Pesquisa cni ibope avaliação do governo dez 2011

891 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
891
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
7
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Pesquisa cni ibope avaliação do governo dez 2011

  1. 1. AVALIAÇÃO DO GOVERNO DEZEMBRO/2011
  2. 2. PESQUISA CNI-IBOPE
  3. 3. CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA - CNIPresidente: Robson Braga de AndradeDIRETORIA EXECUTIVA - DIREXDiretor: José Augusto Coelho FernandesDiretor de Operações: Carlos Eduardo AbijaodiDiretora de Relações Institucionais: Mônica Messenberg GuimarãesDIRETORIA DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA - DIRETDiretor de Educação e Tecnologia: Rafael Esmeraldo Lucchesi Ramacciotti
  4. 4. Pesquisa CNi-iBOPeAvAliAção do governo Dezembro / 2011 Confederação Nacional da Indústria
  5. 5. © 2011. CNI – Confederação Nacional da Indústria.Qualquer parte desta obra poderá ser reproduzida, desde que citada a fonte.CNIUnidade de Pesquisa, Avaliação e Desenvolvimento – PAD FICHA CATALOGRÁFICA P474 Pesquisa CNI – IBOPE: avaliação do governo – (dezembro 2011). – Brasília: CNI, 2011. 28 p. 1 Avaliação do Governo 2 Governo do Brasil 3 Pesquisa de Opinião CDU 354 (049.5) CNI Serviço de Atendimento ao Cliente - SAC Confederação Nacional da Indústria Tels.: (61) 3317-9989 / 3317-9992 Setor Bancário Norte sac@cni.org.br Quadra 1 – Bloco C Edifício Roberto Simonsen 70040-903 – Brasília – DF Tel.: (61) 3317- 9001 Fax: (61) 3317- 9994 http://www.cni.org.br
  6. 6. Sumário1 Principais resultados 72 Avaliação do governo 2.1 Avaliação do governo Dilma 8 2.2 Expectativa com relação ao governo Dilma 9 2.3 Aprovação da presidente Dilma 10 2.4 Confiança na presidente Dilma 11 2.5 Aprovação por área de atuação 12 2.6 Percepção do noticiário sobre o governo 17 2.7 Assuntos mais lembrados sobre o governo Dilma 18 2.8 Comparação com o governo Lula 193 Tabelas 3.1 Segmentação por sexo, idade e grau de instrução 20 3.2 Segmentação por região e renda familiar 22 3.3 Segmentação por condição e porte do município 244 Especificações Técnicas da Pesquisa 4.1 Período de campo 26 4.2 Universo 26 4.3 Amostra 26 4.4 Variáveis para cotas amostrais 26
  7. 7. PESQUISA CNI-IBOPE AVALIAÇÃO DO GOVERNO - DEZEMBRO 20111 Principais resultados• A avaliação da população brasileira de que o governo da presidente Dilma é “ótimo” ou “bom” aumenta de 51% para 56%.• As expectativas com relação ao restante do governo Dilma também melhoram: 59% acreditam que o restante do governo será “ótimo” ou “bom”.• 72% da população aprovam a maneira de governar da presidente Dilma, praticamente a mesma proporção apurada em setembro.• 68% dos eleitores entrevistados confiam na presidente Dilma e 26% não confiam.• As políticas de Combate à fome e à pobreza, Combate ao desemprego e Meio ambiente continuam sendo as únicas com avaliação positiva entre as nove consideradas.• As políticas de tributos e saúde são as piores avaliadas pela população.• 28% dos entrevistados lembram de alguma notícia envolvendo corrupção no governo.• 57% da população consideram que o governo Dilma está sendo igual ao governo Lula.• O percentual dos entrevistados que consideram que o governo Dilma está sendo melhor que o governo Lula caiu de 15% para 12%. 7
  8. 8. PESQUISA CNI-IBOPE AVALIAÇÃO DO GOVERNO - DEZEMBRO 2011 2 Avaliação do Governo 2.1 Avaliação do governo Dilma A avaliação da população brasileira sobre o governo da presidente Dilma melhora na com- paração com a pesquisa anterior. Em dezembro de 2011, 56% dos entrevistados consideram o governo Dilma “ótimo” ou “bom”, um aumento de 5 pontos percentuais (p.p.) na compa- ração com o apurado em setembro. A avaliação do governo da presidente Dilma melhora em todas as regiões geográficas do País, mas o crescimento é maior nas regiões Nordeste (+ 11 p.p.) e no conjunto das regiões Norte e Centro-Oeste (+ 11p.p.). Com 61% de “ótimo” ou “bom”, a Região Nordeste passa a dividir com a Região Sul (61%) o título de região com melhor avaliação do governo. Note- -se, contudo, que 9% dos residentes no Nordeste consideram o governo “ruim” ou “péssi- mo”, contra 6% dos residentes da Região Sul. 80 % 70 60 56 51 56 48 50 40 36 34 30 27 32 20 11 12 11 10 9 4 4 5 3 0 mar/2011 jul/2011 set/2011 dez/2011 Ótimo/Bom Regular Ruim/Péssimo NS/NR8
  9. 9. PESQUISA CNI-IBOPE AVALIAÇÃO DO GOVERNO - DEZEMBRO 20112.2 Expectativa com relação ao governo DilmaAs expectativas com relação ao restante do governo Dilma também melhoraram. Dentre osentrevistados, 59% acreditam que o restante do governo será “ótimo” ou “bom”. Na pes-quisa de setembro esse percentual era de 56%.Apesar do crescimento, o otimismo com relação aos próximos anos do governo Dilma émenor que o apurado em dezembro de 2010, ou seja, antes da posse da presidente. Há umano, 62% dos entrevistados previam que o governo da presidente Dilma seria “ótimo” ou“bom”.O percentual de “ótimo” ou “bom” é 63% na Região Nordeste e 62% nas Regiões Sul eNorte/Centro-Oeste. Na Região Sudeste, o otimismo com relação ao restante do governo émenor. O percentual em questão é de 55%, enquanto 11% dos entrevistados acreditam queo restante do governo será “ruim” ou “péssimo”. 80 % 68 70 62 60 55 56 59 50 40 30 25 26 19 19 24 20 11 13 11 10 10 10 6 9 7 6 5 0 dez/2010 mar/2011 jul/2011 set/2011 dez/11 Ótimo/Bom Regular Ruim/Péssimo NS/NR 9
  10. 10. PESQUISA CNI-IBOPE AVALIAÇÃO DO GOVERNO - DEZEMBRO 2011 2.3 Aprovação da presidente Dilma O percentual de aprovação da maneira de governar da presidente Dilma mantém-se prati- camente no mesmo patamar da pesquisa anterior. O percentual de 72% está apenas 1 p.p. acima do apurado em setembro, ou seja, dentro da margem de erro da pesquisa. O percen- tual de eleitores que desaprovam a maneira de governar da presidente Dilma é de 21%, idêntico ao apurado em setembro. A aprovação cresce nas Regiões Nordeste e Norte/Centro-Oeste e cai na Região Sul. O re- sultado faz com que as regiões com maior percentual de aprovação voltem a ser a Nordeste e Norte/Centro-Oeste. A Região sudeste conta com o menor percentual de aprovação: 69%. Dentre os eleitores dessa região, 23% desaprovam a maneira de governar da presidente Dilma. O percentual de aprovação cai quanto maior o grau de instrução e a renda familiar do res- pondente. Entre os respondentes que cursaram apenas até a 4ª série da educação fundamen- tal a aprovação é de 78%. Entre os com curso superior é de 66%. 80 % 73 71 70 67 72 60 50 40 30 25 21 20 14 21 10 12 7 8 8 0 mar/11 jul/11 set/11 dez/11 Aprova Desaprova NS/NR10
  11. 11. PESQUISA CNI-IBOPE AVALIAÇÃO DO GOVERNO - DEZEMBRO 20112.4 Confiança na presidente DilmaO quadro com relação a confiança dos brasileiros na presidente Dilma não muda entresetembro e dezembro. Dentre os eleitores entrevistados, 68% confiam na presidente e 26%não confiam.O percentual de eleitores que confiam na presidente é maior no Nordeste e Norte/Centro-Oeste. A confiança é maior entre os mais velhos e entre os com menor grau de instrução.A confiança também é maior entre os residentes de cidades pequenas ou do interior. 80 74 % 70 65 68 68 60 50 40 29 30 26 26 20 16 10 10 6 6 6 0 mar/11 jul/11 set/11 dez/11 Confia Não confia NS/NR 11
  12. 12. PESQUISA CNI-IBOPE AVALIAÇÃO DO GOVERNO - DEZEMBRO 2011 2.5 Aprovação por área de atuação A avaliação por área de atuação do governo também muda pouco na comparação com a pesquisa realizada em setembro. Apenas três das nove áreas avaliadas apresentam o percentual de aprovação superior ao de desaprovação (saldo positivo): Combate à fome e à pobreza, Combate ao desemprego e Meio ambiente. Note-se que as ações do governo nessas três áreas são as únicas cujo percentual de aprovação se reduz de maneira significativa, ou seja, com variação acima da margem de erro da pesquisa. As políticas de combate à inflação e de taxa de juros registram crescimento significativo no saldo – diferença entre o percentual de “aprova” e o de “desaprova – na comparação com os resultados da pesquisa de setembro. Combate à fome e à pobreza Apesar da queda do percentual de aprovação e na consequente redução do saldo – dife- rença entre o percentual de “aprova” e o de “desaprova” – as ações de combate à fome e à pobreza continuam sendo as melhores avaliadas entre as nove consideradas. Entre setembro e dezembro, o percentual dos entrevistados que aprova essas ações cai de 59% para 56%, fazendo com que o saldo se reduza de 21 pontos percentuais (p.p.) para 17 p.p.. 80 % 70 61 59 60 57 56 50 40 38 40 33 39 30 20 10 6 3 3 4 0 mar/11 jul/11 set/11 dez/11 Aprova Desaprova NS/NR12
  13. 13. PESQUISA CNI-IBOPE AVALIAÇÃO DO GOVERNO - DEZEMBRO 2011Combate ao desempregoO percentual de aprovação das ações de combate ao desemprego cai de 53% para 50% entresetembro e dezembro. O percentual dos eleitores que desaprova essa política sobe de 42%para 45%. O saldo cai em 6 p.p., mas continua positivo.A aprovação é maior nas cidades pequenas (com menos de 20 mil habitantes) e na RegiãoSul, em ambos os casos o percentual de aprovação é de 55%. 80 % 70 60 58 53 49 50 50 45 40 47 42 30 35 20 10 7 5 4 5 0 mar/11 jul/11 set/11 dez/11 Aprova Desaprova NS/NRMeio ambienteDiferentemente das primeiras três pesquisas relativas ao governo da Presidente Dilma,a pesquisa de dezembro mostra que menos da metade da população aprova as ações naárea de meio ambiente. Na comparação com setembro, o percentual de aprovação cai de54% para 48%. A aprovação é menor na Região Sudeste (43%) e maior no conjunto dasRegiões Norte e Centro-Oeste: 56%. O saldo – diferença entre o percentual de “aprova” eo de “desaprova – continua positivo: 4 p.p.. 80 % 70 60 54 54 52 50 48 44 40 42 36 38 30 20 11 10 6 8 7 0 mar/11 jul/11 set/11 dez/11 Aprova Desaprova NS/NR 13
  14. 14. PESQUISA CNI-IBOPE AVALIAÇÃO DO GOVERNO - DEZEMBRO 2011 Educação Os percentuais de aprovação e desaprovação das políticas de educação mantêm-se praticamente constante desde julho, com pequenas variações dentro da margem de erro da pesquisa. O saldo – diferença entre o percentual de “aprova” e o de “desaprova” – é de -7 p.p.. A avaliação das políticas educacionais piora com o grau de instrução do entrevistado. No caso daqueles com curso superior completo, apenas 38% aprovam as políticas enquanto 61% desaprovam. A desaprovação também é maior nos municípios grandes e nas capitais. 80 % 70 60 52 52 51 50 51 43 46 44 40 45 30 20 10 6 3 2 4 0 mar/11 jul/11 set/11 dez/11 Aprova Desaprova NS/NR Saúde A avaliação das políticas de saúde também muda pouco de julho até dezembro. Dentre os entrevistados, 30% aprovam e 67% desaprovam as políticas. É o maior percentual de entre- vistados que desaprovam as ações do governo dentre as nove áreas avaliadas. A situação é pior nas cidades grandes (com mais de 100 mil habitantes) e nas capitais. Den- tre os residentes nessas cidades 71% e 75%, respectivamente, desaprovam as políticas do governo com respeito à saúde. 80 % 70 69 67 67 60 53 50 41 40 28 30 30 30 20 10 5 2 3 3 0 mar/11 jul/11 set/11 dez/11 Aprova Desaprova NS/NR14
  15. 15. PESQUISA CNI-IBOPE AVALIAÇÃO DO GOVERNO - DEZEMBRO 2011Segurança públicaNessa área, também não se registra mudança significativa na avaliação da população. Opercentual de eleitores que aprovam as ações na área de segurança pública oscila em 37%,em setembro, para 35%, em dezembro, ou seja, dentro da margem de erro de 2 p.p. O au-mento no percentual dos que desaprovam a política também é dentro da margem de erro:de 59% para 60%, entre setembro e dezembro.Assim como no caso da saúde, as políticas têm avaliação pior entre os residentes de cidadesgrandes ou capitais. 80 % 70 65 59 60 60 49 50 40 44 35 30 37 32 20 10 6 3 3 4 0 mar/11 jul/11 set/11 dez/11 Aprova Desaprova NS/NRImpostosPara os eleitores entrevistados, a política de impostos é a pior dentre as nove avaliadas. Osaldo – diferença entre o percentual de “aprova” e o de “desaprova” – é o maior: 40 p.p., re-sultante de um percentual de aprovação de 26% e um percentual de desaprovação de 66%. 80 % 69 70 66 66 60 53 50 40 36 30 25 27 26 20 11 10 6 6 8 0 mar/11 jul/11 set/11 dez/11 Aprova Desaprova NS/NR 15
  16. 16. PESQUISA CNI-IBOPE AVALIAÇÃO DO GOVERNO - DEZEMBRO 2011 Combate à inflação O percentual da população que aprova as ações de combate à inflação tem-se mantido praticamente constante desde julho. Entre setembro e dezembro passa de 38% para 39%. O percentual dos que desaprovam as ações cai acima da margem de erro (de 55% para 52%) devido ao aumento na proporção de entrevistados que não souberam ou não quiseram responder. 80 % 70 60 56 55 48 52 50 40 39 42 38 38 30 20 11 10 5 6 8 0 mar/11 jul/11 set/11 dez/11 Aprova Desaprova NS/NR Taxa de juros Junto com as ações de combate à inflação, a política de juro do governo também registra melhora na avaliação, ainda que seja desaprovada por mais da metade da população. O per- centual dos que desaprovam a política cai de 59% para 56% enquanto o percentual dos que aprovam mantém-se praticamente constante: aumento de 32% para 33%, dentro da margem de erro. 80 % 70 63 59 60 56 50 43 40 43 33 30 32 29 20 14 8 9 12 10 0 mar/11 jul/11 set/11 dez/11 Aprova Desaprova NS/NR16
  17. 17. PESQUISA CNI-IBOPE AVALIAÇÃO DO GOVERNO - DEZEMBRO 20112.6 Percepção do noticiário sobre o governoPara 35% da população, o noticiário recente sobre o governo não é nem favorável nemdesfavorável. O percentual de entrevistados que identificam que as notícias forammais favoráveis (21%) é próximo ao dos que as percebem como mais desfavoráveis aogoverno (19%).Na comparação com setembro, diminui a parcela da população que avalia o noticiáriocomo o mais favorável ao governo. O saldo entre mais favoráveis e mais desfavoráveiscaiu de 6 p.p. para 2 p.p..O percentual de entrevistados que interpretam que as notícias foram mais desfavoráveiscresce com o grau de instrução. Entre os respondentes que tem até a 4ª série da educaçãofundamental, 10% interpretam as notícias como desfavoráveis (34% não souberam ou nãoquiseram responder). Entre os com curso superior, o percentual alcança 32%. 50 % 41 40 35 33 35 30 30 27 25 25 22 19 23 21 20 21 19 18 10 7 0 mar/11 jul/11 set/11 dez/11 Mais favoráveis Nem fav. nem desf. Mais desfavoráveis NS/NR 17
  18. 18. PESQUISA CNI-IBOPE AVALIAÇÃO DO GOVERNO - DEZEMBRO 2011 2.7 Assuntos mais lembrados sobre o governo Dilma Mais uma vez o assunto mais lembrado pela população envolve denúncias de corrupção contra um ministro do governo Dilma. No total, 28% dos entrevistados lembram de alguma notícia ligada à corrupção. Solicitados a citar até duas notícias envolvendo o governo, 23% citam as denúncias contra o Ministro do Trabalho e 10% citam a queda de um ministro. As viagens da presidente Dilma e sua participação em reuniões internacionais aparecem em terceiro lugar na memória da população: 4% dos entrevistados lembram de notícias sobre esse tema. Em seguida, dentre as mais lembradas, tem-se o vazamento de óleo na Bacia de Campos e o aumento da inflação. 23% Denúncias o contra Ministro do Trabalho, Carlos Lupi/ Presidente mantém ministro 10% Queda de Ministros 4% Viagens e participação da Presidente Dilma Rousseff em reuniões internacionais 3% Vazamento de óleo na Bacia de Campos 2% Aumento da inflação 2% Atrasos no cronograma das obras para a Copa do Mundo 2% Brasil mantém situação econômica estável apesar da crise mundial/ Economia brasileira está blindada 2% Reforma ministerial anunciada para 2012/ Troca de ministros em 2012 2% Ocupação/Operação pacificadora na Rocinha, Rio de Janeiro 2% Proposta do Ministério da Educação de novo “Kit Gay”/ Críticas do Dep. Bolsonaro à Presidente Dilma 1% Aumento de verbas para a saúde/ Lançamento dos Programas “SOS Emergência” e “Melhor em Casa” 01 1% Obras do PAC/ PAC Mobilidade Urbana é anunciado em Salvador: construção de linhas de metrô 1% Concessão do Aeroporto Internacional São Gonçalo do Amarante, RN 1% Dilma recebe atletas dos Jogos Parapanamericanos (Parapan)/ Bolsa Atleta 1% Medidas na economia 1% Irregularidades em projeto do VLT em Cuiabá envolvendo o Ministério das Cidades /Ministro Mário Negromonte acusado de fraude 1% Criação da Comissão da Verdade/ repercussão na ONU 1% Outras notícias relacionadas à corrupção no governo 1% Senado Federal aprova medida provisória que proíbe o fumo em ambientes fechados em todo o País 1% Mudanças trabalhistas/ Mudanças para recebimento do seguro desemprego 1% Lei amplia “Simples Nacional”/ Sancionada lei que permite aumento de faturamento para micro e pequenas empresas 1% Dilma Rousseff declara apoio à realização de Jogos Universitários Mundiais (Universíade) na cidade de Brasília em 2017 1% Notícias relacionadas a programas sociais do Governo Federal 4% Outras notícias 19% Nenhuma 36% Não sabe/ Não respondeu18
  19. 19. PESQUISA CNI-IBOPE AVALIAÇÃO DO GOVERNO - DEZEMBRO 20112.8 Comparação com o governo LulaMais da metade da população, mais especificamente 57%, considera que o governo Dilmaestá sendo igual ao governo Lula. Esse percentual se mantém relativamente constante desdea pesquisa de julho. A proporção dos entrevistados que consideram o governo Dilma piorque o governo Lula também se mostra relativamente estável desde julho: 28%, variandodentro da margem de erro na comparação com setembro. O percentual dos entrevistadosque consideram o governo Dilma melhor apresenta variação mais significativa, diminuindode 15% para 12%.O saldo – diferença entre o percentual que avalia o governo Dilma melhor e o dos que oavaliam pior – continua desfavorável para o governo Dilma e passou de -11 p.p. para -16pp.A avaliação é menos desfavorável ao governo Dilma na Região Sul e mais desfavorável noconjunto das Regiões Norte e Centro-Oeste. 80 % 70 64 60 57 55 57 50 40 30 28 26 28 20 13 15 11 10 12 12 11 3 4 2 0 mar/11 jul/11 set/11 dez/11 Melhor Igual Pior NS/NR 19
  20. 20. PESQUISA CNI-IBOPE AVALIAÇÃO DO GOVERNO - DEZEMBRO 2011 3 Tabelas 3.1 Segmentação por sexo, idade e grau de instrução - % respostas SEXO Idade Grau de instrução TOTAL Até 4ª 5ª a 8ª 16 a 25 a 30 a 40 a 50 e Ensino Masc Fem série do série do Superior 24 29 39 49 mais médio fund. fund. Avaliação do governo Dilma Ótimo 9 9 10 9 9 8 9 12 12 9 8 8 Bom 47 47 48 44 49 48 47 48 52 47 45 43 Regular 32 32 31 31 29 34 33 30 24 33 34 38 Ruim 6 7 4 9 8 4 5 4 5 5 6 5 Péssimo 4 4 3 4 4 4 3 3 3 4 4 4 Não sabe/Não respondeu 3 2 4 3 2 2 3 3 3 2 3 2 Como será o governo Dilma Ótimo 10 10 11 8 11 11 11 11 13 12 9 6 Bom 49 48 49 45 50 48 49 51 53 48 45 49 Regular 24 26 23 32 23 23 22 22 19 25 28 27 Ruim 6 8 4 7 7 6 6 6 6 6 6 7 Péssimo 4 3 4 4 2 5 4 3 2 3 5 4 Não sabe/Não respondeu 6 5 8 4 7 7 8 6 6 6 6 8 Aprovação da presidente Dilma Aprova 72 71 72 68 72 71 73 74 78 75 67 66 Desaprova 21 23 19 25 21 23 19 18 16 17 26 24 Não sabe/Não respondeu 7 6 8 6 7 6 8 8 6 8 6 10 Confiança na presidente Dilma Confia 68 68 69 64 66 68 68 73 78 69 62 64 Não confia 26 27 24 31 29 26 25 20 17 26 32 28 Não sabe/Não respondeu 6 5 7 5 6 6 7 6 5 6 6 8 Aprovação por área de atuação Taxa de juros Aprova 33 36 29 31 30 31 33 36 35 33 31 32 Desaprova 56 56 55 59 62 59 55 48 48 56 59 63 Não sabe/Não respondeu 11 7 15 10 8 10 12 16 17 11 10 5 Combate ao desemprego Aprova 50 52 48 50 49 51 49 52 51 52 49 50 Desaprova 45 45 44 45 47 45 46 41 41 44 46 48 Não sabe/Não respondeu 5 3 7 5 5 5 5 7 8 4 5 2 Segurança pública Aprova 35 36 35 40 35 34 34 34 37 37 32 35 Desaprova 60 62 59 57 61 63 61 60 56 58 64 64 Não sabe/Não respondeu 4 3 6 4 4 4 5 5 7 5 4 120
  21. 21. PESQUISA CNI-IBOPE AVALIAÇÃO DO GOVERNO - DEZEMBRO 2011 SEXO Idade Grau de instrução TOTAL Até 4ª 5ª a 8ª 16 a 25 a 30 a 40 a 50 e Ensino Masc Fem série do série do Superior 24 29 39 49 mais médio fund. fund.Combate à inflaçãoAprova 39 44 35 37 38 41 38 41 42 38 37 40Desaprova 52 51 53 55 55 52 54 48 45 54 56 57Não sabe/Não respondeu 9 5 12 9 7 7 7 12 14 8 7 4Combate à fome e à pobrezaAprova 56 60 52 58 52 59 53 55 58 54 56 52Desaprova 39 37 42 39 44 37 42 38 34 41 40 46Não sabe/Não respondeu 5 3 6 3 4 4 5 7 8 5 3 2ImpostosAprova 26 27 25 27 24 26 26 26 30 26 24 23Desaprova 66 68 64 66 71 67 66 61 56 64 71 74Não sabe/Não respondeu 9 5 12 7 6 7 8 13 14 10 6 3Meio ambienteAprova 48 48 48 50 51 50 47 45 48 49 48 47Desaprova 44 47 42 44 45 44 45 45 40 43 47 50Não sabe/Não respondeu 8 5 10 7 4 6 8 11 12 8 6 3SaúdeAprova 30 30 29 34 32 28 28 27 32 32 29 24Desaprova 67 68 66 63 64 68 67 68 62 64 69 75Não sabe/Não respondeu 4 2 5 3 4 3 4 4 6 4 3 1EducaçãoAprova 44 45 44 45 46 44 45 43 48 46 43 38Desaprova 51 52 50 51 50 53 51 50 44 50 53 61Não sabe/Não respondeu 5 3 6 4 4 4 4 7 8 4 3 2Percepção do noticiário sobre o governoMais favoráveis 21 23 20 20 18 24 23 21 21 26 20 19Nem favoráveis nem desfavoráveis 35 34 35 38 39 34 34 32 35 31 36 36Mais desfavoráveis 19 22 16 18 22 22 18 15 10 16 21 32Não sabe/Não respondeu 25 21 28 24 22 20 25 32 34 26 23 12Comparação do governo Dilma com o governo LulaMelhor 12 11 13 15 11 10 10 14 15 12 11 10Igual 57 57 58 52 59 59 58 59 59 60 54 59Pior 28 30 26 31 27 29 30 23 23 26 33 28Não sabe/Não respondeu 3 2 3 2 3 2 3 4 3 2 2 3 21
  22. 22. PESQUISA CNI-IBOPE AVALIAÇÃO DO GOVERNO - DEZEMBRO 2011 3.2 Segmentação por região e renda familiar - % respostas Regiões Renda familiar (em salários mínimos) TOTAL Norte/ mais mais mais mais Centro- Nordeste Sudeste Sul de 5 a de 2 de 1 até 1 de 10 Oeste 10 a5 a2 Avaliação do governo Dilma Ótimo 9 9 11 8 11 9 7 8 10 13 Bom 47 46 50 45 50 52 42 48 47 53 Regular 32 35 28 33 31 24 41 34 30 23 Ruim 6 4 6 6 5 9 5 5 5 6 Péssimo 4 3 3 5 1 6 2 3 3 3 Não sabe/Não respondeu 3 3 2 3 3 0 2 2 4 2 Como será o governo Dilma Ótimo 10 12 13 8 12 6 6 10 12 15 Bom 49 50 50 47 50 46 46 49 49 54 Regular 24 21 23 26 26 24 31 27 24 15 Ruim 6 4 6 7 7 11 9 6 6 6 Péssimo 4 4 3 4 2 11 2 4 3 3 Não sabe/Não respondeu 6 9 6 7 3 2 6 5 6 7 Aprovação da presidente Dilma Aprova 72 74 76 69 71 72 68 71 73 81 Desaprova 21 20 19 23 21 26 23 22 21 14 Não sabe/Não respondeu 7 6 5 9 7 2 10 7 7 5 Confiança na presidente Dilma Confia 68 72 73 65 65 69 59 68 69 78 Não confia 26 22 23 28 29 26 35 27 25 17 Não sabe/Não respondeu 6 6 4 7 6 6 6 5 6 5 Aprovação por área de atuação Taxa de juros Aprova 33 31 33 32 36 39 30 34 34 29 Desaprova 56 54 53 59 54 57 62 57 55 52 Não sabe/Não respondeu 11 14 14 9 10 4 9 10 11 18 Combate ao desemprego Aprova 50 48 51 49 55 56 49 53 51 48 Desaprova 45 47 43 47 39 41 47 43 45 42 Não sabe/Não respondeu 5 5 6 4 6 4 4 5 4 10 Segurança pública Aprova 35 37 40 31 39 28 23 37 37 38 Desaprova 60 59 54 66 57 70 75 59 59 52 Não sabe/Não respondeu 4 5 7 3 4 2 3 4 4 10 Combate à inflação Aprova 39 42 38 36 48 46 39 41 39 37 Desaprova 52 48 50 57 46 52 56 53 51 48 Não sabe/Não respondeu 9 10 12 7 7 2 5 7 10 1522
  23. 23. PESQUISA CNI-IBOPE AVALIAÇÃO DO GOVERNO - DEZEMBRO 2011 Regiões Renda familiar (em salários mínimos) TOTAL Norte/ mais de 5 a de 2 de 1 Centro- Nordeste Sudeste Sul até 1 de 10 10 a5 a2 OesteCombate à fome e à pobrezaAprova 56 61 57 52 60 54 57 54 60 55Desaprova 39 36 37 44 33 44 41 42 36 36Não sabe/Não respondeu 5 3 6 4 7 2 2 4 4 9ImpostosAprova 26 23 31 22 32 22 21 24 29 32Desaprova 66 67 59 71 59 76 76 68 63 53Não sabe/Não respondeu 9 10 10 7 10 2 3 8 8 16Meio ambienteAprova 48 56 48 43 53 54 49 49 51 45Desaprova 44 37 42 50 38 46 45 44 42 41Não sabe/Não respondeu 8 6 10 7 9 0 6 7 7 14SaúdeAprova 30 27 36 24 37 22 23 27 32 39Desaprova 67 69 58 75 57 78 75 70 65 52Não sabe/Não respondeu 4 4 6 2 5 0 2 3 3 9EducaçãoAprova 44 45 46 39 57 31 35 45 48 47Desaprova 51 51 48 58 37 67 62 52 48 43Não sabe/Não respondeu 5 4 6 4 6 2 3 4 4 10Percepção do noticiário sobre o governoMais favoráveis 21 16 26 20 22 26 23 21 23 20Nem favoráveis nem desfavoráveis 35 29 31 37 41 30 38 37 33 32Mais desfavoráveis 19 15 17 21 20 39 27 20 15 13Não sabe/Não respondeu 25 41 26 22 17 6 13 22 28 35Comparação do governo Dilma com o governo LulaMelhor 12 9 13 12 15 24 11 10 12 17Igual 57 61 55 58 56 48 55 62 56 58Pior 28 28 28 28 27 28 32 27 29 22Não sabe/Não respondeu 3 2 3 2 2 0 2 2 3 3 23
  24. 24. PESQUISA CNI-IBOPE AVALIAÇÃO DO GOVERNO - DEZEMBRO 2011 3.3 Segmentação por condição e porte do município - % respostas CONDIÇÃO DO MUNICÍPIO PORTE DO MUNICÍPIO (EM Nº DE HABITANTES) TOTAL Capital Periferia Interior Até 20 mil De 20 a 100 mil Mais de 100 mil Avaliação do governo Dilma Ótimo 9 8 8 10 10 10 9 Bom 47 40 46 51 53 52 43 Regular 32 37 33 29 27 26 35 Ruim 6 6 7 5 5 6 5 Péssimo 4 6 3 3 3 3 4 Não sabe/Não respondeu 3 4 2 3 2 2 3 Como será o governo Dilma Ótimo 10 9 10 11 12 10 10 Bom 49 46 44 51 53 51 46 Regular 24 27 28 22 19 22 28 Ruim 6 6 9 6 6 7 6 Péssimo 4 6 2 3 4 3 4 Não sabe/Não respondeu 6 7 7 6 7 6 7 Aprovação da presidente Dilma Aprova 72 65 71 75 76 77 68 Desaprova 21 26 22 18 18 18 23 Não sabe/Não respondeu 7 9 6 7 6 5 8 Confiança na presidente Dilma Confia 68 64 67 71 73 72 65 Não confia 26 29 27 24 23 24 28 Não sabe/Não respondeu 6 7 6 6 4 5 7 Aprovação por área de atuação Taxa de juros Aprova 33 29 29 35 40 35 29 Desaprova 56 61 57 53 45 52 62 Não sabe/Não respondeu 11 10 14 12 16 13 9 Combate ao desemprego Aprova 50 44 56 52 55 53 47 Desaprova 45 52 37 43 38 42 48 Não sabe/Não respondeu 5 4 7 5 7 6 5 Segurança pública Aprova 35 29 36 38 46 34 32 Desaprova 60 67 58 58 48 61 64 Não sabe/Não respondeu 4 4 6 4 6 4 4 Combate à inflação Aprova 39 35 39 41 44 41 37 Desaprova 52 59 50 50 45 49 56 Não sabe/Não respondeu 9 7 12 9 11 10 724
  25. 25. PESQUISA CNI-IBOPE AVALIAÇÃO DO GOVERNO - DEZEMBRO 2011 CONDIÇÃO DO MUNICÍPIO PORTE DO MUNICÍPIO (EM Nº DE HABITANTES) TOTAL Capital Periferia Interior Até 20 mil De 20 a 100 mil Mais de 100 milCombate à fome e à pobrezaAprova 56 49 51 60 60 60 53Desaprova 39 48 42 35 34 35 43Não sabe/Não respondeu 5 3 7 5 7 5 4ImpostosAprova 26 21 22 29 33 28 23Desaprova 66 73 65 62 55 63 70Não sabe/Não respondeu 9 6 13 9 12 9 7Meio ambienteAprova 48 44 44 51 55 48 45Desaprova 44 50 48 41 35 44 48Não sabe/Não respondeu 8 6 8 8 10 8 7SaúdeAprova 30 22 36 32 41 29 26Desaprova 67 75 60 64 54 67 71Não sabe/Não respondeu 4 3 4 4 6 4 3EducaçãoAprova 44 31 44 50 58 47 38Desaprova 51 65 49 45 36 48 58Não sabe/Não respondeu 5 4 7 4 6 5 4Percepção do noticiário sobre o governoMais favoráveis 21 17 23 23 27 23 19Nem favoráveis nem desfavoráveis 35 39 31 33 30 27 40Mais desfavoráveis 19 22 21 17 16 18 20Não sabe/Não respondeu 25 22 24 27 27 32 22Comparação do governo Dilma com o governo LulaMelhor 12 11 12 13 17 11 11Igual 57 55 57 58 57 61 56Pior 28 32 29 26 24 26 30Não sabe/Não respondeu 3 2 2 3 3 2 3 25
  26. 26. PESQUISA CNI-IBOPE AVALIAÇÃO DO GOVERNO - DEZEMBRO 2011 4 Especificações Técnicas da Pesquisa 4.1 Período de campo De 2 a 5 de dezembro de 2011. 4.2 Universo A pesquisa é realizada com eleitores de 16 anos ou mais da área em estudo. O universo de eleitores é estratificado. Com exceção dos estados do Acre, Amapá e Roraima que juntos constituem apenas um estrato, cada um dos demais estratos é composto por apenas um estado brasileiro. Uma vez que o Estado possua Região Metropolitana, o seu universo é estratificado em Região Metropolitana e Interior. 4.3 Amostra O modelo de amostragem utilizado é o de conglomerados em 3 estágios. No primeiro estágio os municípios são selecionados probabilisticamente através do método PPT (Probabilidade Proporcional ao Tamanho), com base na população de 16 anos ou mais de cada município. No segundo estágio são selecionados os conglomerados: setores censitários, com PPT (Pro- babilidade Proporcional ao Tamanho) sistemático. A medida de tamanho é a população de 16 anos ou mais residente nos setores. Finalmente, no terceiro estágio é selecionado em cada conglomerado um número fixo de eleitores segundo cotas de variáveis descritas abaixo. 4.4 Variáveis para cotas amostrais • SEXO: Masculino e Feminino. • GRUPOS DE IDADE: 16-17, 18-24, 25-29, 30-39, 40-49, 50-69 e 70 anos e mais. • INSTRUÇÃO: Até 4ª série do fund.; 5ª a 8ª série do fund.; Ens. Médio; Superior. • ATIVIDADE: Setor de dependência - agricultura, indústria de transformação, indústria de construção, outras indústrias, comércio, prestação de serviços, transporte e comunica- ção, atividade social, administração pública, outras atividades, estudantes e inativos. • FONTES DE DADOS PARA ELABORAÇÃO DA AMOSTRA: Censo 2000, PNAD 2009 e TSE 2010. • NÚMERO DE ENTREVISTAS: 2.002 entrevistas em 142 municípios.26
  27. 27. PESQUISA CNI-IBOPE AVALIAÇÃO DO GOVERNO - DEZEMBRO 2011• MARGEM DE ERRO: O intervalo de confiança estimado é de 95% e a margem de erro má- xima estimada é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra.• COLETA DE DADOS: Entrevistas pessoais com utilização de questionário elaborado de acor- do com os objetivos da pesquisa.• As entrevistas são realizadas por uma equipe de entrevistadores do IBOPE, devidamen- te treinada para abordagem deste tipo de público.• CONTROLE DE QUALIDADE: Há filtragem em todos os questionários após a realização das entrevistas. Fiscalização em aproximadamente 20% dos questionários. Perfil da amostra % Perfil da amostra % Sexo Renda familiar (em salários mínimos) Masculino 48 mais de 10 3 Feminino 52 mais de 5 a 10 9 Idade mais de 2 a 5 32 16 a 24 20 mais de 1 a 2 31 25 a 29 13 até 1 16 30 a 39 22 Não respondeu 8 40 a 49 19 Condição do município 50 e mais 26 Capital 27 Grau de instrução Periferia 13 até 4ª série do fund. 29 Interior 60 5ª a 8ª do fund. 22 Porte do município Ensino Médio 35 (em número de habitantes) Superior 15 Até 20 mil 20 Região Mais de 20 a 100 mil 24 Norte / Centro Oeste 15 Mais de 100 mil 56 Nordeste 27 Sudeste 43 Sul 15OBSERVAÇÃO: As perguntas cujas somas das porcentagens não totalizam 100% são decorrentes de arredondamentos ou demúltiplas respostas. 27
  28. 28. CNIUnidade de Pesquisa, Avaliação e Desenvolvimento – PADRenato da FonsecaGerente-ExecutivoEdson VellosoAnalistaDIRETORIA DE COMUNICAÇÃO - DIRCOMCarlos Alberto BarreirosDiretor de ComunicaçãoGerência Executiva de Publicidade e Propaganda - GEXPPCarla Cristine Gonçalves de SouzaGerente-ExecutivaAlisson CostaCarla Regina P. GadêlhaProdução EditorialDIRETORIA DE SERVIÇOS CORPORATIVOS – DSCÁrea de Administração, Documentação e Informação – ADINFMarcos TadeuGerente-ExecutivoGerência de Documentação e Informação – GEDINFabíola de Luca Coimbra BomtempoGerente de Documentação e InformaçãoIBOPE InteligênciaElaboração da Pesquisa

×