Resultados 1 t11 impressão

844 views

Published on

Published in: Technology, Travel
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
844
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
165
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Resultados 1 t11 impressão

  1. 1. Passado Planejado. Resultados Comprovados. Futuro Preparado<br />Resultados 1T11<br />
  2. 2. Aviso<br />Esta apresentação poderá conter certas projeções e tendências que não são resultados financeiros realizados, nem informação histórica.<br />Estas projeções e tendências estão sujeitas a riscos e incertezas, sendo que os resultados futuros poderão diferir materialmente daqueles projetados. Muitos destes riscos e incertezas relacionam-se a fatores que estão além da capacidade da CCR em controlar ou estimar, como as condições de mercado, as flutuações de moeda, o comportamento de outros participantes do mercado, as ações de órgãos reguladores, a habilidade da companhia de continuar a obter financiamentos, as mudanças no contexto político e social em que a CCR opera ou em tendências ou condições econômicas, incluindo-se as flutuações de inflação e as alterações na confiança do consumidor, em bases global, nacional ou regional.<br />Os leitores são advertidos a não confiarem plenamente nestas projeções e tendências. A CCR não tem obrigação de publicar qualquer revisão destas projeções e tendências que devam refletir novos eventos ou circunstâncias após a realização desta apresentação.<br />2<br />
  3. 3. Agenda<br />Abertura<br />Resultados 1T11<br />Perspectivas<br />3<br />
  4. 4. Destaques<br />Operacionais<br /><ul><li>O tráfego cresceu 17,2% no 1T11. Em relação a mesma base de tráfego, registramos um crescimento de 9,1%.
  5. 5. O número de usuários da STP (arrecadação eletrônica) expandiu-se em 35,4%, em relação a Março de 2010, atingindo 2.726 mil tag’s ativos. A participação deste meio na arrecadação de pedágio atingiu 62,8% no 1T11.
  6. 6. A Receita Líquida alcançou R$ 1.043,3 milhões (+24,6%).
  7. 7. O EBITDA atingiu R$ 662,0 milhões (+24,8%), com margem EBITDA de 63,4%.</li></ul>4<br />
  8. 8. Destaques<br />Eventos Subseqüentes<br /><ul><li>No dia 19 de abril de 2011, foi aprovada a distribuição complementar de dividendos relativos ao ano de 2010, proposta pela diretoria da companhia, no valor de R$ 0,228309/ação, distribuídos a partir do dia 29 de abril. Considerando-se a antecipação de dividendos pagos em 30/09/2010, de R$ 1,70/ação, apresentamos como resultado um “payout” de 126,7%, referente ao exercício fiscal de 2010.
  9. 9. 2ª emissão de debêntures para pré pagamento do RodoAnel e refinanciamento da 1ª emissão </li></ul> Valor total: 1,8 bilhão<br /> A liquidação da 1ª e 2ª séries ocorreu em 10 de maio de 2011<br />5<br />
  10. 10. DRE<br />Forte resultado líquido, mesmo considerando fase de maturação de ativos,... <br />...a política de alavancagem para crescimento e distribuição de dividendos.<br />6<br />
  11. 11. Resultado Financeiro<br />Nenhuma surpresa, o resultado reflete o período de expansão... <br />...dos negócios e preparação para o crescimento da companhia.<br />7<br />
  12. 12. Principais Impactos na DRE 1T11 x 1T10<br />Provisão de Manutenção – R$ 39,7 M (s/ SPVias)<br />Resultado Financeiro Líquido – R$ 58,5 M<br />Alta dos juros<br />Aumento do endividamento<br />8<br />
  13. 13. Tráfego – Variação Anual<br />Y-o-Y Total VEQ – 17,2%<br />Mesma base – 9,1%<br />Consolidado<br />CAGR Total VEQ – 12,8%<br />Receita e Tráfego - Variação por Concessionária<br />9<br />
  14. 14. Análise da Receita<br />Breakdown de Receita – 1T11<br />Meios de Pagamento – 1T11<br />Indexador da Receita – 1T11<br />Receita Operacional Bruta – 1T11<br />10<br />
  15. 15. Endividamento<br />Os índices de alavancagem já começam a se beneficiar ...<br />Div. Líquida / EBITDA LTM<br />Div. Bruta<br />... da recente aquisição e da maturação de negócios em fase inicial.<br />11<br />* O endividamento (bruto e líquido) apresentado acima considera os custos de transação.<br />
  16. 16. Estrutura e Amortização da Dívida<br />O atual cronograma de amortizações não considera...<br />Situação antes dos Refinanciamentos Esperados<br />Em R$ MM<br />...os refinanciamentos já contratados.<br />12<br />* O total de dívida descrito no cronograma de amortizações apresentado acima não considera os custos de transação.<br />
  17. 17. Estrutura e Amortização da Dívida<br />Após estes refinanciamentos, o novo cronograma de amortizações refletirá...<br />Cronograma após refinanciamentos esperados<br />Em R$ MM<br />Projetos performados<br />Financiamentos contratados<br />90% em 2011 e 70% em 2012<br />...o curso normal dos negócios, ampliando o horizonte para novos negócios.<br />13<br />* O total de dívida descrito no cronograma de amortizações apresentado acima não considera os custos de transação.<br />
  18. 18. Investimentos<br />14<br />
  19. 19. Perspectivas e Crescimento<br />Iniciativas para maximização de valor do portfólio atual<br /><ul><li>Assinatura de aditivos contratuais no Estado de São Paulo e Rio de Janeiro;
  20. 20. Maturação das operações da Controlar;
  21. 21. ViaQuatro: Inauguração de mais 3 estações; operação completa da Fase I.</li></ul>Disciplina de capital para os Novos Negócios<br /><ul><li> Mobilidade Urbana;
  22. 22. Aquisições no mercado secundário;
  23. 23. Infraestrutura: Copa 2014 / Olimpíadas 2016 – Mobilidade Urbana;
  24. 24. Programa de Concessões Federais;
  25. 25. Programa de Concessões Estaduais: São Paulo e Minas Gerais.</li></ul>15<br />
  26. 26. Desenvolvimento de Pessoas<br />Relacionamento<br />Sustentabilidade<br />Responsabilidade Social<br />Governança Corporativa<br />Desenvolvimento <br />Base de Sustentação para o Crescimento do Grupo CCR<br />16<br />
  27. 27. Obrigado<br />

×