Olá francisco

635 views

Published on

Texto escrito pela professora Maria Antónia.
Texto lido pelo aluno Paulo no dia internacional da biblioteca escolar ( 25 de Outubro de 2010, no Cine Teatro de Ponte de Sor )

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
635
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
15
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Olá francisco

  1. 1. Olá FRANCISCO, a avó acabou de ler no Público que hoje é o dia das BIBLIOTECAS ESCOLARES. Lembrei-me da BIBLIOTECA da tua escola, quando a visitei, no dia 5 de Outubro, dia da sua inauguração. No momento da visita, verifiquei que o sol entrava de mansinho pelas janelas, acariciando os livros e dando-lhes tonalidades de alegria e vida, convidando- vos à leitura. A sala cheia de luz, composta por mesas cinzentas e amplas, cadeiras vermelhas e confortáveis, computadores modernos, última geração, além da mediateca confortável e recheada de revistas e jornais, da TV, e dos DVDS, é o centro perfeito de pesquisa, trabalho, estudo e reflexão dos alunos, além da fruição lúdica. Sabes FRANCISCO, na aldeia da avó, a BIBLIOTECA tinha vida própria. Ela vinha
  2. 2. visitar-nos mensalmente. A chegada da carrinha cinzenta da Fundação Calouste Gulbenkian era a maior alegria do mês para os jovens, sequiosos de conhecimento… FRANCISCO, se tu conhecesses o senhor Faria, compreenderias o que ele simbolizava para nós. Antes de abrir a porta da carrinha, já existia, através do olhar, uma certa empatia entre ele e a fila enorme que esperava há horas pela chegada da BIBLIOTECA. O senhor Faria era a porta para a leitura, para a descoberta do outro e para o conhecimento, ele era de uma cortesia ímpar. Naquele tempo, os jovens cooperavam com os pais nos trabalhos quotidianos e os momentos de leitura não eram fáceis. As jovens, aproveitavam o espaço entre os trabalhos para ler - LEITURA EM SITUAÇÃO.
  3. 3. Nós já tínhamos compreendido que a leitura era o início de uma viagem com o autor por espaços desconhecidos, como, hoje, é o computador para ti… Desculpa FRANCISCO, a mensagem ser tão extensa, mas, actualmente, a avó deambula entre as suas recordações. Hoje, como é o dia das BIBLIOTECAS ESCOLARES, Só gostaria que nunca te esquecesses de que LER É CRESCER. Um grande abraço de energia e amor da avó LUZIA.

×