2ª CHAMADA AT’2 9º ANO / 2011<br />    O futebol como desporto é considerado por muitos a grande paixão popular e caracter...
2ª chamada at'2
2ª chamada at'2
2ª chamada at'2
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

2ª chamada at'2

259 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
259
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

2ª chamada at'2

  1. 1. 2ª CHAMADA AT’2 9º ANO / 2011<br />    O futebol como desporto é considerado por muitos a grande paixão popular e caracterizado pela crítica desportiva como o maior fenômeno social dos últimos anos. Essa afirmação é fácil de ser observada ao se analisar o amor que os torcedores têm pelo seu clube. <br />    Porém, há certo tempo que uma inquietação vem incomodando o dia a dia de todo torcedor apaixonado por futebol: o caso da violência presente cada dia mais nos estádios. Esse fato tem afastado o torcedor do estádio, que vem optando por, várias vezes, assistir aos jogos em casa, diante do conforto e, principalmente, distante da violência. <br />    Não resta a menor dúvida de que o futebol é um esporte em que ocorre muito contato, muitas vezes até de forma bem agressiva, que pode acabar acarretando em agressividade física, o que caracteriza, dessa forma, o futebol como um esporte violento. O futebol como meio de expressão de identidades nacionais ou locais tornou-se tema comum de ensaio e pesquisa no que se refere à canalização de algumas formas de agressividade que têm ocorrido num jogo de futebol não precisamente dentro do campo, mas em todo o estádio, sobretudo nas arquibancadas, o que, de certa maneira, está imbuído no contexto desse esporte. Nessa perspectiva, várias foram as reflexões sobre a interferência da violência registrada no ambiente futebolístico, tomando-se como referência as aqui citadas. <br />    Nas análises de Paim e Strez, no momento em que uma pessoa participa de uma torcida organizada, ela está sendo constituída de situações de expansão de várias emoções, muitas vezes reprimidas pelo meio social do cotidiano. Desta forma, é diante da torcida que essa pessoa demonstra sua identidade e começa a manifestar e agir de maneira que não faria isoladamente, colocando para fora todo sentimento de impotência e frustração pessoal, que foram diluídas no coletivo das arquibancadas. <br />    Sobre esse aspecto, Filho observou que, tomado como manifestação cultural, o futebol apresenta dimensões positivas ligadas ao espetáculo e à motivação e alegria de várias pessoas. Porém, esse autor relatou que o futebol também tem trazido a violência, em que parte integrante dos noticiários esportivos vem mostrando que, tanto no campo, entre os jogadores, quanto na arquibancada, entre os torcedores, vem ocorrendo um índice muito alto de violência. <br />    Uma das formas mais cruéis de violência no futebol, presente tanto no campo quanto nas arquibancadas, é o racismo, que por sinal existe desde os primórdios do futebol, quando somente brancos e ricos aristocratas podiam praticar esse esporte. <br />    Dando ênfase a essa afirmação, Figueiredo relatou que, na década de 1920, o futebol era considerado esporte de elite, praticado somente pela classe dominante; negros e mestiços não poderiam sequer fazer parte dos quadros de jogadores de grandes clubes. Os atletas negros e mestiços participavam somente de alguns clubes do subúrbio, como o Vasco da Gama, que, segundo o citado autor, estava preparando sua equipe para desestabilizar a hegemonia das classes dominantes. Tal fato ocorreu em 1923, quando o Vasco disputava pela primeira vez o campeonato carioca da primeira divisão, sagrando-se campeão com uma equipe composta por jogadores negros, mulatos e brancos de origem humilde. <br />    Silva e Votre relataram que a mídia tem influência muito grande no caso do racismo. Segundo estes autores, toda vez que o Brasil não consegue obter sucessos em competições importantes, todos tendem a procurar um culpado para justificar a derrota, e geralmente, através da mídia, a culpa é atribuída a jogadores negros. <br />    Entretanto, para Leitão e Tubino, a agressividade está presente em nossas vidas desde as origens do mundo e da nossa história. Acreditam que a violência constitui um componente essencial da vida humana e, ainda, está inscrita no coração do homem e no ser do mundo. <br />    Por sua vez, Daolio relatou que a violência exacerbada dos torcedores não poderia ser entendida de forma simplista, uma vez que está presente a manifestação de alguns marginais, pois segundo esse mesmo autor, é dessa forma que alguns jornalistas tratam o assunto. Ainda de acordo com esse autor, essa violência constitui a expressão da sociedade brasileira por muitas vezes reprimidas em outras ocasiões. Nesse sentido, eis a seguinte questão: o que vem acontecendo com a sociedade brasileira ultimamente que tem gerado tantas expressões de violência nos estádios de futebol? <br />    Dentro desse contexto, na busca de identificar e analisar os motivos que estejam contribuindo para a situação do florescimento da violência, Machado relatou que para alguns estudiosos são instintivas as tendências agressivas. Já para outros a agressividade é resultante de determinada situação, em que a reação agressiva ocorre em relação à frustração e diante de uma tentativa de vencer obstáculos na busca do prazer. Ainda segundo esse autor, a violência que vem acontecendo nos meios esportivos acaba atingindo a popularidade do esporte. Dessa forma, quando há um torcedor se expressando de forma ilimitável, toda a sua agressividade acumulada pode ter sido originada não da situação do jogo, mas, sim, do meio social. <br />    Perrusi analisou a agressividade por dois meios: violência no esporte ou violência do esporte. Para ele, se há "violência do esporte", seria alegar que a violência é intrínseca, ou seja, seria constituinte do conteúdo esportivo do próprio futebol, mas se há "violência no esporte", o motivo seria extrínseco, de fora para dentro, trazido de outro meio, seja por crise econômica, seja por racismo ou qualquer outra coisa. <br />01. De acordo com o texto, é correto afirmar: 2 PTS<br />a) As agressões presentes nos campos de futebol são muito mais sérias que as provocadas nas arquibancadas.<br />b) As agressões, presentes nos estádios, são compreensíveis, pois serve para aliviar o stress.<br />c) Os efeitos dessas agressões só podem ser reduzidos combatendo os problemas sociais para descobrir se a causa é marginal ou social.<br />d) As várias sensações “agradáveis” provocadas pela magia do futebol são ilusórias, seguidas sempre de graves confusões.<br />e) A constante violência nos estádio faz com que o futebol deixe de ser considerado esporte popular. <br />02. No trecho: “Os atletas negros e mestiços participavam somente de alguns clubes do subúrbio, como o Vasco da Gama, que, segundo o citado autor, estava preparando sua equipe para desestabilizar a hegemonia das classes dominantes. .”, o termo em destaque tem como forma sinônima: 2 PTS<br />a) medo.<br />b) domínio.<br />c) ação violenta.<br />d) alegria excessiva.<br />e) atitudes exageradas.<br />03. A partir da leitura do texto, pode-se afirmar que 1,5 PTS<br />a) os efeitos da violência têm sido uma constante preocupação dos estudiosos, por isso o público prefere assistir aos jogos em casa.<br />b) a violência apresenta personagens negativos dentro e fora do campo.<br />c) quanto a violência, o problema é da sociedade.<br />d) o stress exacerba a violência apenas naqueles que já a possuem interiormente.<br />e) o uso constante de bebidas alcoólicas é a causa das confusões.<br />04. Leia o trecho: 1,5 PTS<br />“Porém, há certo tempo que uma inquietação vem incomodando o dia a dia de todo torcedor apaixonado por futebol:”<br />A ideia expressa pelo termo destacado ocorre também em:<br />I. “Entretanto, é importante citar que a agressividade se explica pelo contexto social...”<br />II. Pessoas que costumam brigar com frequência passam a apresentar intolerância, pois tornam-se agressivas.<br />III. Torna-se necessário estudar a sociedade para se identificar a razão do problema.<br />Está (ão) correta (s) apenas:<br />a) I<br />b) II<br />c) III<br />d) I e II<br />e) II e III<br />05. Considere os trechos: Torcedores que se agridem até três vezes por jogo. / “Assim, só a polícia reprime. 1,5 PTS<br />Sobre o emprego das palavras em destaque, é correto afirmar que:<br />a) a palavra até se opõe semanticamente ao termo três.<br />b) a palavra até sugere que a agressividade é, necessariamente, consequência da prática de pelo menos três vezes por semana.<br />c) a palavra até serve para reforçar a ideia de que a prática excessiva de brigas representa um grave risco à sociedade.<br />d) a palavra só não pode ser substituída por apenas.<br />e) a palavra só traduz a idéia de exclusão.<br />06. Considere o trecho: 2 PTS<br />Como as torcidas organizadas dão possibilidade do homem expor a verdadeira identidade não aceita no mundo social, alguns torcedores aproveitam o momento do jogo para mostrar a verdadeira face.<br />Sobre as expressões destacadas, é CORRETO afirmar que<br />a) o conectivo como estabelece uma relação de conclusão.<br />b) o conectivo como estabelece uma relação de comparação.<br />c) o conectivo como estabelece uma relação de modo.<br />d) o conectivo como estabelece uma relação de explicação.<br />07. Considerando-se os trechos abaixo, percebe-se, em relação à concordância, desvio gramatical apenas em: 1,5 PTS<br />a) Observam-se vários problemas ligados à discussões.<br />b) Devem haver muitos prejuízos para o organismo.<br />c) Qual de nós conhece os resultados dos estudos recentes sobre as agressões?<br />d) Fui eu quem falou sobre as principais causas das brigas entre torcidas.<br />e) Faz alguns anos que se descobriu a importância de estudo sobre esse comportamento.<br />08. Considere o trecho: 2 PTS<br />Esse fato tem afastado o torcedor do estádio, que vem optando por, várias vezes, assistir aos jogos em casa, diante do conforto e, principalmente, distante da violência. <br />Observando-se a conjunção destaca para destacar a alternativa correta:<br />I. representa conjunção integrante.<br />II. a subordinada qualifica a principal.<br />III. representa pronome relativo.<br />Está(ão) correta(s):<br />a) apenas I<br />b) apenas I e II<br />c) apenas II<br />d) apenas II e III<br />09. No caso das orações coordenadas introduzidas pela conjunção e, devem-se adotar os mesmos procedimentos aplicados aos termos coordenados de um período simples, ou seja: 2 PTS<br />quando a conjunção surge apenas entre a penúltima e a última oração de uma sequência, não se emprega vírgula:<br />quando a conjunção e significar adversidade, deve ser sempre precedida de vírgula:<br />a vírgula não deve ser usada quando a conjunção une orações independentes<br />10. Observe, primeiro, a imagem para responder as perguntas. 4 PTS<br /> <br />a) Aparecem personagens que encarnam tipos: quais são esses tipos? Que significação tem a posição dos tipos na imagem? <br />Analise agora o texto verbal. <br />I) Normalmente, a charge tem texto verbal curto. Essa poderia apresentar texto longo? <br />II) Comente o humor. · Originalidade, verdade e intencionalidade. <br />

×