GEOGRAFIA AGRÁRIA DO BRASIL
SEMINÁRIO SOBRE COMPLEXO AGRO INDUSTRIAL DA PRODUÇÃO
DE LEITE NO BRASIL
UMA VISÃO GERAL DA ORI...
UMA PRODUÇÃO DOMÉSTICA TÍMIDA
•

A pecuária leiteira do
Brasil nasceu em 1532,
quando a expedição
colonizadora de Martim
A...
•

A origem do
leite de
consumo no
Brasil está
ligada ao gado
trazido durante
o período de
colonização
utilizado como
forç...
•
•

•

Até meados do Séc. XIX o consumo de leite teve caráter secundário, com
poucas vacas sendo mantidas para essa ativi...
• A partir da produção do Queijo do Reino pelo mestre
queijeiro holandês Alberto Boeke funda-se em 1888 a
primeira fábrica...
• Em 1897, inaugurou-se no Piauí a Fábrica de
Laticínios, no município de Campinas do
Piauí, um projeto pioneiro no Norte ...
•

Mapa anexo do Albhum Geographico, 1926

•

No Brasil, até o início do Século XX, o leite era consumido sem
tratamento, ...
Década de 1940 – Surto de industrialização
•

Em 1939 o governo do Estado de São Paulo e posteriormente a União
decretam q...
Década de 1960 – Primeiros Passos para o CAI
•
•

•

•

Em 1955 é desenvolvido no Brasil o 1º caminhão tanque para transpo...
Fontes :
•
•
•
•
•
•
•
•

http://www.fernandomadalena.com/site_arquivos/900.pdf acessado
em 06/11/2013
http://bibliotecadi...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Geografia agrária do brasil leite ate 1960 no brasil

403 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
403
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
3
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Geografia agrária do brasil leite ate 1960 no brasil

  1. 1. GEOGRAFIA AGRÁRIA DO BRASIL SEMINÁRIO SOBRE COMPLEXO AGRO INDUSTRIAL DA PRODUÇÃO DE LEITE NO BRASIL UMA VISÃO GERAL DA ORIGEM DA PRODUÇÃO ATÉ 1960 08/11/2013 BRUNO M. C. DE ALBUQUERQUE UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO IGEOG
  2. 2. UMA PRODUÇÃO DOMÉSTICA TÍMIDA • A pecuária leiteira do Brasil nasceu em 1532, quando a expedição colonizadora de Martim Afonso de Souza trouxe para a vila de São Vicente, São Paulo, os primeiros bois e vacas; • Desenvolvimento vagaroso sem grandes evoluções tecnológicas; • Mapa da penetração do gado no século XVI; ( http://www.consciencia.org/os-primordio )
  3. 3. • A origem do leite de consumo no Brasil está ligada ao gado trazido durante o período de colonização utilizado como força de trabalho nos engenhos de cana de açúcar e posteriormente a pecuária de corte em regiões como Goiás e o Sul do país.
  4. 4. • • • Até meados do Séc. XIX o consumo de leite teve caráter secundário, com poucas vacas sendo mantidas para essa atividade impedindo o consumo de leite se tornasse um hábito; Por volta de 1870, o Vale do Paraíba, região em que está a maior produção cafeeira, passa pelo esgotamento de seu solo e redução da produtividade surgindo no Vale do Paraíba a oportunidade para a produção de leite; Fonte do mapa: http://www.oespacobrasileiro.blogspot.com.br/2010/04/movimentos-da-populacao-brasileira.html
  5. 5. • A partir da produção do Queijo do Reino pelo mestre queijeiro holandês Alberto Boeke funda-se em 1888 a primeira fábrica de laticínios do Brasil, a Companhia de Laticínios da Mantiqueira, com equipamentos importados da Holanda na atual cidade de Santos Dumont-MG; • Começou-se a produção de manteiga e queijos e a produção de leite para consumo para exportação para o Rio de Janeiro e Minas Gerais, contribuindo para a criação de entrepostos e outras fábricas de laticínios em MG e RJ;
  6. 6. • Em 1897, inaugurou-se no Piauí a Fábrica de Laticínios, no município de Campinas do Piauí, um projeto pioneiro no Norte e Nordeste do Brasil. O maquinário veio da Inglaterra através de transporte marítimo e fluvial. A matéria prima para a fabricação da manteiga vinha de fazendas de todo o Brasil;
  7. 7. • Mapa anexo do Albhum Geographico, 1926 • No Brasil, até o início do Século XX, o leite era consumido sem tratamento, causando uma série de doenças aos consumidores; • O transporte do leite que era feito pelos escravos, em latão, passou a ser feito pelos vaqueiros que o produziam nas periferias das cidades e entregavam diretamente ao consumidor com um curtíssimo prazo de validade;
  8. 8. Década de 1940 – Surto de industrialização • Em 1939 o governo do Estado de São Paulo e posteriormente a União decretam que todo o leite distribuído à população deveria ser obrigatoriamente pasteurizado e são definidos os tipos de leite pasteurizado: A, B e C; • Em 1940 as garrafas de vidro deviam possuir fecho inviolável, além de trazer a marca da empresa e a data de validade. O consumidor passa a ter acesso ao leite com padrão conhecido e maior confiabilidade; • Após 1940 a pasteurização lenta passa a ser substituída pela pasteurização rápida (HTST - alta temperatura em curto tempo) que veio facilitar as operações industriais e levou ao aumento da produtividade das empresas; • A intervenção do governo no setor, a partir de 1945, modificaria este quadro com o tabelamento do leite iniciado em 1945 no Rio de Janeiro, que durou quase cinqüenta anos; • Não estimulou a produção de leite, nem tampouco a regularização do abastecimento e acabou inibindo o desenvolvimento do setor
  9. 9. Década de 1960 – Primeiros Passos para o CAI • • • • Em 1955 é desenvolvido no Brasil o 1º caminhão tanque para transporte de leite, com capacidade de 17.500 litros, feito de aço inox, revestido com chapas de ferro, porém sem isolamento térmico; Somente durante a década de 60 o semi-reboque rodoviário substituiria o vagão de trem e o latão no transporte de leite resfriado o mesmo desenvolvimento, porém, não aconteceu na distribuição do leite pasteurizado pronto para consumo porque sua refrigeração continuou a ser feita com barras de gelo e não havia tecnologia para o uso de refrigeradores; O tabelamento rigoroso do governo federal inibiu os investimentos necessários para uma cadeia de frio adequada e prejudicou a qualidade e impediu a extensão do prazo de validade do leite pasteurizado ofertado ao consumidor; Mas a partir do aumento da infra-estrutura nacional em energia elétrica, transportes e investimentos pelas politicas publicas para desenvolver a atrair o capital privado, inicia-se uma nova fase para o setor leiteiro que mudou totalmente sua cadeia de produção e importância para a economia do país tanto interna como externa;
  10. 10. Fontes : • • • • • • • • http://www.fernandomadalena.com/site_arquivos/900.pdf acessado em 06/11/2013 http://bibliotecadigital.fgv.br/dspace/bitstream/handle/10438/575/119 9.pdf;jsessionid=6F910E28FF438E3D5663F03B28EE9CD4? sequence=2 acessado em 08/11/2013 http://www.cegh.com.br/2012/09/lista-exercicios-4-expansao-de.html acessado em 08/11/2013; http://www.queijosnobrasil.com.br/queijo-reino-reino.html acessado em 08/11/2013 http://stravaganzastravaganza.blogspot.com.br/2011/05/o-primeirolaticinio-da-america-do-sul.html acessado em 08/11/2013; http://cienciadoleite.com.br/?action=7&r=62 acessado em 08/11/2013; http://www.piaui.pi.gov.br/terra-querida/especial/id/1101; http://www.jornalggn.com.br/blog/luisnassif/as-importacoes-dealimentos-na-decada-de-1920

×