Cuidado, Crescer Infantil, Juvenil tem Fase ótima para Crescimento Criança, DGH coloca tudo a perder

349 views

Published on

Em outras palavras, após a pré-puberdade quando devemos estar atentos as variáveis de estatura e intercorrências envolvendo desde a fase pós-natal, criança, infantil, juvenil e pré-adolescência, seja ela através das características genéticas ou do meio ambiente, onde tudo deve estar perfeito para a nova fase que se apresentará (puberdade) quando ocorrerá um aumento significativo na estatura e segue-se o surto de crescimento da puberdade, ocasionando um segundo pico de velocidade de crescimento.

Published in: Health & Medicine
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
349
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
58
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Cuidado, Crescer Infantil, Juvenil tem Fase ótima para Crescimento Criança, DGH coloca tudo a perder

  1. 1. NO CRESCER CRIANÇA, INFANTIL, JUVENIL ENTRE A FASE POR VOLTA DE 8 ANOS PODE OU NÃO OCORRER UM CURTO PLATÔ ONDE O CRESCIMENTO NÃO É INTENSO, EMBORA CADA GERAÇÃO TEM APRESENTADO UM ENCURTAMENTO DESTE PLATÔ, EM OUTRAS PALAVRAS O CRESCIMENTO É MAIS EFICIENTE ATÉ O DESENCADEAMENTO DA PUBERDADE, SE ISSO NÃO OCORRER ALGO NÃO VAI BEM E PODE LEVAR À BAIXA ESTATURA O parâmetro mais relevante em se tratando do crescimento de criança, infantil, juvenil e mesmo adolescente, é o período em que ocorre o desencadeamento da puberdade, fase em que o juvenil ou adolescente se transforma de uma criança em um adulto definitivo, e posterior a esta fase humanos ainda podem precisar de GH-hormônio de crescimento por longos períodos, entretanto, não é para crescimento da altura (estatura) longitudinal ou linear, visto que este fato já ocorreu com o fechamento da epífise óssea com o término da puberdade. Em outras palavras, após a pré-puberdade quando devemos estar atentos as variáveis de estatura e intercorrências envolvendo desde a fase pós-natal, criança, infantil, juvenil e pré-adolescência, seja ela através das características genéticas ou do meio ambiente, onde tudo deve estar perfeito para a nova fase que se apresentará (puberdade) quando ocorrerá um aumento significativo na estatura e segue-se o surto de crescimento da puberdade, ocasionando um segundo pico de velocidade de crescimento. Entretanto, uma
  2. 2. constelação de fatores podem impedir esse segundo pico, ou acontecer o pico, mas não com a velocidade ansiosamente aguardada pelos pais ou pelo juvenil, e um dos equívocos é ficar em atitude expectante esperando que ocorrerá sem avaliar se existe algum fator impeditivo. Nessa condição a prevenção no caso de percepção de que algo está errado você deve procurar ajuda profissional para descartar qualquer intercorrência negativa que frustrará o crescimento adequado em relação ao alvo genético da criança até a estatura definitiva, deixando-o com baixa altura (estatura), que neste caso é irreversível e com consequências desagradáveis incertas. A redução final na taxa de crescimento de criança, infantil, juvenil e adolescente, ocorre até que as epífises dos ossos longos fundem-se e o crescimento cessa. Além disso, ocorre um surto de adiposidade de ganho de peso e aumento do índice de massa corporal (IMC) no inicio da infância após um período de relativa estabilidade no ganho de peso. O surto de adiposidade precoce consiste em um fator de risco para o desenvolvimento de obesidade durante e após a infância. Em geral, quando ocorrer o fechamento da epífise óssea e o crescimento cessar, sua prole irá passar algum tempo e perceber que não está alterando longitudinalmente o crescimento, isso pode causar um desconforto de ordem psicogênica com consequências e cobranças em caso de como pais permitiram o ocorrido é claro se tiverem condições de arcarem com um tratamento que sob o aspecto financeiro não é o mais acessível para todos ou se filiar a alguma área governamental que possa custear o que é
  3. 3. complexo. CARE, CHILD AND YOUTH HAVE GREAT STAGE TO GROWTH, BUT GHD PUTS EVERYTHING TO LOSE. THE GROWING CHILD, CHILDREN, YOUTH BETWEEN THE STAGE AROUND 8 YEARS MAY NOT OCCUR OR A SHORT PLATEAU WHERE GROWTH IS NOT HEAVY, ALTHOUGH EVERY GENERATION HAS SUBMITTED SHORTENING THIS PLATEAU IN OTHER WORDS THE GROWTH IS MORE EFFICIENT TO TRIGGERING PUBERTY, IF THIS DOES NOT OCCUR NOT SOMETHING GOES WELL AND CAN LEAD TO LOW HEIGHT. PHYSIOLOGY- ENDOCRINOLOGY-NEUROENDOCRINOLOGY-GENETICS-ENDOCRINE- PEDIATRICS (SUBDIVISION OF ENDOCRINOLOGY): DR. JOÃO SANTOS CAIO JR. ET DRA. HENRIQUETA VERLANGIERI CAIO. The most relevant parameter in the case of the growth of child, youth and even teenagers, is the period during which the onset of puberty stage where the juvenile or adolescent becomes an adult child in a final, and later occurs this stage may still need human GH-growth hormone for long periods, however is not linear or longitudinal height growth (height), since this fact has already occurred with the closure of the epiphyseal bone with the end of puberty.
  4. 4. In other words, after the pre-puberty where we should be aware of the variables height and complications involving from the post-natal, child and adolescent and pre-adolescent stage, either through genetic or environmental characteristics through, where everything must be perfect for the new stage that is present (puberty) occurs and a significant increase in height and follows the growth spurt of puberty, causing a second peak growth velocity. However a constellation of factors can impede this second peak, or the peak happens, but not with the speed eagerly awaited by parents or the juvenile, and one of the misconceptions is staying in expectant attitude hoping that will occur without assessing whether there is any impediment. In this condition prevention in the case of perception that something is wrong you should seek professional help to rule out any negative complications and frustrate proper growth in relation to the genetic target of the child until the final height, leaving the low height, which in this case are irreversible and undesirable consequences uncertain. The final reduction in the rate of juvenile growth of children and adolescents occurs until the epiphyses of long bones fuse and growth ceases. Also, an outbreak of adiposity weight gain and increased body mass index (BMI) in early childhood after a period of relative stability in weight gain occurs. The outbreak of early adiposity is a risk factor in the development of obesity during and after childhood.
  5. 5. In general, when the closure of the epiphyseal bone and growth cessation occurs, their offspring will spent some time to realize that not changing along this growth, it can cause discomfort psychogenic order with consequences and demands as parents in the event of the occurrence is allowed course if they have conditions with shouldering a treatment under the financial aspect is not the most accessible for everyone to join or to any governmental area that you can afford, which is complex. Dr. João Santos Caio Jr. Endocrinologia – Neuroendocrinologista CRM 20611 Dra. Henriqueta V. Caio Endocrinologista – Medicina Interna CRM 28930 Como saber mais: 1. O hormônio do crescimento (GH) é um hormônio peptídeo à base de proteínas. Estimula o crescimento, reprodução celular e regeneração em humanos e outros animais... http://hormoniocrescimentoadultos.blogspot.com 2. O hormônio de crescimento produzido por tecnologia de DNA recombinante, e é abreviado "HGH–human growth hormone"... http://longevidadefutura.blogspot.com 3. O hormônio do crescimento é usado na medicina para o tratamento de distúrbios do crescimento em crianças, infanto-juvenis, adolescentes e em adultos com deficiência de hormônio de crescimento... http://imcobesidade.blogspot.com AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO
  6. 6. DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA. Referências Bibliográficas: Caio Jr, João Santos, Dr.; Endocrinologista, Neuroendocrinologista, Caio,H. V., Dra. Endocrinologista, Medicina Interna – Van Der Häägen Brazil, São Paulo, Brasil; "Growth Hormone Deficiency" . Reino Unido Fundação Crescimento Infantil . Retirado 2009/01/16 ; "O atraso no crescimento (em crianças) - hormônio do crescimento humano (HGH)" (pdf). Instituto Nacional de Excelência Clínica. 2008-09-25 . Retirado 2009/01/16 ; James, William; Berger, Timothy; Elston, Dirk (2005). Doenças Andrews da pele: Dermatologia Clínica . (10th ed.). Saunders. ISBN 0-7216-2921-0 ; "O uso de hormônio de crescimento de substituição em doentes adultos com severa deficiência de hormônio do crescimento" (pdf). A Sociedade de Endocrinologia. 2000-10-01 .Retirado 2009/01/18 ; "Human Growth Hormone Deficiency" . HGH . Retirado 20 de janeiro de 2012 ; "hormônio do crescimento humano (somatropina) em adultos com deficiência de hormônio do crescimento" . Instituto Nacional de Excelência Clínica . 2006-07-01 . Retirado 2009/01/16 ; Rappold GA, Fukami M, Niesler B, et al. (Março de 2002). "deleções do gene SHOX homeobox (baixa estatura homeobox) são uma importante causa de atraso no crescimento em crianças com baixa estatura" . J. Clin. Endocrinol. . Metab 87 (3):. 1402-6 doi : 10.1210/jc.87.3.1402 . PMID 11889216 ; Saborio P, S Hahn, Hisano S, K Latta, Scheinman JI, Chan JC (Outubro de 1998). "insuficiência renal crônica: uma visão geral de uma perspectiva pediátrica" Nephron 80 (2):. 134-48 doi :10.1159/000045157 PMID 9736810 ; Molitch ME, Clemmons DR, Malozowski S, et al. (maio de 2006). "Avaliação e tratamento da deficiência de hormônio de crescimento de adultos: um Endocrine Society Clinical Practice Guideline". J. Clin. Endocrinol. . Metab 91 (5):. 1621-1634 doi : 10.1210/jc.2005-2227 . PMID 16636129 ; Aimaretti G, Corneli G, Razzore P, . et al . (Maio de 1998) "hormônio + arginina como testes provocativos para o diagnóstico de GH Comparação entre hipoglicemia induzida por insulina e hormônio do crescimento (GH) de liberação de A deficiência em adultos " . J. Clin. Endocrinol. . Metab 83 (5):. 1615- 8 doi : 10.1210/jc.83.5.1615 . PMID 9589665 . Retirado 2008/07/23 ; "Orientação sobre o uso de hormônio de crescimento humano (somatropina) em crianças com deficiências de crescimento" (pdf). Instituto Nacional de Excelência Clínica. 2002-05-01 . Retirado 2009/01/16 ; "Diretrizes de consenso para Adulto Growth Hormone Deficiency, 2007". Contato: Fones: 55 11 5087-4404 ou 96197-0305 Nextel: ID:111*101625 Rua Estela, 515 - Bloco D - 12º andar - Conj. 121/122 Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002 e-mails: drcaio@vanderhaagenbrasil.com drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com Site Van Der Häägen Brazil www.vanderhaagenbrazil.com.br www.clinicavanderhaagen.com.br www.crescimentoinfoco.com
  7. 7. www.obesidadeinfoco.com.br http://drcaiojr.site.med.br http://dracaio.site.med.br Joao Santos Caio Jr http://google.com/+JoaoSantosCaioJr Video http://youtu.be/woonaiFJQwY Google Maps: http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=V an+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=- 23.578256,46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie =UTF8&ll=- 23.575591,-46.650481&spn=0,0&t = h&z=17

×