Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

O apogeu da Europa

4,074 views

Published on

Published in: Business, Travel
  • Be the first to comment

O apogeu da Europa

  1. 1. História 1º TESTE
  2. 2. O apogeu da Europa • A Europa tinha uma capacidade económica superior aos outros continentes porque era o continente mais industrializado. Para além disso, eram detentores de grandes impérios para todas as partes do mundo. • A Europa era considerada a “fábrica do mundo”, porque possuía, mais de metade da produção industrial mundial e porque exportava para todo mundo os seus produtos. • A Europa era o “comerciante do mundo” porque possuía grande parte das grandes companhias de transporte, o que, lhe permitia exportar os seus produtos para toda a parte do mundo
  3. 3. Definição de Hegemonia • Hegemonia: Supremacia (poder dominante), de um estado ou de um conjunto de estado sobre outros.
  4. 4. Rivais da Europa na segunda metade do seculo XIX • Os rivais da Europa eram o Japão e os EUA. • As razões foram: – EUA: No início do sec. XX eram o maior produtor em áreas como a energia e a metalurgia pesada. – Japão: Tinha uma mão de obra barata = alta produtividade.
  5. 5. Os objetivos do Imperialismo • Os objetivos do Imperialismo eram obter matérias-primas a baixo preço, fazer investimentos rentáveis, criar novos mercados para escoar produtos e encontrar destinos para emigração.
  6. 6. Conferência de Berlim • O objetivo da conferência de Berlim foi a distribuição dos territórios africanos pelas potências europeias. – Princípio da ocupação efetiva: Isto é, os territórios africanos deviam pertencer aos países que tivessem meios para os ocupar de facto.
  7. 7. Tipos de territórios Britânicos • Tipos: – Domínios, com uma significativa implantação de população branca gozando de grande autonomia – Os protetorados, países teoricamente independentes mas subordinados à autoridade inglesa – As colónias, administradas diretamente por funcionários ingleses.
  8. 8. Império Português • Colónias portuguesas: Cabo Verde, Guiné, São Tomé e Príncipe, Angola e Moçambique, Índia(Goa, Damão e Diu), Macau e Timor.
  9. 9. Mapa Cor-de-Rosa • O projeto mapa cor-de-rosa consistia em ligar a Angola e Moçambique para haver uma comunicação entre as duas colónias, facilitando o comércio e o transporte de mercadorias. • Inglaterra fez um ultimato porque o seu projeto chocava com o português conhecido como o Ultimato 1890, ameaçando guerra, se Portugal não acabasse com o projeto. • Portugal com medo de uma crise cedeu às ameaças inglesas.
  10. 10. Diversidade política e tensões sociais • OCIDENTE: Democracias Liberais. Tratava-se de regimes políticos parlamentares apoiados numa burguesia poderosa e influente. • CENTRAL E ORIENTAL: Vigoravam regimes autoritários – os impérios russo, austrohúngaro e alemão
  11. 11. Rivalidade económica • A rivalidade económica existente era Inglaterra, França e Alemanha. O crescimento económico da Alemanha fez com que se desencadeasse uma competição imperialista deste país com a França e a Inglaterra com o objetivo de possuir os melhores mercados e o domínio de áreas ricas em matérias – primas (Colónias de Africa e da Ásia).
  12. 12. Tensões nacionalistas • A frança continuava a exigir a devolução da Alsácia e da Lorena. • A Polónia dividida entre a Rússia, a Áustria e a Alemanha, pretendia tornar-se de novo um estado autónomo. • Na Península Balcânica, vários povos, com o apoio da Rússia, tinham-se libertado do Império Turco mas outros continuavam submetidos ao império Austro – Húngaro.
  13. 13. Política de alianças • Tríplice Aliança: Alemanha, Império Austro – Húngaro e a Itália. • Tríplice Entente: França, Rússia e Inglaterra.
  14. 14. A eclosão do conflito • Assassinato do arquiduque Francisco Fernando, herdeiro do trono Austríaco, foi assassinado em Sarajevo e por isso a Áustria acusou os Sérvios pela sua morte. (1ª Guerra Mundial).
  15. 15. Uma guerra longa e sangrenta • Os Alemães queriam dominar a França para isso realizaram movimentos ofensivos rápidos (guerra de movimentos). • A seguir à guerra de movimentos veio a guerra de posições. Procurando conservar o território ocupado (sobretudo na Flandres), as tropas de cada um dos lados em confronto escavaram uma extensa rede de valas e abrigos – trincheiras.
  16. 16. A mundialização da guerra • Armas: Canhões mais poderosos, metralhadoras, granadas de mão, gases tóxicos; Surgiram pela 1ª submarinos, carros de assalto (tanques) e os aviões de combate.
  17. 17. A vitória dos aliados • Embora a Rússia, sacudida pela revolução soviética se tivesse retirado, a entrada dos EU na guerra desequilibrou a balança a favor dos aliados.
  18. 18. Os pesados custos da guerra • A guerra teve consequências económicas e demográficas • Elevadíssimas perdas humanas. – Europa: Cerca de 8 milhões de mortos e 6 milhões de inválidos. Em algumas regiões ficou tudo em ruinas – casas, pontes, estradas e fabricas. - Bélgica e a França ficaram totalmente destruídas.
  19. 19. O Tratado de Versalhes (Alemanha) • O TV impôs aos vencidos um novo mapa político mundial: – Apareceram na Europa novos países com base nas nacionalidades (Polónia, Hungria, Checoslováquia, Jugoslávia). – A Alemanha perdeu a totalidade das suas colónias em África. – Desmilitarização da Alemanha e proibição de industrias de armamento – A Alemanha foi obrigada a pagar grandes indeminizações em dinheiro aos países vencedores
  20. 20. A Sociedade das Nações • Associavam-se todos os países interessados em preservar a paz e promover a cooperação económica e cultural entre os estados membros.

×