Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Festival 2014 - Fundação Telefonica Vivo

453 views

Published on

Palestra apresentada por Luis Fernando Guggenberger no Festival ABCR 2014, em Guarapari, Espírito Santo.

Published in: Government & Nonprofit
  • Be the first to comment

Festival 2014 - Fundação Telefonica Vivo

  1. 1. Fundação Telefônica VIVO
  2. 2. Festival ABCR 2014_ Fundação Telefônica Vivo_ Luis Fernando Guggenberger_
  3. 3. • Em 2011, aconteceu a integração da Fundação Telefônica com o Instituto Vivo e uma revisão da estratégia de atuação. • Principais mudanças:  Expansão no atendimento territorial  Alinhamento com o negócio da Empresa  Projetos passaram a ter foco no impacto social  Projetos foram descontinuados e houve experimentação de novas ações  Aprofundamento da reflexão estratégica  Os projetos de Arte e Cultura migraram para a área de Patrocínios da Empresa A Fusão Fundação Telefônica e Instituto Vivo_
  4. 4. 4 Fundação Telefônica Pessoas e instituições juntas podem transformar o futuro, tornando-o mais generoso, inclusivo e justo. Uma Fundação Digital para uma Telco Digital_ Em que acreditamos_ Usamos tecnologias de forma inovadora para potencializar a aprendizagem e o conhecimento, contribuindo com o desenvolvimento pessoal e social. O que fazemos_ • Fortaleceremos o ecossistema local com base no interesse público • Inspiraremos e provocaremos Fundações, Empresas e Poder Público para promoverem inovações no campo social • Investiremos para promover o impacto social Onde chegaremos_
  5. 5. 5 Fundação Telefônica Eixos de Atuação_ Não basta ter só a causa ou só o conhecimento sem ter conhecimento da causa_ Tudo o que você disser pode ser usado em favor de muitos_ Dividir o que conhecemos sempre é multiplicar_ • O que é mobilizar:  É convocar os indivíduos para a transformação  Promover o diálogo  Explorar o potencial da sociedade em rede  Aproveitar a cultura digital e promover a mudança social Exemplos:  Eventos (RIA)  Campanha É da Nossa Conta  O que é inspirar:  É compartilhar o conhecimento  Inspirar iniciativas futuras  Promover e qualificar o debate, criando ambientes férteis de discussão  Disseminar a cultura digital  Trabalhar com criatividade, inovação e tecnologia Exemplos:  Voluntariado Digital  Novas Metodologias Educativas (Plinks, Khan Academy, Geekie) • O que é atuar:  Cuidar diretamente do problema  Atuar na ponta  Entender a realidade  Trabalhar com as pessoas e pelas pessoas  Olho no olho, mão na massa Exemplos:  Escolas Rurais Conectadas  Atendimento a Crianças no Semiárido Atuar Mobilizar Inspirar
  6. 6. 6 Fundação Telefônica Manifes- tações Sociais Economia Criativa Negócios Sociais A complexidade dos problemas sociais exige soluções disruptivas Governo Equipe Sistema ONU ISP ONGs FTBR que temos • Ecossistema ainda é analógico com pequenas inovações • Nossa interdependência condiciona nossos resultados • As tendências estão na periferia do sistema • FTBR fortalece a cultura digital neste ecossistema • Agindo como catalisadores do processo de inovação social, nos posicionamos como pioneiros • Para sustentar nossa transformação, precisamos fomentar inovação nos parceiros Negócios Sociais Movimen- tos Crowd Jovens ponte Economia Criativa Manifes- tações Sociais Equipe Sistema ONU ISP ONGs FTBR que queremos Governo Movimen- tos Crowd Jovens pontes
  7. 7. O que as empresas esperam ouvir dos captadores de recursos_ • Algumas provocações: – Não sou apenas um investidor, projetos devem ser co-criados, seja com a comunidade local ou com múltiplos stakeholders – Inovar na maneira de fazer – As boas e velhas perguntas: Como o projeto se tornará sustentável? Qual o impacto? Quais as transformações esperadas com o projeto? – Do outro lado do balcão não existe um Tio Patinhas ou uma Pessoa- Cifrão, mas alguém que está disposto a contribuir com conhecimento – Como o seu projeto está conectado com a missão e os projetos da empresa? O que ele trará de inovação para a empresa? – O tempo e a dinâmica dentro das empresas é diferente do tempo e da urgência das organizações sociais, ou seja, as respostas não virão sempre no prazo desejado.
  8. 8. Obrigado Luis Fernando Guggenberger Gerente de Inovação Social e Voluntariado luis.guggenberger@telefonica.com

×