Sistema Nervoso

5,814 views

Published on

Sistema Nervoso 10º-ano- Biologia e Geologia

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
5,814
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
53
Actions
Shares
0
Downloads
123
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Sistema Nervoso

  1. 1. Sistema Nervoso
  2. 2. Constituição do Sistema nervoso• O sistema nervoso, pode dividir-se em sistema nervoso central (SNC)e periférico(SNP). Central Periférico Encéfalo Nervos Medula gânglios espinal• O sistema nervoso periférico, pode ainda dividir-se em sistema somático(controla os actos voluntários) e sistema autómato(controla os actos involuntários).
  3. 3. continuação• A unidade básica do sistema nervoso, é o neurónio. É uma célula altamente estimulável, e que é constituída por :• Axónios;• Bainha de mielina;• Corpo celular;• Célula de Schawann;• Nódulo de Ranvier;• Dendrites;• Telodentrites.• O conjunto dos axónios e da bainha de mielina formam as fibras nervosas. Vários feixes de fibras Estrutura de um neurónio nervosas constituem os nervos
  4. 4. Sistema nervoso e regulação nervosa• A homeostasia, é o processo pelo qual se mantém o equilíbrio dinâmico nos sistemas biológicos.• Quanto este equilíbrio é rompido, entra-se num estado de doença, por exemplo, a febre é um sinal do nosso corpo a dizer que algo está errado com ele.• Para que este equilíbrio se mantenha a actividade dos órgãos é regulada e controlada, através de mecanismo de feedback ou retroalimentação .• Os mecanismos de feedback que garantem a manutenção da homesostasia são o sistema nervoso e endócrino(hormonal).
  5. 5. • Quando se dá uma alteração na membrana do neurónio, verifica-se uma alteração eléctrica que constitui o impulso nervoso.• Todas as células apresentam diferentes concentrações de iões entre a face interna e externa da sua membrana.• No meio extracelular , há maior concentração de sódio, e no meio intracelular há maior concentração de potássio. A membrana interna apresenta carga eléctrica negativa e a membrana externa positiva. Como têm cargas diferentes gera-se uma diferença de potencial eléctrico entre as membranas(potencial de membrana - 70mV) (potencial de repouso).• Na membrana existem canais que permitem a passagem de potássio e sódio. Quando o neurónio está em repouso os canais estão fechados, só se abrem quando o neurónio é estimulado, permitindo a passagem de sódio para o interior da célula. Este processo tem o nome de despolarização e faz com que o potencial de membrana passe de -70mV, para +35mV(potencial de acção).
  6. 6. • Para que se gere potencial de acção, tem de haver um estímulo mínimo. Quando este estímulo é ultrapassado, o potencial de acção é igual independentemente da sua intensidade.• O potencial de acção propaga-se à área vizinha levando à sua despolarização. Verifica-se então uma despolarização e repolarização ao longo do neurónio.• A despolarização/repolarização constitui o impulso nervoso.• O impulso nervoso tem sempre a mesma direcção, vai das dentrites, para as terminações do axónio.
  7. 7. Mecanismo de potencial de repousoDespolarização e repolarização de um neurónio Esquema do impulso nervoso
  8. 8. Transmissão do impulso nervoso ao longos do neurónios• A velocidade de propagação do impulso nervoso varia de neurónio para neurónio e de animal para animal. Estas diferenças estão associadas com a estrutura do axónio. Os axónios de pequeno diâmetro conduzem o impulso lentamente porque têm maior resistência interna ao fluxo .• A rápida propagação do impulso nos vertebrados é assegurada pela existência da bainha de mielina, que é formada por camadas concêntricas de membranas das células de Schwann. Nas fibras nervosas mielinizadas(que possuem bainha de mielina), o potencial de acção despolariza a membrana do axónio na zona do nódulo de ranvier, porque o efeito da bainha de mielina impede que ocorra despolarização noutras zonas.
  9. 9. •Verifica-se assim uma velocidade de propagação mais elevada emrelação aos neurónios des-mielinizados, porque o impulso salta denódulo, para nódulo. Transmissão do impulso de nódulo, para nódulo.
  10. 10. Transmissão do impulso nervoso entre neurónios- sinapses.• O sistema nervoso é formado por uma rede complexa de neurónios interligados, que permite uma comunicação eficiente entre o SNC e as restantes partes do corpo.• Quando o impulso nervoso atinge a extremidade de um axónio, é transmitido a outro neurónio. A região entre a extremidade de um axónio e a célula vizinha onde se dá a transmissão do impulso nervoso chama-se Sinapse.
  11. 11. Quais os processos químicos que ocorrem na sinapse?• Os neurotransmissores, são mensageiros químicos, que têm como função enviar informações a outras células.• Os neurotransmissores encontram-se armazenados em vesículas sinápticas. Quando chega o impulso nervoso ao neurónio, as vesículas fundem-se com a membrana pré-sináptica e libertam o conteúdo por exocitose, na fenda sináptica. Os neurotransmissores vão ligar-se aos receptores especifícos na membrana pós- sináptica, o que leva à abertura do canais de sódio e consequentemente leva a uma despolarização da membrana .

×