Mineirão_12 10-14.1

183 views

Published on

Published in: News & Politics
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
183
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Mineirão_12 10-14.1

  1. 1. A chance de que a Copa do Mundo de 2014 fosse um divisor de águas no tratamento dado à emis- são de Gases de Efeito Estufa (GEE) dificilmen- teserealizará.Omotivo: falta de planejamento e coordenação nacional. Paraqueaçõesdedimi- nuição da emissão de GEE possam ser realiza- das é fundamental que estejam previstas nos contratos das obras, o que não houve na imensa maioria dos casos nas 12 cidades-sede que recebe- rão o torneio. A exceção é o Mineirão, queprevianoeditaldaPar- ceria Público-Privada para sua reforma ações de sus- tentabilidade. Além disso, abasededadosdaPrefeitu- ra de Belo Horizonte e do governo do Estado favore- ceramaelaboraçãodorela- tório da “pegada de carbo- no” em Minas Gerais. BHCOMOREFERÊNCIA FinanciadopelaEmbaixa- da Britânica, o levanta- mento da “pegada de car- bono” em Minas custou 95 mil Libras Esterlinas (R$ 310.460). O euro- peus também estão ban- cando os relatórios de Curitiba e Fortaleza. En- tretanto, não há recurso assegurado para as outras nove cidades-sede. Assim, Belo Horizonte se tornou referência. Por isso,napróximaquinta-fei- ra será realizada uma reu- nião da Câmara Temática do Meio Ambiente, em Brasília, com os responsá- veis pela área em cada uma das sedes. Em pauta estará a elaboração do mesmo relatório em cada umadelas,tendocomoba- se metodológica o de Belo Horizonte. O conceito de Copa Ver- de, em que variáveis de sustentabilidadecomeça- ram a ser efetivamente utilizadas, teve início na Alemanha, em 2006. O país europeu se vanglo- rioudeteradotadomedi- das compensatório e mi- tigadoras para zerar a “pegada de carbono”. Entretanto, de acordo com o gerente do proje- to sustentabilidade da Copa em Minas Gerais, Vinícius Lott, apenas parte da pegada foi con- templada.“Nãoconside- raram as viagens inter- nacionais, que são res- ponsáveis pela maior emissão”, explica. O mesmo ocorreu na Áfri- ca do Sul, em 2010. Desta vez, no Brasil, a expectativaéqueissose- ja feito. Entretanto, será preciso contar com a co- laboração de outros ato- res.“Estamosconversan- do com empresas aé- reasetambémvamosfa- zercampanhasparapro- moveraparticipaçãovo- luntária de quem vier à Copa”, explica Lott. Individualmente, os turistas poderão contri- buircomprojetoscertifi- cados, dando dinheiro – por meio de cartões de crédito – para o seu de- senvolvimento. Isso aconteceu duran- teaRio+20,conferência global da Organização dasNaçõesUnidas,reali- zada em junho deste ano, no Rio de Janeiro, quandoa“pegadadecar- bono”, de aproximada- mente 5 mil tCO2e, foi praticamente zerada. Buscapelo pioneirismo deCopaVerde NÚMEROS milreais foiocusto dorelatório “Pegadade Carbono daCopado Mundoda Fifa2014e daCopadas Confedera- çõesdaFifa 2013em Minas Gerais” 310 OEfeitoEstufaéum fenômenonatural proporcionadopor gasesretidosna atmosferadaTerra.Essa camadaimpedequea radiaçãosolarseja completamente refletidapeloplaneta,e retémocalorpropícioà vida.Entretanto,aação dahumanidade,em especialcoma industrialização,apartir doSéculoXIX,ea agropecuáriaextensiva, temaumentadoa quantidadedecalor retidonaTerra.Issoéum dosfatoresqueos cientistaschamamde MudançasClimáticas, sendooAquecimento Globalumdosmais preocupantes. Osprincipaisgasessão DióxidodeCarbono (CO2),Metano(CH4)e ÓxidoNitroso(N2O). Entretanto,a“pegada decarbono”émedida apenasemCO2. milhõesde tCO2esão emitidospor Belo Horizonte anualmente USINA-AS células fotovoltái- casque serão instaladas nalajedo Mineirão ajudarãoa reduzira produçãode Gasesde EfeitoEstufa (GEE);jáas obrasdo BRTda avenida Cristiano Machado emitirão11 miltCO2e 3,75 OquesãoGases deEfeitoEstufa SAIBAMAIS SYLVIO COUTINHO/DIVULGAÇÃO - 10/10/12 FREDERICOHAIKAL-04-10-2012 > Faltadeuma política nacional hojeemdia.com.br 13BeloHorizonte,domingo,14.10.2012 HOJEEMDIAEconomia

×