Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Baixa estatura;deprivação materna ou nanismo psicológico

2,296 views

Published on

O desenvolvimento infantil refere-se aos fatores biológicos, psicológicos e alterações emocionais que ocorrem nos seres humanos entre o nascimento e o fim da adolescência, conforme o indivíduo progride da dependência para o aumento da autonomia. É um processo contínuo, com uma sequência previsível ainda ter um curso único para cada criança. Ele não progride na mesma taxa e cada fase é afetada pelos tipos anteriores de desenvolvimento.

Published in: Health & Medicine
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Baixa estatura;deprivação materna ou nanismo psicológico

  1. 1. UMA DINÂMICA INTRAFAMILIAR INCOMUM, ESTRESSE PSICOLÓGICO OU DOENÇAS PSIQUIÁTRICAS PODEM INIBIR O CRESCIMENTO PELA ALTERAÇÃO DA FUNÇÃO ENDOCRINOLÓGICA E NEUROENDOCRINOLÓGICA EM CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL: FISIOLOGIA–ENDOCRINOLOGIA– NEUROENDOCRINOLOGIA–GENÉTICA–ENDÓCRINO-PEDIATRIA (SUBDIVISÃO DA ENDOCRINOLOGIA): DR. JOÃO SANTOS CAIO JR. ET DRA. HENRIQUETA VERLANGIERI CAIO. Esses fatores significativos estão ligados por meio de efeitos secundários, ou seja, sobre a nutrição materna. É essencial fazer o diagnóstico destas situações que possam sugerir doenças orgânicas, uma vez que o manejo é bastante diferente em relação a essas patologias e as consequências são relevantes, e invariavelmente leva a baixa estatura (altura) longitudinal ou linear quando não corrigidas. O desenvolvimento infantil refere-se aos fatores biológicos, psicológicos e alterações emocionais que ocorrem nos seres humanos entre o nascimento e o fim da adolescência, conforme o indivíduo progride da dependência para o aumento da autonomia. É um processo contínuo, com uma sequência previsível ainda ter um curso único para cada criança. Ele não progride na mesma taxa e cada fase é afetada pelos tipos anteriores de desenvolvimento. Como essas mudanças de desenvolvimento podem ser fortemente influenciadas por fatores genéticos e eventos durante a vida pré-natal, genética e desenvolvimento
  2. 2. pré-natal são normalmente incluídos como parte do estudo do desenvolvimento da criança. Termos relacionados incluem a psicologia do desenvolvimento , referindo-se ao desenvolvimento ao longo da vida, e pediatria, o ramo da medicina relacionada com o cuidado com as crianças a menos em casos de outras patologias endocrinológicas ou neuroendocrinológicas. A mudança do desenvolvimento pode ocorrer como um resultado de processos controlados geneticamente conhecidos como maturação, ou como um resultado de fatores ambientais e de aprendizagem, mas geralmente envolve uma interação entre as duas. Também pode ocorrer como resultado da natureza humana e a nossa capacidade de aprender com o nosso ambiente. Sensorimotor: de acordo com Piaget, quando uma criança atinge cerca de 7-9 meses de idade, elas começam a desenvolver o que chamou de permanência do objeto, isso significa que a criança tem agora a capacidade de compreender que os objetos se mantêm existentes, mesmo quando eles não podem ser vistos. Um exemplo disso seria esconder o brinquedo favorito da criança debaixo de um cobertor, embora a criança não possa vê-lo fisicamente ele ainda sabe olhar sob o cobertor. Pré- operacional: durante este estágio de desenvolvimento, as crianças começam a analisar seu ambiente usando símbolos mentais. Estes símbolos muitas vezes incluem palavras e imagens que e a criança irá começar a aplicar esses vários símbolos em sua vida cotidiana como eles vêm em diferentes objetos, eventos e situações. No entanto, o foco principal de Piaget neste palco e a razão pela qual deu o nome de que são "pré-operacional" é
  3. 3. porque as crianças neste momento não são capazes de aplicar operações cognitivas específicas, como matemática mental. Além de simbolismo, as crianças agora começam a engajar-se em brincadeiras, onde elas começam a fingir serem pessoas que não são (professores, super-heróis), e eles podem usar diferentes adereços para fazer esta representação: fingir e jogar mais real. Algumas deficiências nesta fase de desenvolvimento são de que as crianças que possuem cerca de 3 a 4 anos de idade, muitas vezes mostram o que é chamado o egocentrismo, o que significa que a criança não é capaz de ver o ponto de vista de outra pessoa, eles se sentem como se cada pessoa está experimentando os mesmos eventos e sentimentos que eles estão experimentando. No entanto, em cerca de 7 processos de pensamento de crianças já não são egocêntricas e são mais intuitivas, o que significa que agora pensam sobre o modo como algo parece em vez de pensamento racional. As fixações dessas fases transitórias podem levar a grandes transtornos no desenvolvimento de criança, infantil e juvenil. A teoria do apego, originário do trabalho de John Bowlby e desenvolvido por Mary Farnsworth, é um desenvolvimento psicológico, evolutivo e etológico cuja teoria fornece uma estrutura descritiva e explicativa para a compreensão das relações interpessoais entre os seres humanos.
  4. 4. As observações de Bowlby de anexos perto o levou a acreditar que certos vínculos emocionais ou "anexos" entre seu principal cuidador infantil e é um requisito importante que é necessário para formar "o desenvolvimento social e emocional normal" neste caso está incluído o envolvimento parental, principalmente materno. A influência de fatores socioeconômicos e emocionais maternos sobre o ganho de peso do bebê e peso vacilante (déficit de crescimento longitudinal ou linear): dados de uma coorte de nascimentos prospectivos. A altura materna foi associada com o peso ao nascer e com a altura e a altura condicional em cada idade analisada. As associações mais fortes com alturas condicionais foram para a vida adulta e 2 anos de idade. A altura materna influencia o crescimento linear dos filhos durante o período de crescimento. Estas influências provavelmente incluem fatores genéticos e não-genéticos, incluindo as influências intergeracionais relacionadas com a nutrição no crescimento que impedem a realização do potencial genético da altura ou desenvolvimento da estatura longitudinal e linear em países de renda baixa e média, mas a baixa estatura longitudinal variável de acordo com o gênero deve ser levada em consideração dependendo da cultura e aspectos relacionados com os padrões bombardeados pela mídia como sendo um fator de estética, tanto o IMC assim como a altura e neste caso é mais comprometedor para países em desenvolvimento ou desenvolvidos por equívocos nutricionais incluindo a amamentação (pseudo-percepção de mamas flácidas maternais, até porque a relação parental apoia em muitos casos este
  5. 5. equivoco, mas não se esqueça da possível baixa estatura longitudinal evolutiva desta ação para sua prole). A influência de fatores socioeconômicos e emocionais maternos sobre o ganho de peso do bebê e peso vacilante (déficit de crescimento): dados de uma coorte de nascimentos prospectivo GROW NATIVE STATURE DEPRIVATION; OR PSYCHOLOGICAL DWARFISM: DR. J. S. CAIO JR, ET DRA. H. CAIO. AN UNUSUAL DYNAMIC INTRAFAMILY, STRESS, PSYCHOLOGICAL OR PSYCHIATRIC DISEASES MAY INHIBIT GROWTH BY AMENDMENT OF CHILD IN ENDOCRINOLOGY AND NEUROENDOCRINOLOGY, CHILD AND YOUTH: PHYSIOLOGY-ENDOCRINOLOGY-NEUROENDOCRINOLOGY- GENETICS-ENDOCRINE-PEDIATRICS (SUBDIVISION OF ENDOCRINOLOGY): DR. JOÃO SANTOS CAIO JR. ET DRA. HENRIQUETA VERLANGIERI CAIO. These factors are significant connected by means of side effects, namely on maternal nutrition. It is essential to make the diagnosis of these situations that suggest organic disease, since the handling is quite different with regard to these diseases and consequences are relevant , and invariably leads to stunted (height) longitudinal or linear when uncorrected. Child development refers to the biological, psychological and emotional changes that occur in human beings between birth and the end of adolescence, as the individual progresses from dependency to increasing autonomy. It is a continuous process with a predictable sequence still has one course for each child. It does not progress at the same rate and each stage is affected by the previous types of development. Because these developmental changes may be strongly influenced by genetic factors and events during prenatal life, genetics and prenatal development are usually included as part of the study of child development. Related terms include developmental psychology, referring to development throughout life, and pediatrics, the branch of medicine
  6. 6. relating to the care of children unless in cases of other diseases with endocrinology and neuroendocrinology. Developmental change may occur as a result of genetically controlled process known as maturation, or as a result of environmental factors and learning, but more usually involves an interaction between the two. Can also occur as a result of human nature and our ability to learn from our environment. Sensorimotor: according with Piaget , when a child reaches about 7 to 9 months old, they begin to develop what he called object permanence, this means that the child now has the ability to understand that objects keeps existing, even when they cannot be seen. An example of this would hide the child's favorite toy under a blanket, but the child cannot see you physically they still know look under the blanket. Pre-operating: during this stage of development, child begins to analyze their environment using mental symbols. These symbols often include words and images, and that the child will begin to apply these various symbols in their everyday lives as they come in different objects, events and situations. However, the main focus at this stage of Piaget and why he named that are “pre-operational” is because children at this time are not able to apply specific cognitive operations, such as mental mathematics. Beyond symbolism, children now begin engaging in play, where they begin to pretend to be people who are not (teachers, superheroes), and they may use different props to make this representation pretend play more real. Some deficiencies in this stage of development are that children, who have about 3 to 4 years of age, often show what is called egocentrism,
  7. 7. which means that the child is not able to see the point of view of another person they feel as if each person is experiencing the same events and feelings they are experiencing. However, in about 7 thought processes are no longer children are more intuitive and self-centered, which means that we now think about how something looks rather rational thinking. The anchorages of these transitional phases can lead to major disruptions to the development of children, child and youth. Attachment theory, originating in the work of John Bowlby and developed by Mary Farnsworth, is a psychological, evolutionary and ethological theory development that provides a descriptive and explanatory framework for understanding interpersonal relationships between human beings. The observations of Bowlby of attachments near led him to believe that certain emotional bonds or “Annexes” between your main infant caregiver and are an important requirement that is needed to form “the normal social and emotional development” this case is included parental involvement, especially breast. The influence of maternal socioeconomic and emotional factors on infant weight gain and weight faltering (deficit longitudinal or linear growth): data from a prospective cohort of births. Maternal height was associated with birth weight and height and conditional height at each age examined. The strongest associations were with conditional heights to adulthood and at 2 years old. Maternal height influences the linear growth of children during the growth period. These influences likely include genetic and non-genetic factors, including intergenerational influences
  8. 8. nutrition related growth that prevent the realization of the genetic potential of the development of longitudinal height or stature and linear in low and middle income, but low height longitudinal varies according to gender should be taken into consideration depending on the culture and issues standards bombarded by the media as a factor of aesthetics, both BMI and height as well as this case is more committing to developing countries or developed by nutrition including breastfeeding misconceptions (pseudo-maternal perception of sagging breasts, because the parental relationship supports in many cases this mistake, but do not forget the possible low evolutionary longitudinal height of this action for their offspring). Dr. João Santos Caio Jr. Endocrinologia – Neuroendocrinologista CRM 20611 Dra. Henriqueta V. Caio Endocrinologista – Medicina Interna CRM 28930 Como saber mais: 1. Criança, neonatal, infantil, juvenil com hipotireoidismo apresentam retardo grave de desenvolvimento permanente de modo que o tratamento precoce faz toda a diferença e é imprescindível e necessário... http://hormoniocrescimentoadultos.blogspot.com 2. A gestação induz mudanças fisiológicas na função tireoidiana materna... http://longevidadefutura.blogspot.com 3. Vários estudos têm demonstrado que filhos de mães com hipotireoidismo não tratado durante a gestação, podem apresentar comprometimento do desenvolvimento intelectual... http://imcobesidade.blogspot.com
  9. 9. AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA. Referências Bibliográficas: Caio Jr, João Santos, Dr.; Endocrinologista, Neuroendocrinologista, Caio,H. V., Dra. Endocrinologista, Medicina Interna – Van Der Häägen Brazil, São Paulo, Brasil; Deltondo J, Por I, Hu W, et al. Associações entre o crescimento sistemas humanos liberando hormônios de hormônios e neuropeptídeo-Y- imunorreativas no diencéfalo humano: um possível substrato morfológico do impacto do estresse sobre o crescimento. Neuroscience . 2 de junho de 2008; 153 (4) :1146-52; Rotoli G, Grignol G, Hu W, Merchenthaler I, Dudas B. catecolaminérgicos varicosities axonal parecem inervam crescimento liberando hormônios neurônios a hormônios imunorreativos no hipotálamo humano: a possível substrato morfológico do crescimento supressão de stress. J Clin Endocrinol Metab . Outubro 2011, 96 (10): E1606-11; Dinheiro J. A síndrome de abuso de nanismo (nanismo psicossocial ou hyposomatotropism reversível). Am J Dis Child . Maio 1977, 131 (5) :508-13; Tarren-Sweeney M. Padrões de comer aberrante entre crianças pré-adolescentes em um orfanato. J Abnorm Criança Psychol . Outubro 2006, 34 (5) :623-34; Duche DJ. [Conseqüências da violência familiar na saúde das crianças]. Touro Acad Natl Med . 2002; 186 (6) :963-9; discussão 969-70; Albanese A, G Hamill, Jones J, et al. Reversibilidade da secreção do hormônio do crescimento fisiológico em crianças com nanismo psicossocial. Clin Endocrinol (Oxf) . Maio de 1994, 40 (5) :687-92; Stanhope R, Wilks Z, Hamill G. Falta de crescer: falta de comida ou falta de amor?. Prof Mãe-Criança .Nov-Dec 1994; 4 (8) :234-7; Sandberg DE, Colsman M. Avaliação dos aspectos psicossociais da baixa estatura. Crescimento, Genética e hormônios [periódico online]. Junho de 2005; 21 (2); Gloebl HJ, Capitanio MA, Kirkpatrick JA. Os achados radiográficos em crianças com nanismo psicossocial. Pediatr Radiol . 13 fevereiro de 1976, 4 (2) :83-6; A Blizzard RM, Bulatovic A. Síndromes de baixa estatura psicossocial. In: Endocrinologia Pediátrica .1996:83-93. Site Van Der Häägen Brazil www.vanderhaagenbrazil.com.br www.clinicavanderhaagen.com.br www.crescimentoinfoco.com www.obesidadeinfoco.com.br http://drcaiojr.site.med.br http://dracaio.site.med.br Joao Santos Caio Jr http://google.com/+JoaoSantosCaioJr Video http://youtu.be/woonaiFJQwY Google Maps: http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt &sll=-23.578256,46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie =UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t = h&z=17

×