Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

O Ano da Morte de Ricardo Reis

156,344 views

Published on

Português - 12ºAno

Published in: Education
  • Follow the link, new dating source: ❤❤❤ http://bit.ly/2Q98JRS ❤❤❤
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Dating for everyone is here: ♥♥♥ http://bit.ly/2Q98JRS ♥♥♥
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Sex in your area is here: ❤❤❤ http://bit.ly/33tKWiU ❤❤❤
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Follow the link, new dating source: ❶❶❶ http://bit.ly/33tKWiU ❶❶❶
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • DOWNLOAD THIS BOOKS INTO AVAILABLE FORMAT (2019 Update) ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... Download Full PDF EBOOK here { https://soo.gd/irt2 } ......................................................................................................................... Download Full EPUB Ebook here { https://soo.gd/irt2 } ......................................................................................................................... Download Full doc Ebook here { https://soo.gd/irt2 } ......................................................................................................................... Download PDF EBOOK here { https://soo.gd/irt2 } ......................................................................................................................... Download EPUB Ebook here { https://soo.gd/irt2 } ......................................................................................................................... Download doc Ebook here { https://soo.gd/irt2 } ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... ................................................................................................................................... eBook is an electronic version of a traditional print book THIS can be read by using a personal computer or by using an eBook reader. (An eBook reader can be a software application for use on a computer such as Microsoft's free Reader application, or a book-sized computer THIS is used solely as a reading device such as Nuvomedia's Rocket eBook.) Users can purchase an eBook on diskette or CD, but the most popular method of getting an eBook is to purchase a downloadable file of the eBook (or other reading material) from a Web site (such as Barnes and Noble) to be read from the user's computer or reading device. Generally, an eBook can be downloaded in five minutes or less ......................................................................................................................... .............. Browse by Genre Available eBooks .............................................................................................................................. Art, Biography, Business, Chick Lit, Children's, Christian, Classics, Comics, Contemporary, Cookbooks, Manga, Memoir, Music, Mystery, Non Fiction, Paranormal, Philosophy, Poetry, Psychology, Religion, Romance, Science, Science Fiction, Self Help, Suspense, Spirituality, Sports, Thriller, Travel, Young Adult, Crime, Ebooks, Fantasy, Fiction, Graphic Novels, Historical Fiction, History, Horror, Humor And Comedy, ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... .....BEST SELLER FOR EBOOK RECOMMEND............................................................. ......................................................................................................................... Blowout: Corrupted Democracy, Rogue State Russia, and the Richest, Most Destructive Industry on Earth,-- The Ride of a Lifetime: Lessons Learned from 15 Years as CEO of the Walt Disney Company,-- Call Sign Chaos: Learning to Lead,-- StrengthsFinder 2.0,-- Stillness Is the Key,-- She Said: Breaking the Sexual Harassment Story THIS Helped Ignite a Movement,-- Atomic Habits: An Easy & Proven Way to Build Good Habits & Break Bad Ones,-- Everything Is Figureoutable,-- What It Takes: Lessons in the Pursuit of Excellence,-- Rich Dad Poor Dad: What the Rich Teach Their Kids About Money THIS the Poor and Middle Class Do Not!,-- The Total Money Makeover: Classic Edition: A Proven Plan for Financial Fitness,-- Shut Up and Listen!: Hard Business Truths THIS Will Help You Succeed, ......................................................................................................................... .........................................................................................................................
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here

O Ano da Morte de Ricardo Reis

  1. 1. Síntese da unidade O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago
  2. 2. O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago Representações do século XX
  3. 3. O ESPAÇO DA CIDADE: LISBOA O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago Representações do século XX Cidade envolta pela chuva, triste, cinzenta, sem qualquer atrativo, deserta e imóvel. Metáfora do regime do Estado Novo, que cerca os seus cidadãos, maioritariamente «súbditos, escravos, submissos, reprimidos, oprimidos», sem vontade para lutar e para sair da situação em que se encontram.
  4. 4. O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago Representações do século XX CIDADE DE CONTRASTES: • A opulência dos cafés históricos e dos teatros restaurados; • o progresso (a capa dourada). • A sujidade e o barulho dos mercados; • os bairros pobres e degradados (o real); • os bairros dos proscritos: a Mouraria (o real recusado). • Uma burguesia rica; • uma classe média remediada. • A pobreza extrema – os bodos: os incómodos da sociedade (o real a ocultar).
  5. 5. O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago Representações do século XX CIDADE DE CONTRASTES: As festividades (Ano Novo, Carnaval e Páscoa) • A festa • A alegria • A efusão • A esperança • A tristeza • O desalento VERSUS • A riqueza • As festas da alta sociedade • A fome • As vítimas das inundações
  6. 6. Período marcado por uma ditadura interna e por várias externasPeríodo marcado por uma ditadura interna e por várias externas O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago Representações do século XX 1936 (29 de dezembro de 1935 – 8 de setembro de 1936) Portugal Europa França Itália Alemanha Espanha O TEMPO HISTÓRICO E OS ACONTECIMENTOS POLÍTICOS
  7. 7. O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago Representações do século XX EM PORTUGAL:  A imagem do poder autoritário.  Imagem do pai: proteção, acolhimento, força, guia incontestado – fundamenta a estrutura familiar patriarcal e ratifica o modelo Deus-Pátria-Família (a base ideológica de todo o sistema).  Mitificação pela Igreja: caráter modelar fundado numa mística cristã. Ditadura e centralidade da figura de Salazar
  8. 8. O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago Representações do século XX  Discurso parcial e tendencioso, capaz de louvar as qualidades da ditadura salazarista e de encobrir as suas falhas. SalazarSalazar  Exercício da influência do poder sobre aqueles que submete, convencendo-os da validade dos seus propósitos. EM PORTUGAL: Discurso do poder – a alienação e a contestação
  9. 9. O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago Representações do século XX EM PORTUGAL: O discurso do poder: a alienação e a contestação  Veículos de intervenção e instrumentos de ação e de propaganda do Regime (comprometimento com o discurso da ideologia e a sua ratificação): • A imprensa • A literatura • A telefonia (rádio) • O cinema
  10. 10. O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago Representações do século XX OrdemOrdem Formas de (re)pressão Formas de (re)pressão  Um dos valores da burguesia.  Discurso ideológico  Criação de órgãos de controlo: a atuação da PVDE (Polícia de Vigilância e Defesa do Estado). EM PORTUGAL: A ordem e a repressão  Aspeto valorizado pela ideologia capitalista, por conduzir à progressão do mundo do trabalho
  11. 11. O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago Representações do século XX A Mocidade PortuguesaA Mocidade Portuguesa • Atos individuais • Atos concretos de oposição organizada («Revolta dos Marinheiros») • Atos individuais • Atos concretos de oposição organizada («Revolta dos Marinheiros») EM PORTUGAL: O engajamento dos jovens Os movimentos contra o regime (a consciência lúcida)
  12. 12. O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago Representações do século XX A «Revolta dos Marinheiros» Único levantamento militar contra a administração de Salazar Objetivos: Consequências:  A libertação dos presos políticos dos Açores;  A fomentação de levantamentos no continente a partir dessa ação e, caso tal não acontecesse, a junção ao governo espanhol;  Sublevação da população.  A morte de doze marinheiros, incluindo a do irmão de Lídia;  A prisão de muitos outros marinheiros.
  13. 13. O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago Representações do século XX NA EUROPA: Regime de esquerda (Frente Popular) Regime de esquerda (Frente Popular) A influência fascista e nacionalista (o sonho da hegemonia europeia) A influência fascista e nacionalista (o sonho da hegemonia europeia) França Itália
  14. 14. O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago Representações do século XX NA EUROPA: Semelhanças ideológicas entre os dois regimes (Alemanha e Portugal), que mantêm relações próximas Semelhanças ideológicas entre os dois regimes (Alemanha e Portugal), que mantêm relações próximas Modelo verbal veiculado pelas Juventudes Hitlerianas («Nós não somos nada») como fundamento ideológico da Mocidade Portuguesa Modelo verbal veiculado pelas Juventudes Hitlerianas («Nós não somos nada») como fundamento ideológico da Mocidade Portuguesa Alemanha
  15. 15. O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago Representações do século XX NA EUROPA: Espanha (1936) • Vitória da esquerda nas eleições (agitação social) • Proximidade geográfica ameaçadora para o regime português • Vitória da esquerda nas eleições (agitação social) • Proximidade geográfica ameaçadora para o regime português Golpe de Estado conducente ao início da Guerra Civil: batalhas e massacres. Golpe de Estado conducente ao início da Guerra Civil: batalhas e massacres.
  16. 16. O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago Representações do amor
  17. 17. O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago Representações do amor Lídia  Homónima da musa mais referida nas odes de Ricardo Reis, cuja beleza o atrai.  Criada de hotel, trabalhadora, independente e responsável (aceita as consequências dos seus atos).  Representa a vida e a ligação com o mundo quotidiano e real.  É uma mulher excecional: apesar da sua condição sociocultural, produz juízos/comentários de valor singular.  Simboliza o amor incondicional, desinteressado e libertador.
  18. 18. O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago Representações do amor  Nome «gerundivo», original e fatídico («aquela que deve murchar»).  Proveniente de Coimbra, de boas famílias; bela e débil.  A sua mão esquerda está paralisada desde a morte da mãe.  Submissa ao pai e incapaz de tomar as suas próprias decisões, afigura-se como espelho de Ricardo Reis.  Simboliza o amor imaterial e impossível de se concretizar. Marcenda
  19. 19. O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago Representações do amor Incapacidade de decisão e de se adaptar ao mundo real:  não vive plenamente nenhum destes casos amorosos;  acobarda-se perante a gravidez de Lídia e de perfilhar o filho;  escreve um poema a Marcenda, sem revelar a sua identidade de poeta. LídiaLídia MarcendaMarcenda Ricardo ReisRicardo Reis
  20. 20. O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago Deambulação geográfica e viagem literária
  21. 21.  A deambulação sugere um jogo de realidade/irrealidade: itinerários reais definidos versus recriações labirínticas e simbólicas da cidade.  Recuperação de uma Lisboa paisagística, em que mortos e vivos circulam.  Mapeamento geográfico e social do centro urbano da metrópole. O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago Deambulação geográfica e viagem literária Lisboa (1935-36)
  22. 22.  Encontros com o fantasma de Pessoa proporcionam discussões de índole filosófica, literária, existencialista,…  A deambulação geográfica catalisa a viagem literária.  Monumentos, ruas, o rio Tejo, a população lisboeta sugerem escritores e ficções literárias. O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago Deambulação geográfica e viagem literária Contaminação real/ficcional  Revisitação da própria obra de Ricardo Reis.
  23. 23. O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago Intertextualidade: José Saramago, leitor de Luís de Camões, Cesário Verde e Fernando Pessoa
  24. 24. O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago Intertextualidade: José Saramago, leitor de Luís de Camões, Cesário Verde e Fernando Pessoa Intertextualidade Aparece explícita no texto através de versos que podemos facilmente identificar como sendo de um outro autor, «convidado» a participar no universo literário de Saramago. Surge também de forma mais «camuflada», sendo o elo com o autor do hipotexto mais difícil de estabelecer pelo leitor comum.  Lírica e épica de Camões.  Universo literário de Fernando Pessoa (ortónimo, heterónimo e semi-heterónimo).  Poética de Cesário Verde (sobretudo de O Sentimento dum Ocidental).
  25. 25. O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago Intertextualidade: José Saramago, leitor de Luís de Camões, Cesário Verde e Fernando Pessoa A intertextualidade é conseguida através de diferentes processos linguísticos: Citação Alusão Paródia Epígrafe Paráfrase Imitação criativa
  26. 26. O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago Intertextualidade: José Saramago, leitor de Luís de Camões, Cesário Verde e Fernando Pessoa Capítulo I «Mestre, são plácidas todas as horas que nós perdemos, se no perdê-las, qual numa jarra, nós pomos flores, e seguindo concluía, Da vida iremos tranquilos, tendo nem o remorso de ter vivido.» José Saramago, O Ano da Morte de Ricardo Reis, Lisboa, Editorial Caminho, 2013, p. 27. Citação «Mestre, são plácidas Todas as horas Que nós perdemos, Se no perdê-las, Qual numa jarra, Nós pomos flores. […] Da vida iremos Tranquilos, tendo Nem o remorso De ter vivido.» Ricardo Reis, Poesia (edição Manuela Parreira da Silva), Lisboa, Assírio & Alvim, 2007, p. 41. Exemplos:
  27. 27. O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago Intertextualidade: José Saramago, leitor de Luís de Camões, Cesário Verde e Fernando Pessoa Alusão «a apagada e vil tristeza» José Saramago, O Ano da Morte de Ricardo Reis, Lisboa, Editorial Caminho, 2013, p. 490. «Duma austera, apagada e vil tristeza.» Luís de Camões, Os Lusíadas, Canto X, est. 145, v. 8. Paráfrase Exemplos: «Aqui o mar acaba e a terra principia.» José Saramago, O Ano da Morte de Ricardo Reis, Lisboa, Editorial Caminho, 2013, p. 9. «Onde a terra acaba e o mar começa.» Luís de Camões, Os Lusíadas, Canto III, est. 20, v. 3.
  28. 28. O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago Intertextualidade: José Saramago, leitor de Luís de Camões, Cesário Verde e Fernando Pessoa «[…] regresso eu à pátria, ó pátria, chamou-me a voz dos teus egrégios avós […]» José Saramago, O Ano da Morte de Ricardo Reis, Lisboa, Editorial Caminho, 2013, p. 319 Paródia «Ó Pátria, sente-se a voz Dos teus egrégios avós.» Versos do hino nacional, A Portuguesa «todos os caminhos portugueses vão dar a Camões» José Saramago, O Ano da Morte de Ricardo Reis, Lisboa, Editorial Caminho, 2013, p. 248 Imitação criativa «Todos os caminhos vão dar a Roma». Provérbio popular Exemplos:
  29. 29. O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago Linguagem e estilo
  30. 30. Estrutura da obra Externa Interna  19 capítulos não numerados • Chegada de Ricardo Reis a Lisboa; «aparecimento» de Fernando Pessoa; O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago Linguagem e estilo • Relação com Lídia e Marcenda; • «Desaparecimento» de Ricardo Reis e Fernando Pessoa.
  31. 31. O tom oralizante e a pontuação Marcas essenciais Exemplo  Ausência de verbos introdutores do relato do discurso; dos dois pontos e travessão a introduzir o discurso direto; «[…] Encontrei-a da última vez que esteve em Lisboa, o mês passado, Você gosta dela, Não sei, E da Lídia, gosta, É diferente, Mas gosta, ou não gosta, […]» (p. 381).  Separação dos enunciadores marcada apenas pela maiúscula inicial da palavra que surge depois de uma vírgula;  Substituição de pontos finais ou reticências e pontos de interrogação por vírgulas. O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago Linguagem e estilo
  32. 32. O tom oralizante e a pontuação O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago Linguagem e estilo OnomatopeiasOnomatopeias ClichésClichés Palavras/ expressões populares Palavras/ expressões populares «[…] vai o elétrico quase vazio, dlim-dlim […]» (p. 376). «[…] Feliz ano novo, Pimenta, Um novo ano muito próspero, senhor doutor, frases de cartões de boas- festas […]» (p. 99). «A mala pesa mais do que o meu dinheiro […]» (p. 22); «[…] Ó patego, olha o balão […]» (p. 398).
  33. 33.  Discurso direto «[…] Salvador respondeu que não, que sempre ouvia as badaladas da meia-noite em casa, era uma tradição da família, comiam doze passas de uva, uma a cada badalada, ouvira dizer que dava sorte para o ano seguinte, no estrangeiro usa-se muito, São países ricos, e a si, acha que lhe dá realmente sorte, Não sei, não posso comparar […]» (p. 95).  Discurso indireto  Discurso indireto livre O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago Linguagem e estilo Exemplo: Hibridismo de tipologias discursivas
  34. 34. Recursos expressivos AntíteseAntítese ComparaçãoComparação HipérboleHipérbole EnumeraçãoEnumeração «Bebia de mais, levantava-se da mesa a cair, repare-se na curiosa expressão, levantar-se da mesa a cair […] (p. 379). «[…] um hotel é como uma casa de vidro […]» (p. 155). «Respira-se uma atmosfera composta de mil cheiros intensos […]» (p. 54). «Andam aí pelas mãos das mães, das tias, das avós, mostram as máscaras, mostram-se […]» (p. 219). O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago Linguagem e estilo
  35. 35. Recursos expressivos IroniaIronia «[...] lá está D. Sebastião no seu nicho de pontaria, rapazito mascarado para um carnaval que há de vir [...], então teremos de reexaminar a importância do sebastianismo, com nevoeiro ou sem ele, é patente que o desejado virá de comboio, sujeito a atrasos.» (p. 102). MetáforaMetáfora «A multidão cresceu […]. É um enxame negro gigantesco que veio ao divino mel, zumbe, murmura, crepita, move-se vagarosamente, entorpecido pela sua própria massa.» (p. 437). O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago Linguagem e estilo
  36. 36. Recursos expressivos PersonificaçãoPersonificação «[…] a chama, dividida em mil pequenas línguas azuis, murmurava sem parar.» (p. 168). Uso expressivo do adjetivo Uso expressivo do adjetivo «[…] violento odor de cebola, era o agente Victor, reconheceu-o logo, há cheiros que são assim, eloquentes, valem cada um por cem discursos […]» (p. 384). O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago Linguagem e estilo

×