tuberculose
A tuberculose é uma infecção causada pelo bactéria Mycobacterium tuberculosis, a qual mais comumente afeta os pulmões (tub...
<ul><li>A infecção pelo  M. tuberculosis  se inicia quando o bacilo atinge os  alvéolos   pulmonares  e pode se espalhar p...
<ul><li>Entretanto, em algumas pessoas, o bacilo da tuberculose supera as defesas do sistema imunológico e começa a se mul...
<ul><li>Os sintomas incluem tosse prolongada com duração de mais de três semanas, dor no peito e  hemoptise . Outros sinto...
<ul><li>Uma avaliação médica completa para a tuberculose inclui um histórico médico, um exame físico, a baciloscopia, o te...
<ul><li>A baciloscopia é um exame realizado com o escarro do paciente suspeito de ser vítima de tuberculose, colhido em um...
A tuberculose se dissemina através de aerossóis no ar que são expelidas quando pessoas com tuberculose infecciosa tossem, ...
<ul><li>Pessoas com infecção de Tuberculose (classes 2 ou 4), mas que não têm a doença (como nas classes 3 ou 5), não espa...
albert sabin maria silma professora
alunas: gabryella damascena e renata thays. 1º D
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Renata thays e gabryella damascena 1ºd

11,934 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
11,934
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
8,072
Actions
Shares
0
Downloads
141
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Renata thays e gabryella damascena 1ºd

  1. 1. tuberculose
  2. 2. A tuberculose é uma infecção causada pelo bactéria Mycobacterium tuberculosis, a qual mais comumente afeta os pulmões (tuberculose pulmonar), mas também pode atingir o sistema nervoso central (meningite), sistema linfático, sistema circulatório (tuberculose militar), sistema geniturinário, ossos e articulações . O que é a tuberculose?
  3. 3. <ul><li>A infecção pelo M. tuberculosis se inicia quando o bacilo atinge os alvéolos pulmonares e pode se espalhar para os nódulos linfáticos e daí, através da corrente sanguínea para tecidos mais distantes onde a doença pode se desenvolver: a parte superior dos pulmões , os rins , o cérebro e os ossos. </li></ul><ul><li>A resposta imunológica do organismo mata a maioria dos bacilos, levando à formação de um granuloma . Os &quot;tubérculos&quot;, ou nódulos de tuberculose são pequenas lesões que consistem em tecidos mortos de cor acinzentada contendo a bactéria da tuberculose. </li></ul><ul><li>Normalmente o sistema imunológico é capaz de conter a multiplicação do bacilo, evitando sua disseminação em 90% dos casos. </li></ul>infecção ' .
  4. 4. <ul><li>Entretanto, em algumas pessoas, o bacilo da tuberculose supera as defesas do sistema imunológico e começa a se multiplicar, resultando na progressão de uma simples infecção por tuberculose para a doença em si. Isto pode ocorrer logo após a infecção (tuberculose primária – 1 a 5% dos casos), ou vários anos após a infecção (reativação da doença tuberculosa, ou bacilo dormente – 5 a 9 %). </li></ul><ul><li>Cerca de 5% das pessoas infectadas vão desenvolver a doença nos dois primeiros anos, e outras 5% vão desenvolvê-la ainda mais tarde. No total, cerca de 10% dos infectados com sistema imunológico normal desenvolverão a doença durante a vida. </li></ul>evolução
  5. 5. <ul><li>Os sintomas incluem tosse prolongada com duração de mais de três semanas, dor no peito e hemoptise . Outros sintomas incluem febre , calafrios, suores noturnos, perda de apetite e de peso, e cansaço fácil. A palavra consunção ( consumição , em Portugal) surgiu porque os doentes pareciam ter sido &quot;consumidos por dentro&quot; pela doença. </li></ul>sintomas
  6. 6. <ul><li>Uma avaliação médica completa para a tuberculose inclui um histórico médico, um exame físico, a baciloscopia, o teste subcutâneo de Mantoux, uma radiografia do tórax e culturas microbiológicas </li></ul>diagnóstico
  7. 7. <ul><li>A baciloscopia é um exame realizado com o escarro do paciente suspeito de ser vítima de tuberculose, colhido em um potinho estéril. O exame deve ser feito pela manhã, com o paciente ainda em jejum e com boa higienização oral. É importante orientar o paciente a não cuspir, mas sim escarrar. Esse exame é feito gratuitamente através do SUS e pode ser solicitado por enfermeiros e médicos . </li></ul>baciloscopia
  8. 8. A tuberculose se dissemina através de aerossóis no ar que são expelidas quando pessoas com tuberculose infecciosa tossem, espirram, falam ou cantam. Contactos próximos (pessoas que tem contato frequente) têm alto risco de se infectarem. A transmissão ocorre somente a partir de pessoas com tuberculose infecciosa activa (e não de quem tem a doença latente). transmissão
  9. 9. <ul><li>Pessoas com infecção de Tuberculose (classes 2 ou 4), mas que não têm a doença (como nas classes 3 ou 5), não espalham a infecção para outras pessoas. A infecção por Tuberculose numa pessoa que não tem a doença não é considerada um caso de Tuberculose e normalmente é relatada como uma infecção latente de Tuberculose. Esta distinção é importante porque as opções de tratamento são diferentes para quem tem a infecção latente e para quem tem a doença ativa. </li></ul>tratamento
  10. 10. albert sabin maria silma professora
  11. 11. alunas: gabryella damascena e renata thays. 1º D

×