30anos | Os desafios da Politica Pública de Aids | Fabio Mesquita

1,083 views

Published on

Dia 30
Mesa Redonda: História, Presente e Futuro da Epidemia de Aids no Brasil e em São Paulo

O Nascimento do Programa de Aids do Estado de São Paulo – O Contexto Político e Social – Lindinalva Laurindo Teodorescu

A Perspectiva Global da Epidemia e seu Impacto no Brasil – Georgiana Braga-Orillard - Unaids, Brasil

O Cenário Atual da Epidemia no Brasil – Fábio Mesquita, Departamento Nacional de DST/Aids e Hepatites Virais, Ministério da Saúde

O Controle Social da Resposta Governamental – Mário Scheffer, Fórum de ONGs/Aids do Estado de São Paulo

Coordenação: Maria Clara Gianna, Centro de Referência e Treinamento DST/Aids-SP

Programação completa em http://goo.gl/J59jsY

Published in: Health & Medicine
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,083
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
114
Actions
Shares
0
Downloads
33
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • ok
  • 30anos | Os desafios da Politica Pública de Aids | Fabio Mesquita

    1. 1. Desafios da Política Pública sobre AIDS no Brasil em 2013 Fábio Mesquita Diretor Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais Secretaria de Vigilância em Saúde Ministério da Saúde do Brasil
    2. 2. A Cascata Brasileira Número de PVHA em estágios selecionados do cuidado contínuo do HIV. Brasil, 2012
    3. 3. O que nos guia? Inovação • Evidência Científica • Diálogo com todos os atores • SUS (realidade de Saúde Pública no Brasil) •
    4. 4. HIV: Mudanças de paradigma Saúde do Indivíduo Saúde do coletivo + Saúde do Indivíduo DETERMINANTES SOCIAIS DETERMINANTES SOCIAIS
    5. 5. Desafios na resposta Ampliar testagem • Prevenção combinada (clássico + estrutural +TcP) • Tratamento precoce • Iniciar tratamento na atenção primária • Preços justos e acesso universal •
    6. 6. Ampliar Testagem •CTA •Unidades Basicas de Saúde (PSF) •CFM – Iniciativa Complementar do SUS •Teste de populações de risco acrescido por ONGs •Auto Teste em Farmácia
    7. 7. O envolvimento dos atores 4 Oficinas de Projetos de TASP, 40 projetos, 10 por população • Trans • MSM • PUD • Profissionais do Sexo •
    8. 8. A Terapia ARV previne a transmissão do HIV Descoberta Científica do Ano Tratamento do HIV como prevenção “Os resultados galvanizaram os esforços para eliminar a epidemia mundial de aids” Dr. Bruce Alberts, Editor da Revista Science
    9. 9. WHO and UNAIDS Tratamento 2.0 I – Simplificação radical do tratamento - Dose fixa combinada Definição de primeira e segunda linha de tratamento Manejo Básico do HIV II – Uso de tecnologias point-of-care para diagnóstico e exames de seguimento III – Ampliação dos serviços que realizam testagem e manejo ARV – Atenção Primária IV – Participação dos Atores da Luta Contra a Epidemia V – Incrementar eficiência do sistema de saúde sem perder qualidade – reduzir os custos Optimize drug regimens Mobilize communities TREATMENT 2.0 Adapt delivery systems POC and other simplified monitoring Reduce costs
    10. 10. AIDS hoje Doença Crônica • Inicialmente Simples de manejar • Dose Fixa Combinada (DFC) (TDF+3TC+EFZ) •
    11. 11. Prevenção Combinada
    12. 12. Estratégias clássicas de prevenção
    13. 13. Métodos Clássicos Preservativos Redução de Danos
    14. 14. Prevenção INTERVENÇÕES ESTRUTURAIS Fatores que aumentam o risco de aquisição do HIV: - Sociais, culturais; - Econômicos; - Políticos, legais; - Ambientais; - Violação de Direitos Humanos • • Intervenções estruturais mudam as causas básicas que influem a vulnerabilidade e o risco do HIV.
    15. 15. Inovação Descoberta Científica do Ano: Tratamento do HIV como prevenção “Os resultados galvanizaram os esforços para eliminar a epidemia mundial de aids” Dr. Bruce Alberts, Editor de Science
    16. 16. ART prevents HIV transmission ART Many viruses Few viruses = Easy to give virus to other people = Much less likely to give virus to other people Courtesy: http://evolution.berkeley.edu/evolibrary/article/medicine_04
    17. 17. Reunião Consenso
    18. 18. Consulta Pública – Protocolo Clínico
    19. 19. O Estado de S. Paulo
    20. 20. Estratégia O que fazer para que políticas de HIV/Aids sejam mais estratégicas? Aumentar a eficiência do sistema de saúde sem perder qualidade Prevenção Combinada Prevenção Estratégias clássicas e novas tecnologias Tratamento 2.0 Diagnóstico
    21. 21. O caso do Rio Grande do Sul • Prevalência de 2% na população geral • Resposta Emergencial: Cooperação Interfederativa • Agenda de trabalho • Pontos focais
    22. 22. Reunião Cooperação Interfederativa
    23. 23. RNP+Brasil – Gapa Bahia RNP+Brasil Gapa Bahia
    24. 24. ABIA - ONU ABIA UNAIDS
    25. 25. A consulta aos atores: construção coletiva • 6 Fóruns Regionais previstos para 2013 (organizado por patologia: AIDS e Hepatites Virais) Norte • Nordeste 1 • Nordeste 2 • Centro Oeste • Sudeste • Sul •
    26. 26. Obrigado! fabio.mesquita@aids.gov.br

    ×