Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
BIBLIOTECA ESCOLAR DE CUBA
PLANO DE AÇÃO
QUADRIÉNIO - 2013/2017
INTRODUÇÃO
É uma urgente necessidade escolar, social e cul...
aquisição de novos materiais, nomeadamente, a manutenção da imprensa em suporte papel
e/ou digital.
Na sua operacionalizaç...
4. Capacitar os alunos para o uso efetivo e crítico dos recursos informacionais
perspectivando a aprendizagem ao longo da ...
f ) Promover o uso da biblioteca e dos seus recursos dentro e fora da escola;
g ) Representar a BE no Conselho Pedagógico....
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Plano de acção quadrienio13 17

256 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Plano de acção quadrienio13 17

  1. 1. BIBLIOTECA ESCOLAR DE CUBA PLANO DE AÇÃO QUADRIÉNIO - 2013/2017 INTRODUÇÃO É uma urgente necessidade escolar, social e cultural, saber formar e educar leitores. (Aguiar e Silva, 1998, p.9) A transformação da escola frente à sociedade do conhecimento passa, sobretudo, pela atuação da biblioteca escolar e por suas práticas informativas e educativas contextualizadas no projeto pedagógico para não somente transmitir informação, mas também gerar uma atividade cognitiva. (Moran, 1994) Neste quadriénio, o desafio que se coloca às bibliotecas do agrupamento é a resposta a ações de melhoria identificadas nos relatórios de autoavaliação do quadriénio anterior, considerando, contudo, que a biblioteca é um serviço onde os seus utilizadores podem adquirir um conjunto de competências que os tornem mais autónomos na pesquisa, selecção e organização da informação. Continuamos, portanto, a entender necessário promover a BE, não apenas como colaboradora no processo de aprendizagem, mas como uma parte integrante da aprendizagem, cujo plano de intervenção decorre do Projectivo Educativo de Agrupamento (PEA). O objectivo central é tornar a BE num recurso fundamental que promova a melhoria das aprendizagens, o ensino integrado das TIC (utilização dos diferentes softwares para o desenvolvimento de diferentes competências e literacias) e o fomento da leitura de textos, literários e informativos, em diferentes suportes. Quanto à gestão da coleção, deverá continuar a pensar-se no seu crescimento e na qualidade da mesma, ainda que se se considere que a não atribuição de um orçamento à BE dificulta a
  2. 2. aquisição de novos materiais, nomeadamente, a manutenção da imprensa em suporte papel e/ou digital. Na sua operacionalização, o PA tem como finalidades:  Desenvolver um projeto comum a nível do agrupamento, assente numa gestão integrada das BEs;  Reforçar as dinâmicas do Agrupamento através do PEA, facilitando o desenvolvimento das diferentes literacias e o sucesso educativo dos alunos;  Promover uma maior articulação entre a BE e a sala de aula;  Continuar a articulação com o PNL;  Dar continuidade a projetos das BEs que envolvam escola, famílias e comunidade;  Dar continuidade à parceria com a Câmara Municipal, articulando estratégias entre os diferentes parceiros, favorecendo o desenvolvimento do hábito e do prazer da leitura e da aprendizagem através de atividades que incentivem a tomada de consciência sociocultural e de sensibilidade estética. OBJETIVOS GERAIS:  Planificar as atividades considerando a gestão e organização dos recursos e a interação com as estruturas da escola, visando o desenvolvimento de competências educacionais definidas no currículo.  Articular estratégias com outros elementos da comunidade, tendo em vista a implementação de projetos, quer na escola, quer noutras instituições, através de parcerias.  Incentivar e desenvolver o prazer da leitura e aprendizagem, bem como o uso dos recursos da biblioteca ao longo da vida, visando a tomada de consciência cultural, social e de sensibilidade estética. Objetivos dos diferentes domínios de intervenção: A - Apoio ao desenvolvimento curricular: 1. Promover a BE como recurso fundamental no desenvolvimento do currículo; 2. Facilitar o desenvolvimento de projetos integrados entre a BE e a sala de aula; 3. Desenvolver metodologias de trabalho que promovam a articulação curricular face aos diferentes ambientes digitais;
  3. 3. 4. Capacitar os alunos para o uso efetivo e crítico dos recursos informacionais perspectivando a aprendizagem ao longo da vida; 5. Fomentar a formação de utilizadores no âmbito das TIC e a produção de conteúdos online (Web 2.0). B - Promoção da leitura e literacias: 1. Desenvolver os projetos: * ”Ler a 2/2 a ler – literacias e comunicação matemática” (Ideias com Mérito); * “Dormir mais para Ler melhor”; * “Webook” – desenvolver a literacia e o envolvimento parental; * “Leitura em vai e vem” * “Já sei ler” 2. Promover a educação literária em articulação com os docentes da sala de aula; C - Projetos, parcerias e atividades livres e de abertura à comunidade: 1. Continuar as parcerias estabelecidas com a Biblioteca Municipal de Cuba, a Associação de Pais e a Santa Casa da Misericórdia de Cuba; 2. Estabelecer novas parcerias com a Junta de Freguesia e a Escola Profissional de Cuba; 3. Incrementar atividades que promovam o envolvimento da comunidade escolar e extra-escolar. D - Gestão da BE: 1. Gerir a equipa da BE com base nas orientações 2. Rever/atualizar o documento de Política de Gestão e Desenvolvimento da Coleção; 3. Rever/atualizar o regulamento interno da BE com base nos seguintes itens: a) Promover a integração da biblioteca na escola (projeto educativo, projeto curricular, regulamento interno); b) Assegurar a gestão da biblioteca e dos recursos humanos e materiais a ela afetos; c ) Definir e operacionalizar, em articulação com a direção executiva, as estratégias e atividades de política documental da escola; d ) Coordenar uma equipa, previamente definida com a direção da escola; e) Favorecer o desenvolvimento das literacias, designadamente da leitura e da informação, e apoiar o desenvolvimento curricular;
  4. 4. f ) Promover o uso da biblioteca e dos seus recursos dentro e fora da escola; g ) Representar a BE no Conselho Pedagógico. 4. Adquirir documentos em suportes diversos visando dar resposta às necessidades do Projeto Educativo; 5. Continuar a catalogação, indexação e classificação do fundo documental. 6. Promover a avaliação de recursos digitais (software, sites, …); 7. Incluir a BE no Projeto Educativo do Agrupamento. A professora Bibliotecária, Florinda Almeida

×