Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

40 Developmental Assets

423 views

Published on

Apresentação de Márcia Quintino, da Fundação Itaú Social, a respeito da metodologia desenvolvida pelo Search Institute (Minneapolis - EUA). A ideia é que ela contribua internamente com a reflexão sobre educação integral.

Published in: Education, Health & Medicine
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

40 Developmental Assets

  1. 1. Um caminho importante para a educação de crianças e adolescentes e para a transformação social
  2. 2. 2002 Aliança  Consulado EUA em São Paulo  Fundação Abrinq  Fundação BankBoston  Meninos do Morumbi  Prof. Rosa Macedo – PsicoPUC/SP  Senac 4 a 9/11 – Minneapolis, EUA  Essentials of Asset Building – Formação de formadores  6th Annual Healthy Communities Healthy Youth Conference
  3. 3. Organização não-lucrativa independente, criada em 1958, cuja missão é formar liderança e produzir conhecimento e recursos para expandir e aprofundar compromissos, habilidades e eficácia na promoção de desenvolvimento saudável e resultados positivos entre crianças e adolescentes. www.search-institute.org
  4. 4. COMO • Pesquisas e avaliação de alta qualidade • Produção de ferramentas, recursos e serviços de apoio para pais, educadores, responsáveis por políticas públicas e outros • Parcerias (fundações, empresas, escolas, comunidades, organizações religiosas e outras)
  5. 5. PARA QUEM Escolas fundamentais e de ensino médio, comunidades religiosas, organizações que trabalham com crianças e adolescentes, famílias, empresas e setor público. • Aproximadamente 600 comunidades em 45 estados nos EUA e 5 províncias no Canadá têm iniciativas baseadas nas abordagens do Search Institute. • Na última década, aproximadamente 6 milhões de pessoas assistiram apresentações sobre construção de assets e 300.000 receberam treinamento. Cerca de 3 milhões de crianças e adolescentes em milhares de comunidade participaram das pesquisas desde 1990.
  6. 6. “ASSETS” DE DESENVOLVIMENTO Representam os relacionamentos, oportunidades, experiências, habilidades e valores positivos que promovem o desenvolvimento de crianças e adolescentes.
  7. 7. A PROMOÇÃO DE RESULTADOS SAUDÁVEIS PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES • Prevenção de comportamentos de alto risco • Reforço de comportamentos positivos • Desenvolvimento de resiliência
  8. 8. PRINCÍPIOS DO DESENVOLVIMENTO DE ASSETS • Todas as pessoas podem desenvolver assets • Todas as crianças e adolescentes precisam de assets • A chave está nos relacionamentos • O desenvolvimento de assets é um processo contínuo • As mensagens consistentes são importantes • A repetição intencional é importante
  9. 9. OS 40 ASSETS PARA O DESENVOLVIMENTO ASSETS EXTERNOS ASSETS INTERNOS Relacionamentos e Competências e oportunidades que valores que vivenciam em suas desenvolvem famílias, escolas e internamente para comunidade orientar seus comportamentos e escolhas
  10. 10. OS 40 ASSETS PARA O DESENVOLVIMENTO ASSETS EXTERNOS ASSETS INTERNOS APOIO COMPROMISSO COM O APRENDIZADO EMPODERAMENTO VALORES POSITIVOS LIMITES E EXPECTATIVAS COMPETÊNCIAS SOCIAIS USO CONSTRUTIVO DO TEMPO IDENTIDADE POSITIVA
  11. 11. SOBRE A PESQUISA A & B Elaborada para alunos do Ensino Fundamental (6º. ao 12º anos nos EUA) Foca 4 categorias: Assets de desenvolvimento Indicadores de sucesso Déficits Padrões de comportamentos de risco e de alto risco
  12. 12. SOBRE A PESQUISA A & B • Serve como linha de base, sobre a qual podem ser construídas as estratégias de construção de assets e uma nova visão sobre as crianças e adolescentes na comunidade. • Não foi feita e não deve ser usada para avaliar o nível individual de assets de um estudante. • Também não é adequada como ferramenta de avaliação pré-pós de um programa.
  13. 13. SOBRE A PESQUISA A & B 156 questões nos EUA (158 no Brasil) • Gerais / Identificação – 18 • Sobre a escola – 17 • Sobre o estudante – 121 Sobre a escola • Tempo para lição de casa • Notas / desempenho • Participação dos pais • Esforços e motivação para aprender
  14. 14. PRINCIPAL RESULTADO DA PESQUISA Quanto maior o número de assets, menor o envolvimento da criança ou do adolescente em comportamentos de risco
  15. 15. Porcentagem de adolescentes (6º ao 12º Grau nos EUA) que apresentam alguns padrões selecionados de comportamento de alto risco, por nível de desenvolvimento de assets* 0 – 10 11 – 20 21 – 30 31 – 40 PADRÃO DE COMPORTAMENTO DE ALTO RISCO ASSETS ASSETS ASSETS ASSETS Problemas com uso do álcool – fez uso de álcool 3 ou mais vezes no ultimo mês ou ficou bêbado/a uma 45 26 11 3 vez nas 2 últimas semanas. Violência – Envolveu-se em 3 ou mais atos de lutar, bater ou machucar alguém, portar ou usar 62 38 18 6 arma, ou fazer ameaça física no último ano. Problemas na Escola – faltou à escola um ou mais dias no ultimo 44 23 10 4 mês e/ou teve média abaixo de C. * Dados baseados em amostra do Search Institute de 148.189 estudantes pesquisados em 2003 nos EUA.
  16. 16. PORCENTAGEM DE ENVOLVIMENTO EM ATIVIDADES DE ALTO RISCO 50% 45% 40% 35% 30% 0 A 10 25% 11 A 20 20% 21 A 30 15% 31 A 40 10% 5% 0% USO DE USO DE USO DE ALCOOL AO ÁLCOOL TABACO DROGAS DIRIGIR ILÍCITAS
  17. 17. O PODER DE PROTEÇÃO DOS ASSETS 70% 0 A 10 60% 11 A 20 50% 21 A 30 40% 31 A 40 30% 20% 10% 0%
  18. 18. O PODER DE PROMOÇÃO DOS ASSETS 90% 80% 70% 60% 50% 0 A 10 11 A 20 40% 21 A 30 30% 31 A 40 20% 10% 0% SUCESSO DIVERSIDADE BOA SAÚDE LIDERANÇA ESCOLAR DE VALORES
  19. 19. Essentials of Asset Building Formação de formadores Workshop realizado para apoiar e preparar indivíduos, organizações, instituições e comunidades na construção de assets de desenvolvimento  Cada pessoa é um construtor de assets: integrando os assets de desenvolvimento em sua vida  Compartilhando a mensagem dos assets  Iniciando e apoiando a construção de assets em comunidades
  20. 20. 6th Annual Healthy Communities Healthy Youth Conference 1500 participantes – 600 jovens Objetivo Motivar e preparar indivíduos, organizações e seus líderes para que, comunitariamente, formem e apóiem crianças e adolescentes saudáveis, competentes, cuidadosos, responsáveis e produtivos. Estratégias Pesquisa, avaliação, materiais de apoio, treinamento, assistência técnica e
  21. 21. Metas  Conscientização nacional em favor de todas as crianças e adolescentes  Mobilização comunitária – esforços coordenados e de longa duração  Ação organizacional – escolas, instituições religiosas, organizações que atendem crianças e adolescentes, outras instituições  Envolvimento das famílias  Engajamento de moradores – todos, independente de sua idade ou status familiar  Empoderamento de crianças e adolescentes
  22. 22. Para participar da rede nacional HC - HY • A estrutura de assets para o desenvolvimento é a chave. • Três ou mais setores da comunidade estão envolvidos e comprometidos. • Crianças e adolescentes estão envolvidos no planejamento e implementação. • Disposição para compartilhar aprendizados com o Search Institute e com a rede nacional.
  23. 23. Sessão de orientação para os participantes de primeira vez Abertura da assembléia – mais de 1.500 pessoas •Grupos Grupos de discussão / almoço 1º. Dia específicos 20 sessões de livre escolha, uma hora e meia para almoços e Outras 20 sessões de livre escolha, uma hora e meia cafés da manhã Jantar Assembléia •Salas de chat Mini-assembléias Outras 20 sessões de livre escolha, uma hora e meia •Hall de Almoço exposições (35) 2º. Dia Assembléia Outras 20 sessões de livre escolha, uma hora e meia •Performances Visita de interessados a um programa comunitário Opção de visita ao Mall of America •Venda de material Atividades culturais no centro de convenções da conferência 3º. Dia Outras 14 sessões de livre escolha, uma hora e meia Assembléia de encerramento / Almoço
  24. 24. 2003 e 2004 • Adaptação do instrumento de Pesquisa A & B à realidade brasileira • Aplicação em 536 jovens de escolas particulares e públicas de SP (teste piloto)
  25. 25. 2003 e 2004 • I Encontro Internacional Valores, Educação e Transformação Social – SENAC SP – 07/10/04 • Educação para valores e desenvolvimento dos jovens – Gilberto Dimenstein, Carminha Brant, Chalita. Mediadora: Neusa Maria Góes. • Identificação de valores de jovens brasileiros – uma nova proposta – Prof. Rosa Macedo e Marc Mannes • Apresentação da adaptação da pesquisa na 2004 HC HY Conference, em Minneapolis – 04 a 06/11/04
  26. 26. 2005 • Reunião com Chalita: proposta parceria com Secretaria Estadual da Educação • Pesquisa de campo com 3 mil jovens • Programa Voluntary Visitor - viagem aos EUA – Texas, Iowa e Minnesotta • Café da manhã com convidados no Consulado Americano – Governo e empresas – 01/12 José Aristodemo Pinotti (SME/SP) e Antonio Floriano Pesaro (SMADS/SP)
  27. 27. 2005 • Encontro com Dimenstein e almoço no Aprendiz para apresentação de resultados da pesquisa – 30/11 • Encontro de jovem de Georgetown com os jovens do Aprendiz / Abrinq / Senac • II Encontro Internacional Valores, Educação e Transformação Social – 01/12 – 130 participantes. Apresentações de Marc Mannes (Search Institute), Barbara Pierce (programa de Georgetown, TX), John David Nehme (19 anos, líder em projetos de Georgetown)

×