Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Condições das Motocicletas e Equipamentos de Segurança

306 views

Published on

A CDL/BH entrevistou mais de 800 motociclistas para saber quais as condições das motocicletas que circulam por Belo Horizonte atualmente, bem como de seus equipamentos de segurança.

Published in: Business
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Condições das Motocicletas e Equipamentos de Segurança

  1. 1. Condições das Motocicletas e Equipamentos de Segurança
  2. 2. Ande Seguro • Início: 04 de agosto • Término: 29 de outubro • Paradas educativas: 28 • Horário: 10h às 12h • Cidades: Belo Horizonte, São João Del Rey e Tiradentes • Motociclistas abordados: 4.340 • Motociclistas entrevistados: 868
  3. 3. Itens avaliados Itens avaliados Descrição Características do condutor Características do condutor Profissão e sexo Equipamentos de Proteção do condutor Capacete Qualidade e estado do casco, do forro, da viseira e da jugular: arranhões, trincas, botões, presilhas. Calçado Nível de proteção: o calçado ser de tecido resistente e cobrir o pé e o tornozelo, reduzindo as lesões em caso de acidente. Jaqueta Vestimenta com mangas compridas, espessura e resistência do tecido, sem limitar os movimentos do condutor, tamanho adequado Luvas Uso de luvas, espessura e resistência do tecido, boa mobilidade para as mãos, proteção nos locais de possíveis impactos Características e equipamentos da motocicleta Freio Pastilhas, discos, cabo, manopla. Pneus Nível de desgaste, defeitos, Rodas Falta de raios, amassado no aro, folga de rolamentos. Relação Tensão, lubrificação e desgaste do equipamento que transmite a potência do motor para a roda (coroa, pinhão e corrente) Buzina Potência, qualidade do som estado do acionador
  4. 4. Classificação Boa – em perfeitas condições de uso. Razoável – em condição de ser usado, mas que precisa ter acompanhamento frequente e deve necessitar de manutenção em breve. Ruim – não é adequado para utilização, já deveria ter sido substituído ou recebido manutenção.
  5. 5. Equipamentos de Proteção • Cerca de 80% dos motociclistas usam capacete de boa qualidade. • Um dos motivos da melhora do índice é a redução do ICMS dos capacetes, que torna a aquisição do produto mais acessível.
  6. 6. Equipamentos de Proteção • Um terço dos motociclistas (34%) usa calçados adequados. • Mais da metade (58%) usa um calçado que cobre os pés. • E 8% usam sandálias ou chinelos.
  7. 7. Equipamentos de proteção • 95% das motocicletas estão com a buzina em boas condições. • 50% não usam jaqueta ou blusa de manga comprida. • O uso de luvas é ainda menor entre os motociclistas quando comparado com as jaquetas. Um em cada dez não utiliza o acessório.
  8. 8. Sistema Rodante • Apenas 5,0% das motos estão em condições ruins. • Melhora do índice de motos com freios em boa condição, na comparação com 2014.
  9. 9. Sistema Rodante • Os freios em boa condição, tiveram uma melhora de mais de 50% na comparação com 2014. • Queda de 50% nas motos com freios ruins.
  10. 10. Sistema Rodante • Mais de 80% das rodas estão em bom estado de conservação. • Dado que demonstra a preocupação dos motociclistas e dos fabricantes com a qualidade das rodas, priorizando produtos de maior durabilidade, como as rodas de liga-leve.
  11. 11. Sistema Rodante • Redução de 23% para 13% de relações ruins. • Aumento de 19% para 49% para relações em boas condições.
  12. 12. Condições gerais das motocicletas Motoboy x Todos motociclistas Itens avaliados: freio, pneus, rodas, relação e buzina.
  13. 13. Condições gerais das motocicletas Motoboys x Todos motociclistas Itens avaliados: calçado, capacete, jaqueta e luvas.
  14. 14. Condições gerais das motocicletas Mulher x Homem Itens avaliados: freio, pneus, rodas, relação e buzina. • Dos entrevistados, 6,2% eram mulheres. • As mulheres apresentam veículos em melhores condições de pneus, rodas, relação e buzina.
  15. 15. Condições gerais das motocicletas Mulheres x Homem Itens avaliados: calçado, capacete, jaqueta e luvas. • O único item em que as mulheres tiveram pior avaliação que os homens foi o calçado.
  16. 16. Avaliação das condições gerais • 69% das motocicletas estão em boa condição de uso. • 25,4% estão em estado razoável. • E 5,4% em condição ruim.
  17. 17. Impacto do SUS em 2014 com acidentes de motocicletas BH RMBH MG Número de Internações (aprox.) 3.523 4.300 9.823 Custo médio por acidentado 1.476,70 1.416,83 1.526,49 Valor total 5.202.429,38 6.110.777,35 14.973.293,38 Fonte: Data SUS Nestes valores estão contabilizadas as internações, mas não estão outros gastos relacionados à saúde, como o atendimento de urgência realizado com as ambulâncias, o processo de reabilitação e fisioterapia e serviços e consultas prestados sem a internação do paciente.
  18. 18. Custo social com acidentes de motocicletas Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), Agência Nacional de Transportes Públicos (ANTP) e Denatran. Custo médio por acidentado Fatal 229.135,00 Com vítima 27.690,00 Sem vítima 5.172,00 Os gastos envolvem: • os custos com perda de produção; • custos de danos aos veículos envolvidos no acidente; • custo médico-hospitalar, • custos para o Judiciário com processos judiciais, • custos de congestionamento, • custo previdenciário, • custo com resgate de vítimas, • custos com remoção de veículos, • custo dos danos ao mobiliário urbano e custos à propriedades de terceiros; • custos com outros meios de transporte usados pelas vítimas até a cura das sequelas, • os custos de danos à sinalização de trânsito, • custos com atendimento policial e dos agentes de trânsito; • além dos custos do impacto familiar, custos que as outras pessoas da família tiveram enquanto estavam tomando providências relacionadas ao acidente.
  19. 19. Atendimentos de urgência a motociclistas em Belo Horizonte Atendimentos João XXIII Agosto 2014 Agosto 2015 Setembro 2014 Setembro 2015 Atendimentos a motociclistas 626 551 601 558 Redução de 10% no número de acidentes.
  20. 20. Economia para os cofres públicos com redução dos acidentes de motocicletas (Ago.15-Set.15 / Ago.14-Set.14) SUS R$ 174.250,60 Custo social R$ 3.267.420,00
  21. 21. Obrigado!

×