Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Perspectivas para 2013 eOportunidades de Investimento                 Nelson Barbosa   Secretário Executivo, Ministério da...
Perspectivas para 2013• Aumento da taxa de crescimento• Redução da inflação• Manutenção da baixa taxa de  desemprego• Cont...
Crescimento econômico          Indicadores de Janeiro confirmam perspectiva de                            recuperação     ...
Inflação (IPC-S)   A inflação de alimentos mostra sinais de desaceleração2,502,00                  IPC-S   Alimentação1,50...
Taxa de Desemprego (média anual)      O desempenho do mercado de trabalho é fundamental            para viabilizar e suste...
Emprego, renda e massa salarial      O crescimento da renda permite a expansão do mercado      8                          ...
Estratégia da Política Econômica• Aumento da competitividade via  redução de custos tributários,  financeiros e de infraes...
* Inclui expectativa de investimentos em   Fonte: EPL, EPE, MME e Ministério da Fazenda  aeroportos regionais.
Novas Condições Financeiras para            Concessões de Rodovias e Ferrovias                                        Ferr...
Principais Fontes de Financiamento                 principais instrumentos Mercado de              BNDES                  ...
Project Finance: Sequência de Eventos                                       Assinatura de                                 ...
Project Finance: Sequência de Eventos                                       Assinatura de                                 ...
Continuação da Agenda daCompetitividade e do InvestimentoNo Congresso Nacional• Reforma do ICMS (eliminação da incerteza  ...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Perspectivas para 2013 e Oportunidades de Investimento - CDES

4,856 views

Published on

Apresentação feita pelo secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa, durante 40ª reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, realizada no dia 27/02/13, no Palácio do Planalto

Published in: News & Politics

Perspectivas para 2013 e Oportunidades de Investimento - CDES

  1. 1. Perspectivas para 2013 eOportunidades de Investimento Nelson Barbosa Secretário Executivo, Ministério da FazendaConselho de Desenvolvimento Econômico e Social Brasília, 27 de Fevereiro de 2013
  2. 2. Perspectivas para 2013• Aumento da taxa de crescimento• Redução da inflação• Manutenção da baixa taxa de desemprego• Continuação do crescimento da massa salarial
  3. 3. Crescimento econômico Indicadores de Janeiro confirmam perspectiva de recuperação 2012 2013 Indicadores econômicos* ago set out nov dez jan ABCR - Fluxo de Veículos Pesados nas Rodovias 4,2% -2,6% 1,2% -0,6% -3,7% 5,0% ANFAVEA - Produção de Veículos (unidades) 4,1% 0,0% 5,1% -3,9% 0,7% 9,4% SNIC - Vendas de Cimento (1000 t) 3,6% -9,9% 10,6% -3,0% -3,1% 6,9% ABPO - Expedição de Papel (ton) 9,2% -5,6% 2,7% -1,6% -4,8% 11,7% FENABRAVE - Licenciamentos de Autoveículos(unidades) 7,0% -26,7% 27,9% -11,2% -1,5% 20,5% SPC - Consultas para vendas no comércio varejista 2,3% -3,7% 10,7% -7,6% 0,2% 2,4%*/Dados com ajuste sazonal
  4. 4. Inflação (IPC-S) A inflação de alimentos mostra sinais de desaceleração2,502,00 IPC-S Alimentação1,50 1,481,000,50 0,260,00Fonte: FGV
  5. 5. Taxa de Desemprego (média anual) O desempenho do mercado de trabalho é fundamental para viabilizar e sustentar o crescimento 13 12 11 10 9 8 7 6 5 4 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013**/ Acumulado em 12 meses.Fonte: IBGE/PME
  6. 6. Emprego, renda e massa salarial O crescimento da renda permite a expansão do mercado 8 consumidor 7,48 7,47 7 6,17 6,33 6 5,57 5 4,91 3,64 4,77 4 3,95 3,99 3,71 4,08 4,10 3 3,17 2,66 2 2,91 3,49 1 1,90 2,55 3,36 0,73 2,06 2,15 2,22 0 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013* População Ocupada Rendimento Médio Real Habitual (todos os trabalhos)*/ Taxa acumulada em 12 meses até janeiro/13**/ Massa de Rendimentos Real Habitual de Todos os Trabalhos a preços de janeiro/13Fonte: IBGE/PME
  7. 7. Estratégia da Política Econômica• Aumento da competitividade via redução de custos tributários, financeiros e de infraestrutura• Aceleração do crescimento puxado pelo investimento, sobretudo em infraestrutura
  8. 8. * Inclui expectativa de investimentos em Fonte: EPL, EPE, MME e Ministério da Fazenda aeroportos regionais.
  9. 9. Novas Condições Financeiras para Concessões de Rodovias e Ferrovias Ferrovias Rodovias Prazo da concessão 35 anos 30 anos Até 80% Até 80% Valor do financiamento com ICD de 1,2 com ICD de 1,2 Prazo do financiamento Até 35 anos Até 30 anos Carência do financiamento Até 5 anos Até 5 anos Taxa de juros TJLP + até 1% aa TJLP + até 1,5% aa Taxa de retorno real do De 9,3% a 12,5% aa De 9% a 15% aa acionistaFonte: EPL/Ministério da Fazenda
  10. 10. Principais Fontes de Financiamento principais instrumentos Mercado de BNDES União Capitais PSI e carteira de IE Em estudoDebêntures deInfraestrutura Projeto de Bancos Comerciais: Fundo de Infraestrutura Direitos Compulsório (SPE) Creditórios Empréstimos CRI sindicalizados Acionista Recursos próprios e IPO
  11. 11. Project Finance: Sequência de Eventos Assinatura de contrato/aprovação Aprovação do de empréstimo Empréstimo de Fim da Leilão ponte Operação longo prazo concessão 3 Meses 6 Meses 30 Meses a ... 30 anos 60 Meses Investidores locais e Equity (20-35%) estrangeiros Bancos e Empréstimo Empréstimo longo prazo (65- ponte 80%) Investidores locais e Debêntures de infra estrutura estrangeiros (10-15%)Fonte: BNDES
  12. 12. Project Finance: Sequência de Eventos Assinatura de contrato/aprovação Aprovação do de empréstimo Empréstimo de Fim da Leilão ponte Operação longo prazo concessão FASE CRÍTICA DE DEMANDA POR SEGUROS E GARANTIAS 3 Meses 6 Meses 30 Meses a ... 30 anos 60 Meses Investidores locais e Equity (20-35%) estrangeiros Bancos e Empréstimo Empréstimo longo prazo (65- ponte 80%) Investidores locais e Debêntures de infra estrutura estrangeiros (10-15%)Fonte: BNDES
  13. 13. Continuação da Agenda daCompetitividade e do InvestimentoNo Congresso Nacional• Reforma do ICMS (eliminação da incerteza jurídica e simplificação)• Desoneração da folha de pagamento (mais setores)Em construção:• Criação da ABGF e reforço dos fundos garantidores• Reforma do PIS/COFINS (crédito financeiro)

×