Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Liderança_hacker

200 views

Published on

Roteiro de apresentação realizada na semana de Engenharia da UNA-Barreiro

Published in: Leadership & Management
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Liderança_hacker

  1. 1. ...o que acumulamos até hoje será suficiente para os novos desafios?
  2. 2. Tenho alguma informação importante que gostaria de compartilhar? Por que esses resultados são importantes para mim? Que resultado pretendo obter ao seu final? O que faz desta oficina relevante para mim? 15 minutos
  3. 3. Parte 1 Parte 2 Parte 3 Parte 4 Parte 5
  4. 4. Parte 1 Parte 3 Parte 4
  5. 5. Parte 1
  6. 6. Parte 1 Parte 2 Parte 3 Parte 4 Parte 5
  7. 7. Perspectiva do Líder V U C A 12 Volátil Incerto Complexo Ambíguo
  8. 8. http://www.easyonlinesystems.com/gswongwebsite/page0/styled-7/files/sensemaking.jpg Boas Práticas
  9. 9. Importância – o que eu acho que deve ser feito (ânsia de ser importante) Relevância – o que os outros acham que tem qualidade no contexto em que é feito (ânsia de ser relevante)
  10. 10. 20 minutos
  11. 11. 1. Sinto-me superior aos que trabalham para mim? 2. Demonstro um desequilíbrio entre trabalho e outras áreas da vida? 3. Substituo formalidade por uma verdadeira intimidade humana? 4. Confio excessivamente nos planos e não o suficiente na intuição e improviso? 5. Gasto pouco tempo para romper silos e construir pontes? 6. Costumo deixar de reconhecer a dívida que tenho para com meus mentores e outros? 7. Sinto uma satisfação exacerbada quanto às minhas regalias e privilégios? 8. Isolo-me dos clientes e dos funcionários do “baixo-clero”?
  12. 12. 9. Tenho por hábito denegrir os motivos e realizações dos outros? 10. Exibo ou encorajo deferência ou servilismos excessivos? 11. Coloco meu próprio sucesso à frente do sucesso dos outros? 12. Deixo de cultivar um ambiente de trabalho animado e cheio de alegria? 13. Exibo traços de egoísmo quando se trata de compartilhar recompensas e elogios? 14. Encorajo as panelinhas ao invés do espírito de comunidade? 15. Comporto-me de forma que pareça egocêntrica para aqueles que me rodeiam?
  13. 13. Em média, cerca de 150 gramas (54 quilos por ano, cerca de quatro toneladas ao longo da vida). (SUPERINTERESSANTE)
  14. 14. 1. Qual é o seu Propósito? 3.Quais são os 3 valores fundamentais que te orientam? 4.Qual é a sua estratégia?
  15. 15. Problemas Integração Silos Organizacionais Falta de propósito
  16. 16. - Estratégia + Propósito
  17. 17. intelectual relacional físico
  18. 18. Geralmente está no topo
  19. 19. Perspectiva do Líder V U C A 36 Volátil Incerto Complexo Ambíguo
  20. 20. Coisas por fazer Recursos Reais Coisas feitas $ Sistema Monetário Recursos Reais Recursosreais Equipamento Gente Tecnologia ATIVOS
  21. 21. Propósito Processos Pessoas Desempenho Pessoas Pessoas Pessoas
  22. 22. Entenda a si mesmo Suas tendências e fragilidades subconscientes Reconheça os seus comportamentos “artificiais” que você precisa trabalhar E invista tempo para melhorá-los Entenda seus colaboradores Seus medos e aspirações tácitas Coloque-se no lugar deles Desenvolva técnicas para se tornar mais atencioso e receptivo Entenda a organização Suas limitações e patologias intrínsecas Construa experimentos de gestão Para fazer pequenas melhorias na execução do trabalho.
  23. 23. Auto Conhecimento Heroísmo Engenhosidade Amor Resultados empresariais Comprometimento confiabilidade Persistência Aprendizado Iniciativa Colaboração
  24. 24. ...não necessariamente nesta ordem.
  25. 25. Qualquer atividade humana é guiada por uma tetralogia que envolve 4 relações associadas aos operadores da complexidade teremos as bases do pensamento complexo: Ordem; Desordem; Interação; (re)Organização.
  26. 26. “A mudança nunca é dolorida, somente a resistência para a mudança é dolorida.” Buda Mudar a realidade na verdade muda você. Viver é mudar, mudança é estabilidade.
  27. 27. Aqueles que conseguem se colocar e se desenvolver nas empresas NÃO são os mais brilhantes... e sim os que possuem valores semelhantes aos da empresa, ou que possuem competências valorizadas pela cultura da empresa.
  28. 28. Todo defeito é, potencialmente, um tesouro! Sempre que ocorrer uma falha pergunte 5 vezes por que.
  29. 29. Auto Conhecimento Heroísmo Engenhosidade Amor Resultados empresariais Comprometimento confiabilidade Persistência Aprendizado Iniciativa Colaboração
  30. 30. Se não faz sentido, questione. Identifique uma falha no sistema. Procure por brechas. Subverta, faça gambiarras, dê um jeito. Seja Criativo. Não tenha medo de errar. Aprenda enquanto faz Esteja sempre aberto à fazer mudanças no planejado. Divirta-se com o processo Abra o código e compartilhe o que você aprendeu ATENÇÃO: ISSO NÃO É UM PASSO A PASSO!
  31. 31. É assim... Ou assim?
  32. 32. 工作 仕事 Work Ofício
  33. 33. Líder libertador Hacker corporativo
  34. 34. O movimento corporate hackers Um funcionamento orgânico por uma virulização positiva
  35. 35. Uma breve história do movimento Corporate Hacker destinada para aqueles que querem trabalhar por um sistema equânime ... -96
  36. 36. Um movimento que pensa com o coração
  37. 37. La genèse Os corporate hackers foi um movimento iniciado em 2016 pela Imfusio: uma tribo com bases em Paris, Montreal e Barcelona, animada por fortes convicções, que acompanha processos de transformação cultural e empresarial, apoiando mulheres e homens que querem (re) pensar a sua organização de uma forma mais humana e sustentável. -98 Desde 2005, a Imfusio tem conhecido pioneiros, inovadores positivos e hackers do bem que estão transformando suas organizações de dentro para fora. É com eles que os imfusianos desejavam compartilhar seus cases por meio de um movimento aberto e livre. Ao lançar esse movimento, a Imfusio quis destacar aqueles hackers corporativos que trabalham em todos os níveis organizacionais (funcionários, líderes, gerentes) assumindo uma filosofia que é: (re) investir nas organizações por pessoas de bom senso ao serviço de uma economia mais equânime!
  38. 38. Os Corporate Hacker atualmente... Os corporate hackers são um movimento aberto que visa reunir, conectar, valorizar e ajudar aqueles que querem mudar sua organização de dentro para fora. Juntar-se ao movimento significa compartilhar seu tempo e experiência em um espírito de troca, compartilhamento e experimentação, ao serviço de uma visão comum ... SENTIDO, HUMANIDADE EM UMA ECONOMIA EQUANIME -99
  39. 39. Porque se unir aos corporate hackers
  40. 40. Corporate hacker ? Que que é isso? É alguém que ... ❖ Deseja de agir pelo bem comum ❖ É o herdeiro da cultura de compartilhamento e de liberdade dos hackers ... ❖ É motivado pelo prazer de encontrar soluções e arregaçar as mangas para superar as dificuldades ❖ Aceita a transformação pessoal para transformar sua organização ❖ Trabalha para espalhar o estado de espírito dos "hackers corporativos" em sua organização ❖ Se situa em qualquer nível da sociedade, da organização e atua na sua medida. -101 ★ Se orienta por uma comunidade que se desenvolver internamente e externamente: compartilhando / trocando conhecimento e informações Em cada um de nós há um Hacker do bem. Vamos ouvir isso e agir juntos :)
  41. 41. uma inspiração: a ética do hacker nos anos 60;-) ★ O acesso aos computadores e todo o conhecimento (para entender melhor o mundo) deve ser ilimitado e total. ★ As informações devem ser compartilhadas e gratuitas. ★ Cuidado com a autoridade. Incentive a descentralização. ★ Os hackers devem ser julgados de acordo com seu trabalho, não de acordo com os critérios restritivos como posição, idade, nacionalidade ou diplomas. ★ Você pode criar arte e beleza em um computador. ★ Os computadores são feitos para mudar a vida. -102 Source MIT
  42. 42. "Nunca duvide que um pequeno grupo de cidadãos conscientes e interessados possa mudar o mundo. Afinal, foi isso que sempre aconteceu". ― Margaret Mead
  43. 43. Servindo com base em uma visão comum
  44. 44. -105 Para conhecer o nosso manifesto : corporatehackers.or g (RE)COLOCAR O HUMANO NO CORACAO DAS ORGANIZACOES Isto é urgente DAR SENTIDO AO TRABALHO Isto cria engajamento SEGUIR EM BUSCA DE UMA ECONOMIA EQUANIME para criar um sistema econômico sustentável! Em que acreditamos:
  45. 45. NAO É PORQUE VOCE TEM DE FAZER, MAS PORQUE VOCE QUER FAZER — SIMON SINEK
  46. 46. Os corporate hackers pelo mundo
  47. 47. Junte-se a nós ! -108 Viralizando de forma positiva, os hackers corporativos atualmente estão presentes: • na França: em Paris, em Marselha e logo em Lyon • no Canadá: em Montreal, • no Brasil: em Belo Horizonte e em breve em São Paulo • na Espanha: em Barcelona • amanhã no Reino Unido: em Londres • logo em Marrocos...
  48. 48. Video Streaming Mailbox + DVD’s
  49. 49. 116 ToyotaModeloAA
  50. 50. 117 ChryslerAirflow
  51. 51. 118
  52. 52. Primeiro: 2009 Mercedes Benz CL 550 Segundo: Hyundai Sonata 119
  53. 53. 120 2009 Sonata Cadillac 2008 CTS
  54. 54. 121
  55. 55. 122
  56. 56. 123
  57. 57. 124
  58. 58. 125
  59. 59. 126
  60. 60. •Mira na tendência •Early adoptor •Busca de status •Localização •Características direcionadas •Customizado •Baixo custo •Componentes modulares •$ Acessível • Iterações de produção rápidas • Experimentação • Resposta rápida Fast Frugal FadFit
  61. 61. Os Shanzhai não são uma única empresa, eles são uma rede de empresas descentralizada.
  62. 62. Regras para o Shanzai
  63. 63. Não crie nada a partir do zero Ganhe tempo para fazer inovação
  64. 64. Inove em pequena escala Permita que todos inovem
  65. 65. Compartilhe o máximo que puder Trabalhe abertamente e quebre os silos
  66. 66. Venda antes de implementar melhorias Não crie soluções para problemas que não existem
  67. 67. Aja com responsabilidade na rede Assuma e mantenha a confiança
  68. 68. O Shanzhai é um modelo para a inovação descentralizada.
  69. 69. 1.0 sobre cópias - com melhorias enxertadas 2.0 fusão com produtos genuínos – acessórios para ampliar a utilidade 3.0 criando sua própria plataforma de inovação !crescer primeiro para só depois inovar!
  70. 70. Qual é a minha reflexão final sobre a oficina? Houve alguma questão importante para mim que não foi abordada?
  71. 71. Carlos Alberto de Sousa macaubeiro@gmail.com LinkedIn – Casal Sousa WhatsApp – 31 99618044

×