BIOGRAFIA                                 CELSO CORRÊA DE FREITAS                 CELSO CORRÊA DE FREITAS                 ...
NOTAS EXPLICATIVAS                     Este Cordel foi inspirado na peçaO AUTO DA BARCA DO CÉU, escrita e dirigida pelo te...
V           III                              Com seu olhar penetrante Então vamos começar        À frente da barca vai Sab...
VII                                   IX  O André tem em Thiago                 Dom Gustavo o FidalgoMais um grande aprend...
XI                            XIII    Marilu, Nelza e Lair        Dudes Becker e Dhayanne    Dão a Nero uma lição         ...
XV                                XVII  Olhem que Família linda            Corisco seu grande amigo O Cezar tem na embarca...
XIX                                    XXI     Nanci, Ó mãe de Jesus                   A todos peço licença     Põe ordem ...
XXIII                                              FOTOS        Aqui fica esta homenagem         Aos Arcanos da cidade    ...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

O auto da barca do céu...so leitura

3,251 views

Published on

O SEU DESTINO NESTA BARCA NÃO É VOCÊ QUE ESCOLHE...

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
3,251
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1,240
Actions
Shares
0
Downloads
8
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

O auto da barca do céu...so leitura

  1. 1. BIOGRAFIA CELSO CORRÊA DE FREITAS CELSO CORRÊA DE FREITAS CCF OPoeta e Articulista, nascido em Itaperuna-RJ, aos 26 de Agosto de 1954. AUTOPresidente da Casa do Poeta Brasileiro de Praia Grande-SP.Bibliografia: Antologia “Poesia e Liberdade”, Antologia “Poesia e Amor”, DA BARCAAntologia “São Paulo-450 anos em Prosa e Verso”, Antologia “Poeta- DO CÉU...SOProfissão Homem!”, Livro solo “Destino em Transição” e o E-BOOKIN(TER)AÇÕES além dos livretos “Sitio do Campo em Cordel” e “OsPortais de Mim”, Praia Prado & Poesia e O Guardião do São Lucas.Participante e Idealizador de Antologias e Prefaciador. Contato: Celso.correadefreitas@gmail.com Site: www.portalpoeticoccf.blogspot.com Adquira este E-BOOK na: LIVRARIA NOBEL – BOQUEIRÃO-3473-1760 nobelpraiagrande@hotmail.com CORDEL
  2. 2. NOTAS EXPLICATIVAS Este Cordel foi inspirado na peçaO AUTO DA BARCA DO CÉU, escrita e dirigida pelo teatrólogo Petruccio I Araujo a partir de uma ideia da Professora Lourdes Marszoleck daSecretaria de Cultura e Turismo, com o apoio do Sr. Carlos Ananias Lobão Praia Grande preste atenção– Secretário de Cultura e Turismo da Estância Balneária de Praia grande- Ao que eu vou lhe contar SP. Vou falar das peripécias De uma Barca a navegar. DADOS TÉCNICOS DA OBRA Nessa barca cada atorAutor do Cordel: O AUTO DA BARCA DO CÉU...SO Capricha no seu papelCelso Corrêa de Freitas – CCF Tem alguns que vão pro infernoCapa/Diagramaçãoo: CCF Revisãoo: CCF e Lita Moniz E outros que vão pro céu .ao IIArte Final da capa : Cezar DE MeloArte agregada no Cordel: Cezar de Melo Cada um com sua dor Cada um com seu prazer Cada um com sua sina Ouça o que eu vou lhes dizer. Aproveite cada cena Pra escolher seu personagemUm obrigado especial a todos que compreenderam a ideia deste Depois vá se preparandoCordel e dele estão participando emprestando a ele seus nomes e Pra fazer esta viagem. seus talentos. CCF Pág 2 Pág 3
  3. 3. V III Com seu olhar penetrante Então vamos começar À frente da barca vai Sabrina Esta apresentação Quando ela tira a carranca Que aponta o artista O que se vê é uma menina. E revela o cidadão. Que enfrenta o ceguinho Você vai admirado Pra chegar ao céu na hora Entender a construção E deixar as boas almasTudo junto e misturado Nas mãos de Nossa Senhora.No Cordel da encenação. IV VICelso encarna o ceguinho Paulo que também é Pedro Que é um cara ardiloso Vive um Atormentado Põe na barca a Poesia Perde o comando da barcaPra dar jeito no tinhoso. Para o cego encapetado.O ceguinho tem um plano Pedro acorda do seu sonoPra cumprir sua missão No momento derradeiro E levar a nossa barca Recebe as chaves do céu Para o Reino do Cão. E dele se torna o seu Porteiro. Pág 4 Pág 5
  4. 4. VII IX O André tem em Thiago Dom Gustavo o FidalgoMais um grande aprendizado Quer o fim das nossas índias Que chega depois do Coroné Mas Oscar o Star Feta Que ele fez no passado. Só tem olhos para as Ninfas(*).Andressa mostra uma Ofélia Que chegaram com a rainha Em busca do seu amado Causando um medo profundoDe todos conquista o respeito Mesmo assim o Star FetaPor seu trabalho apaixonado. Quer conhecer esse mundo. VIII X Barbara grande Rainha Tocando a sua Harpa De um reino abstrato E cantando uma canção Brilha no convés da barca Vinicius, o belo Nero E conquista o teatro. Causa maior confusão. Tem futuro esse Pássaro As mulheres estão a fim Que em céu de brigadeiro De agarrar o Imperador Vai fazer muito sucesso Que canta parecendo um Galo No teatro Brasileiro. Com a candura de uma flor. (*) Camila - Duda – Dani – Valéria- Rapha Amanda e Joulieyne Pág 6 Pág 7
  5. 5. XI XIII Marilu, Nelza e Lair Dudes Becker e Dhayanne Dão a Nero uma lição Fazem o Jorge crescer Se navegar é preciso No meio da criançada Cantar bem é obrigação. Segue Judas a sofrer.Quem canta seus males espanta Cristina vai dando olé Mas conforme o repertório Em Oswaldo que quer pegar Bem faz a Simone que canta Possuído por Herodes E não espanta o auditório. As ancas da sua Salomé. XII XIV Ator não tem que cantar Regina Maura em cena Sentencia o Petrúccio Não quer ter mais dissabor Ator tem é que atuar Pra não ver sua Herodias Já proclamava Confúcio. Entrar no céu sem amor. Mas o Professor Fernando E como Herodes não passa Aposta que vai conseguir Pelo portal do Senhor Fazer a Barca cantar Ela joga o seu charme E a patuléia aplaudir. Pra cima do Gladiador. Pág 9 Pág 8
  6. 6. XV XVII Olhem que Família linda Corisco seu grande amigo O Cezar tem na embarcação Fiel e bom companheiro Esse “Cabra” é gente fina Faz de André que fez Thiago E protetor de Lampião. Um artista brasileiro. Que na fala do Ricardo A “Dada” da chefe Syllis Tem saudades do sertão Dá a ele o seu carinho Salve o Rei do Cangaço Mas é nos braços da CamilaVirgulino Ferreira, O Lampião! Que ele se torna menino passarinho. XVI XVIII Pra consolar Lampião Aleluia ao bravo Nil Tem Nina que é Maria E seu Jesus a nos salvar Mulher forte e decidida Quem tem ciência esta vendo A mais bonita do sertão. Que o bolso pesa pra atuar. Faz da alma e do seu corpo Rafael, Murilo e Victor Remanso do Virgulino Mostram ao mestre o que fazer Advogado do seu coração Quando falta grana pro ônibus E capitão do seu destino. Eles chegam no teatro a correr. Pág 10 Pág 11
  7. 7. XIX XXI Nanci, Ó mãe de Jesus A todos peço licença Põe ordem nesse cartel Este Poeta voz diz Se não vão pegar o Nero Brilha uma luz neste palco E incendiar esse céu. A luz de uma nova atriz. Quem entrou no céu entrou Na procissão estão todos E aquele que não conseguiu Chorando em torno da cruz Estejas certa que o ceguinho Dhafynne apenas diz “Da Da Da”Os levou para o Demo que o Pariu. E os soldados descem o chicote em Jesus. XX XXII Mas antes de terminar Nilda e Cezar estão felizes Vejam que preciosidade Seguem sempre em comunhão Alguém que começa a atuar Dhaynne e Dhafynne estão com eles Na sua mais tenra idade. Com amor no coração. No colo da sua mãe A Família Brasileira É um sinal de esperança Sempre está na condição Um anjo a nos mostrar De lutar por sua sorte Que o futuro é uma criança. No meio da bandalheira. Pág 12 Pág 13
  8. 8. XXIII FOTOS Aqui fica esta homenagem Aos Arcanos da cidade Que se uniram pela barca Contra as adversidades. Petrúccio Araujo o Mestre Foi quem deu a direção Pra fazer no PDA Uma histórica apresentação. Ideia inicial para a capa feito por CCF XXIV Nossa barca se despede Cumprida a sua parte Obrigado pelo aplauso E apoio à nossa arte.Obrigado Secretário, obrigado Dona LourdesObrigado funcionários que ajudaram também A todos o nosso abraço E até o ano que vem. DO ENSAIO A REALIZAÇÃO COM PETRÚCCIO NA DIREÇÃO. Veja As fotos: http://www.cidadaopg.sp.gov.br/imprensa/fotos/?p=64886&ut m_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=F eed%3A+fotospg+%28Banco+de+Imagens+- +Prefeitura+PG%29 Pág 14 Pág 15

×