Basquete estrutura de jogo

9,457 views

Published on

0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
9,457
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
773
Actions
Shares
0
Downloads
184
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Basquete estrutura de jogo

  1. 1. ESCOLA DE ARTES, CIÊNCIAS E HUMANIDADES - USP CIÊNCIAS DA ATIVIDADE FÍSICA Modalidades Esportivas Coletivas BASQUETEBOL Prof. Dr. Dante De Rose Junior - 2012 1
  2. 2. HISTÓRICO•Ancestrais: Pok-ta-pok (Maias), chlachi (Astecas)buskasi (Indonésia), korfball (Holanda), el pato (Argentina - jogado acavalo), cauderale (Pirineus - pode ser o antecessor do El Pato)•Criado em 1891, pelo canadense JAMES NAISMITH, em Springfield(Massachussets) para suprir necessidade de um novo jogo para oinverno•Alvos eram cestas de pêssegos•1a. Bola – futebol•1a. Bola de basquetebol – 1905 - Spalding 2
  3. 3. HISTÓRICO•1o. Jogo: 9x9 homens•Até 1893 jogado somente por homens•Equipes de 3 a 40 jogadores•13 regras básicas•1895 - regras adaptadas ao feminino•Primeiros países a conhecer o Basquetebol: 1893 - França; 1894 -China; 1895 - Inglaterra; 1896 – Brasil•1932 - Fundação da FIBA 3
  4. 4. HISTÓRICO•Jogos Olímpicos: •1904 em St. Louis - Esporte demonstração •1924 em Paris - Esporte demonstração •1936 em Berlin - oficialmente no programa masculino - Estados Unidos •1976 em Montreal - competições no feminino - URSS •2000 Sydney - Estados Unidos (masculino e feminino) •2004 Atenas – Argentina e Estados Unidos (masc.-fem.) •2008 Beijing / 2012 Londres– Estados Unidos (masc – fem) 4
  5. 5. HISTÓRICO •Jogos Olímpicos Masc: 12 participantes Campeão Mundial (EUA) País Sede (GBR) Pré – Olímpicos Continentais:• Américas – 10 participantes e 2 vagas (ARG e BRA) • Europa – 16 participantes e 2 vagas (ESP e FRA) • África – 16 participantes e 1 vaga (Tun) • Ásia - 16 participantes e 1 vaga (CHN) • Oceania – 2 participantes e 1 vaga (Aus) Pré – Olímpico Mundial (Venezuela): 3 (Rus, Lit e Nig) (12 países disputando) • Américas – 3 vagas (Pri, Dom, Vem) • Europa – 4 vagas (Rus, Lit, Mac, Gre) • Ásia (Cor, Jor) e África (Nig e Ang) – 2 vagas cada • Oceania (Nzl) – 1 vaga 5
  6. 6. HISTÓRICO •Jogos Olímpicos Fem: 12 participantes Campeão Mundial (EUA) País Sede (GBR) Pré – Olímpicos Continentais: • Américas – 10 participantes e 1 vaga (BRA) • Europa – 16 participantes e 1 vaga (Rus) • África – 12 participantes e 1 vaga (Ang) • Ásia - 12 participantes e 1 vaga (CHN) • Oceania – 2 participantes e 1 vaga (Aus)Pré – Olímpico Mundial (Turquia) : 5 (Can, Fra, Tur, Tch, Cro) (12 países disputando) • Américas – 3 vagas (Pri, Can, Arg) • Europa – 4 vagas (Fra, Tur, Tch, Cro) • Ásia - 2 vagas (Cor, Jap) • África – 2 vagas (Moç, Mal) – 2 vagas cada • Oceania (Nzl) – 1 vaga 6
  7. 7. O BRASIL•1896 trazido por Auguste Shaw•Fundação da CBB - 1933•1º jogo internacional: 1912 •Jogos Olímpicos: Masculino Feminino 1948 - Londres - bronze 1996 - Atlanta - vice •1960 - Roma - bronze 2000 - Sydney - 3o. •1964 - Tóquio – bronze 2004 – Atenas – 4º. •1996 – Atlanta – 5º 2008 – Beijing – 11º. • 2012 – Londres – 5º. 2012 – Londres – 9º. 7
  8. 8. HISTÓRICO•Campeonatos Mundiais •masculino •1950 na Argentina - Argentina •2010 na Turquia – Estados Unidos •2014 - Espanha •feminino •1953 no Chile - Estados Unidos •2010 na Rep. Tcheca – Estados Unidos •2014 - Turquia 8
  9. 9. HISTÓRICO •Mundial masc: 24 participantes Campeão Olímpico (EUA) País Sede (Esp) Pré – Mundiais Continentais: • Américas – 4 vagas • Europa – 8 vagas (ESP e FRA) • África – 2 vagas • Ásia - 2 vagas • Oceania – 2 vagas• Convidados ranking FIBA – 4 vagas 9
  10. 10. HISTÓRICO•Mundial fem: 16 participantes Campeão Olímpico (EUA) País Sede (Esp)Pré – Mundiais Continentais: • Américas – 3 vagas • Europa – 5 vagas • África – 2 vagas • Ásia - 3 vagas • Oceania – 1 vagas 10
  11. 11. •Campeonatos Mundiais Masculino Feminino1954 - Brasil - Vice 1971 - Brasil – 3º.1959 - Chile - campeão 1994 - Austrália - campeão1963 - Brasil - campeão 1998 - Alemanha – 4º.1966 - Uruguai - Vice 2006 – Brasil – 4º.1970 - Iugoslávia – Vice 2010 – Rep. Tcheca – 9º.1978 - Filipinas – 3º.2010 – Turquia – 9º. 11
  12. 12. O Basquetebol no Brasil•Confederação Brasileira de Basketball - 1933•Liga Nacional – 2011/2012 •Campeão Masculino: Universo Brasília•Melhor equipe masculina: Franca (ranking CBB)•Federação Paulista de Basketball - 1924•Campeonato Paulista - 2011 •Campeão Masculino: Pinheiros •Campeão Feminino: Americana 12
  13. 13. O BRASIL•Considerado a 4a. Potência do Basquetebol no século XX atrás de: •Estados Unidos •Rússia •Iugoslávia•EEFE no basquetebol: •Atletas: Amaury Pasos, Edvar Simões, Joy, Marçon, •Técnicos: Daiuto, Medalha, Valdir Pagan, Pedroca, Lula, Neto •Prep. Físico: Valdir Barbanti, Vita Haddad 13
  14. 14. PRINCIPAIS ESCOLAS•NORTE - AMERICANA •Habilidade Individual •Força Física •Jogo forte próximo à cesta •(EUA, P.Rico, Am. Central) •EUROPEIA •Força Física •Jogo de Conjunto •(Rússia, Lituânia, Itália, Espanha, Grécia, Argentina) 14
  15. 15. PRINCIPAIS ESCOLAS•ASIÁTICA •Base em arremessos de média e longa distância •Velocidade •(Japão, China, Coreia) •AFRICANA •Pouca habilidade •Simplicidade, Velocidade •(Nigéria, Senegal, Angola)•ECLÉTICAS (Estilo próprio) •Habilidade Individual •Velocidade •Arremessos •(Brasil, Iugoslávia, Croácia, França) 15
  16. 16. Fatores relacionados ao Basquetebol pedagógicos administrativos técnicos sociais biomecânicos táticos psicológicos físicos econômicos 16
  17. 17. CARACTERIZAÇÃO DO ESPORTE Esporte de cooperação e oposição Espaço comum Participação Simultânea(Blazquez Sanches & Hernandez Moreno – 1984) 17
  18. 18. CARACTERIZAÇÃO DO ESPORTEAspectos físicos e motores Capacidades condicionantes  Força, resistência anaeróbia, velocidade, flexibilidade Capacidades coordenativas  Coordenação motora geral, percepção espaço-temporal, seleção imagem-campo, coordenação multi-membros, coordenação óculo-manual, destreza manual, estabilidade braço-mão, precisão(Barbanti, 1996; Ferreira & De Rose Jr., 2010) 18
  19. 19. Regras•Original: 13 regras (tempo de jogo 15x15)•Atualmente: 8 regras (58 artigos e inúmeros incisos)•1897: 5 jogadores (antes jogavam de 3 a 40)•1923/1924 - lances-livres•1932 - três segundos•Bola ao ar depois de cesta até 1936•Área Restritiva - trapézio (1958)•3 pts - 1984 (Campeonato Mundial de 86)•Quadra: 28 x 15 – 1984•24 seg posse de bola•8 seg para passar a bola para a quadra de ataque (volta de bola) 19
  20. 20. Posições específicas Armador – Lateral/Ala - Pivô 1 – Armador principal (guard - base) 2 – Armador auxiliar – lateral baixo (small forward - escolta) 3 – Lateral (forward - alero)4 – Lateral de força – pivô com mais mobilidade (power forward – pivot bajo) 5 – Pivô – (center – poste) 20
  21. 21. 6,0m 6,25m 21
  22. 22. ESTRUTURA DO JOGOAspectos Aspectos Situações Técnicos Táticos de jogo Fundamentos 5x5Sistemas: 1 vs. 1 Defesa Defesa 2 vs. 2 Ataque 3 vs. 3 Ataque 22
  23. 23. ASPECTOS TÁTICOSSistemas de Defesa Sistemas de Ataque Individual Posicionado Zona Contra-Ataque Pressão Misto Combinado 23
  24. 24. DEFESA INDIVIDUAL Visão orientada 24
  25. 25. DEFESA Por ZONA 25
  26. 26. DEFESA PRESSÃO 26
  27. 27. Ataque posicionado contra Defesa Individual 4 r5 4r3 5 2 3 r 1 2 1 eq eq Passe Corta Luz Deslocamento sem bola Drible 1 Jogador com bola 27
  28. 28. Ataque posicionado contra Defesa por Zona sobrecarga 4 2 5r 43 5 2 3 r 1 1 eq eq 28
  29. 29. BASQUETEBOL CONTRA-ATAQUECONCEITOS GERAIS• Ataque realizado em velocidade• Superioridade numérica em relação à defesa• Gerado a partir de: rebote defensivo, lateral, fundo-bola, bolainterceptada, jance-livreORGANIZAÇÃO A PARTIR DE REBOTE DEFENSIVO• 1º passe para a lateral• jogador com bola no corredor central• dois jogadores para finalização nos corredores laterais• participação do 4º jogador (trailler) e 5º (proteção)• finalização próxima à cesta•‘reorganização rápida do ataqueSITUAÇÕES MAIS COMUNS• 1X0 - 2X1 - 3X1 E 3X2 29
  30. 30. BASQUETEBOL CONTRA-ATAQUE - EXEMPLO 1 d 1 b a c3 e 1 d 2 2 5 d 2 e4 5 d 4 4 30
  31. 31. SITUAÇÕES DE JOGO1 CONTRA 1 2 CONTRA 2 3 CONTRA 3Habilidades Ataque AtaqueIndividuais *Servir e ir *Servir e ir * Defesa *Corta luz *Corta luz: * Ataque direto indireto Defesa *Ajuda *Recuperação Defesa *Flutuação *Ajuda *Troca *Recuperação *Flutuação *Troca 31
  32. 32. SITUAÇÕES DE JOGO – 1x1DEFESA •Utilização dos fundamentos: controle de corpo, posição defensiva. deslocamentos Evitar •Tomar a bola a qualquer custo •Deixar o adversário se posicionar entre a defesa e a cêsta Preferir •Conduzir o atacante para os cantos da quadra •Provocar o êrro (drible em local inadequado, arremesso longe da cêsta, parar o drible longe da cêsta) 32
  33. 33. SITUAÇÕES DE JOGO – 1x1ATAQUE •Utilização dos fundamentos: controle de corpo (fintas, giros, etc), drible e arremessos Evitar •Levar a bola para os cantos da quadra •Parar de driblar longe da cesta ou próximo aos cantos •Dar as costas para a cêsta Preferir •Arremessos próximos à cêsta 33
  34. 34. FUNDAMENTOS DEFESA ATAQUE Controle de corpoControle de corpo Controle de bola DriblePosição Defensiva Arremessos Passes Rebote Rebote 34
  35. 35. FUNDAMENTOSCONTROLE DE CORPO – Ataque e defesa •Deslocamentos do jogador sem/com bola •Fintas •Mudanças de direção •Giros •Melhora do ângulo de passe •Melhora do posicionamento para arremesso •Equilíbrio 35
  36. 36. FUNDAMENTOSPOSIÇÃO BÁSICA DE DEFESA •Deslocamentos do jogador sem bola •Equilíbrio Erros •Flexionar o tronco •Manter as pernas estendidas •Manter braços “colados” ao corpo •Saltar ou cruzar as pernas no deslocamento •Diminuir a base de equilíbrio 36
  37. 37. FUNDAMENTOSDRIBLE - ataque •Deslocamentos do jogador com bola •Melhora do ângulo de passe •Infiltrações em direção à cesta •Contra-ataque Tipos: •Alto: deslocamento •Baixo: proteção Erros •Olhar para a bola •Golpear a bola •Conduzir ilegalmente •Driblar à frente do corpo •Proteger a bola com a mesma perna da mão do drible 37
  38. 38. FUNDAMENTOSARREMESSOS - ataque •Lançamento visando a conversão de cêstas Tipos: •Parado - básico/lance-livre •Saltando - antecede o jump/iniciação •Jump - ponto mais alto do salto •Bandeja - progressão (dois tempos)/próximo à cêsta •Gancho - utilizado por pivôs (normalmente feitos com uma das mãos) Importante: •Extensão do braço ao final do movimento •Cotovelo apontando para a cêsta •Flexão do punho/rotação inversa na bola 38
  39. 39. FUNDAMENTOSREBOTE •Recuperação da posse de bola após arremesso não convertido Tipos: •Defesa - Recuperado pela defesa •Tirar a bola da área congestionada •Iniciar contra-ataque •Ataque - Recuperado pelo ataque •Tentativa imediata de novo arremesso •Organização de novo ataque Importante: •Tomar a bola no ponto mais alto do salto •Protegê-la próxima ao corpo 39

×