Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Perspectivas 2013: investimentos para o desenvolvimento

6,744 views

Published on

Apresentação feita pelo ministro Fernando Pimentel, do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, durante 40ª reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, realizada no dia 27/02/13, no Palácio do Planalto

Published in: News & Politics
  • Be the first to comment

Perspectivas 2013: investimentos para o desenvolvimento

  1. 1. Perspectivas 2013:investimentos para odesenvolvimentoConselho de Desenvolvimento Econômico e Social - CDESFernando PimentelMinistro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Brasília, 27 de fevereiro de 2013
  2. 2. Investimentos para o Desenvolvimento Panorama Global dos Investimentos: quadro deestagnação e recessão econômica Panorama Brasil dos Investimentos: contraste como panorama global • Atratividade do país, com aumento do investimento estrangeiro direto no país e maior presença internacional das empresas brasileiras • Após impacto da crise mundial, país possui condições objetivas para novo ciclo de investimento produtivo com retomada da competitividade em 2013 Desafio para o Brasil: investimento como alicerce docrescimento
  3. 3. A crise financeira internacional afetou o volume de IED no mundoFonte: UNCTAD(*) Estimativa
  4. 4. No quadro global de instabilidade, a atratividade já elevada do Brasil cresceuFonte: UNCTADElaboração: Ministério da Fazenda
  5. 5. Brasil está entre os lugares preferenciais onde os empresários planejam ampliar negócios este ano Pesquisa com 1.330 CEOs: citações dos empresários sobre onde planejam ampliar seus negócios nos próximos 12 meses, excluído seu país de origemFonte: PricewaterhouseCoopersElaboração: Ministério da Fazenda
  6. 6. Os serviços lideraram o IED no Brasil em 2012. Na indústria, metalurgia e alimentos foram destaquesFonte: BACEN
  7. 7. Ex-Tarifário: instrumento de estímulo a investimentos de atualização e modernização da indústria nacional 55 50 45 40 35Bilhões 30 25 20 15 10 2007 2008 2009 2010 2011 2012 Investimentos Globais Vinculados (US$) Pleitos Aprovados Fonte: MDIC
  8. 8. Cresce a demanda por investimentos, com diversificação setorial BNDES, Enquadramento 2012 => desembolsos a partir de 2013 em R$ milhões Var. Ramo / Setor BNDES 2012 2012/2011 Agropecuária 17.749 75% Indústria 106.788 68% Infraestrutura 88.720 36% Comércio/serviços 51.585 12% Adm. Pública Direta - Estados 32.574 1765% Total 297.416 59%Fonte: BNDES
  9. 9. Investimento voltará a crescer em 2013 Formação Bruta de Capital Fixo (FBKF) e Desembolsos do BNDES (R$ Bilhões) - a preços de 2011 900 140 FBKF (*) 800 120 100 700 80 600 Desembolsos BNDES p FBKF (**) 60 500 40 400 20 300 0 2010 2013 p 2004 2005 2007 2008 2011 2006 2009 2012 p (**) exclui dos desembolsos totais as operações de Exim Pré e Pós; Giro, Ajuste Fiscal, Fusão/Aquisição; Internacionalização e Mercado de Capitais (*) FBKF: valores projetados para o 4T/2012 e para 2013Fonte: BNDES
  10. 10. Um olhar mais à frente. 2013-2016: Planos em expansão emtodos os setores Perspectiva do Investimento 2013-2016 (R$ bilhões) Setores 2008-2011 2013-2016 Δ% Indústria 847 1.033 21,9 Infraestrutura 359 489 36,2 Residencial 596 770 29,1 Agricultura e Serviços 1.149 1.513 36,7 Total 2.951 3.806 29,0 Fonte: BNDES* (*) baseado na pesquisa “BNDES Perspectivas de Investimento”, que cobre setores responsáveis por 57% dos investimentos da economia e em projeções econométricas e de especialistas para os demais setores, responsáveis por 43% dos investimentos no País.
  11. 11. Indústria financeira brasileira: muito espaço para avançar Debêntures / PIB (%) 2010 Crédito / PIB (%) 2010 South Korea Spain United Portugal Italy Australia Japan Austria Chile China Austria Italy France France Germany Germany Canada Greece China Japan South Africa South Korea Brazil South Africa Australia Chile Mexico United Argentina Canada Spain Brazil Indonesia Indonesia Portugal Mexico Greece Argentina 0 10 20 30 40 0 100 200 300Fonte: Financial Structure Database e BIS - 2010
  12. 12. Mirando o passado recente e o futuro próximo: condições para ciclo robusto assentado em 4 pilaresO Brasil diversifica suas fontes de crescimento Mola mestra: o investimento Consumo de massa Consumo de + massa Habitação Consumo de + + massa Infraestrutura Infraestrutura + + + Exportações Exportações Exportações Exportações
  13. 13. Desafios 2013/14 Crescimento médio do PIB em pelo menos 4% ao ano A formação bruta de capital fixo deve crescer pelo menos a uma velocidade duas vezes maior do que a velocidade de crescimento do PIB (de 8% a 10% ao ano), como ocorreu na década de 2000Instituições públicas, como o BNDES, financiarão o desenvolvimento. Mas também é necessário uma indústria financeira privada fortemente comprometida com o desenvolvimento de longo prazo.Crescimento sustentado:  Condições objetivas estão dadas A mobilização é a agenda de hoje
  14. 14. Perspectivas 2013:investimentos para odesenvolvimentoConselho de Desenvolvimento Econômico e Social - CDESFernando PimentelMinistro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Brasília, 27 de fevereiro de 2013

×