Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Regeneração da Humanidade

75 views

Published on

Base Evangélica: Revista Espírita - Outubro de 1866
Dia de Estudo: 20 de agosto de 2016
Expositor: David Nahum Neto

Published in: Spiritual
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Regeneração da Humanidade

  1. 1. REVISTA ESPÍRITA – OUTUBRO DE 1866 1
  2. 2. A dimensão cósmica do Universo  No instante do Bing Bang o tamanho do Universo era de 1 bilionésimo de 1 próton  Existem milhões de aglomerados de galáxias, que vistos de longe formam uma espécie de Teia Cósmica, estimado em 100 bilhões de galáxias  1 ano luz = 9,46 trilhões de km  Os cientistas estimam que o Universo observável tenha um raio de 46 bilhões de anos-luz
  3. 3. A dimensão da Via Láctea  A Via Láctea é uma galáxia espiral com 100 mil anos-luz de comprimento, composta por 200 bilhões de estrelas.  A Via Láctea situa-se em um Grupo Local de outras 45 galáxias, elas se atraem por gravidade e giram em torno de um centro comum.  O Grupo Local forma com outros Grupos, o Superglomerado Local, com milhares de Galáxias.
  4. 4. O evolução humana do nosso planeta  Homo erectus africano – 2 milhões de anos atrás e viveu até 1 milhão de anos atrás;  Homo erectus asiático – 1,8 milhões de anos atrás e sobreviveu até 30mil anos atrás;  Homo Heidelbergensis – 800 mil anos atrás e viveu na África, Ásia e Europa;  Homo sapiens – 120 mil anos atrás e saiu da África e chegou na Indonésia há pelo menos 30 mil anos atrás.
  5. 5. OS TEMPOS SÃO CHEGADOS •Não se deve entender por estas palavras um novo dilúvio, um cataclismo ou uma perturbação geral; •Entretanto, tudo que está predito no Evangelho deve se realizar; •Mas não devemos tomar ao pé da letra, onde é preciso captar o espírito das palavras. 5
  6. 6. Discurso escatológico – Mateus 24  “...atenção para que ninguém vos engane, pois muitos virão em meu nome o “Cristo sou eu” e enganarão a muitos.  ...havereis falar de guerras e rumores de guerra, cuidado para não vos alarmardes. É preciso que estas coisas aconteçam, mas ainda não é o fim, tudo isto será o princípio das dores.  ...quando pois virdes a abominação da desolação, que fala o profeta Daniel, instalada no lugar santo...  ...naquele tempo haverá grande tribulação, tal qual não houve desde o princípio do mundo e jamais haverá... 6
  7. 7. Discurso escatológico – Mateus 24  ...e se aqueles dias não fossem abreviados, nenhuma vida se salvaria, mas por causa dos eleitos aqueles dias serão abreviados.  ...daquele dia e hora, ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho, mas só o Pai. 7
  8. 8. A CHAVE DA COMPREENÇÃO •O verdadeiro sentido está nas descobertas da ciência e nas Leis do mundo espiritual; •Com o auxílio desses conhecimentos, o que é obscuro se tornará claro e inteligível; •Tudo segue a ordem Natural das coisas e as Leis imutáveis de Deus não se alteram. 8
  9. 9. UM PERÍODO DE TRANSFORMAÇÕES •Os sinais dos tempos não acontecerão nos milagres, em prodígios ou de maneira sobrenatural; •São entre os habitantes da Terra que se observarão; •A humanidade chegou a um de seus períodos de transformação e o planeta subirá de hierarquia entre os mundos; Há um vago pressentimento destes tempos na humanidade. 9
  10. 10. UM NOVO REINADO •Não será o fim do mundo material e sim do mundo moral; •De mundo de expiação a Terra passará, um dia, a ser um mundo feliz; •O reinado do bem sucederá o do mal. 10
  11. 11. A EMIGRAÇÃO DOS ESPÍRITOS •Para a Terra ser mais feliz, é necessário que os espíritos encarnados e desencarnados queiram o bem; •Os habitantes espirituais que não são tocados pelo bem e se comprazem no egoísmo e no orgulho, serão excluídos do planeta; •Irão expiar em mundos inferiores, onde levarão seus conhecimentos e terão por missão fazer esses mundos progredirem; •Isto se dará gradualmente e já há algum tempo está se sucedendo. 11
  12. 12. Os exilados de Capela  “...Há muitos milênios, um dos orbes da Capela, que quarda muitas afinidades com o globo terrestre, atingira a culminância de um de seus extraordinários ciclos evolutivos.  As lutas finais de um longo aperfeiçoamento estavam delineadas, como ora acontece convosco, relativamente às transições esperadas no século XX, neste crepúsculo de civilização.  Alguns milhões de espíritos rebeldes lá existiam, no caminho da evolução geral, dificultando a consolidação das penosas conquistas daqueles povos cheios de piedade e virtudes, mas uma ação de saneamento geral os alijaria daquela humanidade, que fizera jus à concórdia perpétua, para a edificação dos seus elevados trabalhos....”  A CAMINHO DA LUZ – EMMANUEL – CAPÍTULO 3 12
  13. 13. As raças adâmicas  “...Foi assim que Jesus recebeu à luz do seu reino de amor e de justiça, aquela turba de seres sofredores.  ...reencarnariam no seio das raças ignorantes e primitivas, a lembrarem o paraíso perdido nos firmamentos distantes.  ...Aquelas almas aflitas e atormentadas reencarnaram, proporcionalmente nas regiões mais importantes, onde se haviam localizado as tribos e famílias primitivas, descendentes dos primatas...  ......Um grande acontecimento se verificara no planeta.É que, com estas entidades ,nasceram no orbe os ascendentes das raças brancas.”  A CAMINHO DA LUZ – EMMANUEL – CAPÍTULO III
  14. 14. A TRANSIÇÃO DAS GERAÇÕES •Os elementos das duas gerações se confundem; •Enquanto diminui a encarnação de espíritos resistentes ao bem, aumenta os voltados ao bem, que trarão o progresso moral; •Estes espíritos se distinguem por uma inteligência e razão precoces, aliadas ao sentimento inato do bem e das crenças espirituais. 14
  15. 15. A TRANSIÇÃO DAS GERAÇÕES • Esta nova geração, não é composta por espíritos eminentemente superiores, mas tendo progredido, estarão dispostos a assimilar as idéias progressistas e aptos a secundar o movimento regenerador. •A geração antiga se distingue pela negação a Deus, e propensão instintiva às paixões degradantes, aos sentimentos do egoísmo, do orgulho, do ódio, do ciúme, da cupidez e do apego a tudo que é material; •Ações estas que travam o progresso moral e que serão expurgadas do planeta. 15
  16. 16. NEM TODOS SERÃO EXCLUÍDOS •Só haverá exclusão definitiva ao espíritos rebeldes, que se tornaram surdos ao bem e à razão; •Muitos espíritos retardatários não irão a mundos inferiores; •Pois são espíritos que subtraídos da influência da matéria e dos espíritos rebeldes, verão na espiritualidade a vida de maneira diferente; •Com a ajuda de espíritos benevolentes, mudarão suas posturas, observando os falsos caminhos que percorreram; 16
  17. 17. NEM TODOS SERÃO EXCLUÍDOS •Verão que cederam a arrastamentos das circunstancias e de maus exemplos; •São espíritos retardatários que terão a oportunidade de viver com espíritos voltados ao bem, bastando para isto ter idéias inatas de fé, tolerância e de liberdade; •Não importa o que fizeram, mas o que se propõe a fazer e longe de serem hostis, serão auxiliares úteis ao progresso moral da humanidade. 17
  18. 18. NEM TODOS SERÃO EXCLUÍDOS •Assim não haverá uma renovação integral dos espíritos do planeta , mas sim a permanência dos voltados ao bem e daqueles que alcançaram uma modificação em suas disposições morais; •Serão os mesmos espíritos, pensando e sentindo diversamente, expurgados somente os espíritos rebeldes. 18
  19. 19. A AÇÃO DOS QUE SERÃO EXCLUÍDOS •Infelizmente, por negarem a existência de Deus, os espíritos rebeldes cavarão sua própria ruína; •Seus maus sentimentos os impelirão à destruição, causando uma série de flagelos e calamidades, que sem querer, apressará o advento da renovação; •Além da destruição, ver-se-ão suicídios, inclusive o de crianças e desequilíbrios mentais de grandes proporções; •São estes os verdadeiros sinais dos tempos, sem que em nada seja derrogada as Leis da Natureza. 19
  20. 20. AINDA OS SINAIS DOS TEMPOS •A fraternidade assenta os seus fundamentos em todos os pontos do globo; •Os povos se estendem as mãos e a barbárie se aproxima de seu fim na civilização; •Os preconceitos de raça e seitas diminuem,o fanatismo e a intolerância perdem terreno; •A liberdade de consciência introduz novos costumes e se torna um direito; •O mundo está em um imenso processo de gestação. 20
  21. 21. O INÍCIO DA REGENERAÇÃO •A agonia da ação dos excluídos e os primeiros sinais da renovação se misturam até o momento que haverá a predominância dos espíritos voltados ao bem; •A característica desta nova era será a da fé inata, raciocinada, que esclarece e fortifica; •Um sentimento comum de Amor a Deus e ao próximo; •O desaparecimento dos últimos vestígios da incredulidade e do fanatismo. 21
  22. 22. O FUTURO E A DOUTRINA ESPÍRITA •O espiritismo é o caminho que conduz à renovação; •Por dar uma fé sólida e esclarecida, será a base de todas as crenças e ponto de apoio na reforma das instituições; •Será triunfante por estar nas Leis da Natureza e, portanto, ser imperecível; •Muitos seres o estudam em silencio e se mostrarão quando chegar o momento propício; •Até lá, convém que se mantenham afastados. 22
  23. 23. A GRADUAÇÃO DA REGENERAÇÃO •Ainda nos dias de hoje, predominam com maior força as idéias das gerações retardatárias sobre as idéias renovadoras das novas gerações; •Com o crescimento das reencarnações de espíritos das novas gerações e a diminuição das reencarnações de espíritos retardatários, haverá um equilíbrio entre as idéias; •Até que passe a ter predominância as idéias renovadoras e as reencarnações das novas gerações se tornem majoritárias e finalmente exclusivas; 23
  24. 24. A GRADUAÇÃO DA REGENERAÇÃO •Em seu conjunto a humanidade na atualidade ainda está longe do ponto de equilíbrio das idéias; •Como consequência a transformação resulta em uma intensa luta de idéias contrárias, onde existe a resistência dos que caminham com as bandeiras do passado e outras com as do futuro; •As grandes saídas coletivas tem como objetivo ativar o processo regenerativo, desembaraçando as más influências e transformando mais rapidamente o espírito das massas; 24
  25. 25. A GRADUAÇÃO DA REGENERAÇÃO •É um desses movimentos gerais que se opera neste momento e que deve desencadear o remanejamento da humanidade; •São as folhas que caem no outono, às quais se sucederão novas, cheias de vida; •A humanidade tem suas estações assim como os indivíduos as suas idades. •São os tempos chegados : A regeneração da humanidade. 25
  26. 26. PREVISÕES DO FUTURO  (No livro “Há dois mil anos” 9ª edição, pgs 339 e 340 ditado por Emmanuel, temos a seguinte narrativa das palavras de Jesus, em reunião no mundo espiritual com a presença de Lívia Cornélia):  “Entre a manjedoura e o calvário, tracei para as minhas ovelhas o eterno e luminoso caminho. O Evangelho floresce agora, como a seara imortal e inesgotável das bênçãos divinas. Não descansemos contudo, meus amados, porque tempo virá na Terra, em que todas as suas lições hão de ser espezinhadas e esquecidas...Depois de longa era de sacrifícios para consolidar-se nas almas, a doutrina da redenção será chamada a esclarecer o governo transitório dos povos; mas o orgulho e a ambição, o despotismo e a crueldade hão de reviver os abusos nefandos de sua liberdade! O culto antigo, com suas ruínas pomposas, buscará restaurar os templos abomináveis do bezerro de ouro.” 26
  27. 27. “ Sim ! Amados meus, por que o dia chegará no qual todas as mentiras humanas hão de ser confundidas pela claridade das revelações dos céu. Um sopro poderoso de verdade e vida varrerá toda a Terra, que pagará, então, à evolução dos seus institutos, os mais pesados tributos de sofrimentos e de sangue...Exausto de receber os fluídos venenosos da ignomínia e da iniqüidade de seus habitantes, o próprio planeta protestará contra a impenitência dos homens, rasgando as entranhas em dolorosos cataclismos...” “Mas Nosso Pai, que é a sagrada expressão de todo amor e sabedoria, não quer se perca uma só de suas criaturas, transviadas nas tenebrosas sendas da impiedade....” “Trabalharemos com amor, e na oficina dos séculos porvindouros reorganizaremos todos os elementos destruídos, examinaremos detidamente todas as ruínas, buscando o material passível de novo aproveitamento e, quando as instituições terrestres reajustarem a sua vida na fraternidade e no bem, na paz e na justiça, depois da seleção natural dos espíritos e dentro das convulsões renovadoras da vida planetária, organizaremos para o mundo um novo ciclo evolutivo, consolidando, com as divinas verdades, os progressos definitivos do homem espiritual.” 27

×