção é o berço do Alvarinho. Homens e mulheres dedicam-se à exploração vinícola desde tempos imemoráveis. Este percurso retrata essa vivência. Quem por aqui circular regularmente verá modificar a tonalidade das folhas e sentirá, no tempo das vindimas, o leve odor das uvas. O Lazer e o Turismo Ciclável em Portugal – Ecopista do Rio Minho Orador: Presidente da Câmara Municipal de Monção Dr. José Emílio Moreira 6 de Novembro de 2009
  15. 15. Capítulo I – da Ideia ao Projecto Torre de Menagem Monumento nacional desde 1910, a torre de Lapela, também conhecida como “Torre de Belém do Minho”, é um símbolo de um passado glorioso. Pertenceu a um castelo medieval que o Rei D. João V, no início do século XVIII, mandou destruir para aproveitamento da cantaria na construção do polígono defensivo de Monção. Parque de Merendas Uma extensa área verdejante com as águas do Minho a “baterem” na margem. Um apelo ao descanso e ao lazer com uma tranquilizadora panorâmica do rio, das embarcações fluviais tradicionais, dos pescadores e da margem galega. O Lazer e o Turismo Ciclável em Portugal – Ecopista do Rio Minho Orador: Presidente da Câmara Municipal de Monção Dr. José Emílio Moreira 6 de Novembro de 2009
  16. 16. Capítulo I – da Ideia ao Projecto Monção Apeadeiro de Cortes – Ponte Internacional (2ª Fase) Os trabalhos da segunda fase, que leva esta via ecológica até à Ponte Internacional entre Monção e Salvaterra. Este traçado desenvolve-se ao longo de 3,5 quilómetros, sendo sensivelmente metade feito paralelamente a uma via automóvel com apenas um sentido e circulação máxima de 30 quilómetros à hora.. O Lazer e o Turismo Ciclável em Portugal – Ecopista do Rio Minho Orador: Presidente da Câmara Municipal de Monção Dr. José Emílio Moreira 6 de Novembro de 2009
  17. 17. Capítulo I – da Ideia ao Projecto Em suma: A ecopista proporciona uma grande proximidade com a riqueza paisgística e ambiental “oferecida” pelo rio Minho, com ilhotas, ínsuas, matas ripicolas e veigas férteis, protegidas pela Rede Natura 2000. O Inverno, mais ameno, atrai muitas aves migratórias e espécies piscícolas para a desova. Este rio é um dos dois no nosso país onde o salmão ainda sobrevive, bem como outras espécies em regressão como a lampreia e o sável. A lontra é um mamífero em regressão a nível europeu que encontra nestas águas um pequeno refugio. A riqueza deste rio é um paraíso para apreciar a fauna e a flora O Lazer e o Turismo Ciclável em Portugal – Ecopista do Rio Minho Orador: Presidente da Câmara Municipal de Monção Dr. José Emílio Moreira 6 de Novembro de 2009
  18. 18. • Capítulo II – Experiência Vivida O Lazer e o Turismo Ciclável em Portugal – Ecopista do Rio Minho Orador: Presidente da Câmara Municipal de Monção Dr. José Emílio Moreira 6 de Novembro de 2009
  19. 19. Capítulo II - Experiência Vivida Uso da Ecopista: A utilização da ecopista, como rota turística, ecológica e desportiva, destina-se à prática de passeios pedonais, passeios cicloturisticos, passeios em patins e similares. Contagens: Lazer (60), Desporto (10%), Actividades culturais e recreativas (5%). Utentes embora não se consiga precisar, contam com muitos Espanhois (Tuy e Salvaterra). Contagens revelam que, dependendo do mês, variam entre os 150 e os 200 utentes/mês. Inquérito on-line das CM de Monção e Valença, revelam + de 90% dos utentes estão satifestos. O Lazer e o Turismo Ciclável em Portugal – Ecopista do Rio Minho Orador: Presidente da Câmara Municipal de Monção Dr. José Emílio Moreira 6 de Novembro de 2009
  20. 20. Capítulo II - Experiência Vivida Uso da Ecopista: Importantes campanha de sensibilização e educação Ambiental são promovidas anulamente com diversas entidades de ensino, local, regional, nacional e internacional. Actividades realizadas: Dia da Arvóre Dia do Ambiente Dia daJuventude Encontros anuais de cicloturistas e utilizadores da Ecopista. “Percorrer a Ecopista em Cadeiras de Rodas”. O Lazer e o Turismo Ciclável em Portugal – Ecopista do Rio Minho Orador: Presidente da Câmara Municipal de Monção Dr. José Emílio Moreira 6 de Novembro de 2009
  21. 21. • Capítulo III – Grenway Award 2009 O Lazer e o Turismo Ciclável em Portugal – Ecopista do Rio Minho Orador: Presidente da Câmara Municipal de Monção Dr. José Emílio Moreira 6 de Novembro de 2009
  22. 22. •Capitulo III – Grenway Award 2009 Ecopista do Rio Minho Premiada pela Europa O prémio promovido pela Associação Europeia Greenways (E.G.W.A.) e do Ministério do Turismo da Comunidade Alemã da Bélgica, com o apoio da Fundação Biodiversidade espanhol e da Direcção-Geral da Empresa e Indústria da U.E, foi anunciado, em 9 de Outubro, no Centre Culturel "TRIANGEL" em St Vith, na Bélgica. À edição de 2009 concorreram 21 vias verdes de 10 países tendo a Ecopista do Rio Minho sido apurada com mais 6 para a final, acabando por receber o quarto prémio e a única de Portugal a obter um prémio neste concurso, até ao momento. Este prémio foi criado em 2003 e o concurso realiza-se a cada dois anos. O Lazer e o Turismo Ciclável em Portugal – Ecopista do Rio Minho Orador: Presidente da Câmara Municipal de Monção Dr. José Emílio Moreira 6 de Novembro de 2009
  23. 23. Capítulo III – Grenway Award 2009 Ecopista do Rio Minho Premiada pela Europa Categoria Mobilidade: 1.º Prémio Comber Greenway, Inglaterra um exemplo de mobilidade integrada entre Belfast e Comber. O prémio teve como objectivos premiar o trabalho realizado e assegurar a continuidade do trabalho 2.º Prémio: Pilsen Greenways (República Checa) – Exemplo de uma uma via verde “urbana” que retirou vantagens de uma rede radial “natural”composto por 4 percursos ribeirinhos, para organizar um rede de percurso urbanos. 3.º Prémio: O Jurí decidiu anular este prémio Categoria Desenvolvimento Sustentável e Turismo 1.º Prémio: Via Verde de la Sierra (Espanha). Um bom exemplo de desenvolvimento sustentável e Turismo (este projecto consegui numa zona rural e deprimida gerar emprego). 2.º: Prémio: Voie Verte des Gaves (França). Exemplo da promoção turística para todos, ofertas e actividades para pessoas com actividade motora reduzida. 3.º Prémio: Voie Verte Questembert/Mouron (Dep. Morbihan), França. Exemplo de um projecto de atracção de turismo para áreas interiores. O júri decidiu atribuir 4.º Prémio: Ecopista do Rio Minho (Portugal), distinguindo-a como um exemplo promissor de uma “via verde” situada numa zona transfronteiriça. O Lazer e o Turismo Ciclável em Portugal – Ecopista do Rio Minho Orador: Presidente da Câmara Municipal de Monção Dr. José Emílio Moreira 6 de Novembro de 2009
  24. 24. • Capítulo IV – Apostas Futuras O Lazer e o Turismo Ciclável em Portugal – Ecopista do Rio Minho Orador: Presidente da Câmara Municipal de Monção Dr. José Emílio Moreira 6 de Novembro de 2009
  25. 25. Capítulo IV – Aposta Futura Valença Ligação da Ecopista À Marginal da Sr.ª da Cabeça Os trabalhos da ligação da Ecopista à Marginal (troço à beira Rio ciclável, aumentando a oferta e a proximidade deste tipo de “vias” da mancha urbana central da Cidade de Valença, com uma extensão de cerca de 2,400 metros, que passa pelos percursos interiores dos baluartes e fossos do Centro Histórico “Fortaleza de Valença”. Existência dos concelhos limitrofes em apostas nas “vias verdes”, com diferentes projectos, que resultarão numa linha continua deste tipo de Percursos entre o concelho de Viana do Castelo e Monção. O Lazer e o Turismo Ciclável em Portugal – Ecopista do Rio Minho Orador: Presidente da Câmara Municipal de Monção Dr. José Emílio Moreira 6 de Novembro de 2009
  26. 26. Capítulo IV – Aposta Futura Monção Ligação da Ecopista ao Centro Histórico e ao Parque das Caldas Os trabalhos da ligação da Ecopista ao Centro Histórico e ao Parque das Caldas , aumentando a oferta e a proximidade deste tipo de “vias” da mancha urbana central da Vila de Monção, que passa pelo fosso da “Fortaleza de Monção” . A proposta envolve a criação de um percurso pela margem do rio Minho desde a ponte internacional no lugar de Lodeira ao Poço da Couraça junto do Parque Termal. Este percurso retomando trilhos e caminhos existentes pretende valorizar a herança histórica da relação humana com o rio e o património ambiental em presença. O Lazer e o Turismo Ciclável em Portugal – Ecopista do Rio Minho Orador: Presidente da Câmara Municipal de Monção Dr. José Emílio Moreira 6 de Novembro de 2009
  27. 27. Ecopista do Rio Minho Entre a Memória Ferroviária e a Natureza Exuberante …à esquerda as curvas majestosas do Minho. O rio não é largo, mas as águas são perfeitamente belas, as margens e a paisagem, o alegre do casario que reluz como diamantes ao sol, oferecem de todo o lado perspectivas de uma variedade admirável, de uma vastidão extraordinária. Gérard de Beauregard e Louis de Fouchier, In Le Tour Du Monde, 1907. • Muito obrigado pela atenção. O Lazer e o Turismo Ciclável em Portugal – Ecopista do Rio Minho Orador: Presidente da Câmara Municipal de Monção Dr. José Emílio Moreira 6 de Novembro de 2009

×