Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

3. Fpcub Jose Caetano

2,970 views

Published on

comunicação realizada na Conferência ‘(Planear) O Lazer e o Turismo Ciclável em Portugal’ (6NOV09, Auditório da Reitoria da Universidade de Aveiro) – link http://turismociclavel.blogs.sapo.pt/

Published in: Education, Business, Technology
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

3. Fpcub Jose Caetano

  1. 1. “Desafios do Cicloturismo em Portugal” José Manuel Caetano www.fpcub@fpcub.pt
  2. 2. José Manuel Caetano – www.fpcub.pt • Fundada em Setembro de 1987 • Organização Não- Governamental de Ambiente de âmbito Nacional • Pessoa Colectiva de Utilidade Pública • Composta por 1000 Associações (e clubes) representando um total de cerca de 30.000 pessoas.
  3. 3. José Manuel Caetano – www.fpcub.pt Desenvolver a prática do Cicloturismo Ecologista de lazer, manutenção e turismo; Implementar actividades de Promover e divulgar, Aventura e através da utilização da Natureza, com bicicleta, a Defesa e bicicletas de Preservação do todo-o-terreno; Ambiente, da Natureza e do Património Natural e construído; Representar o Cicloturismo e os Utilizadores de Bicicleta como meio de transporte.
  4. 4. José Manuel Caetano – www.fpcub.pt • Semana Europeia da Mobilidade • Congresso Ibérico A bicicleta e a Cidade • Prémio Nacional “Mobilidade em Bicicleta” • Benfica Ciclável • Menos um carro fomenta mobilidade sustentável
  5. 5. José Manuel Caetano – www.fpcub.pt • Travessia da Ponte Vasco da Gama - Tejo Ciclável • Sesimbra/Arrábida/Sudoeste- Alentejano/Costa Vicentina/Algarve (3 dias) • Lisboa Antiga de Bicicleta • RAID BTT Tróia-Odemira-Querença/Algarve • Minho Florido (dois dias) • Serra acima (dois dias) • Passeio de BTT - S. Valentim • Caldas/Espanha (dois dias) • Viseu/Feira de S. Mateus
  6. 6. José Caetano – www.fpcub.pt Portugal é um espectacular país para o Turismo e, infelizmente, não tão bom para os turistas de bicicleta (opinião dos participantes a uma revista Internacional e à Tele-Canadá). 1000 participantes - 700 estrangeiros e 300 portugueses.
  7. 7. José Manuel Caetano – www.fpcub.pt ECF (European Cyclists Federation) Projecto Europeu (1997) que veio favorecer e unificar a relação transfronteiriça entre Portugal e o resto da Europa Rede Europeia de Ciclovias, 12 grandes rotas ao longo do Continente destinadas à prática de Cicloturismo.
  8. 8. José Manuel Caetano – www.fpcub.pt • Estimular a utilização da bicicleta como meio de transporte; • Promover um turismo mais sustentável e que respeite o ambiente e o fomento do cicloturismo; • Promover a criação de rotas cicláveis europeias e estimular as instituições para que as concretizem e façam um apelo aos cidadãos para a sua utilização.
  9. 9. José Manuel Caetano – www.fpcub.pt • Seguros que minimizem os perigos para o ciclistas, peões e outros utilizadores. • Coerentes e contínuos com carácter próprio e fáceis de identificar, integrados nas estradas e vias locais. • Directos e rápidos quanto possível. • Atractivos e que complementem e realcem a sua envolvente, de tal forma que andar de bicicleta seja apetecível. • Cómodos e que permitem o tráfego fluido de bicicletas e sejam fáceis de utilizar.
  10. 10. José Manuel Caetano – www.fpcub.pt • Bem sinalizados; • Serviços em intervalos regulares (distância máxima - 25km); • Água potável (fontes, etc.) em intervalos com distância inferior a 20km; • Não deverão comportar mais de 1.000 veículos motorizados por dia e em circunstâncias excepcionais serão aceites troços com mais de 3.000 veículos por dia; • Não é permitido incluir vias para bicicletas em estradas com mais de 10.000 veículos por dia; • Os troços em zonas sem tráfego deverão ser bastante largos para a circulação de 2 utilizadores de bicicleta em paralelo;
  11. 11. José Manuel Caetano – www.fpcub.pt • Evitar as inclinações superiores a 6%, ainda que em troços de montanha se aceitem inclinações superiores a 10%; • Acessíveis todo o ano (excepções em países do Norte da Europa ou áreas muito montanhosas); • Considerar a possibilidade de oferecer alternativas em troços muito frequentados por outros utilizadores não motorizados (cavaleiros, caminhantes…) para evitar conflitos.
  12. 12. José Manuel Caetano – www.fpcub.pt Açores São Miguel Terceira Pico Faial Obstáculos São Jorge Transporte das bicicletas Aspecto negativo em relação à Elevado custo – Aviões e procura e para a barcos inter-ilhas promoção do Turismo Activo em Bicicleta.
  13. 13. José Manuel Caetano – www.fpcub.pt Realçamos também: Madeira Aldeias de Xisto no Concelho de Miranda do Corvo Via Algarviana Minho Zona da Ria de Aveiro Sintra Percursos Alentejanos ... Onde existem motivos para parar e ver e que potenciam a procura da Paisagem e da Natureza para os que a querem contemplar.
  14. 14. José Manuel Caetano – www.fpcub.pt Sem um “Código Mais Amigo” e sem acalmia do tráfego nas vilas e nas cidades, a bicicleta continuará a ser um veículo marginal nas estradas portuguesas. • Alterar o péssimo comportamento dos automobilistas face às bicicletas e a elevada sinistralidade nas estradas portuguesas. • Acabar com as dificuldades de transporte de bicicleta nos meios de transporte; • Terminar com a arrogância que alguns interlocutores manifestam junto destes utilizadores; Levanta-se mesmo a hipótese dos Operadores de turismo Americanos, Canadianos e do Norte da Europa virem a excluir Portugal do Roteiro Turístico Ciclável do Mundo podendo, por arrasto, levar a um sério dano na Economia Portuguesa na Área do Turismo Activo.
  15. 15. José Manuel Caetano – www.fpcub.pt Os Ministérios que tutelam o Turismo, o Ambiente, a Administração Interna, as Obras Públicas, Transportes e Saúde devem adoptar uma política de concertação para a promoção da Bicicleta como meio de transporte alternativo para o Turismo, Lazer, Saúde e Mobilidade. Num país onde ainda não existe uma Carta Ciclável ou um vídeo promocional para um Turismo Ciclável, várias vezes propostos pela FPCUB, está quase tudo por fazer. Como sempre a FPCUB continuará na vanguarda das reivindicações para a promoção do Turismo Ciclável em Portugal e para que este se torne num produto amigo do Ambiente e economicamente interessante para o país.

×