Orientações para o vestibular da unicamp 2010

163 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
163
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Orientações para o vestibular da unicamp 2010

  1. 1. Orientações para o vestibular da UNICAMP 2010Geografia – Prof. Rógers.Com o intuito de uma melhor leitura do dito “novo vestibular da Unicamp” aqui vãoalgumas observações do que mudou e algumas dicas em Geografia.1- Chamo a atenção para a incorporação de 3 disciplinas: Filosofia, Sociologia e Artes.As questões não serão cobradas puramente, mas sim misturadas com Geografia eHistória. Para Geografia estão associadas as matérias de sociologia e eventualmenteartes e para história a disciplina de filosofia e parcialmente artes também.COMENTÁRIO: Creio que para geografia não haja preocupação sabendo quesociologia e geografia humana são praticamente sinônimos e previstos na grade escolar.Já em artes poderemos ver isso como manifestações culturais e artísticas relacionandocom a sociedade--- dica: muita atenção à cultura africana!2- Antes geografia respondia por 11,7% da prova, agora por 9,9% (isso sem contar os3,6% sobre filosofia, sociologia e artes).3- As questões ficaram bem mais curtas, com textos mais breves e precisos. Um textopoderá servir de base para até duas questões e até mesmo de disciplinas diferentes,geralmente dividimos com história. Isso porque o tempo de resolução tem que sermenor em virtude do vertiginoso aumento do número de questões. Deduziram atémesmo a alternativa “e”, isso faz com que tenham que decidir entre apenas quatroalternativas (não se iludam, uma alternativa a menos dá margem para uma maiorcriatividade de quem faz a prova!!!!).4- Não tome como base o último simulado aplicado pela própria Unicamp! Em reuniãono último dia 08/09 eu pessoalmente conversei com dois professores de geografiada instituição, afirmaram que o simulado funcionou como uma espécie de teste parasaber como aplicar as novas tendências na prova real e que muitas questões ficarama desejar. Em especial, pessoalmente detectei, 4 questões com problemas, 2 delas decunho sério. A Unicamp alega que a prova real será diferente do simulado.5- Notei uma forte inclinação para as questões em geografia física, o que já vinhaacontecendo antes. Atenção para Cartografia, fuso-horário, hidrografia ,climatologia e escala. O curioso é que agora eles fundem as vertentes de geografiafísica e humana, ou seja, uma mesma questão irá abordar os conhecimentoshumanos-políticos e físicos. Se o vestibulando não souber um deles fatalmente iráerrar a questão--- dica: use a associação intuitiva, exemplo: se a questão abordaaeroportos procure links como transportes, logística e climatologia para resolver aquestão!6- Terão pelo menos 3 questões que eu chamo de “missão impossível”. São questõesdetratoras: elas tem o objetivo de desempatar alunos, tipicamente classificatória.Tem características puramente técnicas e dificilmente 80% dos candidatos acertam.Exemplo: Como se forma uma geada? Essa resposta remete a um conhecimentotécnico físico sobre topografia e climatologia e raramente é visto por professores emsala de aula.7- Questões poderão trazer estudo dos dados fornecidos de fontes como o IBGE:análise de pobreza, violência, discriminação racial, infra estrutura e segregação.8- Outra tendência são as abordagens de sistemas atuais como GPS, GIS e SIG’s.
  2. 2. 9- Atenção às questões ditas como ATUALIDADES. Diferente de outros vestibulares,a Unicamp não cobrará fatos recentes, principalmente deste ano. No máximo algumacontecimento que aconteceu no 1º semestre de 2010. Na verdade não se perguntasobre o fato em si, mas é uma forma de contextualização para se cobrar algumateoria. Exemplo: pode se falar do pré-sal mas perguntar sobre as formas de extraçãodo petróleo ou de como se revertem as verbas destinadas ao governo, com possívelassociação à pobreza.10- A tendência é que mais de 80% dos conhecimentos sejam de geografia do Brasil.Isso é que venho percebendo ao longo de 8 anos...11- Cuidado que outra forma de questões detratoras são as que induzem ao erro. Fiquemuito atento com questões óbvias demais, principalmente quando envolvemanálises de textos, gráficos e mapas.12- Não haverá mais questões que solicitam que o candidato aponte alternativasincorretas ou que analise entre V e F .13- um fato curioso é que estão evitando questões com interrogação ou que remete umapergunta. Agora tem um texto-enunciado e simplesmente termina com dois pontos.O candidato terá que ver qual alternativa dará a continuação do enunciado. Acheibem interessante e inteligente.14- Acabaram as provas temáticas.15- Chamo a atenção para as estatísticas de vestibulares anteriores da Unicamp ondeuma grande gama de candidatos erram questões que eram de análises simples detabelas e gráficos, portanto cuidado ao olhar gráficos e tabelas!Considerações do professor:Particularmente achei que a tendência da Unicamp seria melhorar a prova no intuitode deixá-la mais inteligente e menos desleal para aqueles alunos que estudam. Algoparecido com as matrizes do ENEM.A impressão que eu tive foi que a mudança foi apenas no intuito de minimizar otrabalho de correção, onde suprimiram as questões dissertativas; questões que é obrigatóriaa intervenção humana e não pode-se delegar a correção a uma leitora óptica.Algumas mudanças eu gostei como a fusão de sociologia, filosofia e artes; a fusãodas duas vertentes física e humana e o corte de conteúdo demasiado.Infelizmente algumas questões são parecidas com as da FUVEST e outras semi-impossíveis com as tendências antigas da Unicamp.Só saberei mesmo da qualidade das mudanças quando sair o primeiro ciclo deprovas e aferir se as orientações passadas serão de fato aplicadas.Consideração final: considero a prova da Unicamp uma avaliação onde os alunos doSanta Marina tem perfeitas condições e plenamente capazes de resolver e lograr êxito.Bastará apenas trabalhar as questões emocionais, muita atenção na resolução e administraro tempo.Espero que as observações tenham sido úteis e espero vê-los “lá dentro” em 2011!!!Abração,Prof. Rógers

×