Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Jornal da Chapa 1 - BNB

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Jornal da Chapa 1 - BNB

  1. 1. CANDIDATA A PRESIDENTA Jaqueline MelloUnidade e Luta dOs BanCÁriOs Garantem aVanÇOs nO BNB Após semanas de intensa pressãodos funcionários e dos sindicatos,finalmente foi comunicada a autori-zação ao Banco do Nordeste (BNB)para o pagamento de um montantede R$ 6,3 milhões na parcela adicio-nal da PLR, atingindo praticamenteo mesmo valor distribuído no anode 2011. Esse valor será pago line-armente para todos os funcionários. A conquista foi alcançada graçasà mobilização dos bancários, querealizaram vários atos de protesto,paralisações parciais e chegaram aplanejar a deflagração de greve portempo indeterminado. Isso possi-bilitou a autorização formal para aelevação de R$ 37,1 milhões dis-tribuídos para R$ 43,4 milhões.“A organização dos bancários, apressão do Sindicato e a atuação daContraf-CUT foram determinantes aos bancários do BNB, ouvindo e de 90% dos sindicatos do Brasil,para essa conquista”, destaca Alan encaminhando suas demandas. que decidiram unificar a campanhaPatrício, diretor do Sindicato e can- Outras conquistas ocorreram nos entre os bancários dos bancos pú-didato da Chapa 1. últimos anos, revertendo perdas blicos e privados. Em Pernambuco, a atual gestão que se arrastavam desde meados Nos anos de 1990, quando a cate-do Sindicato negociou e conse- dos anos 1990. De 2004 para cá, goria negociava de forma separada,guiu resgatar o passivo trabalhis- com união e muita luta, foi con- os funcionários do BNB ficaramta nas ações que existiam junto quistado aumento real de salário, anos sem reajuste e sofreram diver-ao Banco do Nordeste, inclusive garantidos avanços na PLR e recu- sos ataques que visavam enfraque-com ampliação dos beneficiários. perados direitos retirados durante cer o movimento sindical e a pró-Negociou também a solução de o governo FHC. pria empresa para privatizá-la.pendências de promoções para o Essas conquistas não ocorreram Com a categoria toda unida, ospessoal da CRO. Mas a principal por acaso. Elas são frutos da luta bancários passaram a ampliar osconquista dos últimos anos foi a dos funcionários do BNB, mas tam- ganhos e perceberam que a divisãomaior presença do Sindicato junto bém da estratégia definida por mais só interessa aos patrões. 
  2. 2. MUITO JÁ FOI FEITO,MAS HÁ MUITO POR CONQUISTARREVISÃO DO PLANO DE CARGOS E REMUNERAÇÃO (PCR)ISONOMIA PLENA ENTRE NOVOS E ANTIGOS FUNCIONÁRIOSPREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR • Revisão do Plano BD, • Democratização da Capef • Aporte de recursos para a CapefPLANO DE CUSTEIO DA CAMEDPROGRAMA DE ASSISTÊNCIA SOCIALFUNDO ESPECIAL DE CUSTEIO À SAÚDEINCORPORAÇÃO DE FUNÇÃONOVO PLANO DE FUNÇÕESDEFESA DO BNB COMO BANCO PÚBLICO DE DESENVOLVIMENTOFIM DO ASSÉDIO MORALTRANSPARÊNCIA NAS CONCORRÊNCIAS INTERNASCONVOCAÇÃO DOS APROVADOS NO ÚLTIMO CONCURSOFIM DA TERCEIRIZAÇÃO Fernando Antonio (Batata) Rubens Nadiel

×