Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

PSICOLOGIA ESCOLAR

12,081 views

Published on

ASPECTOS GERAIS DA PSICOLOGIA ESCOLAR.

Published in: Education
  • Be the first to comment

PSICOLOGIA ESCOLAR

  1. 1.  O conceito de Psicologia Escolar/Educacional abrange a intersecção entre a Psicologia na Escola e a Psicologia na Educação;  Atribui-se a primeira o status de aplicada (visando a atuação prática) e à segunda o de acadêmica (visando a pesquisa), mas ambas se complementam e se apoiam.
  2. 2.  A Psicologia Escolar é a especialidade da Psicologia que se interessa pelo modo como a escolaridade afeta os alunos em geral e como esses alunos interagem com a escola e com todos os que fazem parte dela;
  3. 3. A Psicologia Escolar tem como referência conhecimentos científicos sobre o desenvolvimento emocional, cognitivo e social, utilizando-os para compreender os processos e estilos de aprendizagem, para poder direcionar a equipe educativa na busca de um constante aperfeiçoamento do processo ensino/aprendizagem;
  4. 4.  Sua função na equipe multidisciplinar é fundamental para respaldá-la com conhecimentos e experiências científicas, para auxiliar na tomada de decisões como:  Desenvolvimento de técnicas inclusivas para alunos com dificuldades de aprendizagem e/ou comportamento, programas de desenvolvimento de habilidades sociais;
  5. 5.  Seleção de estratégias de manejo de turma, apoio ao professor no trabalho com a heterogeneidade presente na sala de aula;  Distribuição apropriada de conteúdos programáticos (de acordo com as fases do desenvolvimento humano) e outras questões relevantes no cotidiano da sala de aula, nas quais os fatores psicológicos tenham papel preponderante.
  6. 6. A Psicologia Escolar não deve se constituir em algo que se sobreponha ao processo educativo. Ela deverá estar sintonizada com todos os profissionais técnicos e especialistas da escola para não perder de vista o cumprimento dos objetivos de cada área e da função social da instituição.
  7. 7.  Hoje o objetivo principal da Psicologia Escolar, se dirige à prevenção. Através de ações com diretores, professores, orientadores, pais e alunos. Avaliação, diagnóstico, acompanhamento e orientação psicológica são aplicados dentro de um contexto institucional e não mais exclusivamente voltados ao aluno. Para casos que requeiram, realizam-se encaminhamentos clínicos.
  8. 8.  O Psicólogo Escolar deve conhecer quais são as influencias que agem sobre as escolas e de que modo reagem os que são afetados por ela;
  9. 9. A escola só perde em influência e poder sobre a vida das pessoas, para os meios de comunicação. Sabendo-se que as escolas estão em dificuldades e que em geral não estão correspondendo às necessidades de muitas crianças, é necessário que se faça alguma coisa. É neste espaço que entra em cena o Psicólogo Escolar, que estaria nas escolas atuando com os alunos e professores, fazendo parte do Sistema Escolar;
  10. 10.  À neutralização das influências negativas de certas condições sociais e/ou educativas;  À informação e transmissão de conhecimentos específicos ou diferenciação de linhas de ação.  Sua atuação tem caráter preventivo e reeducativo. Na área da Prevenção, sua ação pode ser direcionada:
  11. 11.  Na área da Reeducação atua na busca de soluções para problemas já diagnosticados, visando transformar as situações deficitárias em formas que beneficiem o cumprimento dos objetivos educacionais.
  12. 12.  O Psicólogo Escolar desenvolve atividades direcionadas com alunos, professores e funcionários. Atua em parceria com a coordenação da escola, familiares e profissionais que acompanham os alunos fora do ambiente escolar.
  13. 13.  Planejar e desenvolver projetos para amenizar a ansiedade dos alunos pré-vestibulandos, utilizando-se de técnicas de relaxamento e dinâmicas;
  14. 14.  Promover campanhas solidárias e visitas a entidades filantrópicas com a finalidade de desenvolver a responsabilidade social nos alunos;
  15. 15.  Promover e realizar palestras abertas com alunos e professores com temas específicos para cada problemática (sexualidade, adolescência, auto-estima, indisciplina, etc);
  16. 16.  Executar oficinas pedagógicas em sala de aula, elaboradas e realizadas em conjunto com professores de acordo com a demanda de cada turma;
  17. 17.  Atuar como facilitador das relações interpessoais da equipe escolar;
  18. 18.  Trabalhar questões da adaptação dos alunos; ~Tarde de Convivência
  19. 19.  Adaptação - Maternal;
  20. 20.  Adaptação - 1º Ano EFI;
  21. 21.  Projeto “Adeus 5º ano bem-vindo 6º ano”;
  22. 22.  Projeto “Adeus 5º ano bem-vindo 6º ano”;
  23. 23.  Orientação Vocacional – 3ª Série EM
  24. 24.  Elaborar diagnóstico e encaminhamento das crianças com suspeita de dificuldades de aprendizagem para especialistas da área;

×