Perspectiva da Odontologia do Esporte no Mundo

3,427 views

Published on

A presença de um cirurgião-dentista nas equipes médicas de clubes e eventos esportivos pode ser a garantia de uma carreira de sucesso para o atleta? Além da ação sobre os traumatismos, a Odontologia do Esporte também é essencial do ponto de vista da prevenção.

Published in: Education, Health & Medicine
0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
3,427
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1,283
Actions
Shares
0
Downloads
67
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Perspectiva da Odontologia do Esporte no Mundo

  1. 1. PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO HILTON SADAYUKI TIBA Mestre em prótese dentária FOUSP Especialista em DTM e Dor Orofacial pelo CFO Coordenador do CODEC Research Fellow Tokyo Dental College-Sports Dent. Dep.-Japan
  2. 2. PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO A odontologia do esporte tem como função principal a atuação n o controle e promoção da saúde bucal dos desportistas, atletas amadores e profissionais; na orientação, prevenção de traumas; na presença de comissões técnicas de clubes e times, exames e tratamentos odontológicos que interferem no nível de rendimento dentro dos esportes.
  3. 3. <ul><li>Centro de estudos avançados que atua exclusivamente na prestação e assistência odontológica ao setor dos esportes e áreas que necessitem de auxílio em atividades multidisciplinares ligadas ao esporte. Exemplos a nutrição e fisioterapia esportiva. </li></ul>PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO
  4. 4. Para a elite do esporte mundial, a odontologia do esporte é de suma importância na performance e saúde geral dos atletas SEGUNDO O COI (COMITÊ OLÍMPICO INTERNACIONAL) PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO
  5. 5. COPYRIGHT CODEC 2007 PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO
  6. 6. COPYRIGHT CODEC 2007 PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO
  7. 7. COPYRIGHT CODEC 2007 PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO
  8. 8. COPYRIGHT CODEC 2007 PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO
  9. 10. Missão <ul><li>Oferecer o melhor da Odontologia atenta aos detalhes e especificidades do Esporte, garantindo a plena satisfação dos Atletas e Desportistas para que o planejamento traçado seja cumprido e assim o objeto final seja a qualidade de vida e/ou a melhor performance. </li></ul><ul><li> Garantir um atendimento rápido, confortável e eficaz; dedicação em toda comunicação ou serviço; liderança participativa e comprometida com resultados; atualização continuada resultando no desenvolvimento constante dos colaboradores. </li></ul>PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO
  10. 11. Resultados esperados <ul><li>Produzir um perfil de Odontologia do Esporte com: </li></ul><ul><li>1. Protocolos de atendimento em todos os níveis de atuação odontológica </li></ul><ul><li>2. Interação com os demais profissionais envolvidos nos treinamentos e competições. </li></ul><ul><li>3. Produção científica dos levantamentos e planejamentos realizados. </li></ul>PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO
  11. 12. <ul><li> Por um intercâmbio entre os pesquisadores do CODEC-CETAO - NIHON UNIVERSITY que busca orientar e dinamizar a pesquisa e aplicabilidade de técnicas na Odontologia do Esporte que no Japão esta presente com os atletas à 20 anos e demonstrando resultados bem positivos. </li></ul>PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO
  12. 13. Trabalhos Científicos PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO
  13. 14. Teste utilizado para a avaliação do equilíbrio quanto a postura. Resultados comparativos com uso de MG em boxeadores média de aumento em porcentagem da potência do soco Tokyo Dental College (2000) Department of Research for Sports Dentistry
  14. 15. AVALIAÇÃO DOS ATLETAS DA SELEÇÃO BRASILEIRA DE JUDÔ:RELAÇÃO PERFORMANCE, OCLUSÃO DENTAL, ATM E POSTURA CORPORAL Cl-III Anteriorização da mandíbula com perda da relação chave molar, com primerio molar inferior localizado à frente do superior Cl-II Recuo da Mandibular, com perda da chave de molar.É subdividida em Cl-II divI, onde os IC mostram se anteriorizados em relação aos laterais, divII, com os IL anteriorizados aos centrais. PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO Cl-I Chave de molar, normo oclusão
  15. 16. PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO CONCLUSÕES
  16. 17. <ul><li>A prevalência foi maior: na CL-II subdivisão2 (segundo a classificação esquelética de Angle) nos atletas tanto femininos como no masculino na faixa etária de 20 aos 30 anos; e, estando estes mais sujeitos a apresentarem desordens da ATM, região cervical, do pescoço e postural, podendo levar a interferir no desempenho de sua atividade esportiva; </li></ul>PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO
  17. 18. 2. Mesmo com má relação cabeça, ATM, pescoço e coluna cervical, apresenta uma boa relação de abertura de boca, não prejudicada aparentemente pela relação da maxila e mandíbula segundo a classificação de Angle. Mas que se deve levar em conta as dores posturais que eventualmente os atletas possam apresentar em razão desta relação desfavorável prejudicando desta forma a sua performance no esporte. PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO
  18. 19. ETILENO DE VINIL ACETATO Copolímero Etileno Acetato de Vinila PROBI-EVA PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO INDIVIDUALIZADOS
  19. 20. PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO 100% tecnologia e inovação brasileira
  20. 21. Fratura de mandíbula Fratura interna da raiz de dente com avulsão da coroa Outras lesões comuns PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO
  21. 22. <ul><li>Sobre protetores bucais, MG(Mouth Guard) muito identificados com Odontologia do Esporte, demonstram que, em estudos, recentes os dispositivos intra orais de proteção servem também como dispositivos de reposicionamento mandibular auxiliando no EQUILIBRIO de todo sistema estomatognático-ATM–seus músculos, ligamentos, discos e relação com o crânio, (Suzuki, 2007). Trabalho esse realizado com para-atletas da seleção de futebol nacional do Japão. </li></ul>PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO Avaliação de musculatura mastigatória em esforço abdominal Atletas de Futebol Universitário Paraolímpico
  22. 23. Avaliação de musculatura mastigatória em esforço abdominal Atletas de Luta Greco Romana A atleta Kyoko Hamaguchi medalha de Bronze em Beijing em luta greco romana em peso maior de 65 Kg PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO
  23. 24. Avaliação de musculatura mastigatória Atletas de Softball PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO
  24. 25. Avaliação de musculatura mastigatória em esforço abdominal Atletas de Badminton PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO
  25. 26. <ul><li>Equipamentos da Faculdade de Odontologia que, nada mais é de um dinamômetro para recuperação e testes de força – tipo CyBEX que é de outra marca japonesa – Biodex e no caso os indicadores eletrodos são colocados para identificar a ação dos músculos digástricos e masseterinos , </li></ul>PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO
  26. 27. Teste de lactato <ul><li>Testes de níveis de lactato sempre foram muito criticados pelos atletas em razão das “picadas” freqüentes para retirada das gotas de sangue... Um sistema que merece muita atenção da comunidade esportiva é o kit de avaliação de estresse por meio de saliva da PROBIOTEC que pode avaliar os níveis de cortisol, adrenalina, testosterona e IgA entre outros hormônios ainda em estudos (Foued, 2008). </li></ul>PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO
  27. 28. Ergoespirometria <ul><li>Testes de observação com dispositivos adaptados em bocais de aparelhos espirométricos detectou que em 25 atletas de lutas o desempenho do teste não se altera . </li></ul>PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO Ayse(2005) Protetores NÃO alteram rendimento aeróbio
  28. 29. <ul><li>E para os mais céticos com relação ao desempenho dos usuários de protetores bucais é diminuído (T. Von Arx, 2008) demonstra que todos já sabíamos de modo prático. O desempenho de atletas usuários desses dispositivos é semelhante para testes de VO2MAX (Teste ergocardiorespiratório), fonação, concentração e respiração propriamente dita e em alguns casos até lhe confere mais segurança e assim melhora os resultados. </li></ul>PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO
  29. 30. SALIVA E EXERCÍCIOS DE LONGA DURAÇÃO(ENDURANCE ) Em atividades prolongadas, mais de 2 horas de exercício por dia para não atletas-desportistas, encontramos queda de IgA salivar e depressão de monócitos e macrófagos, observando sangramento gengival e hálito cetônico. (Bente,2000) PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO
  30. 31. Testosterona e Cortisol salivar avaliados em jogadores de Rugby: Relação entre anabolismo e catabolismo (Maso,2004) PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO
  31. 32. O autor busca uma relação entre o questionário da Socité Française de Médicine du Sport(54 questões sobre as situações relacionadas a pratica repetitiva de treino) e a concentração de Testosterona-anabolismo e Cortisol-catabolismo encontrados na saliva após 24 horas de treino. Avaliando a relação de Testosterona/Cortisol o autor coloca que quando alta estamos em progresso de treino. Em casos onde os números são diminutos a incidências de Sobretreino ou Overtraining devam ser avaliados pelos preparadores físicos. PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO
  32. 33. Com isso... O Cirurgião-dentista pode auxiliar a comissão técnica e mesmo seus pacientes avaliando-os e auxiliando-os com a síndrome dos Três meses(muitos largam o treino/academia antes dos três meses por overtraining – desânimo é um sinal) . PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO
  33. 34. Odontologia e doping O CÓDIGO www.wada-ama.org PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO
  34. 35. O que é DOPING!! É o uso de substâncias e/ou técnicas naturais ou sintéticas visando a melhora ou não do desempenho dos atletas em competições. Este objetivo é ILÍCITO e PREJUDICIAL A SAÚDE e por isso são feitos testes de doping antes,durante e posteriormente a competições de qualquer nível desde que se suspeitem dos resultados. PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO
  35. 36. PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO QUAIS DROGAS SÃO CONSIDERADAS DOPING EM ATLETAS? 1.Estimulantes: pseudoefedrina, efedrina, anfetamina, etc. 2.Narcóticos: morfina, codeína, propoxifeno, etc. 3.Agentes anabólicos: testosterona, nandrolone, stanozolol, etc. 4.Diuréticos: hidroclorotiazínicos, furosemide, etc. 5.Betabloqueadores: propranolol, atenol, etc. 6.Hormônios peptídeos e análogos: Hormônio do crescimento, eritropoetina, corticotropina.
  36. 37. Onur Ozcelik, da Universidade Cukurova, em Adana (Turquia) O uso prolongado de anabolizantes pode prejudicar o tecido gengival. Pesquisadores associaram o uso de esteróide anabólico androgênico ao aumento da gengiva, semelhante a dependentes químicos. PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO
  37. 38. Estudo analítico e criterioso do CODIGO pelo dentista Seu paciente(atleta ou desportista) sem qualquer problema... PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO
  38. 39. <ul><li>The Stockholm Declaration </li></ul><ul><li>Recommendations and statements </li></ul><ul><li>agreed upon during the </li></ul><ul><li>Stockholm Symposium on gene doping: </li></ul><ul><li>1.   At the present time, a few human genetic diseases have been effectively treated by gene transfer. Gene transfer for the purpose of therapy remains a very immature and experimental field of human medicine. </li></ul><ul><li>2.   Extensive and rigorous regulatory mechanisms are needed to ensure safety of research subjects and patients. Gene transfer procedures in human beings must:   </li></ul><ul><li>    a) follow accepted national and international codes and principles governing experimentation and clinical research in human subjects; and  </li></ul><ul><li>    b) be performed strictly in accordance with local and national rules and regulations for gene transfer into human subjects. </li></ul><ul><li>3.   Lack of compliance with standards and rules of clinical research and gene transfer procedures must be conside black as medical malpractice and/or professional misconduct. Appropriate sanction mechanisms for illegal and/or unethical application of gene transfer in sport should be developed.   </li></ul><ul><li>4.   Public discussions and education programs on the prospect of gene-based enhancement should be promoted.   </li></ul>PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO
  39. 40. The Stockholm Declaration <ul><li>5.   Scientific progress made through research projects supported by WADA and others suggests that new detection methods are likely to emerge, which will hep to keep sport untainted by gene doping methods.   </li></ul><ul><li>6.   Research programs instituted by WADA and other anti-doping organizations should be supported. Academic, government, and private research organizations should be encouraged to improve knowledge and deter gene doping.   </li></ul><ul><li>7.   The use of genetic information to select for or discriminate against athletes should be strongly discouraged. This principle does not apply to legitimate medical screening or research.   </li></ul><ul><li>8.   Awareness of potential illicit use of gene transfer techniques in sport should be enhanced. Knowledge about potential dangers associated with gene doping should be promoted. </li></ul>PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO
  40. 41. <ul><li> São exemplos de instituições e atividades que são ligadas a WADA e certificam seus atletas oferecendo lisura as disputas. </li></ul>PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO
  41. 42. Luc Montagnier ?????????????? SIDA??????????????????????? PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO
  42. 43. SIDA??????????????????????? SÍNDROME DA IMUNODEFICIÊNCIA ADQUIRIDA AIDS..... PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO
  43. 44. Luc Montagnier : Virologista e médico francês Em 1983 , descobriu com a sua equipe, nos laboratórios do Instituto Pasteur , o retrovírus da Síndrome da imunodeficiência adquirida , inicialmente designado LAV , e que em 1986 recebeu o nome de VIH-HIV. Foi galardoado com o Nobel de Fisiologia ou Medicina de 2008 . PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO
  44. 45. NOBEL Prize Winner Reports Effects of Homeopathic Dilutions   In a recent study Professor Luc Montagnier, a French virologist who co-discovered HIV and who won the Nobel Prize in 2008, and his team report the results of a series of rigorous experiments investigating the electromagnetic properties of highly-diluted biological samples. The study demonstrates that some bacterial DNA sequences are able to induce electromagnetic waves at high aqueous dilutions. It appears to be a resonance phenomenon triggered by the ambient electromagnetic background of very low frequency waves. The researchers used aqueous solutions that were agitated and serially diluted (the researchers note that the solutions were 'strongly agitated' and that this step was 'critical for the generation of signals'). In other words homeopathic potencies, although the word 'homeopathy' is not mentioned in the article. The researchers found that pathogenic bacteria and viruses show a distinct electromagnetic signature at dilutions ranging from 10^-5 to 10^-12 (corresponding to 5D to 12D) and that small DNA fragments (responsible for pathogenicity) were solely accountable for the electromagnetic signal. The researchers also noted that one experiment found significant effects from dilutions as high as 10^-18 (equivalent to 18D). The electromagnetic signature changed with dilution levels but was unaffected by the initial concentration and remained even after the remaining DNA fragments were destroyed by chemical agents. PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO
  45. 46. They observed that the electromagnetic signal was destroyed by heating or freezing the sample. Also, a 'cross-talk' effect was found whereby a negative sample inhibits the positive signal in another sample if they are left together overnight in a shielded container. The researchers propose that specific aqueous nanostructures form in the samples during the dilution process and are responsible for the electromagnetic effects measured. The researchers also detected the same electromagnetic signals in the plasma and in the DNA extracted from the plasma of patients suffering from Alzheimer disease, Parkinson disease, multiple sclerosis, and rheumatoid arthritis. This study is an important contribution to the growing evidence base in fundamental research with direct relevance to homeopathy. Reference Montagnier L, Aissa J, Ferris S, Montagnier J-L, Lavallee C (2009). Electromagnetic Signals Are Produced by Aqueous Nanostructures Derived from Bacterial DNA Sequences. Interdisciplinary Sciences: Computational Life Sciences, 1: 81-90. [Direct link to the paper at the ECH website: http ://www. homeopathyeurope . org / downloads / MontagnierElectromadneticSignals . pdf Source: http ://www. cybermed .it/ index . php ? option =com_ content & task = view &id=23787& Itemid =134 PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO
  46. 47. PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO CLÍNICA DIÁRIA C.Dentista faz uso de medicamentos: Cuidado para o DOPING, Custo baixo, Presente em alguns serviços básicos de saúde público, Reconhecido pelo CFO como Habilitação recentemente: Tem se como Opção HOMEOPATIA, pelas características de altas diluições, não apresenta-se como Doping. Substituição de:medicamentos como narcóticos, estimulantes, entre outros.
  47. 48. PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO OLYMPIC Success with Homoeopathy –         Member of Beijing Olympic team wins Silver Medal with help of homoeopathy.   Sonja Johnson, Member of the Australian Equestrian Team, competing at the Beijing Olympics 2008, supported the use of homoeopathy. 3 days before she was due in Hong Kong she rang a homoeopath for advice about her horse's hoof abscess which was not responding to orthodox treatment. After homoeopathic treatment her horse was well enough to compete, and won the silver medal for the Aussie Equestrian team. Olympian Supports Homoeopathy in Sport To whom it may concern, I was first introduced to the advantages of homoeopathy in life and particularly sport and sport horses when based in England in 1997. We all want to keep ourselves and our equine partners in as good a shape as possible to perform the job at hand. Non-homoeopathic medicines have their place; however with the drug testing of athletes being so stringent these days, anything that can give you a therapeutic benefit while being within the rules is a huge bonus. My Witch’s kit (Helios Homoeopathic Kit for Accidents and Emergencies), as we affectionately call it in the family, is always in the float and provides me with great amusement as I watch the sceptics become believers after they benefit from its use. Cheers! Sonja Johnson WA Top International Horse Eventer Member of the Australian Equestrian Team competing at the Beijing Olympics 2008 [ Source: Australian Homoeopathic Association – News & Events] http://www.safecure.net/news.php
  48. 49. PERSPECTIVA DA ODONTOLOGIA DO ESPORTE NO MUNDO Exames de sangue para avaliação do grau de inflamação(origem dental)e infecção: VHS(velocidade de hemissedimentação),proteínaC-reativa,
  49. 50. Fim Obrigado

×