O único guia que te diz a empregabilidade dos cursos   estudante   guia prático do         Edição especial da revista FORU...
Uma Universidade viva.O primeiropassoé aqui.                                                                              ...
NOTAS DE CONSULTA                                                                                                    Tudo ...
REGULAMENTO DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR                                                                     À procura do ...
REGULAMENTO DE ACESSO AO ENSINO SUPERIORpossível uma permuta, é necessário que        Ensino privadoa tua inscrição tenha ...
ACHAS QUE O Q.I.DO TEU NAMORADOÉ IGUAL AODE UMA CRIANÇA?ESTÁS ENGANADA.É IGUAL AO TEU.É Q.I. PLUS!A actividade física e in...
{ publireportagem }O Santander Totta dá mais ValorAO TEU FUTURO!O Ensino Superior é uma das mais importantes etapas da tua...
ENTREVISTAENTREVISTA A SEBASTIÃO BELTRÃO,director da divisão global Santander Universidades Portugal             “Queremos...
ENTREVISTAA seriedade, confiança e ética pro-      que, pela sua qualidade, justifica o     perior com este tipo de facili...
{ publireportagem }LES ROCHES MARBELLADá agora oportunidade aos estudantes portugueses de usufruírem da sua ofertaAcadémic...
desenvolvendo e adquirindo capacidades      para conseguir profissionais de nível         hoteleiro e turístico no actual ...
INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS                SOCIAIS E POLÍTICAS                                                         ...
MAIS INFORMAÇÕES EMWWW.ISCSP.UTL.PTNa sua opinião, deve o actual                       ter consequências imediatas em term...
INSTITUIÇÕES POR DISTRITOÍNDICE ALFABÉTICO                                        I Inst. Port. Administração de Marketing...
Guia prático do estudante
Guia prático do estudante
Guia prático do estudante
Guia prático do estudante
Guia prático do estudante
Guia prático do estudante
Guia prático do estudante
Guia prático do estudante
Guia prático do estudante
Guia prático do estudante
Guia prático do estudante
Guia prático do estudante
Guia prático do estudante
Guia prático do estudante
Guia prático do estudante
Guia prático do estudante
Guia prático do estudante
Guia prático do estudante
Guia prático do estudante
Guia prático do estudante
Guia prático do estudante
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Guia prático do estudante

7,019 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
7,019
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
63
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Guia prático do estudante

  1. 1. O único guia que te diz a empregabilidade dos cursos estudante guia prático do Edição especial da revista FORUM ESTUDANTE | distribuição gratuita – NÃO PODE SER VENDIDO | disponível em pdf em www.forum.pt • Ano XVIII • Edição Anual TODOS os cursos superiores para uma escolha certeira2011 classificações mínimas, provas de ingresso, empregabilidade, pub propinas, vagas com o patrocínio
  2. 2. Uma Universidade viva.O primeiropassoé aqui. Candidaturas 2011/2012 www.upt.pt Cursos ministrados em regimediurno e pós-laboral. Bolsas para melhores alunos Direito Conserva¥ Ü o e Restauro PROVAS INGRESSO Geografia ou História ou Português PROVAS INGRESSO Geografia ou História ou Português Solicitadoria Turismo Protocolos com sindicatos PROVAS INGRESSO Economia ou História ou Português PROVAS INGRESSO Português ou Geografia ou Economiae associações profissionais HistÑ ria e Geografiapara descontos na propina. PROVAS INGRESSO Português ou Geografia ou História Psicologia PROVAS INGRESSO História ou Geografia ou Português Redução de propinas Educa¥ Ü o Socialpara estudantes do mesmo Economia PROVAS INGRESSO Geografia ou História ou Português PROVAS INGRESSO Economia ou Geografiaagregado familiar. ou Matemática Cultura Portuguesa e Empreendedorismo * PROVAS INGRESSO Geografia ou História ou Português Matemática ou Matemática PROVAS INGRESSO 2012/13 e Economia ou Matemática e Português Seguro inovador de protecção GestÜ oescolar. PROVAS INGRESSO Economia ou Geografia ou Matemática Reconhecimento e creditação GestÜ o Hoteleira PROVAS INGRESSO Economia ou Geografia Informà ticade competências académicas ou Matemática PROVAS INGRESSO Matemática ou Economia ou Físicae profissionais. e Química PROVAS INGRESSO 2012/13 Matemática ou Matemática e Física e Química Campus Universitário com Tecnologias e Sistemas de Informa¥ Ü oexcelentes acessibilidades. PROVAS INGRESSO Matemática ou Economia ou Física e Química PROVAS INGRESSO 2012/13 Matemática ou Matemática e Economia Multimedia Interactiva * PROVAS INGRESSO Matemática ou Matemática B * Aguardam aprovação pela A3ES 800 270 201 / ingresso@upt.pt
  3. 3. NOTAS DE CONSULTA Tudo na net! ESTE GUIA QUE AGORA TE ESTÁ A CHEGAR ÀS MÃOS É COMPLEMENTADO PELA NOSSA BASE DE DADOS ONLINE EM WWW.FORUM.PT/CURSOSCREDIBILIDADE DIRECTÓRIODOS DADOS DE CURSOSJá na sua 18ª edição, Para facilitar a tua pesquisao GUIA PRÁTICO DO ESTUDANTE organizámos os cursos por sistemas decontinua na vanguarda. Desde o ensino – público / privado / … – e,ano passado que os dados são dentro destes, por áreas de estudo,inseridos directamente pelas devidamente identificadas por cores.instituições de ensino numa Assim, se queres procurar, pe, o cursoplataforma online que a FORUM de Ciências Forenses e Criminais,ESTUDANTE disponibiliza para o deves ir à área da ‘Saúde’, já se o teuefeito. Assim, toda a informação é interesse vai para Química eda responsabilidade das Nanociência podes pesquisar eminstituições o que dá garantia de ‘Ciências’.maior rigor uma vez que se Grau – Como a maioria dos cursos temminimizam erros que se poderiam o grau de Licenciatura 1º ciclo, o grauverificar antes na passagem de não é mencionado nesse caso. Sempre Tudo na net!informação à FORUM que o grau é outro, é-te apresentadoESTUDANTE. junto ao nome do curso (ex.:O nosso agradecimento às Engenharia Biomédica - Mest.instituições pela colaboração e Integ.) VÊ AQUI OS NOSSOSpelo empenho na adaptação a Códigos – Se não é referido código RANKINGS E ANÁLISES! empregabilidadeesta nova modalidade. num curso do ensino público é porque o acesso não é feito pelo regime geral Os curs os com mais e menosÍNDICE mas por concurso local, ou seja, pela rsosINSTITUIÇÕES própria instituição As taxas de sucesso dos cuPOR DISTRITOS Pré-requisitos / Vagas / Propinas /Aqui encontras contactos de Empregabilidade – Quando tiveres Cursos que já foram avaliadostodas as instituições que encontrado os cursos que teministram cursos superiores interessam é conveniente ires à baseidentificadas com o sistema de de dados online da FORUM para veres USA AS NOSSASensino a que pertencem. Se não se há mais alguns dados sobre estes itens pois há instituições que têm PESQUISAS!encontrares alguma é porque nãopreencheu os questionários da observações sobre vagas e propinas, além de algumas indicações de Pesquisas simples por curso ou por instituiçãoFORUM.Numa altura em que todas as carácter geral, que é bom saberes. Também há cursos que exigem pré- Pesquisa avançada de cursos, pe, por áreaajudas são poucas para encontraremprego depois da formação, requisitos, o que não referimos nesta de estudo e/ou provas de ingressomostramos-te também a relação publicação em papel. Em relação àdas instituições com o mundo do taxa de empregabilidade, sempre que Pesquisa avançada de instituições, pe, pelas encontrares a nota (e) significa que hátrabalho, nomeadamente se têm informação adicional que explica os que têm residências e/ou apoio médicoou não protocolos de estágioscom empresas e se organizam dados colocados pela instituição e que NÃO TE PERCAS!iniciativas para promoção dos encontras em www.forum.pt/cursos.respectivos diplomados. Se não constar qualquer informação na taxa, isso quer dizer que a instituição não respondeu a esse item. GUIA PRÁTICO DO ESTUDANTE [JUNHO 2011] | edição especial da Revista FORUM ESTUDANTE | PROPRIEDADE, PRODUÇÃO e EDITOR: PRESS FORUM - Comunicação Social, S.A. Capital Social: 60.000,00€, NIF: 502981512 | PERIODICIDADE Anual | DEPÓSITO LEGAL N.º 510787/91 | REGISTO ICS - 121941 | SEDE Tv. das Pedras Negras, nº 1 - 4º — 1100- 404 Lisboa. Telefone: 218 854 730 — Fax: 21 887 76 66 | DIRECTORA Francisca Assis Teixeira | GESTÃO DA INFORMAÇÃO Base de Dados Marco Morais Backoffice Sérgio Campos Contactos com Instituições e edição Rogélia Candeias REDACÇÃO Sofia Pires e Tiago Belim | ATENDIMENTO AO CLIENTE Paula Ribeiro Tel.: 218 854 730 (guias@forum.pt) || FOTO- GRAFIA: Ricardo Bento | DIRECÇÃO DE IMAGEM Miguel Rocha (miguel.rocha@forum.pt) | DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO Sara Las Cunha e Vítor Silva | DEPARTAMENTO DE PUBLICIDADE Telefone: 218 854 730 DIRECÇÃO Paulo Fortunato (paulo.fortunato@forum.pt) | VENDAS Duarte Fortunato (duarte.fortunato@forum.pt) | PRÉ-IMPRESSÃO E IMPRESSÃO LISGRÁFICA - Casal de Stª Leopoldina, Queluz de Baixo | Tiragem: 25.000 exemplares4 Guia Prático do Estudante 2011 com o apoio
  4. 4. REGULAMENTO DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR À procura do ENSINO PERFEITOEntrar na universidade é abrir portas a Pré-requisitos ensino superior das instituições (ouuma nova dimensão de conhecimentos, São algumas condições adicionais (de serviços de acesso na área dede experiências e responsabilidades. natureza física, funcional ou vocacional) residência).Entrar na universidade é estar à altura que deves cumprir ao escolherdesses e de outros desafios, num determinados cursos. É precisa bastante Vagasprocesso de aprendizagem constante. atenção, pois alguns destes requisitos São os lugares que cada instituiçãoMas é também saberes desde já como são eliminatórios: se não os tiveres não superior disponibiliza para cada curso. Opreencher alguns requisitos essenciais à te podes candidatar. preenchimento das vagas em cadatua candidatura. Fica a saber aqui tudo o estabelecimento e curso de ensinoque precisas para garantires o teu lugar! Provas de ingresso superior é feito por concurso, mas há As provas de ingresso para acesso a um vagas especiais, ou seja, vagas paraEnsino superior curso numa determinada instituição de alguns cursos de característicasÉ o prolongamento do ensino secundário ensino superior são as provas que esta específicas colocadas em concursose é adquirido nas universidades e exige para, com base nas classificações locais, organizados pelosinstitutos politécnicos ou instituições obtidas em exame nacional e em estabelecimentos de ensino. Porque asequivalentes, e oferece os graus de 1º combinação com outros factores, vagas são limitadas, a Direcção-Geral dociclo (licenciatura), 2º ciclo (mestrado) e seleccionar os candidatos. Ensino Superior permite que concorras a3º ciclo (doutoramento). um máximo de seis combinações Classificação mínima instituição/curso, por ordem deQuem se pode candidatar? As instituições de ensino superior exigem preferência.Quem tenha terminado o curso do ensino geralmente uma classificação mínima,secundário ou equivalente, com quer na média final do secundário, quer Colocaçãoaprovação, e tenha realizado as provas nas provas de ingresso requeridas, que No final do processo de candidatura,de ingresso exigidas para o diferem consoante cada caso. A escala depois de afixados os resultados doscurso/instituição em que pretende aplicada é sempre de 0 a 200. exames e provas de ingresso, saberás seingressar. É necessário, ainda, obter foste ou não colocado.nessas provas uma classificação igual ou Apresentação da candidaturasuperior à classificação mínima fixada Tens duas alternativas: Uma delas é a Permutapor essa instituição bem como ter uma candidatura online, no site da Direcção- A permuta com outro estudante permitenota de candidatura igual ou superior ao Geral do Ensino Superior a troca entre o teu lugar numvalor mínimo fixado pela instituição. (www.dges.mctes.pt); a outra é a determinado curso/instituição e o lugar candidatura nos gabinetes de acesso ao de outro estudante. Para que seja6 Guia Prático do Estudante 2011 com o apoio
  5. 5. REGULAMENTO DE ACESSO AO ENSINO SUPERIORpossível uma permuta, é necessário que Ensino privadoa tua inscrição tenha sido feita e, além As regras de ingresso no ensino superior Calendário de Examesdisso, que a instituição a que pretendes privado são as mesmas para o ingresso do Ensino Secundárioconcorrer não tenha requisitos diferentes. no ensino superior público, com a e de Acesso ao Ensino diferença de que a candidatura tem de ser Superior (2011)Matrícula e inscrição feita nas instalações da instituição quePela matrícula efectuas o teu acesso à pretendes frequentar. De resto, as vagas 04/04 a 06/05universidade e, em simultâneo, fazes a são igualmente fixadas e divulgadas pela 1.ª chamada para a realização de pré- requisitos, de acordo com o calendário aprimeira inscrição, válida enquanto durar Direcção Geral do Ensino Superior, e o fixar por cada instituição de ensino superiora frequência – sem interrupções – do teu seu preenchimento igualmente sujeito a que os exige.curso. A inscrição é renovável todos os concurso institucional. O único cuidadoanos e através dela podes frequentar as que deves ter ao escolheres uma 20/06 a 30/06cadeiras em que te inscreveste. Sem instituição privada, é certificares-te que 1.ª fase dos exames nacionais do ensino secundário.matrícula não poderás ser avaliado a esta se encontra em situação legal. 18/07 a 20/07 - Inscrição para a 2.ª fase denenhuma disciplina que tenhas assistido. exames nacionais do ensino secundário Outras informações (prazo único).Propinas Para além de toda a informação adicional 15/07- Afixação dos resultados da 1.ª faseNo acto da matrícula/inscrição tens de que podes encontrar em www.forum.pt, dos exames nacionais.pagar as propinas. Estas constam de um deixamos-te alguns contactos que 21/07 a 17/08valor anual, geralmente dividido pelos 2 podem ser úteis: Apresentação da candidatura à 1.ª fase dosemestres do ano lectivo superior. › Direcção-Geral do Ensino Superior concurso nacional de acesso ao ensinoPodes, além desta divisão, pedir o Av. Duque D’Ávila, n.º 137, superior: estudantes que reuniram aspagamento em prestações, conforme o 1069-016 Lisboa condições de candidatura após a afixação dos resultados da 1.ª fase dos examesque te for mais conveniente. Claro que as www.dges.mctes.pt nacionais.propinas para o ensino superior público › Centro de Informação e Relaçõesnão são aquelas que pagarás no ensino Públicas do Ministério da Educação 22/07 a 27/07privado. O valor das propinas para o Av. 5 de Outubro, 107 r/c, 2.ª fase dos exames nacionais.ensino público pode variar conforme a 1069-081 Lisboa 09/08instituição mas tem que respeitar a lei › Direcção-Geral de Inovação e de Afixação dos resultados da 2.ª fase dosoficial das propinas. Desenvolvimento Curricular exames nacionais. Av. 24 de Julho, 140-6º, 1399-025 Lisboa http://sitio.dgidc.min-edu.pt 19/08 Afixação dos resultados da reapreciação dos exames da 1.ª fase. 08/09 Afixação dos resultados da reapreciação da 2.ª fase dos exames nacionais. 19/09 Divulgação do resultado da 1.ª fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior. 19/09 a 30/09 Apresentação da candidatura à 2.ª fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior. 06/10 Divulgação do resultado da 2.ª fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior. 06/10 a 14/10 Apresentação da candidatura à 3.ª fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior. 19/10 Divulgação do resultado da 3.ª fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior. A candidatura apresentada através do sistema on-line decorre, sem interrupção, de 21/07 a 17/08. Mais informação na página da DGES8 Guia Prático do Estudante 2011 com o apoio
  6. 6. ACHAS QUE O Q.I.DO TEU NAMORADOÉ IGUAL AODE UMA CRIANÇA?ESTÁS ENGANADA.É IGUAL AO TEU.É Q.I. PLUS!A actividade física e intelectual,assim como a idade, fazem com quecada pessoa necessite de diferentesnutrientes, essenciais para um adequadofuncionamento do cérebro.Q.I. o estimulante cerebral, desenvolvidopelo laboratório farmacêuticoArkopharma, é uma gama com fórmulasadaptadas às necessidades de cadapessoa, que ajudam a melhorara memória e concentração.Sabe mais em www.omeuqi.comou pergunta ao teu farmacêutico. CRIANÇA JOVEM ADULTO SENIOR AGORA QUE JÁ SABES, NOS EXAMES PUXA PELA CABEÇA. O ESTIMULANTE CEREBRAL Suplemento alimentar. Não exceder a toma diária recomendada. Os suplementos alimentares não devem ser utilizados como substitutos de regime alimentar variado e de um estilo de vida saudável. Manter fora do alcance das crianças. Para mais informações aconselhe-se com o seu farmacêutico ou consulte o seu médico.
  7. 7. { publireportagem }O Santander Totta dá mais ValorAO TEU FUTURO!O Ensino Superior é uma das mais importantes etapas da tua vida, pelo que, ao teu lado deves tero Banco que oferece as melhores soluções aos estudantes. Descobre aqui o universo depossibilidades que o Santander Totta te abre e faz uma aposta a 100% no teu futuro!Uma conta feita à tua medida! Classic Universitário tem adesão e Financia o teu futuroEsta é a conta que só te traz vantagens. anuidades gratuitas, modalidade de Agora torna-se muito mais fácilBastam apenas 5€ para abrires a tua crédito e um seguro de assalto nas completares a tua Licenciatura,Super Conta Estudantes Universitários caixas Multibanco. Com ele podes pagar Erasmus ou outro Programa dee beneficiares de: isenção de despesas de compras e fazer levantamentos nas Mobilidade Internacional, com ummanutenção da conta e portes, 0€ de Redes Multibanco e VISA, além de financiamento mensal, até ao final doscomissões nos principais serviços e diversas operações, como por exemplo: teus estudos. Só começas a pagaroperações do dia-a-dia. Recebes, ainda, pagamento de serviços, carregamento de depois de estares licenciado eum livro de 10 cheques cruzados por mês, telemóveis, entre outras. beneficias de taxas de juro reduzidas etransferências nacionais gratuitas e serviço variáveis, dependendo da média quede Netalertas, que te permite receber Agarra os teus objectivos tiveres ao longo da tua Licenciatura.informações no teu e-mail ou telemóvel, e começa já a ganhargratuitamente e com toda a segurança. No futuro, vais querer concretizar os teus Aventura-te com projectos, fazer aquelas férias de sonho o Programa Erasmus!O teu Cartão do dia-a-dia, ou dar a entrada para o teu novo Se estás a pensar fazer um programa detodos os dias! automóvel, por isso deves começar já a mobilidade internacional no 1º ou 2º anoGostavas de ter um cartão que te dá pensar em poupar para esses momentos. do curso, lembra-te que existe noacesso à tua conta à ordem em qualquer Com a Conta Aforro Universitários Santander Totta a melhor solução paraparte do Mundo, personalizado com uma Santander Totta, podes usufruir do quem está num país estrangeiro: PACimagem à tua escolha? O Cartão Novo pagamento de juros mensais a uma taxa Erasmus. Para aderires só tens de bastante atractiva, e ainda da domiciliar a Bolsa Erasmus na Super possibilidade de fazer transferências Conta Estudantes Universitários, aderir através de Multibanco, Netbanco, Banca ao NetBanco e pedir um dos cartões Telefónica e Balcão. Santander Totta para Universitários. Descontos para ti Se fores cliente Santander Totta e tiveres um cartão do banco, tens acesso imediato ao Portal Bons Momentos e a um conjunto alargado de descontos em diversas áreas, bastando para isso acederes em www.santandertotta.pt e imprimires o teu voucher! Mais próximos de ti Partilha, comenta, sugere, questiona… Conhece todas as novidades e passatempos para o mundo Universitário na página Santander Universidades no Facebook. Sabe tudo em www.facebook.com/ santanderuniversidadesportugal. Podes sempre contactar o Santander Totta todos os dias úteis, das 12h às 21h, através da linha APOIO4U – 707212323 ou enviar um e-mail para apoio4u@santander.pt. Vais encontrar uma equipa jovem e dinâmica preparada para responder às tuas questões!10 Guia Prático do Estudante 2011 com o apoio
  8. 8. ENTREVISTAENTREVISTA A SEBASTIÃO BELTRÃO,director da divisão global Santander Universidades Portugal “Queremos ser, cada vez mais,o Banco do ensino superior”Porque “finalistas com boa capacidade técnica há muitos, finalistas com boa capacidadetécnica e com boa capacidade de trabalho, não há muitos e isso pode fazer a diferença”,Sebastião Beltrão, director da divisão global Santander Universidades, aconselha os jovensuniversitários a serem “empreendedores” ao longo da sua formação.O Santander Universidades é uma divisão global do grupo Santander, um banco que apoiaos estudantes do ensino superior a vários níveis e que, apesar da crise, este ano promete au-mentar o investimento dedicado às Universidades.Que conselhos dá aos jovens que tes, façam muitas coisas diferentes técnica e com boa capacidade de tra- técnica de base que é fundamental,agora vão iniciar a sua formação que puxem pela capacidade de tra- balho, não há muitos e isso pode há competências mais difíceis de de-superior, em termos de prepa- balho e de execução. fazer a diferença. tectar num curriculum académico eração para o mudo do traba- Posso dar vários exemplos: volunta- que eu há pouco resumi como “boalho? riado social, Erasmus, estágios de ve- Do que conhece do mercado, capacidade de trabalho”. Quero comO meu principal conselho para os rão, trabalhos temporários, montar que competências considera que isto dizer pessoas com capacidade deque começam agora o curso superior o próprio pequeno negócio… as empresas mais valorizam hoje aprender, de adaptar-se a novas rea-é que sejam empreendedores já, du- Porque digo isto? Porque finalistas nos recém-diplomados? lidades, de trabalhar em equipa, comrante o curso, ou seja, que se preo- com boa capacidade técnica há mui- Na linha do que dizia, e sem excluir motivação, com determinação, espí-cupem em ter experiências edifican- tos, finalistas com boa capacidade a necessidade de uma boa formação rito crítico e com iniciativa.12 Guia Prático do Estudante 2011 com o apoio
  9. 9. ENTREVISTAA seriedade, confiança e ética pro- que, pela sua qualidade, justifica o perior com este tipo de facilidade. Em que consiste? Consiste na suafissional são também aspectos cada adiamento do 2º ciclo. Há ainda casos › Por fim, damos também cerca de origem num programa de respon-vez mais importantes. Embora as (e são seguramente muitos) em que 500 bolsas de estudo e prémios de sabilidade social corporativo doUniversidades estejam cada vez mais por dificuldades financeiras torna-se mérito, por ano, a estudantes do en- grupo Santander dedicado exclusi-empenhadas em incutir estas quali- insuportável a realização do 2º ciclo sino superior. Estas bolsas são semprevamente ao Ensino Superior, comdades nos seus estudantes, não de- logo após o 1º ciclo. atribuídas através das Universidades vista a contribuir para a melhoria dopende só da Universidade, depende ou Institutos Politécnicos e ao abrigoensino nas sociedades onde o San-sobretudo do próprio jovem e da Neste momento de crise que o de convénios de colaboração cele- tander tem presença e através desseforma como programa e luta pelas país atravessa, como é que brados pela nossa Divisão Santander contributo sermos considerados “Osuas prioridades e vivências. o  Santander Totta pode apoiar Universidades. Banco dos Universitários”. os jovens de forma a não dei- Actualmente, temos mais de 2.000Na sua opinião, o que acha que xarem de fazer a sua formação Em que consiste o programa pessoas a nível internacional exclu-é a atitude mais vantajosa para superior por dificuldades finan- Santander Universidades? sivamente dedicadas ao Santanderos estudantes: entrarem na vida ceiras? Antes de mais, o Santander Univer- Universidades, preocupadas emactiva a seguir ao 1º ciclo e, mais O Santander Totta tem apoiado os sidades é uma divisão global do apoiar os melhores projectos univer-tarde, fruto das necessidades estudantes do ensino superior de três grupo, ou seja, todas as filiais do sitários, ter as melhores parcerias comprofissionais fazerem então o 2º formas distintas: as universidades, desen-ciclo, ou fazerem o 2º ciclo logo › Desde logo com estágios re- volver os melhores pro-na continuidade do 1º? munerados, damos cerca de 300 dutos e serviços financei-Como regra acho que todos os es- estágios remunerados por ano, ros para estudantes, pro-tudantes do ensino superior devem na sua maioria pelo prazo de 6 “DAMOS CERCA DE fessores e para as própriasfazer o 2º ciclo como continuidade meses. Temos muitos casos de instituições.natural do 1º ciclo. estagiários com licenciatura 300 ESTÁGIOS Curiosamente, temosComo em tudo há excepções que concluída e que realizam ao REMUNERADOS POR aprendido muito com estapodem justificar adiar o 2º ciclo ou mesmo tempo um mestrado ANO E CERCA DE 500 relação privilegiada quetrocá-lo por outro tipo de formação. pós-laboral ou que realizam o temos com o ensino su-O que é impensável, nos dias de hoje, estágio para, de seguida, reali- BOLSAS DE ESTUDO perior – hoje temos umaé considerar que após a licenciatura zarem o mestrado. E PRÉMIOS POR rede de 40 pontos denunca mais se vai voltar a estudar. › Outra forma de ajuda para MÉRITO” apoio a estudantes dentroAs excepções que podem justificar contrariar o abandono no en- das universidades, temosum adiamento do 2º ciclo podem sino superior por dificuldades um Call-center especia-ser diversas, desde logo há profissões financeiros é a linha de Crédito lizado de apoio a Univer-e carreiras onde o 2º ciclo não é fun- para ensino superior com garantia grupo Santander têm esta divisão sitários que funciona não só com te-damental, se for essa a vocação da mútua, à qual o Santander Totta foi com a mesma estrutura, os mesmos lefone, mas também com chat, e-pessoa poderá ser preferível centrar- o primeiro banco a aderir. Trata-se objectivos e com partilha de melho- mail etc., estamos também nas redesse na experiência profissional logo de um crédito de aprovação auto- res práticas e sinergias entre elas, e sociais e estamos a aprender novasapós o 1º ciclo; Há também casos em mática e com taxas de juro e prazos isto é o que faz deste projecto um formas de ajudar os estudantes e deque o estudante tem uma boa oferta muito atractivos. Já apoiámos mais grande valor para as Universidades os servir a nível bancário.de emprego no final da licenciatura de 3.500 estudantes do ensino su- e os seus estudantes. Que universidades possuem Convénio de colaboração com o Santander Universidades? São já mais de 900 as Instituições de Ensino Superior que têm convénio com o Santander Universidades na América Latina, EUA, Europa e Ásia. É uma rede de relações de grande valor para o grupo e para as Universidades. Em Portugal, temos cerca de 40 par- cerias, sendo as mais fortes as seguin- tes: Universidade do Porto, Univer- sidade de Coimbra, Universidade da Beira Interior, Universidade da Ma- deira, Universidade Autónoma, Uni- versidade Nova de Lisboa, Univer- sidade Técnica de Lisboa, Instituto Politécnico de Setúbal e do Porto, entre muitas outras. Queremos ser cada vez mais o Banco do ensino superior, para isso temos investido nos últimos anos de forma crescente e, apesar da crise, este ano vamos voltar a aumentar o investi- mento dedicado às Universidades. Guia Prático do Estudante 2011 // 13
  10. 10. { publireportagem }LES ROCHES MARBELLADá agora oportunidade aos estudantes portugueses de usufruírem da sua ofertaAcadémica para um futuro mais promissor na área da Indústria Turística InternacionalFundada em 1995, Les Roches Marbella estudo global, a TNS considera Les de cada ano, são a melhor opção paraacaba de ser avaliada pela indústria como a Roches uma das quatro melhores estudantes que tenham concluído oescola de maior prestígio em Espanha, na escolas em todo o mundo para o ensino secundário e que queiram terformação dos estudantes na gestão e desenvolvimento de uma carreira acesso a cargos executivos em hotelariaadministração hoteleira para o internacional na área da hotelaria. e turismo de todo o mundo, começardesenvolvimento de uma carreira uma carreira de sucesso na Indústriainternacional (TNS Survey, 2010).No seu Oferta Académica Hoteleira ou mesmo iniciar uma carreiracampus, onde convivem estudantes de 50 consolidada no mundo empresarial.nacionalidades , oferece programas A licenciatura em Administração Hoteleiraacadémicos que lhes trazem dois valores Os cursos Superiores de Les Roches é destinada a estudantes que tenhamdiferenciais: uma combinação única entre a Marbella enfrentam os desafios de um concluído o ensino secundário. Paratradição hoteleira Suíça e a eficácia do mercado cada vez mais exigente e aceder directamente ao quarto ano dosistema educativo americano, curso, exige-se que o alunoinseridos num ambiente tenha obtido o Diploma Suíçomediterrânico como Marbella: em Gestão Hoteleira ouuma formação que alia a teoria à equivalente. Este programa é aprática dentro de um campus melhor opção para estudantesmoderno, apostando em que queiram ter acesso a cargosaspectos como o multilinguismo executivos em empresase o desporto. A união destes hoteleiras e turísticas a nívelelementos fornece uma mundial ou iniciar-se no mundoexperiência educacional única, empresarial em geral, e oferecepermitindo que os seus alunos acesso a cursos de Pós-sejam constantemente solicitados Graduação. O programa estána área do sector turístico. estruturado em cinco semestres,Les Roches Marbella é um académicos, culminando numcampus da Les Roches, período final de práticas nacredenciada a nível universitário Indústria, para facilitar a inserçãopela New England Association of Schools competitivo. A formação ministrada do aluno no mercado de trabalho.& Colleges(NEASC) nos Estados Unidos. totalmente em Inglês, inclui Licenciatura Por outro lado, o Diploma Suíço emFundada na Suíça em 1954 com a em Gestão Hoteleira (quatro anos), com Gestão Hoteleira é destinado amissão de formar gestores do sector especialização em Gestão de Eventos e estudantes que tenham concluído ohoteleiro internacional, Les Roches Gestão de Hotéis Resorts, e o Diploma ensino secundário ou superior. Capacitapossui actualmente campus na Suíça, Suíço em Gestão Hoteleira (três anos). o aluno para iniciar uma carreira deEspanha, China e Austrália. Num recente Ambos, com início em Janeiro e Agosto sucesso na indústria hoteleira,14 Guia Prático do Estudante 2011
  11. 11. desenvolvendo e adquirindo capacidades para conseguir profissionais de nível hoteleiro e turístico no actual contextotécnicas, administrativas e de gestão superior na Gestão Hoteleira. económico.através de vários métodos de ensino e A realização constante de estágios, é Em suma, a formação oferecida pelaaprendizagem. Para obter este título os uma mais valia da Les Roches Marbella. Les Roches Marbella é a melhor fórmulaalunos deverão realizar três semestres Estes são geridos pelo Departamento de para fazer frente à actual crise queacadémicos e três semestres de estágios Desenvolvimento Profissional da Escola e atravessa a economia à escalana indústria. A escola oferece aos alunos adaptam-se em função do curso a tirar. internacional. Os seus alunos estão aas ferramentas necessárias para seu Os estudantes beneficiam de conseguir uma inserção positiva nopleno desenvolvimento profissional, oportunidades de estágio que permitem o mercado de trabalho e a grande maioriaincluindo o estudo da gestão dos seu pleno desenvolvimento profissional. desenvolve a sua actividade no sector,sistemas informáticos hoteleiros de A Les Roches Marbella tem acordos com em diferentes estabelecimentosúltima geração e idiomas. As aulas várias entidades hoteleiras internacionais. hoteleiros espalhados por todo o mundo.práticas são dadas em instalações Em cada semestre essas empresas A oferta Académica da Escola serve paramodernas, com equipamento de visitam a escola e entrevistam definir o perfil dos quadros superiores davanguarda. Para além disso, no final de estudantes. Ano após ano, contratam direcção hoteleira do século XXI, ou seja,2009, a escola inaugurou um novo alunos formados para estabelecimentos uma pessoa com capacidadesauditório com capacidade para 185 situados em mais de quarenta países dos multilinguísticas, directivas e de liderança,pessoas, o qual é especialmente cinco continentes. A consequência é de gestão de recursos humanos,concebido para fazer frente aos novos que, em média, cada aluno recebe três contabilidade, compras, domínio dedesafio de formação e instrução que a propostas de estágio por semestre. ferramentas de gestão dos sistemasescola enfrenta. Para além de tudo, a Les Roches informáticos e hoteleiros de última geração Marbella ainda dispõe de uma bolsa de e experiência acumulada e demonstradaUma formação de nível emprego através da Associação dos em estabelecimentos hoteleirossuperior com claras saídas Antigos Alunos (Alumni) que reúne internacionais de referência.profissionais actualmente mais de 1.980 antigos alunos da Escola, dos quais oitenta porO sector hoteleiro é particularmente cento desenvolvem a sua actividade nocompetitivo e complexo ao integrar sector turístico internacional e sectoresnumerosos e variados serviços relacionados, em mais de 40 países.especializados com uma procura cada Periodicamente a Associação realiza umvez mais exigente. Isso requer uma Encontro Internacional, reunindo antigosequipa cada vez mais qualificada e alunos que se encontram por todo o 0034 647546043melhor em todos os níveis dentro de um mundo. Estes Encontros Internacionais pmartins@lesroches.essegmento em crescimento. Aliar uma servem também para trocar ideias eformação teórica à prática é essencial opiniões sobre a situação do sector Guia Prático do Estudante 2011 // 15
  12. 12. INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS SOCIAIS E POLÍTICAS { publireportagem }Entrevista a João Bilhim,presidente do InstitutoSuperior de CiênciasSociais e Políticas (ISCSP) Investigar para FORMARA área das Ciências Sociais e Políticas adquire, cada vez mais, um papel essencial para acompreensão das lógicas de funcionamento das sociedades dos nossos dias. No ISCSP, o ensinodesta temática ganha outra dimensão, nas palavras do presidente João Bilhim, através do “incentivoà investigação científica, num processo de transformação em uma researching university”.Que antídotos preparou o ISCSP quando saírem da porta principal do lição de vida. Estar um ano num paíspara permitir aos seus licenciados ISCSP interroguem-se: “como vou estrangeiro, partilhar a sua cultura,enfrentar o actual mercado de ganhar dinheiro com o que me ensinaram conhecer os seus valores, normas etrabalho? cá hoje?” Se a resposta não vos agradar crenças é como se fosse um novo curso,Somos uma Escola com forte tradição na não deixem de insistir com os que se junta ao curso iniciado no ISCSP.formação de quadros, desde o momento professores. Este é o nosso antídoto. Temos, igualmente, programas deda sua criação, em 1906, pelo rei D. mobilidade para a América Ibérica, eCarlos, quando o Governo criou no seio Existem no ISCSP programas de nesta o número de estudantes no Brasil éda Sociedade de Geografia de Lisboa, mobilidade para os seus alunos? E significativo.uma escola destinada a formar quadros para quem vem de outros países?para o ultramar – esta matriz tem Existem diversos programas deacompanhado sempre a cultura desta mobilidade, nomeadamente o Erasmus. JOVENSinstituição. Mais recentemente, o nosso No nosso caso, damos particular ênfase o futuro de Portugalmaior esforço tem passado pelo e apoio a estes programas. Verificámos “Os jovens têm de tomar o futuro nas suas mãos;incentivo à investigação científica e, uma que muitos dos nossos alunos obtiveram criar o seu próprio emprego e não estar à esperavez integrados na Universidade Técnica empregos em empresas estrangeiras que outros o façam, para depois criticarem esses outros. A metáfora que eu gosto de usar para ode Lisboa (UTL), partilhar o objectivo localizadas em Portugal, por dominarem caso Português é a do Titanic que, quando já haviacomum de processo de transformação a língua da casa-mãe das mesmas, em náufragos nas águas geladas, na primeira classenuma researching university. países como Itália, França e Espanha. alguém reclamava porque o champanhe nãoComo costumo dizer aos meus alunos: Para nós, um estágio Erasmus é uma estaria bem gelado.”16 Guia Prático do Estudante 2011
  13. 13. MAIS INFORMAÇÕES EMWWW.ISCSP.UTL.PTNa sua opinião, deve o actual ter consequências imediatas em termos Que papel cabe aos jovens de hojesistema de ensino universitário de alterações dos curricula e da na transformação do climasofrer alguma alteração, ajustando- investigação prosseguida no interior da económico, político e social em quese às actuais condições de universidade. vive Portugal?empregabilidade? O problema é que a cultura de ambas as Os jovens têm de se comportar eAcho que a aferição entre o perfil de instituições empresas/universidade está posicionar, não como reserva futura daformação e o perfil profissional exigido marcada pela assimetria da relação e Nação, mas como actores que já hojepelo mundo do trabalho nunca está sobranceria do mútuo desconhecimento. têm uma palavra forte a dizer sobre oconseguido. Aliás, julgo que não é tanto Repare que a universidade portuguesa futuro de Portugal.um ponto de chegada mas antes uma em termos relativos em matéria de A cultura Portuguesa faz parte dodirecção que se toma. Por isso, nunca publicações científicas está muito bem subsistema europeu que eu chamo daestará atingido, ou melhor, quando cotada. Porém, em termos de Europa das oliveiras. Ora , esta Europaparece ter sido atingido já deixou no transferência de conhecimentos para as que produz azeite possuimomento seguinte. empresas ocupa os últimos lugares. características muito próprias: háA realidade social e laboral é muito traços culturais a reforçar e traços adinâmica e a universidade tem de ter os mudar urgentemente. Entre os traços aseus sensores no mundo do trabalho “No próximo ano lectivo mudar encontra-se aquele ligado àspara conhecer racional, emocional e 2011/2012, vamos dar outras pessoas. Somos individualistasafectivamente o que está a acontecer. início, na licenciatura em e só queremos saber do “meu e dosEste conhecimento em tempo real deve Gestão de Recursos meus”. Por isso, a cidadania é fraca na Humanos, a uma turma Europa das oliveiras. Aspiramos que ministrada em inglês já alguém, um mágico, resolva o problema Recursos que o ISCSP pensando na sua por nós. Ora, não existe magia e não oferece aos seus preparação para o há, infelizmente, forma de nos mercado europeu e não convencermos disto. alunos: para o nacional.” Os jovens têm de tomar o futuro nas suas mãos; criar o seu próprio emprego e › Um Centro de Documentação com acesso às não estar à espera que outros o façam, melhores bases de dados e um horário de abertura que acompanha o nível de procura Poderemos estar em vias de assistir para depois criticarem esses outros. A dos alunos, para além de um acervo físico a um êxodo de recursos metáfora que eu gosto de usar para o muito relevante nas nossas áreas de qualificados. Em que medida essa especialidade; situação preocupa uma instituição › Monsanto para respirar. Em Lisboa, o Alto da “ESTUDAR, ESTUDAR, como o ISCSP? Ajuda constitui um activo de enorme valor de mercado; O chamado brain drain não me assusta. ESTUDAR; TRABALHAR, › Um ambiente extremamente agradável entre Portugal encontra-se na União Europeia TRABALHAR, todos os corpos que integram o ISCSP – e com a sua entrada Portugal desejou, TRABALHAR, alunos, docentes, staff técnico e ardentemente, a livre circulação de TRABALHAR. TRÊS administrativo; VEZES ESTUDAR E pessoas. › Um Centro que trata das saídas profissionais; QUATRO VEZES › Um parque informático cuja prestação de Aconteceu que, até aos anos oitenta, TRABALHAR. É A VIDA!” serviços em qualidade e quantidade sobressai saíam trabalhadores não qualificados; É este o conselho deixado pelo no panorama nacional; agora saem quadros e técnicos presidente do ISCSP a quem vai › Um rácio aluno por computador dos melhores qualificados. Se o tecido económico não iniciar o seu percurso da universidade pública portuguesa; › Os serviços académicos praticam, em geral, consegue absorvê-los e se os académico. uma política de porta aberta, em que um estrangeiros os acolhem é porque são estudante nunca deixa de ser ouvido no bons. Por isso, parabéns à Universidade mesmo dia. Pode, naturalmente, gostar mais Portuguesa. ou menos do que lhe é dito. Mas isso é outra Fica claro que a Universidade Portuguesa coisa. é tão boa que os estrangeiros acolhem os seus alunos de braços abertos. Ora, LICENCIATURAS ISCSP estes quadros, que as empresas › Administração Pública* portuguesas não conseguem integrar, › Administração Pública e Políticas do entram no mercado de trabalho Território** estrangeiro com um valor, seguramente, › Antropologia superior ao valor de mercado dos › Ciências da Comunicação trabalhadores não qualificados que › Ciência Política › Gestão de Recursos Humanos** emigraram para o estrangeiro há 25 anos. › Relações Internacionais* No próximo ano lectivo 2011/2012, › Serviço Social* vamos dar início, na licenciatura em caso Português é a do Titanic que, Gestão de Recursos Humanos, a uma quando já havia náufragos nas águas * Disponível em regime diurno e pós-laboral turma ministrada em inglês já pensando geladas, na primeira classe alguém ** Disponível em regime pós-laboral na sua preparação para o mercado reclamava porque o champanhe não europeu e não para o nacional. estaria bem gelado. Guia Prático do Estudante 2011 // 17
  14. 14. INSTITUIÇÕES POR DISTRITOÍNDICE ALFABÉTICO I Inst. Port. Administração de Marketing, IPAM Aveiro I Inst. Politéc. Beja R. Pedro Soares; Campus do IPBeja; Apart. 6155 I Fac. Filosofia, Univ. Católica, C. Regional BragaDE INSTITUIÇÕES Edifício IPAM - Rua das Cardadeiras - Esgueira 7800-295 Beja Pç. Faculdade de Filosofia, 1 3800-125 Aveiro Tel.: 284314400 Fax: 284314401 4710-297 Braga Tel.: 234400180 Fax: 234424967 Tel.: 253206100 Fax: 253213940POR DISTRITOS Email: ipb@ipbeja.pt Email: ipam@ipam.pt Site: www.ipbeja.pt Email: secretaria.facfil@braga.ucp.pt Site: www.ipam.pt Presidente: Vito José de Jesus Carioca Site: www.facfil.braga.ucp.pt Director: Daniel Sá Director: Alfredo de Oliveira DinisLEGENDA Apoio à empregabilidade Apoio à empregabilidade Tem protocolos de estágios? Sim Tem protocolos de estágios? Sim Promove os diplomados? Sim Promove os diplomados? NãoI Ens. Sup. Público Universitário I Inst. Sup. Ciências Informação e I Fac. Teologia, Univ. Católica Portuguesa, C.I Ens. Sup. Público Politécnico Administração, ISCIA Regional BragaI Ens. Sup. Público Militar e Policial Av. D. Manuel de Almeida Trindade (Santa Joana) R. Sta. Margarida. 4710-306 Braga 3810-488 Aveiro Tel.: 253206111/4 Fax: 253206113I Ens. ConcordatárioI Ens. Sup. Privado Universitário Tel.: 234423045 Fax: 234381406 Email: info@iscia.edu.pt BRAGA Email: teo@braga.ucp.pt Site: www.facteo.braga.ucp.pt Site: www.iscia.edu.pt Director: João Manuel Correia Rodrigues DuqueI Ens. Sup. Privado Politécnico Director: Armando Teixeira Carneiro I C. Regional Braga, Apoio à empregabilidade NR Apoio à empregabilidade Univ. Católica Portuguesa Tem protocolos de estágios? Sim Campus Camões. 4710-362 Braga I Inst. Politéc. Cávado e Ave Promove os diplomados? Sim Tel.: 253206100 Fax: 253206108 Av. Dr. Sidónio Pais, 222 Email: secretaria.presidencia@braga.ucp.pt 4750-333 Braga I Inst. Sup. Contabilidade e Administração, Site: www.braga.ucp.pt Tel.: 253802190 Fax: 253812281 Univ. Aveiro Presidente: Pio Gonçalo Alves de Sousa Email: geral@ipca.pt Rua Associação Humanitária dos Bombeiros de Aveiro, Site: www.ipca.pt Apart. 58 EC. 3811-902 Aveiro I CESPU – Esc. Sup. Saúde do Vale do Ave, Presidente: João Baptista da Costa Carvalho Tel.: 234380110 Fax: 234380111 Inst. Politéc. Saúde NorteAÇORES Email: isca-geral@isca.ua.pt Site: www.ua.pt/isca R. José António Vidal, 81. 4760-409 Vila Nova de Famalicão I Inst. Sup. Saúde Alto Ave Campus Académico do ISAVE - Quinta de Matos - Geraz do Presidente: Maria de Fátima Marques Teixeira Lopes Pinho Tel.: 252303600 Fax: 252303694 Minho. 4830-316 Póvoa de LanhosoI Esc. Sup. Enfermagem de Ponta Delgada Apoio à empregabilidade Email: ingresso@cespu.pt Tel.: 253639800 Fax: 253639801R. de S. Gonçalo. 9504-538 Açores Tem protocolos de estágios? Sim Site: www.cespu.pt Email: geral@isave.ptTel.: 296302280 Fax: 296302285 Promove os diplomados? Sim Director: António Almeida-Dias Site: www.isave.ptEmail: esepd@uac.pt Apoio à empregabilidade Presidente: José Manuel dos Santos HenriquesSite: www.esenf.uac.pt I Inst. Sup. Entre Douro e Vouga, ISVOUGA Tem protocolos de estágios? Sim Apoio à empregabilidadeDirector: Maria Leonor Machado Melo Raposo Rua António de Castro Corte Real, Apt. 132 Promove os diplomados? Sim Tem protocolos de estágios? SimApoio à empregabilidade NR 4520-181 Santa Maria da Feira Promove os diplomados? Sim Tel.: 256377550 Fax: 256377559 I Esc. Sup. Artística do Porto – GuimarãesI Esc. Sup. Enfermagem, Angra do Heroísmo Email: secretaria@isvouga.pt R. Francisco Agra, 92. 4800-157 Braga I Univ. Lusíada, V. Nova FamalicãoCanada dos Melancólicos. 9701-878 Açores Site: www.isvouga.pt Tel.: 253410235 Fax: 253519681 Ed. da LapaTel.: 295204400 Fax: 295217627 Director: Maria Teresa de Carvalho Moreira Gomes Leão Email: sadm@esap-gmr.com 4760-108 BragaEmail: esenfah@uac.pt Apoio à empregabilidade Site: www.esap-gmr.com Tel.: 252309200 Fax: 252376363Site: www.esenfah.uac.pt Tem protocolos de estágios? Sim Director: Paulo Leocádio Ribeiro Email: info@fam.ulusiada.ptApoio à empregabilidade NR Promove os diplomados? Sim Apoio à empregabilidade Site: www.fam.ulusiada.pt Tem protocolos de estágios? Sim Presidente: António Martins da CruzI Univ. Açores I Inst. Sup. Espinho Promove os diplomados? Sim Apoio à empregabilidadeR. Mãe de Deus. 9500-801 Ponta Delgada Rua 36 , 297, Apart. 443. 4501-868 Espinho Tem protocolos de estágios? SimTel.: 296650000 Fax: 296650005 Tel.: 227322624 Fax: 227331085 I Esc. Sup. Educação, Promove os diplomados? SimEmail: aplaneamento@uac.pt Email: isesp@isesp.pt Inst. Estudos Superiores FafeSite: www.uac.pt Site: www.isesp.pt R. Universitária - Medelo, Apart. 178 I Univ. MinhoReitor: Avelino de Freitas de Meneses Apoio à empregabilidade NR 4824-909 Fafe Largo Paço. 4704-553 BragaApoio à empregabilidade NR Tel.: 253509000 Fax: 253509001 Tel.: 253601109 Fax: 253601105 I Univ. Aveiro Email: iesf@iesfafe.pt Email: gcii@reitoria.uminho.ptI Univ. Açores, Angra do Heroísmo Campus Universitário de Santiago Site: www.iesfafe.pt Site: www.uminho.ptTerra Chã. 9700 Açores 3810-193 Aveiro Director: Natália Fonseca Reitor: António M. CunhaTel.: 295402200 Fax: 295402205 Tel.: 234370200 Fax: 234370985 Apoio à empregabilidade Apoio à empregabilidadeEmail: prcah@uac.pt Email: scirp@ua.pt Tem protocolos de estágios? Sim Tem protocolos de estágios? SimSite: http://www.uac.pt Site: http://www.ua.pt Promove os diplomados? Sim Promove os diplomados? SimApoio à empregabilidade NR Reitor: Manuel António Assunção Apoio à empregabilidade I Esc. Sup. Enfermagem, Univ. Minho Tem protocolos de estágios? Sim Largo do Paço. 4704-553 Braga Promove os diplomados? Sim Tel.: 253601322 Fax: 253601319 Email: sec.pos-graduacao@ese.uminho.pt Site: www.ese.uminho.pt Presidente: Maria Isabel Gomes de Sousa Lage Apoio à empregabilidade Tem protocolos de estágios? Sim Promove os diplomados? NR BRAGANÇAAVEIRO I Esc. Sup. Gestão, Inst. Politéc. Cávado e Ave I Esc. Sup. Agrária, Inst. Politéc. BragançaI Esc. Sup. Design, Gestão e Tecnologias daProdução Aveiro Norte, Univ. Aveiro BEJA Campus do IPCA. 4750-810 Braga Tel.: 253802500 Fax: 253821111 Campus de Stª. Apolónia, Apt. 1172 5301-855 BragançaEdif. Rainha, 5º andar. 3720-232 Oliveira de Azeméis Email: esg@ipca.pt Tel.: 273303200 Fax: 273325405Tel.: 256666960 Fax: 256666970 I Esc. Sup. Agrária, Inst. Politéc. Beja Site: www.esg.ipca.pt Email: sacd@ipb.ptEmail: aveiro-norte@adm.ua.pt Rua Pedro Soares. 7801-998 Beja Director: José Agostinho Veloso da Silva Site: www.esa.ipb.ptSite: www.ua.pt/esan/ Tel.: 284314300 Fax: 284388207 Apoio à empregabilidade Director: Albino António BentoDirector: Vitor António Ferreira da Costa Email: esasecretariado@ipbeja.pt Tem protocolos de estágios? Sim Apoio à empregabilidadeApoio à empregabilidade Site: www.esab.ipbeja.pt Promove os diplomados? Sim Tem protocolos de estágios? SimTem protocolos de estágios? Sim Director: Olga Maria Reis Pacheco do Amaral Promove os diplomados? SimPromove os diplomados? Sim Apoio à empregabilidade I Esc. Sup. Tecnologia, Inst. Politéc Cávado e Tem protocolos de estágios? Sim Ave I Esc. Sup. Comunicação e Administração eI Esc. Sup. Enfermagem Cruz Vermelha Promove os diplomados? NR Campus do IPCA, Lugar do Aldão Turismo Mirandela, Inst. Politéc. BragançaPortuguesa de Oliveira de Azeméis 4750-810 Vila Frescaínha de S. Martinho, Barcelos R. João Maria Sarmento Pimentel, Apartado 128Rua Cruz Vermelha, Cidacos I Esc. Sup. Educação, Inst. Politéc. Beja Tel.: 253802260 Fax: 253823127 5370-326 Bragança3720-126 Oliveira de Azeméis R. Pedro Soares. 7800-295 Beja Email: est@ipca.pt Tel.: 278201340 Fax: 278265733Tel.: 256661430 Fax: 256661432 Tel.: 284315000 Fax: 284326824 Site: www.ipca.pt Email: esact@ipb.ptEmail: secretaria@esenfcvpoa.eu Email: eseb@eseb.ipbeja.pt Director: Fernando Jorge Dias da Silva Rodrigues Site: www.esact.ipb.ptSite: www.esenfcvpoa.eu Site: www.eseb.ipbeja.pt Apoio à empregabilidade Director: Rui Pedro LopesPresidente: Henrique Lopes Pereira Director: Luís Manuel da Cruz murta Tem protocolos de estágios? Sim Apoio à empregabilidadeApoio à empregabilidade Apoio à empregabilidade Promove os diplomados? Sim Tem protocolos de estágios? SimTem protocolos de estágios? Não Tem protocolos de estágios? Sim Promove os diplomados? NãoPromove os diplomados? Não Promove os diplomados? NR I Esc. Sup. Tecnologias, Inst. Estudos Superiores Fafe I Esc. Sup. Educação, Inst. Politéc. BragançaI Esc. Sup. Saúde, Univ. Aveiro I Esc. Sup. Saúde, Inst. Politéc. Beja R. Universitária, Medelo, Apart. 178 Qta. St. Apolónia, Apt. 1101Campus Universitário de Santiago. 3810-193 Aveiro R. Dr. José Correia Maltez. 7800-111 Beja 4824-909 Braga 5301-856 BragançaTel.: 234401558 Fax: 234401597 Tel.: 284313280 Fax: 284329411 Tel.: 253509000 Fax: 253509001 Tel.: 273303600 Fax: 273313684Email: essua.secretaria@ua.pt Email: esenfbeja@esenf.ipbeja.pt Email: geral@iesfafe.pt Email: eseb@ipb.ptSite: http://www.ua.pt/essua Site: www.ipbeja.pt/escolas/ess/Paginas/default.aspx Site: www.iesfafe.pt Site: www.ese.ipb.ptDirector: Nélson Fernando Pacheco da Rocha Director: Rogério Manuel Ferrinho Ferreira Director: Maria Dulce de Noronha Abreu e Sousa Director: Maria da Conceição da Costa MartinsApoio à empregabilidade Apoio à empregabilidade Apoio à empregabilidade Apoio à empregabilidadeTem protocolos de estágios? Sim Tem protocolos de estágios? Sim Tem protocolos de estágios? Sim Tem protocolos de estágios? SimPromove os diplomados? Sim Promove os diplomados? NR Promove os diplomados? Não Promove os diplomados? NRI Esc. Sup. Tecnologia e Gestão de Águeda, I Esc. Sup. Tecnologia e Gestão, I Fac. Ciências Sociais, Univ. Católica, I Esc. Sup. Saúde Jean Piaget, Macedo deUniv. Aveiro Inst. Politéc. Beja C. Regional Braga Cavaleiros (Nordeste)Rua Comandante Pinho e Freitas, nº 28. 3754-909 Águeda Rua Pedro Soares - Campus do IPBeja. 7800-295 Beja Campus Camões. 4710-362 Braga Campus Académico do Nordeste, R. Dr. António OliveiraTel.: 234611500 Fax: 234611501 Tel.: 284311540 Fax: 284361326 Tel.: 253206100 Fax: 253206108 CruzEmail: estga.geral@ua.pt Email: estig@estig.ipbeja.pt Email: roliveira@braga.ucp.pt 5340-257 Macedo de CavaleirosSite: http://www.ua.pt/estga Site: www.estig.ipbeja.pt Site: www.facis.braga.ucp.pt Tel.: 278420040 Fax: 278425430Director: João Pedro Estima de Oliveira Director: Luís Miguel Gomes Tavares Director: Maria da Graça Dias Ferreira Alves Email: info@macedo.ipiaget.orgApoio à empregabilidade Apoio à empregabilidade Apoio à empregabilidade Site: http://www.ipiaget.org/macedo-cavaleiros/Tem protocolos de estágios? Sim Tem protocolos de estágios? Sim Tem protocolos de estágios? Não Director: Elisa DiasPromove os diplomados? Sim Promove os diplomados? NR Promove os diplomados? Não Apoio à empregabilidade NR18 Guia Prático do Estudante 2011 com o apoio

×