Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Era vargas.

4,966 views

Published on

Slide sobre a Era Vargas. História do Brasil

Published in: Education, Business, Career
  • Be the first to comment

Era vargas.

  1. 1. A ERA VARGAS DO GOVERNO PROVISÓRI AO ESTADO NOVO
  2. 2. A sucessão de Washington Luiz <ul><li>Em 1929 o Brasil começa a sofrer com a crise internacional </li></ul><ul><li>O final daquele ano foi marcado pela crescente queda das exportações </li></ul><ul><li>Ano eleitoral, em que se decidira quem seria o novo presidente do Brasil </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Minas esperava que o próximo presidente fosse o governador Antônio Carlos Andrada </li></ul><ul><li>Washington Luiz surpreende com a indicação de Júlio Prestes. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>As oligarquias de Minas Gerais, Paraíba e Rio Grande do Sul não concordam com a escola e lançam a candidatura de Getúlio Vargas e João Pessoa. </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Tem início a Aliança Liberal, que se opõe às oligarquias paulistas e promove uma intensa campanha eleitoral para garantir que Vargas seja o próximo presidente. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>A eleição termina com a vitória de Julio Prestes. </li></ul><ul><li>Antes da posse do novo presidente, João Pessoa é assassinato na Paraíba. </li></ul><ul><li>A Aliança Liberal usa o crime como pretexto para dar um golpe, depor Washington Luiz e impedir a posse de Júlio Prestes. </li></ul><ul><li>O movimento fica conhecido como REVOLUÇÃO DE 1930 e marca o fim da REPÚBLICA DAS OLIGARQUIAS. </li></ul>
  7. 8. O GOVERNO PROVISÓRIO (1930-1934) <ul><li>Getúlio Vargas assume o governo provisoriamente. </li></ul><ul><li>O que deveria durar um ano, dura 4 anos </li></ul><ul><li>Uma das primeiras medidas de Getúlio foi criar as leis trabalhistas, mais tarde incorporada à Constituição de 1934. </li></ul>
  8. 9. <ul><li>Vargas se torna o pai dos pobres, adorado pelos trabalhadores, que acreditam que devem a ele tudo o que conquistaram. </li></ul>
  9. 10. <ul><li>Se as leis trabalhistas agradaram os trabalhadores, elas desestabilizaram os sindicatos </li></ul><ul><li>Vargas coloca pessoas de sua confiança nos sindicatos e passa a controla-los. </li></ul><ul><li>Surge a figura do PELEGO. </li></ul>
  10. 12. <ul><li>As mulheres conquistaram o direito ao voto, durante o governo de Vargas. </li></ul><ul><li>Também foram criadas leis de proteção às mulheres trabalhadores (embora elas nem sempre fossem obedecidas); </li></ul>
  11. 13. Combatendo a crise econômica <ul><li>Para combater a crise econômica, Vargas procurou: </li></ul><ul><li>renegociar os acordos de pagamentos de dívidas externas; </li></ul><ul><li>Implantar um controle de câmbio onde desvalorizou a moeda nacional e elevou as tarifas para produtos importados, diminuindo as importações; </li></ul><ul><li>Investiu na industrialização; </li></ul><ul><li>Comprou e queimou café para provocar a elevação do preço desse produto. </li></ul>
  12. 14. Café sendo preparado para ser incinerado.
  13. 15. A Revolução Constitucionalista de 1932
  14. 17. <ul><li>Com a Revolução de 1930 os paulistas foram excluídos da política Nacional. </li></ul><ul><li>Desejavam retornar através das eleições, mas Getúlio não marcava nem as eleições para a Constituinte, nem para presidente. </li></ul><ul><li>Para piorar, nomeou um interventor para São Paulo que não era paulista. </li></ul><ul><li>Começa então uma lutar armada contra o Governo Federal. </li></ul>
  15. 19. <ul><li>Os paulistas exigem uma nova Constituição e eleições para presidente. </li></ul><ul><li>São Paulo vira uma praça de guerra e a capital chega a ser bombardeada por aviões. </li></ul><ul><li>Os paulistas se rendem. </li></ul><ul><li>Vargas marca as eleições para presidente e para a Constituinte. </li></ul><ul><li>A nova Constituição é aprovada em 1934. </li></ul><ul><li>Vargas é eleito pelo colégio eleitoral (eleições indiretas) </li></ul>
  16. 21. O Governo Constitucional de Vargas (1934-1937) <ul><li>Nos três anos de governo Constitucional, Vargas procura construir alianças que o permitem ficar no poder. </li></ul><ul><li>Ele se alia à Ação Integralista Brasileira, uma organização de extrema direita, nacionalista de moldes fascistas. </li></ul><ul><li>Seu principal líder foi Plínio Salgado </li></ul>
  17. 22. Cartaz da AIB Plínio Salgado Símbolo Integralista Passeata promovida pela AIB Saudação Integralista: Anauê
  18. 23. <ul><li>Em oposição estava a Aliança Nacional Libertadora, criada pelo Partido Comunista, em 1935 o objetivo de organizar e instaurar um governo de inspiração soviética no Brasil. . </li></ul><ul><li>Seu principal líder foi Luiz Carlos Prestes. </li></ul><ul><li>Luiz Carlos Prestes ficou conhecido, também, pelo seu romance com Olga Prestes Bernário, que foi enviada para um campo de concentração na Alemanha grávida, onde morreu. </li></ul><ul><li>Sua filha, Anita Prestes sobreviveu e foi resgatada pela avó paterna. </li></ul>
  19. 25. Intentona Comunista <ul><li>Intentona Comunista, também conhecida como Revolta Vermelha de 35 e 'Levante Comunista, foi uma tentativa de golpe contra o governo de Getúlio Vargas realizado em novembro de 1935 pelo Partido Comunista Brasileiro em nome da Aliança Nacional Libertadora, sob a liderança de Luiz Carlos Prestes. </li></ul><ul><li>O Golpe fracassou, mas serviu de pretexto para Vargas concentrar mais poderes, em nome da segurança nacional. </li></ul>
  20. 27. Plano Cohen <ul><li>Tratava-se de um plano supostamente comunista, que visava ao assassinato de personalidades importantes a fim de se tomar o poder. </li></ul><ul><li>Na verdade, foi uma farsa arquitetada por Getúlio à junto AIB. </li></ul><ul><li>Getúlio Vargas declara estado de guerra e implanta uma ditadura pessoal, em 1937. </li></ul><ul><li>Argumentando a necessidade de se colocar fim às agitações, Vargas decretou fim do congresso e anunciou a nova constituição. </li></ul><ul><li>Em dois de dezembro de 1937, os partidos foram dissolvidos. </li></ul><ul><li>Era o início do estado novo. </li></ul>
  21. 28. <ul><li>No Estado Novo, Getúlio impõe um rígido controle dos meios de comunicação e da educação. </li></ul><ul><li>O Estado está presente em quase tudo e a figura de Vargas é exaltada pelos trabalhadores. </li></ul><ul><li>O Nacionalismo fica mais forte. </li></ul>
  22. 30. DEPARTAMENTO DO IMPRENSA E PROPAGANDA <ul><li>O DIP foi criado em 1939, em substituição ao &quot;Departamento de Propaganda e Difusão Cultural&quot; (DPDC) que, em 1934, havia substituído ao Departamento Oficial de Propaganda (DOP), cuja estrutura obsoleta obrigou ao governo a ampliar sua abrangência. </li></ul><ul><li>O DIP, era dirigido pelo jornalista e intelectual Lourival Fontes. </li></ul>
  23. 32. O Fim do Estado Novo <ul><li>A guerra contra o nazi-fascismo foi aproveitada pelos grupos liberais brasileiros para combater o próprio Estado Novo. </li></ul><ul><li>A contradição em se lutar pela liberdade de outros países e manter uma ditadura fez com que Vargas desse início a abertura democrática. </li></ul><ul><li>O governo fixou prazo para à próxima eleição presidencial. </li></ul><ul><li>Concedeu anistia ampla a todos os condenados políticos. </li></ul><ul><li>Soltou os comunistas que estavam na cadeia. </li></ul><ul><li>Permitiu a volta dos exilados ao país. </li></ul><ul><li>Foram organizados diversos partidos políticos. </li></ul><ul><li>Foi permitida a legalização do PCB (Partido Comunista do Brasil), que vivia na clandestinidade.         </li></ul>
  24. 34. <ul><li>Durante a campanha eleitoral, Getúlio Vargas fazia um jogo duplo. Apoiava aparentemente o general Eurico Gaspar Dutra. Mas, às escondidas, estimulava um movimento popular que pedia sua permanência no poder. </li></ul><ul><li>Era o queremismo, palavra derivada dos gritos populares de “Queremos Getúlio!”. O queremismo era impulsionado pelo PTB e pelo PCB. </li></ul><ul><li>Em 29 de outubro de 1945, tropas do Exército cercaram a sede do governo (Palácio do Catete) e obrigaram Vargas à renúncia. </li></ul><ul><li>Era o fim do Estado Novo. Getúlio Vargas foi afastado do poder sem receber nenhuma punição política. </li></ul><ul><li>Com o apoio político de Vargas, o general Dutra venceu as eleições presidenciais. </li></ul>

×