Atenção tt marques_2012

1,835 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,835
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
352
Actions
Shares
0
Downloads
38
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Atenção tt marques_2012

  1. 1. ATENÇÃOProfa. Maria Teresa da S.P. MarquesMestre em Educação FísicaEscola de Educação Física e Esporte da USPLaboratório de Comportamento Motor (LACOM)
  2. 2. ATENÇÃO É caracterizada como mecanismo que permite a seleção eficiente da informação (Norman, 1968)
  3. 3. ATENÇÃO Capacidade de atenção do ser humano é limitada
  4. 4. ATENÇÃO Capacidades de processamento de informação que impõem limites a performance habilidosa
  5. 5. Espaço de Atenção Invasão do espaço de atenção Eliminar aquela perturbação do seu espaço de atenção
  6. 6. Primeiro ponto Existe um espaço de atenção, eesse espaço tem uma capacidade limitada para processar as informações
  7. 7. Segundo PontoNatureza seriada da atenção1. Primeiro em uma coisa2. Depois em outraA. Eventos sensoriais externosB. Operações mentaisC. Informação sensorial interna
  8. 8. ATENÇÃO1.Tarefa Primária2.Tarefa Secundária Espaço de atenção
  9. 9. ATENÇÃO O espaço de atenção da tarefa secundária é reduzido, quando a tarefa primária é muito complexa.
  10. 10. Desafio do executante Administrar o espaço pela tomada de decisões corretas sobre qual informação prestar atenção e como utilizá-la
  11. 11. INTERFERÊNCIA ENTRE TAREFAS MAS EM QUE MOMENTO DO PROCESSAMENTO DA INFORMÇÃO ISSO ACONTECE?
  12. 12. ATENÇÃO QUAIS SÃO OS MOMENTOS CRÍTICOS DE DISPUTA DE ATENÇÃO ?
  13. 13. ATENÇÃO – Processamento IDENTIFICAÇÃO DO ESTÍMULO Análise do conteúdo da Informação Padrões de Movimento Audição – visão – toque... SELEÇÃO DA RESPOSTA Qual resposta deve ser dada...PROGRAMAÇÃO DA Organização do sistema motor aRESPOSTA produção do movimento desejado... RESPOSTA
  14. 14. ATENÇÃO – Identificação do Estímulo Processamento Paralelo da Informação Efeito Stroop
  15. 15. ATENÇÃO – Identificação do Estímulo Processamento Paralelo da Informação Efeito Stroop VERDE PRETO
  16. 16. ATENÇÃO IDENTIFICAÇÃO DA COR DA TINTA • Estímulos são os nomes das cores = TR mais longo • Estímulos são formas ou símbolos = TR menos longo Processamento Paralelo da Informação1. Mensagens auditivas2. Sinais sensoriais – músculos e articulações relacionados a postura
  17. 17. ATENÇÃO Interferência ocorre mais tarde no estágio de processamento da informação de seleção da resposta – qual decisão tomar
  18. 18. ATENÇÃO – SITUAÇÃO GOLEIRO Identificação do estímulo
  19. 19. ATENÇÃO Seleção da Resposta
  20. 20. ATENÇÃO – Seleção da Resposta Processamento Controlado • Processamento lento da Informação • Seriado • Demanda mais atenção Aprendizagem de novas tarefas Bater na cabeça e esfregar o estômago
  21. 21. ATENÇÃO – Seleção da Resposta Processamento Automático • Rápido • Não requer atenção • Paralelo Indivíduos habilidosos – Tarefas diárias Escrever o nome
  22. 22. ATENÇÃO – Programação da Resposta Organização serial do movimento
  23. 23. ATENÇÃO – Programação da Resposta Estimulação dupla : período psicológico refratário (PPR) • sistema capta o movimento e começa a gerar uma resposta • organização e iniciação de Deve esperar até a uma resposta para o programação da resposta segundo estímulo do 1° ser concluída
  24. 24. ATENÇÃO – Programação da Resposta Apenas uma ação pode ser iniciada e organizada em um mesmo tempo
  25. 25. ATENÇÃO – Programação da Resposta FINTA: período psicológico refratário (PPR)
  26. 26. POR ESSAS RAZÕES PODEMOS DIZER QUE : Capacidades de processamento de informação que impõem limites a performance habilidosa
  27. 27. Direcionamento da atençãoAtenção seletiva
  28. 28. Capacidade em dirigir o foco de atenção a um ponto específico no meio ambiente• Foco Interno – padrão de movimento• Foco Externo – aspectos ambientais(ponto externo no ambiente)
  29. 29. A maioria das pesquisas tem apontadoque a utilização do foco externo pode favorecer a aprendizagem.
  30. 30. Referências Bibliográficas

×