Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
ILHA DO MOSQUEIRO:
FACES E CONTRAFACES
NA MÍDIA
AIRTON REIS– 1012600801
EDILENE PINHEIRO – 10126001201
INGRID MARINHO-1012...
MOSQUEIRO: APRESENTAÇÃO
 A Ilha do Mosqueiro pertence ao município de Belém, mas localiza-
se a 77 km da sua sede. A Ilha...
VERÃO EM MOSQUEIRO
 A maior acessibilidade desse grupo social de
menor poder aquisitivo às praias de Mosqueiro,
principal...
A INFLUÊNCIA DA MÍDIA
 Mostraremos como as mídias apresentam as diversas faces de Mosqueiro e
como é retratado a imagem d...
OBJETIVOS
 Apresentar os diversos discursos midiáticos relacionados à cidade de
Mosqueiro;
 Entre essas apresentações, d...
Mosqueiro
(Mostarda na Lagarta)
 Férias de julho vamo ter que passear
Mas sem dinheiro como vamo viajar?
Vamo pegar o bei...
 Férias de julho todo mundo em mosqueiro
Ta bombando ta bombando o dia inteiro
Muita cerveja muita vódca e birita
Muito p...
REFERÊNCIAS
 Fonte dos vídeos:
 http://www.youtube.com/watch?v=qO0L2JTOqJc
 http://www.youtube.com/watch?v=tFFDKHDBf-8
...
Ilha do Mosqueiro: Faces e Contrafaces na Mídia
Ilha do Mosqueiro: Faces e Contrafaces na Mídia
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Ilha do Mosqueiro: Faces e Contrafaces na Mídia

803 views

Published on

.

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Ilha do Mosqueiro: Faces e Contrafaces na Mídia

  1. 1. ILHA DO MOSQUEIRO: FACES E CONTRAFACES NA MÍDIA AIRTON REIS– 1012600801 EDILENE PINHEIRO – 10126001201 INGRID MARINHO-10126001601
  2. 2. MOSQUEIRO: APRESENTAÇÃO  A Ilha do Mosqueiro pertence ao município de Belém, mas localiza- se a 77 km da sua sede. A Ilha teve seu processo de valorização para o Turismo iniciado no período áureo da economia da borracha e se acelerou com a implantação da ponte ligando-a ao continente, durante a década de 1970. A sua expansão deu sequência ao modelo europeu de seus fundadores e acompanhou o desdobramento dos fluxos mundiais de viagens pautados na dobradinha sol e praia. Dessa forma, as 17 praias encontradas na orla ribeirinha da ilha de Mosqueiro, traçada da Ponta do Bitar, na Vila (setor oeste) até a Ponta da Fazenda, na Baía do Sol (setor norte), se formataram como o principal atrativo à demanda turística dos grupos sociais belenenses de maior renda, onde a configuração territorial se delimitava pelas casas de veraneio de segunda residência ao longo das orlas dessas praias.
  3. 3. VERÃO EM MOSQUEIRO  A maior acessibilidade desse grupo social de menor poder aquisitivo às praias de Mosqueiro, principalmente àquelas de sua orla oeste, propiciou uma maior diversidade social nessa orla, mais nitidamente o encontro com outras pessoas. Na segunda metade da década de 1990, a flutuação populacional nos finais de semana de julho - alta estação do veraneio paraense - chegava a 150 mil pessoas.
  4. 4. A INFLUÊNCIA DA MÍDIA  Mostraremos como as mídias apresentam as diversas faces de Mosqueiro e como é retratado a imagem da Ilha hoje na visão dos diversos grupos sociais que hoje frequentam a ilha, baseando- se na concepção de Jenkins (2006) e Kellner (2008), no que diz respeito a alfabetização critica da mídia “[...] que é uma resposta educacional que amplia a noção de alfabetização, incluindo diferentes formas de comunicação de massa, cultura popular e novas tecnologias, dizem os autores, e que ela também aprofunda o potencial da alfabetização para analisar criticamente relações entre a mídia e as audiências, informação e poder.” De certa forma, o olha da mídia sobre a Ilha de Mosqueiro aparece de diversas formas; documentários procuram valorizar a cultura, a música Mosqueiro da banda Mostarda na Lagarta apresenta um olhar e um discurso focando na violência e marginalização presente durante o verão na Ilha, enquanto a TV cultura apresenta um comercial, mostrando o laser que as férias de julho em Mosqueiro pode proporcionar. Daí percebemos como os meios midiáticos mostram e focam olhares diferentes, a partir de um mesmo lugar ou tema.
  5. 5. OBJETIVOS  Apresentar os diversos discursos midiáticos relacionados à cidade de Mosqueiro;  Entre essas apresentações, destacar vídeos: MIKE DO MOSQUEIRO PASSARINHO TOCANDO VIOLÃO; ILHA DO MOSQUEIRO; documentário da TV CULTURA MOSQUEIRO: ILHA DOS SABORES e uma música da banda Mostarda na Lagarta;  Pretende-se, assim, analisar com cada um desses vídeos mostra uma imagem diferente da cidade e como eles estão, de certa forma, focando em temas, como: verão, férias, cultura, álcool e violência.
  6. 6. Mosqueiro (Mostarda na Lagarta)  Férias de julho vamo ter que passear Mas sem dinheiro como vamo viajar? Vamo pegar o beiradão do desespeiro Vamo levar toda galera pra mosqueiro  Quando chegamo fomo lá pro murumbira Me espantei com a quantidade de pipira Não teve jeito, não pude aguentar Primeiramente escondi meu celular  Comprei logo uma garrafa de cachaça Lá vem uma pipira sem graça Toda cheia de espinha e de curuba Cabelo pinchaim, não tinha peito e nem bunda Mas como eu to em ritmo de férias Eu não dispenso eu to pegando até mocréia
  7. 7.  Férias de julho todo mundo em mosqueiro Ta bombando ta bombando o dia inteiro Muita cerveja muita vódca e birita Muito pivete cheira cola e muita briga  Já to porre não consigo nem ficar de pé Cadê as mulhé? Cadê as Mulhé? Lá vem uma loirinha de arrasar Eu vou lá, eu vou lá  -Oi prazer posso ti conhecer? Meu nome é Chico gostei de você -Credo me solta, sai pra lá -Calma gatinha olha aqui meu celular, eu tenho um carrão e muito dinheiro -Qual seu nome mesmo?  Vamo sair, vamo namorar, a noite é nossa vamo zoar! O alcool acabou o efeito ta passando A noite terminou, mas pra mim ta começando!  -Aê Garçom! Põe um brega ai porra! -Selou!  Férias de julho todo mundo em mosqueiro Tá bombando ta bombando o dia inteiro Muita cerveja muita vódca e birita Muito pivete cheira cola e muita briga
  8. 8. REFERÊNCIAS  Fonte dos vídeos:  http://www.youtube.com/watch?v=qO0L2JTOqJc  http://www.youtube.com/watch?v=tFFDKHDBf-8  http://www.youtube.com/watch?v=Hnr8D6_ZWuA  http://www.youtube.com/watch?v=6ISA4K2d_7o  http://www.youtube.com/watch?v=cHzwVnvgKY0   Referências  JENKINS, Henry. Cultura da convergência. 2ª edição. São Paulo: Aleph, 2009.  KELLNER, Douglas & SHARE, Jeff. Educação para a leitura crítica da mídia, democracia radical e a reconstrução da educação.  http://portalmosqueiro.jimdo.com/hist%C3%B3ria-de-mosqueiro/ acesso em 22/06/2014, às 14h53.  http://letras.mus.br/mostarda-na-lagarta/1389322/ acesso em 19/06/2014, às 14h53. 

×