1
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
Docume...
2
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
1. INT...
3
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
2. OBJ...
4
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
Alguma...
5
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
Sessão...
6
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
7
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
5. PRO...
8
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
5.1. P...
9
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
PROPOS...
10
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
PROPO...
11
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
PROPO...
12
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
PROPO...
13
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
PROPO...
14
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
5.2. ...
15
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
PROPO...
16
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
PROPO...
17
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
PROPO...
18
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
PROPO...
19
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
PROPO...
20
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
PROPO...
21
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
PROPO...
22
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
PROPO...
23
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
PROPO...
24
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
PROPO...
25
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
PROPO...
26
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
PROPO...
27
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
PROPO...
28
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
5.3. ...
29
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
• Rea...
30
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
PROPO...
31
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
PROPO...
32
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
PROPO...
33
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
PROPO...
34
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
PROPO...
35
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
PROPO...
36
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
PROPO...
37
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
PROPO...
38
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
5.4. ...
39
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
PROPO...
40
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
PROPO...
41
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
PROPO...
42
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
PROPO...
43
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
PROPO...
44
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
PROPO...
45
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
5.6. ...
46
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
PROPO...
47
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
PROPO...
48
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
PROPO...
49
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
PROPO...
50
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
PROPO...
51
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
PROPO...
52
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
ANEXO...
53
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
5. Ex...
54
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
1Refl...
55
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
No do...
56
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
2Refl...
57
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
6. A ...
58
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
3Refl...
59
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
e soc...
60
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
5. O ...
61
documento de trabalho
INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013)
http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
asseg...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Propostas Aveiro 2020

1,659 views

Published on

Documento de trabalho final - Julho 2013

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,659
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
233
Actions
Shares
0
Downloads
5
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Propostas Aveiro 2020

  1. 1. 1 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ Documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ - PROPOSTAS 24 MAIO 2013- 23 JULHO 2013 http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ aveiroeuropa2020@gmail.com
  2. 2. 2 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ 1. INTRODUÇÃO A "Iniciativa Aveiro 2020", desenvolvida no âmbito da candidatura de Eduardo Feio à Câmara Municipal de Aveiro e iniciada há cerca de dois meses, pretendeu criar um espaço de diálogo com os cidadãos e de mobilização para apresentação de ideias relevantes para o futuro do Município. Gostaríamos de salientar o salutar e desprendido envolvimento de muitos cidadãos aveirenses e de reafirmar que a dinâmica criada em torno desta iniciativa é um espelho do enorme potencial cívico, empreendedor, científico e artístico da nossa comunidade, muitas vezes desaproveitado. O documento que agora se apresenta pretende ser um testemunho de um estilo participativo e colaborativo de fazer política com os cidadãos, que esta candidatura se propõe continuar e reforçar. Não é, por isso, um documento acabado. Antes pelo contrário, sinaliza uma fase do trabalho em curso e é a forma encontrada, por agora, de devolver à comunidade os seus contributos para esta reflexão. Esperamos que ele possa estimular outras reflexões e o aparecimento de novos contributos dos cidadãos de Aveiro. Pensamos que este é contributo valioso, ainda que modesto, para a afirmação dos valores da liberdade, do progresso e do exercício da cidadania que fazem parte da matriz identitária de Aveiro que pretendemos ver reforçados. Bem-haja a todos os que contribuíram e venham a contribuir para um “Aveiro com Futuro” Eduardo Anselmo Castro, Fernando Nogueira e José Carlos Mota, (com contributos de …)
  3. 3. 3 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ 2. OBJECTIVOS GERAIS DA INICIATIVA Como principais objectivos gerais a iniciativa procurou: • Discutir os desafios que o novo quadro comunitário de apoio (Quadro Estratégico Comum – 2014 – 2020) coloca a Aveiro. • Mobilizar os Aveirenses para a reflexão sobre o potencial de Aveiro nos três domínios do crescimento inclusivo, inteligente e sustentável, objectivos da Agenda Europa 2020. • Demonstrar que um modelo de construção participada do posicionamento e das propostas de Aveiro para o novo quadro comunitário é possível • Evidenciar um modelo de relacionamento/participação com a comunidade que possa continuar a ser implementado depois das eleições. 3. OBJECTIVOS ESPECÍFICOS Como objectivos específicos a iniciativa tentou: • Contribuir para clarificar e consolidar os domínios estratégicas de intervenção para o futuro de Aveiro, para gerar ideias/projectos e criar oportunidade para a sua concretização • Criar uma parceria informal de cidadãos e actores envolvidos • Dar contributos para a elaboração do Programa Eleitoral da candidatura ‘Eduardo Feio 2013’ 4. ACTIVIDADES Tendo sido iniciada há cerca de dois meses, a iniciativa AVEIRO 2020 já organizou cinco eventos que mobilizaram mais de 160 pessoas em vinte cinco horas de debate. Como principais marcos: • Criação de um conjunto de plataformas de disponibilização da informação e do resultado do trabalho (http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ ) • Lançamento da Iniciativa Aveiro 2020 [24 Maio] http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/2731.html • Sessão de trabalho sobre Crescimento Inteligente [13 Junho] http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/3250.html • Sessão de trabalho sobre Crescimento Sustentável [20 Junho] http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/3610.html • Sessão de trabalho sobre Crescimento Inclusivo [27 Junho] http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/4421.html • UMA IDEIA PARA O FUTURO DE AVEIRO [4 Julho] • Encerramento 1.ª fase – Aveiro 2020 [23 Julho]
  4. 4. 4 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ Algumas referências Sessão Arq.ª Teresa Almeida Sessão do Grupo Crescimento Inteligente Sessão do Grupo Crescimento Sustentável
  5. 5. 5 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ Sessão do Grupo Crescimento Inclusivo Sessão do Grupo Cidadãos
  6. 6. 6 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/
  7. 7. 7 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ 5. PROPOSTAS Como resultado do conjunto de encontros e do envio de contributos pelos participantes, foi produzido um conjunto de propostas que procuram responder aos problemas encontrados e tirar partido das potencialidades identificadas, alinhadas com os princípios do crescimento sustentável, inteligente e inclusivo. Importa referir que este conjunto de propostas não pretende responder a todos os problemas e potencialidades, nem tem a pretensão de ser uma estratégia para o futuro do concelho. Tem certamente debilidades e fragilidades próprias de um documento feito de forma colaborativa, em cinco sessões públicas, sem um diagnóstico sistematizado e aprofundado, e, em alguns casos, sem uma prévia discussão sobre se as prioridades definidas pela Agenda Europa 2020 são as mais indicadas para Aveiro. Trata-se, no entanto, de um esforço notável de participação cívica e de mobilização de inteligência colectiva que deve ser valorizado e aproveitado, um primeiro contributo ao qual se seguirão outros que lhe deverão dar sequência e aprofundamento. Este primeiro exercício prendeu-se com o desenvolvimento de estratégias (ideias, propostas, projectos) para o território e seus actores que valorizem o potencial de conhecimento, de capacidades e de experiência aqui existente, que mobilize o envolvimento ativo e proativo de pessoas e instituições aveirenses (concelho-região- distrito) e que ajude a projectar Aveiro e as suas gentes num quadro mais vasto que a sua dimensão geográfica, contribuindo com isso para melhorar o seu ambiente social, cultural, económico e físico. Foi sugerido que o exercício fosse feito de modo colaborativo, construído de forma gradual e por isso incompleta, não estando por isso terminado. Participaram na sua concepção mais de TRINTA CIDADÃOS, o que deve ser assinalado, mas pretende-se que o exercício continue em modalidade que queremos discutir. Existe um denominador comum em torno deste conjunto de propostas, que passa por procurar melhorar a cidade e o concelho onde vivemos, mostrando que em conjunto podemos fazer muito melhor do que até hoje, que a falta de recursos financeiros tem de aguçar o nosso engenho, que o futuro não é uma fatalidade que nos é imposta e que o podemos reinventar colectivamente. No fundo, o denominador comum inspira o desígnio colectivo que esta candidatura pretende promover de transformar AVEIRO numa REFERÊNCIA NACIONAL NA INOVAÇÃO Apresenta-se, de seguida, o conjunto de mais de CINQUENTA PROPOSTAS gerado neste exercício. O primeiro, dirigido aos domínios do crescimento sustentável, inteligente e inclusivo, resultantes das primeiras quatro sessões públicas, e o segundo, num domínio transversal, resultante sobretudo do contributo da quinta sessão aberta aos cidadãos. • PROPOSTAS GERAIS • PROPOSTAS CRESCIMENTO INTELIGENTE • PROPOSTAS CRESCIMENTO SUSTENTÁVEL • PROPOSTAS CRESCIMENTO INCLUSIVO • PROPOSTAS TRANSVERSAIS
  8. 8. 8 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ 5.1. PROPOSTAS GERAL PROPOSTA #1 NOVO ESTILO AUTÁRQUICO CONTEXTO • Dificuldade de adicionar coisas a coisas em Aveiro – quando a Câmara chega, estraga! • A paternidade das ideias (as ideias dos outros são sempre más ou piores do que as nossas); CONCEITO • Liderança colaborativa OBJECTIVOS • Inteligência estratégica como o recurso que se pede que a câmara tenha • Retomar o swing positivo que Aveiro teve e pode ter • Envolver as pessoas numa liderança partilhada • Promover a câmara como pivôt • Fazer de forma criteriosa; • Celeridade de respostas (licenciamento); ACTIVIDADES • … LOCALIZAÇÃO - ACTORES ENVOLVER • … EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • … CUSTOS -
  9. 9. 9 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ PROPOSTA #2 FÓRUM AVEIRO 2020 CONTEXTO • Em dois meses foram realizadas CINCO reuniões que envolveram mais de cento e cinquenta participantes em mais de vinte horas de reflexão e debate; • Foram geradas mais de SESSENTA PROPOSTAS nos domínios do crescimento inclusivo, sustentável e inteligente, dirigidas às várias freguesias do concelho de Aveiro e que poderão vir a ser enquadradas no âmbito dos fundos europeus 2014-2020. CONCEITO • Criação de um fórum cívico de debate sobre período 2014-2020 OBJECTIVOS • Dar continuidade à dinâmica da iniciativa Aveiro 2020 ACTIVIDADES • Criar um site • Equipa gestora LOCALIZAÇÃO • … ACTORES ENVOLVER • … EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • … CUSTOS • … PROPOSTA #3 AVEIRO 2020 NAS FREGUESIAS CONTEXTO • Após a realização das seis sessões na cidade de Aveiro é importante levar esta dinâmica de reflexão às freguesias periféricas; CONCEITO • Participação Itinerante Aveiro 2020 OBJECTIVOS • Discutir os princípios e propostas AVEIRO 2020 nas freguesias; ACTIVIDADES • … LOCALIZAÇÃO • … ACTORES ENVOLVER • … EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • … CUSTOS • …
  10. 10. 10 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ PROPOSTA #4 MAPEAMENTO IDEIAS AVEIRO 2020 CONTEXTO CONCEITO • Mapear Aveiro 2020 OBJECTIVOS • Mapear as ideias geradas na iniciativa Aveiro 2020 • Gerar novas ideias ACTIVIDADES • AVEIRO 2020, AVEIRO COM FUTURO (JULHO 2013) GOOGLEMAPS https://www.google.pt/maps/ms?msid=2021391650498101037 84.0004e1b12a327b0a85c38&msa=0&ll=40.638772,- 8.644567&spn=0.016934,0.036864 LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • CUSTOS •
  11. 11. 11 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ PROPOSTA #5 DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÃO/CONHECIMENTO FACILITADOR DA EXECUÇÃO DAS ESTRATÉGIAS CONTEXTO • As entidades de governo da região, as políticas e de gestão de topo devem criar e disponibilizar a qualquer cidadão informação/conhecimento facilitador das estratégias. CONCEITO • OBJECTIVOS • Criar um cluster de competências exclusivamente centrado em arranjar soluções de financiamento que não comprometa ainda mais a taxa de esforço das famílias e micro-empresas • Estudar recurso a outras fontes de financiamento como entidades de "venture capital", "business angels", etc algo que poderia ser feito através de uma "Aveiro VC Conference" - conferência anual (ou semestral) de mostra de ideias e novos produtos da região a esses agentes financeiros com interesses em parceria de negócio com as gentes do distrito de Aveiro. Para isto seria absolutamente fundamental uma organização transregional de todos os agentes da região/distrito Aveiro. • Gerar, manter e difundir por qualquer entidade Aveirense um Diretório Aveirense de Contactos Internacionais para fomentar a internacionalização da economia local. Incluiria nesta estratégia um serviço que fosse útil às grandes empresas, mas fundamentalmente direccionado às pequenas e médias empresas, às empresas em nome individual, e/ou de base familiar, e ao jovem interessado em implementar um novo produto/serviço; • Equacionar modalidades de financiamento alternativo (crowdfunding) ACTIVIDADES • LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • CUSTOS •
  12. 12. 12 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ PROPOSTA #6 CRIAÇÃO DE UM CONSELHO DE DIRETORES DAS INSTITUIÇÕES CULTURAIS - CDIC CONTEXTO • A cultura deveria ter uma entidade de estratégia regional. CONCEITO • OBJECTIVOS • Criar um conselho constituído por Diretores das Instituições Culturais - CDIC (públicos ou privadas) da região que deveria conseguir um macro programa cultural para a região (com óbvios ganhos financeiros ao contratar grupos culturais que poderiam fazer vários espetáculos numa mesma janela temporal na região), sem prejuízo para as especificidades do programa particular de cada instituição. • As Direcções das instituições culturais devem implementar mecanismos, nomeadamente através da internet para receber input (contributos diretos) de um qualquer cidadão interessado em sugerir iniciativas para o programa e/ou comentar (e até avaliar) iniciativas passadas. • O CDIC não deve apenas ter as grandes instituições culturais da região mas deve sim existir uma enorme preocupação de fomentar cultura em rede e a grande maioria dos agentes do CDIC deveria ser a pequena instituição cultural dos nossos muitos lugares da região, porventura as mais dinâmicas, as mais criativas as que mais valor têm trazido aos seus lugares. ACTIVIDADES • O CDIC poderia tutelar a organização "do maior festival cultural anual de Portugal" com sede na zona lagunar de Aveiro e onde o meio água (aproveitando as várias frentes para a Ria que temos) fosse o mote para qualquer dos eventos a fomentar. Os palcos flutuantes seria a base mais primária que logo ocorre quando nos referimos a este tipo de eventos, contudo o meio água, e o espelho que proporciona de luz e som, de dia ou de noite, são absolutamente espetaculares para momentos em que o desenho de luz e som imperam. • Produzir uma agenda cultural comum e em sintonia com agendas dos municípios vizinhos • Descentralização da oferta cultural - reaproveitamento e rentabilização das várias salas de espetáculo, auditórios, ginásios, entre outros existentes nas várias freguesias; LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • CUSTOS •
  13. 13. 13 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ PROPOSTA # PLATAFORMA DE CONCERTAÇÃO DOS OPERADORES DO TURISMO CONTEXTO • CONCEITO • OBJECTIVOS • Definição de estratégia para o turismo que assente na reorganização da oferta turística da cidade e na criação de uma rede de operadores capaz de promover e dinamizar os recursos existentes; • Enfoque particular nos operadores de transporte marítimo turístico para um aumento da qualidade e inovação do serviço prestado • Necessidade de complementaridade dos serviços e produtos existentes ou a criar. • Formação em várias áreas para o setor do turismo e de serviços que estejam direta ou indiretamente em contato como turista • Estimular a articulação dos operadores com I&D produzida nas empresas da região e universidade; ACTIVIDADES • LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • CUSTOS •
  14. 14. 14 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ 5.2. PROPOSTAS CRESCIMENTO INTELIGENTE (ver documento – Sessão de trabalho sobre Crescimento Inteligente [13 Junho] http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/3250.html) PROPOSTA #1 MUSEU DO FUTURO (MADE IN AVEIRO) CONTEXTO • Aveiro foi protagonista do desenho do futuro (desde os tempos da revolução liberal, da oposição democrática, da tecnologia e do conhecimento) • No domínio das tecnologias, a marca SAPO, um icon, made in Aveiro, não está a ser devidamente valorizada; CONCEITO • Museu do Futuro OBJECTIVOS • Edifício montra dos produtos e erviços inovadores MADE IN AVEIRO (tecnologias e outros) • Divulgar a internet das coisas (a internet do futuro) e as novas oportunidades da Cloud (e o papel que Aveiro, UA e suas empresas têm neste quadro) ACTIVIDADES • Criação do museu num espaço central da cidade (ex: museu da cidade) LOCALIZAÇÃO • Sítio bastante central e de fácil acesso ACTORES ENVOLVER • PT INOVAÇÃO • INOVA-RIA • TICE.pt • EUROCLOUD • UA EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • Museu do Amanhã (Rio) CUSTOS •
  15. 15. 15 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ PROPOSTA #2 AVEIRO TEST-BED CONTEXTO • Aveiro tem 3.500 trabalhadores na área das TICE, altamente qualificados; • Tecnologias made in Aveiro CONCEITO • Aveiro test-bed de novas tecnologias OBJECTIVOS • ATB como montra internacional para outros lugares do mundo adotarem (ou adquirirem aos proponentes) novos serviços/produtos sabendo de antemão qual o impacto que têm num contexto de uso real diário continuado na região de Aveiro. • Aveiro uma referência como test-bed de novas tecnologias (empresas internacionais – NOKIA/SIEMENS,…– e nacionais PT Inovação, empresas INOVARIA); • Explorar a relação da internet do futuro com problemas estruturais (envelhecimento, alterações climáticas, mobilidade,…); • Trabalhar e validar produtos ou serviços inovadores numa lógica user-centric e market driven, como é o caso do Bikemotion • Tirar partido de infraestruturas (físicas e de conhecimento) criadas em projetos de ID&T para atrair IDE e acelerar a entrada no mercado de produtos e serviços de elevado valor acrescentado • Aumentar exportação de produtos tecnológicos das empresas da região (experimentar local, para vender global) • Desenvolver melhores produtos, mais inovadores, aproximando os utilizadores aos produtos, em fases embrionárias ACTIVIDADES • Via verde para certificar produtos (ligação universidade- utilizador-agência de certificação) em domínios como a saúde, sobretudo nos dispositivos médicos • Espaços públicos (claramente identificados) para demonstradores • LOCALIZAÇÃO • Utilizar o espaço público, com localização dependente do tipo de produto, época, destinatários. • Instalações das empresas, com convites alargados à comunidade ACTORES ENVOLVER • INOVARIA, UA, TICE.pt, MUNICIPE, TURISTA, CAMARA, Outras empresas e associações, etc. EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • Porto testbed, Medicon Valley, etc. CUSTOS • O custo pode ser suportado pelos promotores. Existindo uma marca associada, global, será preciso suportar custos de imagem, divulgação, promoção, etc.
  16. 16. 16 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ PROPOSTA #3 DEPARTAMENTO DE CAPTAÇÃO DE INVESTIMENTO CONTEXTO • Os municípios definem-se pela sua qualidade de vida que está fortemente ligada a fatores de desenvolvimento económico e social, como é o caso da competitividade e atratividade do território e emprego CONCEITO • CM como um dos motores da angariação de novos investimentos estruturantes por parte de privados OBJECTIVOS • Câmara como agente proativo de procura de investidores • Criação de Emprego qualificado • Facilitar a instalação de empresas • Orientar os autarcas para a construção e presença em redes internacionais de negócios • Uma outra área interessante seria criar uma plataforma de crowdfunding específica para Aveiro, não só para projetos IT, mas também associativos, culturais e de “rua”. ACTIVIDADES • Criação de uma plataforma de captação de investimentos internacionais (Business Development Management) envolvendo os agentes institucionais significativos LOCALIZAÇÃO • Em espaço a encontrar pela CMA ou no âmbito da CIRA ACTORES ENVOLVER • AIDA • INOVA-RIA • PT Inovação • NOKIA SIEMENS • PCI EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • exemplo Suécia – cartão de visita; ligação aos mercados emergentes; apoiar tarefas – aquisição de terreno, edifício, contratos com operador de telecomunicações, criação de empresas, obrigações legais, incubadora de serviços (Suécia/Lund/Ideon Park) CUSTOS •
  17. 17. 17 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ PROPOSTA #4 UMA OUTRA NOITE – JAZZ e outros CONTEXTO • O potencial do Jazz, mas as dificuldades (espaços – bares, licenciamento, regulamento, taxas) • Aveiro possui profissionais, I&D, escolas de música (superior e outras) na área do Jazz CONCEITO • A cidade à noite como espaço de vivência e de ligação ao potencial artístico local OBJECTIVOS • A noite como oportunidade de experimentação, animação e cultura (cidadania e solidariedade) • Melhorar a qualidade e diversidade da oferta de animação nocturna • Encontrar nichos de especialismo/especialização – cultura, tecnologia (antes identificados) • A aposta no Jazz ACTIVIDADES • Resolver a ‘caldeirada’ de taxas municipais • Orientar ao cliente LOCALIZAÇÃO • No tecido da atividade noturna (restaurantes, bares, discotecas, ruas e praças, etc.) ACTORES ENVOLVER • Artistas independentes, investigadores e alunos do DECA, conservatório, associações musicais e bandas locais, escolas de música, EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • CUSTOS •
  18. 18. 18 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ PROPOSTA #5 AVEIRO EXPORTADOR CONTEXTO • Redes de internacionalização (CMA, UA, AIDA, ACA, Turismo Centro, Associações, Artistas, Cívicas); • Cidades geminadas – fora e dentro do país. • Evento UA – Exportações CONCEITO • AVEIRO EXPORTADOR OBJECTIVOS • Valorizar e articular as múltiplas redes de internacionalização (CMA, UA, AIDA, ACA, Turismo Centro, Associações, Artistas, Cívicas); • Apoiar exportação – nos produtos tradicionais não temos escala; ACTIVIDADES • Fazer candidaturas trans-nacionais, procurando recursos e competências complementares – papel que a CM pode exercer. LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • CUSTOS •
  19. 19. 19 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ PROPOSTA #6 PROGRAMA DE ATRACÇÃO E FIXAÇÃO DE ACTIVIDADES ECONÓMICAS, SOCAIS E CULTURAIS INOVADORAS no centro da cidade CONTEXTO • Enorme potencial de formação de quadros nas áreas da inovação e criatividade • Devolutos em Aveiro (Avenida e Rua Direita) CONCEITO • Atrair e fixar actividades económicas, sociais e culturais inovadoras no centro da cidade OBJECTIVOS • Promover as actividades criativas Made in Aveiro • Aposta na atracção de novas funções (âncoras e as emergentes – por ex. nos domínios estratégicos – design, TICE,…); • Acrescentar uma dinâmica de regeneração urbana (física, social e económica) do centro da cidade • Criar uma rede de espaços criativos (zonas e capacidade de experimentação [encontrar os espaços e as competências]) • Espaço público e espaços colectivos (cafés) como áreas de experimentação e divulgação (novos produtos e serviços TICE) e como local de promoção da sociabilidade; • Trabalhar o mix comercial no centro da cidade (identificar funções e procurar estabelecer contactos com eventuais operadores); ACTIVIDADES • Avenida + Rua Direita – animar, atraíndo comércio e serviços + mobilidade pedonal - pensar a rua e o quarteirão como atitude de reflexão-ação LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • ACA • INCUBADORA DA UA EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • Incubadoras de serviços • Co-working CUSTOS •
  20. 20. 20 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ PROPOSTA # WI-FI GRATUITA NO ESPAÇO PÚBLICO E COLECTIVO CONTEXTO • Aproveitar as redes existentes (rede EDURAM da UA e outras) CONCEITO • Uma sociedade de informação eficiente e inclusiva OBJECTIVOS • Possibilitar o aparecimento de novos serviços e produtos, nomeadamente de PMEs, que utilizem a infraestrutura para demonstração de inovações feitas; • Fomentar o aparecimento e valorização de conteúdos de realidade aumentada como os que estão a ser produzidos no âmbito do PdS pela PT Inovação e algumas empresas da região; • Promover o aparecimento de serviços e infraestruturas inovadoras com o envolvimento da PT Inovação, nomeadamente no domínio do M2M com aplicações de localização, e-health, serviços de emergência, etc. • Responder a necessidades das comunidades ACTIVIDADES • Oferecer internet gratuita no espaço público; • Propiciar espaços de trabalho para utilizadores em roaming, tornando a cidade como um enorme centro de coworking digital em espaço aberto; • Potenciar o uso em roaming das redes Wi-Fi (ou melhor das credenciais de acesso a elas) por estudantes e professores em mobilidade; • Equipar sedes das juntas de freguesia e todas as escolas do concelho; LOCALIZAÇÃO • Praças e jardins da cidade ACTORES ENVOLVER • PT inovação • Operadores (seguir o exemplo de Lisboa) EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • Lisboa nos jardins; diversas capitais europeias CUSTOS • 0€
  21. 21. 21 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ PROPOSTA # INOVAÇÃO EM SERVIÇOS (PÚBLICOS E TERCEIRO SECTOR) CONTEXTO • Service Innovation como parte da nova política industrial da Europa • Serviços e Produtos integrados numa cadeia de maior valor acrescentado • Os serviços da CMA são, na sua generalidade, demasiadamente complexos, morosos, burocráticos e, mais importante, afastados das reais necessidades da população. CONCEITO • Desenho e Engenharia de Serviços do Município em áreas como a Inovação Social, o Empreendedorismo, o Turismo, as Indústrias de Elevado Potencial, as Indústrias Criativas • “redesenho”dos serviços da CMA, baseados em ações de formação de “design thinking”, focado nas necessidades da população envolvendo-a no próprio desenho dos serviços. OBJECTIVOS • Desenho de novas formas de prestação de serviços da autarquia, focadas no consumidor/investidor; • Simplificação e agregação de serviços; • CM Aveiro como orquestrador da região, dinamizador de investidores e de condições de atração de IDE • Design para a inovação social – Estratégias bottom-up; entidades públicas como facilitadores fluidificadores ACTIVIDADES • Equacionar a substituição gradual do software comercial existente utilizado no planeamento/gestão/produção de cartografia por opções open source, tanto na vertente desktop (QGIS, Open Jump) como na websig (utilizando standards definidos pela OGC) • Desenvolvimento de aplicações para divulgação de informação (geográfica e outra) para melhor conhecimento do território e potencialidades e sua divulgação. LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • CMA • UA • Move Aveiro • Turismo • Clubes e associações EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • Site associações desportivas de Lisboa (ESTGA) • http://portuguesclaro.pt/ • http://www.designcouncil.org.uk/Case-studies/Lewisham- Council/ CUSTOS • Crowdsorcing
  22. 22. 22 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ PROPOSTA # DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES SIG CÓDIGO ABERTO (apoio aos processos de planeamento, gestão camarária e divulgação de informação aos munícipes, utilizando as novas tecnologias da informação geográfica) CONTEXTO • Planeamento urbano • Gestão camarária - em (quase) todos os sectores, estimando-se que 80% de toda a informação seja de índole geográfica) • Divulgação de informação geográfica (cadastro, infraestruturas, planos de diferente ordem, turismo, etc. – transversalidade da utilização da informação geográfica) CONCEITO • Utilização das novas tecnologias da informação geográfica no desenvolvimento de aplicações, baseada no paradigma do software de código aberto. Direcionadas sobretudo às plataformas Web e mobile, para maior acessibilidade pelos munícipes. OBJECTIVOS • Mais transparência nos processos de decisão • Mais divulgação de informação • Redução de custos • Maior envolvimento com a UA • Inovação ACTIVIDADES • Desenvolvimento de aplicações que envolvam informação de índole geográfica, em parceria com a UA /ESTGA • Ações de divulgação e formação em contexto de trabalho LOCALIZAÇÃO • Universidade de Aveiro / CMA / CIRA ACTORES ENVOLVER • Universidade de Aveiro/ESTGA, CMA, CIRA EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • Portais websig - em termos nacionais, bons exemplos em diversas autarquias do Alentejo, Minho, Albufeira, Águeda e grande tendência de crescimento (ver http://www.arcgis.com/home/webmap/viewer.html? webmap=8be6092bba2c487c91cc8d402ae3c364&extent=- 13.2047,37.1545,-4.2068,41.9377) • Em termos internacionais, incontornáveis os exemplos dos Estados Unidos, Holanda, países nórdicos e, recentemente, os países da américa latina, sobretudo Brasil CUSTOS •
  23. 23. 23 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ PROPOSTA # AVEIRO COMO REFERÊNCIA NA E-SAÚDE CONTEXTO • Potencial da TICE em Aveiro • Aposta no domínio da saúde na UA e no relacionamento com a UBI CONCEITO • I&D TICE e Saúde OBJECTIVOS • Articular relação TICE/Saúde • Aposta nos serviços de conhecimento intensivo – produz-se mais valor acrescentado – noção de cadeia de valor – marketing, inteligência, processos, produtos ACTIVIDADES • Criação de redes colaborativas virtuais e sua divulgação junto do público LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • UA • TICE.pt EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • Medicon Valley CUSTOS •
  24. 24. 24 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ PROPOSTA # CULTURA TRADICIONAIS E CONTEMPORÂNEAS CONTEXTO • Aveiro está a 3 horas (e 300€) de avião do centro da Europa; • AV – em termos de turismo não tem estratégia – o turismo depende de quase todos os setores em que Aveiro está a falhar • Turistas concentrados no centro • Os turistas saem cedo….ou dormem mal ou estão fartos?! • Falta uma marca turística de Aveiro • Faltam itinerários (culturais) dentro de portas; • Pouca expressão das singularidades (arte e cultura) da cidade; • A ausência de uma direcção artística no TA (qual a lógica da programação); • Os museus estão ‘às moscas’; • Potencial de formação e I&D existente – arte, comunicação e design (DECA) • A identidade de Aveiro (novas e velhas identidades); CONCEITO • OBJECTIVOS • Valorizar as referências identitárias (ambiente (ria), cultura (tradições), inovação (telecomunicações) e liberdade (sex. XIX ao sec. XXI); as referências (Eça de Queiroz, Gustavo Pinto Basto, Homem Cristo, Mário Sacramento, Zeca Afonso, Vasco Branco, Gonçalo Tavares) • Dinamizar a oferta etnográfica da Beiramar (por explorar) e a memória (cultura de aveiro – sal,…) –Espólio da beiramar • Recuperar as referências tradicionais – barcos moliceiros e histórias da ria; eventos tradicionais (feira das cebolas); • Criar novas referências contemporâneas (Moda, Festival enguias e ovos moles); ACTIVIDADES • Centro de interpretação da Cultura de Aveiro LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • UA EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • cultura de registo; ex. Centro Interpretativo da Afurada • CUSTOS •
  25. 25. 25 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ PROPOSTA # DESIGN PARA O ESPAÇO URBANO E RURAL CONTEXTO • O Design enquanto espaço de encontro entre a criatividade, o conhecimento e a indústria local e regional – DECA/Materiais- UA, empresas do setor na região CONCEITO • O espaço urbano e rural de Aveiro enquanto laboratório de experimentação das soluções cruzadas entre a academia e as empresas do sector OBJECTIVOS • O design como forma de embelezar edifícios devolutos; • Organizar actividades temporárias (pop-up); • Apoiar artesanato urbano e arte urbana – a câmara pode potenciar estas atividades ACTIVIDADES • Feira ‘Design Urbano’ • O DESIGN na ruralidade • Eventos ligados ao design nas freguesias (animação do espaço público do centros das freguesias); LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • Lx Factory CUSTOS •
  26. 26. 26 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ PROPOSTA # CIÊNCIA & TECNOLOGIA PARA O ESPAÇO RURAL CONTEXTO I&D no domínio da tecnologia e mecânica CONCEITO • OBJECTIVOS • Apoiar o desenvolvimento de I&D para o desenvolvimento de produtos e serviços para apoiar o sector agro-alimentar • ACTIVIDADES • … LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • CUSTOS • PROPOSTA # TECNOLOGIAS PARA O TURISMO CONTEXTO CONCEITO • OBJECTIVOS • Apoiar o desenvolvimento de tecnologia de apoio ao sector do turismo (WEB) • ACTIVIDADES • … LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • CUSTOS •
  27. 27. 27 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ PROPOSTA # EXPERIMENTA AVEIRO (TECNOLOGIA) CONTEXTO • Aveiro – vértice do triângulo tecnológico português (ainda?) CONCEITO • OBJECTIVOS • ACTIVIDADES • LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • Espaços (Guimarães) workshop que permitem acesso a tecnologias em geração e de (re)qualificação de profissionais – Aveiro tem estas competências e tem espaços para fazer isto – espaços de co-aprendizagem CUSTOS •
  28. 28. 28 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ 5.3. PROPOSTAS CRESCIMENTO SUSTENTÁVEL (fundamentação – ver documento da Sessão de trabalho sobre Crescimento Sustentável [20 Junho] http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/3610.html PROPOSTA #1 LABORORATÓRIO DA RIA (NOVOS PRODUTOS, SERVIÇOS E GESTÃO) CONTEXTO • A ria tem sido um laboratório na investigação de ponta – que papel para a câmara • O valor ambiental, social, cultural e económico da ria (a necessidade de valorizar a biodiversidade; a importância da pesca (lagunar – em crescimento e a pesca costeira; a empresarial, a de subsistência e a lúdica); a oportunidade da mobilidade lagunar (transporte de pessoas, mercadorias e lúdico/turística); o potencial da actividade portuária; a função de lazer na ria associada aos clubes náuticos; o produto sal e a sua valorização económica); • A importância do conhecimento gerado sobre questões ambientais e as suas formas de utilização (uma nova relação de colaboração entre autarquia e os produtores de conhecimento; valorizar os serviços e produtos de conhecimento intensivo); CONCEITO • A ria como espaço de aventura e descoberta OBJECTIVOS • Valorizar a ria do ponto de vista económico, ambiental e social • Perceber a cadeia de valor dos produtos da ria; • Articular os produtos da ria (Sal, Salgado, Salicórnia, …) e I&D (Muros da Ria, Cultura, Design, Hidrodinâmica, …) • Criar novas formas de fruição da Ria (canoa, de barco, …) e margens (modos suaves) • Monitorizar qualidade da água nos canais, prevenir valores elevados de hidrocarbonetos libertados pelos motores de explosão, reconversão dos moliceiros com motores eléctricos. ACTIVIDADES • Mapear os recursos da ria;
  29. 29. 29 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ • Reabilitar o equipamento Centro Ambiental (abandonado) como centro de actividades de valorização económica, social e ambiental da Ria LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • UA - Biologia EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • Buçaco CUSTOS •
  30. 30. 30 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ PROPOSTA #2 AVEIRO CICLÁVEL CONTEXTO • A relevância do modo ciclável nas freguesias periféricas (onde mais de 5% dos cidadãos usam regularmente a bicicleta) e no centro (onde tem expressão mais reduzida, mas grande potencial em particular na comunidade escolar universitária); • CONCEITO • OBJECTIVOS • Desenhar uma rede de infra-estruturas cicláveis a nível concelhio (na cidade, na ligação da cidade às freguesias e entre freguesias); • Definir metas de concretização física da rede; • Aposta na recuperação da BUGA e equipamentos de apoio (estacionamento e balneários) com uso de TICE (modernizar os equipamentos e serviço que deverá estar disponível em vários pontos da cidade); equacionar ligação ao projecto BIKEemotion; • Estimular o uso da bicicleta junto da população escolar (secundário e universitária); • Estimular o uso da bicicleta em empresas; • Inovações nos produtos e serviços ligados à bicicleta (materiais, design, pavimentos, TICE) articulando com empresas e universidade; • Articulação com vias cicláveis de lazer do projecto CICLORIA; ACTIVIDADES • Acções de prevenção rodoviária nas escolas (ensinar as crianças/jovens a circular em bicicleta na estrada de modo a aumentar a segurança). LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • http://www.bicloo.nantesmetropole.fr/ CUSTOS •
  31. 31. 31 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ PROPOSTA #3 AGÊNCIA DE ENERGIA DE AVEIRO CONTEXTO • Custo da energia • Falta de eficiência energética (edifícios públicos e privados) CONCEITO • OBJECTIVOS • Desenvolver serviços de apoio para a redução de consumo energético (casa das pessoas (gerando poupanças) e edifícios públicos) • Estimular I&D na área eólica em centro urbano (energia de proximidade – envolvendo a UA) • Planeamento e gestão de lâmpadas da iluminação pública (investimentos hoje que poupam a médio prazo) • Apostar na telemetria de água e electricidade • Estudar introdução de medidas de eficiência energética nos regulamentos para edificação urbana da CMA (Equipamentos, isolamento) ACTIVIDADES • Diagnóstico energético dos edifícios públicos em Aveiro: realizar “auditorias energéticas” aos edifícios públicos de modo a identificar as melhorias possíveis (em termos de equipamentos e acções) e fazer uma orçamentação das medidas. LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • UA • CMA EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • CUSTOS •
  32. 32. 32 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ PROPOSTA #5 AVEIRO, HABITAT SUSTENTÁVEL CONTEXTO • Cluster da construção sediado em Aveiro CONCEITO • Aveiro uma referência na inovação na construção sustentável OBJECTIVOS • Apoiar a comunicação entre empresas do cluster da construção (habitat, living labs, espaços de experimentação) • Equilibrar a construção tradicional e reabilitação (bolsa de utilização temporária de construções a reabilitar) • Estudar formas de reutilização do parque habitacional abandonado (residências no centro) • Equacionar novas formas de pavimentação, alternativas à calçada à portuguesa • Promover novas ofertas habitacionais respondendo às procuras das famílias • ACTIVIDADES • LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • Centro Habitat (http://www.centrohabitat.net/). • A CMA não é associada do centro Habitat (apesar de outras câmaras vizinhas serem) EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • Passive Houses http://www.passive-on.org/pt/details.php CUSTOS •
  33. 33. 33 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ PROPOSTA #6 REDE DE HORTAS COMUNITÁRIAS CONCELHIA CONTEXTO • Os terrenos agrícolas por cultivar, um recurso por explorar, particularmente importante num momento de crise e de dificuldades básicas, por exemplo na área da alimentação, dirigido a famílias carenciadas. CONCEITO • OBJECTIVOS • Estimular a criação de cooperativas (hortas colectivas) agrícolas – mobilizar desempregados • Promover a câmara como agente de facilitação (hortas urbanas – bancos de horas) • Criar um banco de terras (juntar as terras à vontade de cavar) • Estimular a auto-produção (produção em quintais, individuais ou colectivos) e de trabalho com a restauração e cantinas. • Usar os espaço hortícolas colectivos como área e laboratório de inclusão, como espaço de formação e, simultaneamente, de envolvimento sério da comunidade no sentido do incentivo da produção e consumo local, de geração de pequenos negócios (produção, transporte, venda e transformação), de ocupação de pessoas, no fundo na motivação da comunidade em torno de um projeto comum. • Articular as freguesias rurais com urbanas, levar cidadãos da cidade ao meio rural; • Envolver agricultores como mentores e apoiantes da rede de hortas e mobilizar jovens desempregados; ACTIVIDADES • Feira quinzenal de venda dos produtos agrícolas excedentes das hortas comunitárias • Articular com cozinhas sociais LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • http://www.lipor.pt/pt/educacao-ambiental/horta-da-formiga/ CUSTOS •
  34. 34. 34 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ PROPOSTA # TRANSPORTES COLECTIVOS A PEDIDO CONTEXTO • Aveiro tem condições para ser uma referência na oferta de mobilidade dirigida a vários modos de transporte; no caso do transporte colectivo deve equacionar novos modelos para utentes específicos (empresas, organizações públicas, escolas) gerindo a mobilidade pelo lado da procura e tirando partido do conhecimento e tecnologia existente em Aveiro (e que podem ajudar a dar corpo ao conceito Aveiro, capital da inovação); CONCEITO • OBJECTIVOS • Articular I&D (TICE) para melhorar a oferta; • Equacionar novas formas de mobilidade a pedido (TC escolas); • Desenvolver sistemas de informar que tornem fiável o serviço; • Gerir os transportes com lógicas ligadas à procura e não à oferta, ligada as competências e tecnologias…etc • Desenvolver uma política de transportes ligadas às áreas empresariais e industriais • Promover a mobilidade intermunicipal (Aveiro-Ílhavo); • Promover a intermodalidade (trabalhar com as diferentes empresas operadoras de TC no concelho, de modo a concertar os distintos serviços/horários e bilhetes) • Equacionar TC de grande capacidade para ir à praia; • Desenvolver um trabalho profundo de educação e cidadania par aa mobilidade, que impeça que os transportes privados, sobretudo os carros, usem o espaço público de forma anárquica, em particular os passeios, criando obstáculos enormes à qualidade de vida das pessoas, em particular das pessoas com necessidades especiais (idosos, pessoas com deficiência); ACTIVIDADES • Criar um “Portal Intermodal”: o utilizador poderia definir a sua origem e destino e obter a(s) soluções de TC, horários, preços, etc., ao mesmo tempo que teria a informação actualizada de percursos (alteração ao percurso), paralisações, etc. LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • CUSTOS •
  35. 35. 35 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ PROPOSTA # NOVOS PRODUTOS LIGADOS AO TURISMO SUSTENTÁVEL CONTEXTO • Turismo (diversificado e inexplorado) • Embarcações nos canais – faltam ancoradouros CONCEITO • OBJECTIVOS • Promover outros circuitos de barco (mais diversificados– aveiro- murtosa-costa nova) • Usar o conhecimento que os pescadores têm para o turismo (ex: pesca) • Tornar a ria mais navegável (abrir rotas maiores) • Evitar circulação nos canais com motores de explosão ACTIVIDADES • LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • CUSTOS • PROPOSTA # AGENDA PARA AS ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS CONTEXTO • As alterações climáticas estão a ter lugar e deverão continuar, colocando sérios desafios para as cidades. Prevê-se que eventos climáticos extremos aconteçam com mais frequência resultando em riscos, tais como ondas de calor, inundações e secas. CONCEITO • OBJECTIVOS • Promover a resiliência adaptando os serviços e infra-estruturas municipais às consequências das alterações climáticas (cheias, secas, ondas de calor…). Ex: capacidade de saneamento em alturas de elevada precipitação, isolamento de edificios para fazer face a ondas de calor e de frio. • Promover a criação de áreas verdes e azuis • Promover a criaçao de infraestruturas verdes • ACTIVIDADES • LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • CUSTOS •
  36. 36. 36 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ PROPOSTA # I&D EM PAVIMENTOS RODOVIÁRIOS CONTEXTO • Problema dos buracos CONCEITO • OBJECTIVOS • Convidar a UA a produzir investigação sobre novos produtos e serviços construção e manutenção de pavimentos rodoviários (ruas e passeios), que assegurem maior resistência e durabilidade • ACTIVIDADES • LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • CUSTOS • PROPOSTA # MEDIDAS DE ACALMIA DE TRÁFEGO – ZONAS 30 CONTEXTO • Redução da velocidade em bairros e zonas residenciais e de equipamentos CONCEITO • OBJECTIVOS • Equacionar a criação de zonas de redução de velocidade (em bairros e zonas de equipamentos de ensino); • ACTIVIDADES • LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • CUSTOS •
  37. 37. 37 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ PROPOSTA # I&D PARA APOIAR A MOBILIDADE CONTEXTO • Problemas de transporte: como chego de Sta joana a Aveiro? Falta informação: CONCEITO • OBJECTIVOS • Criação de um CENTRO DE INFORMAÇÃO para a mobilidade que permita ao utilizador ver e filtrar a informação geo-referenciada, aumentando a previsibilidade dos transportes públicos, p.e. construindo uma aplicação andróide que indicasse quanto tempo falta para o próximo autocarro (sistema poderia ser utilizado por operadores públicos e privados aumentando a noção da oferta existente) • Criar um sistema amigo do utilizador dos vários modos de transporte público (comboio, autocarro, BUGA); • Criar um eventual sistema de cartões pré-pagos de contacto ou sim com um limite diário (top up) como o sistema londrino poderia ser uma forma de incentivar a utilização de transportes, parque periféricos, etc. • Estimular a produção de I&D no domínio TICE Mobilidade ACTIVIDADES • LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • CUSTOS •
  38. 38. 38 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ 5.4. PROPOSTAS CRESCIMENTO INCLUSIVO (fundamentação: ver documento sobre Sessão de trabalho sobre Crescimento Inclusivo [27 Junho]http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/4421.html) PROPOSTA #1 AVEIRO CIDADE ERASMUS CONTEXTO • 80 nacionalidades na UA • Estudantes e Jovens (15.000 estudantes/cidade 35.000 a 50.000 habitantes; quase quinhentos alunos Erasmus em Aveiro (2012/2013) http://www.ua.pt/erasmus/) • CONCEITO • Residência 2.ª geração • Ponto de encontro Erasmus OBJECTIVOS • Criar um quarteirão Aveiro Erasmus que junte actividades dirigidas à comunidade estrangeira (residência, lazer e serviços) • Apoiar criação de organizações que façam a gestão do arrendamento para estudantes, articuladas com os proprietários , que executem acções de reabilitação urbana para colocar no mercado de aluguer habitações com custos acessíveis a estudantes nacionais e estrangeiros e ainda a jovens (solteiros/casados) em início de vida ativa. A autarquia poderia convidar para parceiro a Universidade, respectivas associações de estudantes e ainda alguns construtores e proprietários; ACTIVIDADES • Levantamento de imóveis para recuperação Escolha de localização LOCALIZAÇÃO • Combatentes da Grande Guerra, Belém do Pará, Luís Cipriano, Recreio Artístico, Capitão Sousa Pizarro, Homem Cristo Filho, etc ACTORES ENVOLVER • Munícipio • Universidade e Serviços Sociais Proprietários interessados Construtores Civis Associação Académica EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • CUSTOS •
  39. 39. 39 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ PROPOSTA #2 AVEIRO, CIDADE DO ENVELHECIMENTO ACTIVO CONTEXTO • O crescente peso dos idosos no concelho de Aveiro (mais de 65 anos, 13.000, cerca de 17% da população) coloca novos problemas às respostas sociais existentes (equipamentos e serviços) e à vida das famílias. Do ponto de vista da mobilidade, este grupo é particularmente vulnerável porque dependente dos transportes colectivos. Foi referido pelos presentes o problema da centralização dos serviços públicos, que obriga a deslocações que são verdadeiras batalhas para alguns idosos (o que sugere a necessidade de encontrar formas inovadoras de resposta social). CONCEITO • OBJECTIVOS • Valorizar o conhecimento e memória das pessoas que estão na sua terceira idade como um recurso de inclusão. • Explorar o desenvolvimento de um novo olhar sobre a terceira idade entendido como um valor em si mesmo e não como uma responsabilidade ou um problema. • Promover o empreendedores sénior - pessoas de 50 anos que são dispensadas e podem ser empreendedores Inovar nos domínios sociais– e-saude, envelhecimento activo; • Operacionalizar a participação do sénior na sociedade, cuidando e resolvendo as suas dificuldades e indo ao encontro das necessidades destes, em termos de saúde e combate à solidão valorização e criando condições para a sua ocupação valorizada; ACTIVIDADES • Acções de educação – literacia, educação e formação (cidadania ) • Interação das pessoas mais velhas, fontes de saberes, com as escolas LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • Universidade (Escola de Saúde, onde existe o curso de Gerontologia), Academia dos Saberes … EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • Sorrir a ajudar os Idosos (https://www.facebook.com/pages/Sorrir-a-ajudar-os- idosos/305260456207883) • Associação Coração Amarelo (http://www.coracaoamarelo.org/) CUSTOS •
  40. 40. 40 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ PROPOSTA #3 FIM DOS SEM ABRIGO CONTEXTO • Uma das emergências sociais referenciadas é o problema dos sem-abrigo em Aveiro, tendo sido relatada a existência de um comunidade com cerca de sessenta pessoas, com perfis distintos (causas, idade, tempo). Existe um trabalho social relevante nesta matéria desenvolvido por várias organizações locais (em particular as Florinhas do Vouga). • Experiências mostram o sucesso de medidas de inclusão, que visam a colocação dos sem-abrigo em casas no mercado normal de arrendamento, com níveis de sucesso bastantes positivos, fruto de existência de uma entidade na retaguarda que garante o cumprimento de um projeto de vida, de cidadania; CONCEITO • OBJECTIVOS • Acabar com os sem-abrigo • Mobilizar energias institucionais, cívicas, empresariais e associativa para responder ao problema dos sem-abrigo no sentido de ajudar a delinear ‘projetos de vida’ para esta comunidade e de criar condições para que tenham acesso a uma casa. ACTIVIDADES • Sugestão: À semelhança do que já se fez em Lisboa, no CCB, convidar os sem-abrigo para um concerto, por exemplo, da Filarmonia das Beiras, com o apoio das Florinhas do Vouga que podem fornecer roupas e condições de higiene. Seria uma forma de suscitar nestas pessoas algum gosto pela vida. LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • • CUSTOS •
  41. 41. 41 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ PROPOSTA #5 AVEIRO, PLATAFORMA DE APOIO À CRIAÇÃO DE EMPREGO CONTEXTO • CONCEITO • OBJECTIVOS • Criar uma cultura local de apoio à criação de emprego, através de estímulos à educação e formação com adequados conteúdos programáticos (articulando potenciais empregadores e instituições de ensino), de criação de espaços de suporte à inovação social (para encontrar novas formas de organização para responder a problemas) apelando à responsabilidade das empresas; • Ouvir as pessoas, em particular os jovens, que devem ser olhados com grande atenção, percebendo a sua vontade crescente de participação; • Impulsionar a criação de empresas sociais («organização que nasce e vive com o propósito de eliminar ou solucionar um problema social, sendo que o propósito da mesma esgota-se na resolução do problema para o qual foi iniciada»); estas organizações competem no mercado, geram lucro e ao mesmo tempo estão focadas na promoção de região e dos seus, imensos, recursos ainda por explorar (Ria, Ovos-Moles, Sal, Peixe, Moliceiros, Turismo, Enguias, Parias, Vela, Sal) • ACTIVIDADES • Levantar as necessidades de emprego – ligação entre procura do mercado de emprego e procura (Ver o que se passa no IEFP) – • Formar para o emprego • Reconverter profissionais (ver que novas áreas de desenvolvimento económico deve o concelho apostar) • Programa de criação de projetos que associam desempregados com profissionais reformados (bolsa de oportunidades de associação: jovem- reformado) • Estruturas de dinamização do capital de acesso à promoção do emprego • LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • CUSTOS •
  42. 42. 42 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ PROPOSTA #4 AVEIRO, CIDADE AMIGA DAS CRIANÇAS E DOS IDOSOS CONTEXTO • Aveiro deixou de ser uma cidade amiga das crianças, sendo que um dos indicadores é a inexistência de parque infantis como agentes de inclusão das crianças; • Mas também não é amiga dos idosos (barreiras e afins); • População idosa – falta de lares/ lares caros • Problema da solidão CONCEITO • A cidade intergeracional OBJECTIVOS • Criar espaços públicos que despertem a curiosidade e a inquietação; • Levar a ciência, o conhecimento, a arte e a cultura ao espaço público • Criar uma rede low-cost de equipamentos de apoio idosos e crianças • Garantir o acesso das crianças do concelho à educação, serviços de saúde e alojamento • Promover a cidadania da criança e jovem, promovendo a sua participação em processos de decisão que lhes dizem respeito • Garantir a sua protecção de situações de abuso, violência e exploração • Garantir o seu direito de viver numa cidade ambientalmente limpa • Promover a sua independência (garantido a sua segurança (em termos pessoais e rodoviários) no dia-a-dia. Promover a existência de espaços de convivência e actividade física ao ar livre, promovendo a sua saúde física e emocional (parques infantis, espaços verdes, espaços para prática desportiva ...) ACTIVIDADES • Câmara de Aveiro poderia atuar como uma central de compras em que associado a uma plataforma de crowdfunding as comunicadas locais poderiam quotizar-se para adquirirem equipamentos infantis/seniores. De igual forma o tecido produtivo poderia também financiar em regime de mecenato. Estas zonas de lazer poderiam ser depois entregues ao cuidade de associações de moradores/utilizadores que poderiam fazer a gestão dos espaços. • De formação às crianças e jovens sobre os seus direitos como cidadãos, empoderando-os como cidadãos activos • Reforçar a segurança rodoviária para as crianças como peões: passadeiras suficientes e com boa visibilidade, ciclovias, etc., em particular nos trajectos escola-casa • Reforçar a segurança pessoal no trajecto escola-casa • Reabilitar/criar espaços verdes, parques infantis, campos de jogos... LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • PSP/GNR, Agrupamentos escolares, Associações culturais e desportivas EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • http://childfriendlycities.org/ • http://www.unicef-irc.org/publications/416 • CUSTOS •
  43. 43. 43 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ PROPOSTA #5 AVEIRO, CIDADE INCLUSIVA CONTEXTO • As pessoas com deficiência não são uma massa uniforme e têm dependências muito díspares, mesmo dentro da mesma deficiência. • A cidade não está preparada para as pessoas com deficiência, mais do que por razões físicas ou financeiras, por falhas na gestão da transformação cidade e da valorização dos saberes das organizações locais que trabalham nesta matéria. • O potencial de consumo (lazer, turismo, moda, alimentação) que as pessoas com deficiência têm, uma dimensão que muitas vezes escapa aos actores económicos e culturais locais. O que acontece é que as lojas, os restaurantes, os bares e os cinemas não estão preparados para receber as pessoas com deficiência física. Este potencial é significativo do ponto de vista do turismo, tendo sido referenciado que existem no mundo um bilião de pessoas com deficiência. CONCEITO • OBJECTIVOS • Desenhar uma cidade para todos ACTIVIDADES • Organizar competições desportivas com pessoas com deficiência – jogos de basquetebol, boccia … • Espetáculos de rua. • Regulamento camarário nas novas construções e reabilitações de espaços públicos (já existe?) • Acções de sensibilização junto de ordens profissionais (eng.; arquitectos; ... • Acções de sensibilização juntos dos comerciantes, demonstrando-lhes não só a vertente humanitária, mas também o seu potencial mercado • Criar um “roteiro acessível” para aveiro, com a indicação dos espaços comerciais/serviços inclusivos LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • Universidade, Associações desportivas e culturais da cidade, CerciAv • Associações profissionais • Associações comerciais • Associações de apoio ao cidadão com deficiência • Turismo do Centro EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • CUSTOS •
  44. 44. 44 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ PROPOSTA # ESPAÇOS DESPORTIVOS INFORMAIS CONTEXTO • CONCEITO • OBJECTIVOS • Qualificar espaços públicos com pequenos equipamentos cirúrgicos de natureza desportiva e outra (por ex: tabela de basket,…) ACTIVIDADES • LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • CUSTOS • PROPOSTA # AJUDAR QUEM AJUDA CONTEXTO • CONCEITO • OBJECTIVOS • Apoiar às organizações locais (em articulação com a autarquia) que trabalhem com comunidades mais atingidas pelos fenómenos exclusão, desemprego, pobreza (identificados como fenómenos de luto); • Reforçar as competências e empoderar as possibilidades e capacidades de pessoas com deficiência; • ACTIVIDADES • LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • CUSTOS • PROPOSTA # DINAMIZAR O CONSELHO LOCAL DE AÇÃO SOCIAL CONTEXTO • CONCEITO • OBJECTIVOS • Valorizar o papel do Conselho Local de Ação Social como aglutinador dos actores em torno de um desígnio de coesão social comum; • Dotar a autarquia das condições para orientar a acção inclusiva dos vários actores que estão no terreno e transformá-la num agente facilitador, evitando o trabalho reactivo/passivo; ACTIVIDADES • LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • CUSTOS •
  45. 45. 45 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ 5.6. PROPOSTAS TRANSVERSAIS (DOS CIDADÃOS E DOS PAINÉIS TEMÁTICOS) PROPOSTA #1 CASA DE BAIRRO CONTEXTO • CONCEITO • Casa de bairro, uma por bairro OBJECTIVOS • Partilha de serviços entre pessoas da comunidade; • Federar as associações aveirenses e os locais onde ocorrem os serviços; • Articular com levantamento de edifícios devolutos; ACTIVIDADES • Fazer um levantamento das necessidades da comunidade; • Tutorias para alunos que não podem frequentar salas de explicações; • Associar o desporto e alimentação, cozinha social e horta; • Associado ao Centro de Partilha de Saberes LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • CUSTOS •
  46. 46. 46 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ PROPOSTA #2 CENTRO DE PARTILHA DE SABERES CONTEXTO • CONCEITO • OBJECTIVOS • Apostar na educação de adultos • Criar espaços de debate sobre a formação formal e informal de adultos • Aproveitar professores aposentados e dar a oportunidade de estas pessoas serem úteis às suas comunidades • Mobilizar os jovens licenciados desempregados para partilharem saberes e serem úteis à comunidade ACTIVIDADES • LOCALIZAÇÃO • dar nova vida ao espaços comerciais semi-abandonados como o “Riaplano”, Edifício Vezena, até mesmo o Oita” Onde por exemplo poderiam ser tentados novos modelos comerciais em que ao invés de uma renda, os proprietários dos espaços poderiam receber uma %dos lucros dos espaços comerciais. ACTORES ENVOLVER • EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • CUSTOS • PROPOSTA #3 BANCO DE PARTILHA DE COMPETÊNCIA (PESSOAS E EMPRESAS) CONTEXTO • CONCEITO • OBJECTIVOS • Criar um banco de partilha de competências que ajude os desempregados a vender as suas ideias no mercado (design, marca, marketing…etc.) e não de forma mal remunerada ACTIVIDADES • Mapear as competências disponíveis • Vender melhor o que temos (saber que recursos temos) • Partilhar recursos e espaços aos quais não há acesso para promover emprego, produtos e processos LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • CUSTOS •
  47. 47. 47 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ PROPOSTA #4 PLATAFORMA DE RECURSOS (EQUIPAMENTOS E INFRA- ESTRUTURAS) CONTEXTO • CONCEITO • OBJECTIVOS • Criar uma plataforma de recursos sociais, atuando como organizador e gestor de potencialidades e meios logísticos. • Estimular a pro-actividade do terceiro sector na criação de redes e sinergias com actores públicos, particulares e privados, que permitam uma partilha de recursos e saberes (cross-selling social) e uma melhor resposta social; • Aproveitar recursos especializados de autarquias, organismos e cidadãos e disponibilizá-los à sociedade civil, criando objetivos e gerando interesse e envolvimento em projetos comuns. • Evitar a duplicação de iniciativas e a consequente desperdício de recursos, obrigando as entidades existentes a cumprir as suas obrigações. • ACTIVIDADES • LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • CUSTOS • PROPOSTA #5 CONHECER AVEIRO CONTEXTO • Não conhecemos quem somos como território CONCEITO • OBJECTIVOS • Levar as pessoas a conhecer Aveiro • ACTIVIDADES • LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • CUSTOS •
  48. 48. 48 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ PROPOSTA # AUMENTAR A UTILIDADE DOS EXCEDENTES ALIMENTARES CONTEXTO • CONCEITO • OBJECTIVOS • Condições para aceder aos excedentes alimentares • Apoiar o trabalho das cozinhas sociais • Envolver as escolas na sinalização dos problemas mais graves ACTIVIDADES • LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • CUSTOS • PROPOSTA # CORREDORES PEDONAIS DA CIDADE CONTEXTO • CONCEITO • OBJECTIVOS • Mobilizar as famílias (educação e formação) a levar os filhos a pé para a escola • Organizar a comunidade • Equacionar os pavimentos do espaço público (calçada portuguesa não serve) e a sua dimensão (passeios mais largos) ACTIVIDADES • LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • CUSTOS •
  49. 49. 49 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ PROPOSTA # REDE DE CORREDORES VERDES E PARQUES DE AVEIRO CONTEXTO • CONCEITO • OBJECTIVOS • Conceber e qualificar uma rede de corredores verdes • Desenhar o corredor ÁREA DA LOTA – RIBEIRA DE ESGUEIRA • Parques Urbanos e rurais (que conceito?) ACTIVIDADES • Quinta da Moita – muito potencial à porta de Aveiro • LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • CUSTOS • PROPOSTA # BANCO MUNICIPAL DE AVEIRO CONTEXTO • Existem várias formas de troca e oferta de produtos e serviços que ocorrem de forma não estruturada e sem reflexos na economia oficial. CONCEITO • Uma moeda local que extende os mecanismos de troca direta de produtos e serviços e amplia o seu impacto na comunidade. Permite uma oportunidade de lançamento de micro-projectos e a sua reformalização na economia oficial. OBJECTIVOS • Equacionar novos modelos de inovação social – moeda social – troca direta , remunerar bancos de voluntários, projetos de micro-crédito; reformalização de profissões e do regresso à economia formal; remunerar atividades culturais e desportivas das associações locais permitindo o seu usufruto também por públicos mais desfavorecidos ACTIVIDADES • LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • Associações locais Produtores de bens e serviços de âmbito local EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • http://www.cm-cascais.pt/video/moedas-sociais-xiii- conferencia-oidp-v-glocal-em-cascais • http://www.socialinnovator.info/ways-supporting-social- innovation/market-economy/cards-and-currencies/local- trading-currencies Japão: Fureai Kippu • http://www.letslinkuk.net/ CUSTOS •
  50. 50. 50 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ PROPOSTA # ESPAÇOS PARA INDÚSTRIAS CRIATIVAS CONTEXTO • Espaços devolutos • Espaços disponíveis CONCEITO • OBJECTIVOS • Juntar empreendedores criativos com espaços físicos existentes; • Equacionar novas ofertas ACTIVIDADES • LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • CUSTOS • PROPOSTA # LEVANTAMENTO DE ESPAÇOS DEVOLUTOS NA CIDADE E NAS FREGUESIAS CONTEXTO • CONCEITO • OBJECTIVOS • Produzir um levantamento de espaços devolutos • Equacionar programas de uso (por ex. espaço de desporto para crianças em Santa Joana– na FIDEC); • Gerir espaços e eventos (são recursos a usar quando não há €) – formação, tempos livres…. ACTIVIDADES • LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • CUSTOS •
  51. 51. 51 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ PROPOSTA # ESTILOS DE VIDA SAUDÁVEL CONTEXTO • CONCEITO • OBJECTIVOS • ACTIVIDADES • Educação para o consumo, para o estilo de vida, etc. (falta ser mais proativo e fazer redes) LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • CUSTOS • PROPOSTA # TROCA DE CONHECIMENTOS (UA E CIDADE) CONTEXTO • CONCEITO • OBJECTIVOS • Criar oportunidades de promover trocas de conhecimento entre UA e o concelho ACTIVIDADES • Pivôts de dinamização das relações UA e a cidade LOCALIZAÇÃO • ACTORES ENVOLVER • EXPERIÊNCIAS INSPIRADORAS • CUSTOS •
  52. 52. 52 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ ANEXOS Síntese das principais ideias Lançamento da Iniciativa Aveiro 2020 com a presença de Teresa Almeida coordenadora do grupo Missão Lisboa/Europa 2020 (24 Maio 2013, Museu da Cidade) 1. Contexto • Vivemos um período grave de desacerto, desânimo e de desorientação (ausência de debate nacional com a eminência de assinatura de Acordo de Parceria de Portugal com UE); • Temos uma oportunidade única pela frente (Europa2020) mas temos de nos organizar; • Pelo facto de não nos termos preparado a tempo corremos vários riscos (perder os primeiros anos de vigência do programa, porque só aí estaremos verdadeiramente a preparar-nos); 2. O papel das autarquias • As autarquias deveriam estar a interagir com as suas comunidades e com os actores regionais, produzindo recomendações para o acordo de parceria (para ter em conta as suas especificidades, Lisboa chamou a atenção da importância da prevenção dos riscos sísmicos; no caso de Aveiro, que temas? Erosão? Outros?); • As CCDR’s estão a preparar os documentos de base regional para a elaboração dos seus programas de acção regional (com um silêncio enorme das autarquias); 3. Especificidade de Aposta Europa 2020 • Investimentos territoriais integrados em territórios alvo, por exemplo áreas críticas ou degradadas (exemplo: BIP/ZIP – bairros sociais); • Acções de base local, mobilizando comunidades em parcerias com CM; • Acções urbanas inovadoras (como mobilizar o conhecimento para resolver problemas ou tirar partido de potencialidades); exemplo Bairro da Boavista – novos materiais de construção (isolamento com cortiça – LNEC); 4. Experiência de Lisboa - Metodologia • Em Lisboa foi criada uma equipa de missão – LX-Europa 2020, com uma equipa técnica de 4 pessoas (a tempo inteiro), na dependência directa do pres. CML, António Costa, e com uma comissão de acompanhamento (30 elementos); • O trabalho foi feito em articulação com a Carta Estratégica (já aprovada) e com a revisão do PDM Lisboa; • A metodologia de trabalho assentou na realização de reuniões multilaterais com serviços da CM, universidades, organismos, empresas);
  53. 53. 53 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ 5. Experiência de Lisboa - Apostas • As apostas centram-se em três domínios: mais pessoas, mais emprego, melhor cidade (funcionamento urbano) com várias áreas de aposta; • Lisboa da aprendizagem e investigação (140.000 estudantes do ensino superior em 500.000 habitantes; Aveiro tem 13.000 alunos em 30.000 ou 50.000 hab) – Cidade Erasmus; internacionalização da cidade; aposta no empreendedorismo (articular esforços e conhecimento de iniciativas dispersas); empregabilidade de jovens; • Lisboa cidade da cultura e interculturalidade – exemplo Mouraria (requalificação do espaço público e funções – agência de empreendedorismo); Lisboa Criativa (produção artística); acompanhamento de outros programas europeus para além da política de coesão (Europa criativa – integrar em redes internacionais); afirmação do turismo (congressos); • Lisboa Capital do Mar (Campus mar, com a identificação do número de disciplinas nas Universidades sobre o mar); • Reabilitação – projectos piloto de reabilitação para futura replicação (quarteirão); aplicação de novos materiais; mobilidade para todos (apoio da mecânica e mobilidade eléctrica aos idosos); • Capital do sol (cidade solar) – potencial das coberturas para aplicação de painéis solares (eficiência energética e produção de energia) • Regeneração Urbana – bairros problemáticos (BIP/ZIP 2020) • Inclusão social – apoio aos sem-abrigo; 6. Síntese final da Experiência de Lisboa – Aprendizagens • Importância da liderança política colaborativa (mobilização dos actores; credibilidade e confiança no processo; empatia) e de uma equipa disponível a tempo inteiro; • Vantagem de ir na frente (condicionar a agenda e prioridades, preparar os investimentos de forma ponderada, não ir atrás das prioridades, não perder os primeiros anos); • Necessidade de criar um clima propício à geração de ideias e à vontade de as concretizar (planear e agir); • Potencial de mobilização dos actores de forma bottom-up (cidadãos, juntas de freguesia e associações locais) pois estas vão ter papel essencial (trabalho duro, exige competência(s) e disponibilidade); • Projectos podem começar a ganhar vida durante a concepção do programa mais vasto (não precisam de esperar); • Ideias geradas por este processo não têm que ser confinadas ao pacote 2014-2020; • Criação de redes de interesse (juntando conhecimento e quem dele necessita);
  54. 54. 54 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ 1Reflexão partilhada sobre o futuro de Aveiro e a Agenda 2020 Os desafios do CRESCIMENTO INTELIGENTE 6 de junho 2013 | 19h00 | Hotel Imperial http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ SÍNTESE Decorreu na passada quinta-feira a primeira sessão do grupo de trabalho sobre Crescimento Inteligente, dinamizado no âmbito da INICIATIVA AVEIRO 2020. Recorda-se que esta iniciativa visa discutir os desafios que o novo quadro comunitário de apoio (Quadro Estratégico Comum – 2014 – 2020) coloca a Aveiro, procurando ouvir cidadãos com experiência e conhecimento em diferentes domínios e mobilizá-los para a construção de um quadro de referência colectivo para o futuro de Aveiro. No âmbito deste processo irão organizar-se no total um conjunto de seis sessões. Para além da sessão de lançamento, que contou com a presença de Teresa Almeida, coordenadora da iniciativa Lisboa – Europa 2020 e das três sessões sobre Crescimento Inteligente, Inclusivo e Sustentável, que irão ocorrer nesta e na próxima semana, irão organizar-se mais duas sessões. Uma sessão com os cidadãos que apresentarem propostas no quadro do desafio Aveiro 2014-2020 (http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/2864.html) e uma sessão final de discussão das conclusões produzidas. Tendo como pano de fundo o desafio lançado por Eduardo Feio de promover Aveiro como capital nacional da Inovação, a sessão sobre o Crescimento Inteligente identificou as seguintes questões críticas. • Aveiro era um exemplo, uma referência em diversos domínios (na inovação em particular), agora, por várias razões, traduz-se num ónus. A cooperação com autarquia é difícil e o seu papel não é facilitador, mas muitas vezes complicativo. Não é perceptível qual a estratégia da autarquia para o futuro e o pensamento sobre o concelho a médio/longo prazo é frágil. • No que concerne aos recursos disponíveis (ambientais, patrimoniais, culturais,…) apesar da riqueza e diversidade existente denota-se um subaproveitamento do potencial, um ‘encolhimento’ da cidade e uma crescente perda de capacidade de atrair residentes, visitantes e turistas. • Nos domínios das políticas culturais foi acentuada uma erosão do papel da autarquia na definição de orientações, na animação dos equipamentos, na atracção de públicos.
  55. 55. 55 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ No domínio artístico, onde Aveiro forma e atrai um considerável número de profissionais, foram apontados problemas relacionados com o excesso de regulamentação que desincentiva o aparecimento de formas inovadoras de animação cultural e artística. Para além disso, foram identificados um conjunto vasto de potencialidades em particular: 1. Posicionamento geoestratégico de Aveiro, a três horas de avião do centro da Europa. 2. A diversidade de expressões culturais tradicionais e contemporâneas e de referências identitárias, de elevado valor e cujo aproveitamento é diminuto. 3. O número de estudantes do ensino superior (15.000 estudantes/cidade 35.000 a 50.000 habitantes; quase quinhentos alunos Erasmus em Aveiro (2012/2013) e o número de idosos reformados ou em idade de pré-reforma. 4. A capacidade de formar profissionais em vários domínios relevantes (arte, comunicação e design) e o conhecimento científico produzido sobre a cidade, concelho e ria de Aveiro, cuja utilidade poderia ser explorada. 5. O potencial do sector TICE em Aveiro, em particular as empresas do cluster INOVARIA e os 3.500 trabalhadores altamente qualificados. 6. A existência de um conjunto de espaços físicos devolutos em áreas centrais da cidade, em particular na Avenida e Rua Direita, cuja utilização poderia ser equacionada à luz do novo quadro legal do arrendamento comercial. Foram ainda apontados um conjunto de desafios que se colocam à cidade e ao concelho no âmbito do tema do crescimento inteligente (alianças, apostas estratégicas e de postura) e foram sugeridas algumas propostas de acção futura. Oportunamente será divulgada uma versão mais completa das conclusões da sessão. O grupo de animadores da "Iniciativa Aveiro 2020" http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt
  56. 56. 56 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ 2Reflexão partilhada sobre o futuro de Aveiro e a Agenda 2020 Os desafios do CRESCIMENTO SUSTENTÁVEL 13 de junho 2013 http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ SÍNTESE Decorreu na passada quinta-feira (13 de Junho) a segunda sessão do grupo de trabalho sobre Crescimento Sustentável, dinamizado no âmbito da INICIATIVA AVEIRO 2020. Esta segunda sessão contou, tal como a primeira, com cerca de vinte participantes que partilharam a sua opinião e mostraram a elevada qualidade do conhecimento e experiência disponíveis em Aveiro e que infelizmente nem sempre tem sido devidamente valorizada e aproveitada. Tendo como pano de fundo o desafio lançado por Eduardo Feio de promover Aveiro como capital nacional da Inovação, a sessão sobre o Crescimento Sustentável identificou as seguintes questões críticas. 1. A noção de crescimento que a Agenda 2020 coloca deve ser discutida à luz dos paradigmas actuais (distribuição desigual da riqueza gerada pelo crescimento; necessidade de equacionar modelos de desenvolvimento sem crescimento; a noção de sustentabilidade (ambiental) não pode negligenciar os riscos de insustentabilidade das novas formas de valorização do trabalho e dos direitos sociais); 2. A fragilidade do modelo territorial existente em Aveiro, em particular a dispersão territorial nas freguesias periféricas e a dispersão funcional no centro da cidade, coloca problemas aos cidadãos e às actividades; o modelo territorial desenvolveu-se com base numa lógica de energia barata (gasolina) que agora entrou em colapso; 3. O modelo territorial (dispersão da residência e actividades) contribui para uma irracionalidade do modelo de mobilidade (elevado peso do transporte individual (70% das deslocações), em particular nas deslocações de curta distância – cerca de 40% das distâncias são de menos de 5 minutos; o reduzido peso do transporte colectivo (TC) e da bicicleta (2,8% das deslocações)); 4. O mau funcionamento do sistema de transporte colectivo (fim da oferta pública de TC; deslocações longínquas penalizadas nos horários, frequência e tempo de deslocação; zonas industriais mal servidas) cria problemas aos cidadãos e às actividades; 5. A degradação das infra-estruturas de mobilidade é identificada pela falta de qualidade ou inexistência de infra-estruturas para o modo ciclável, baixa qualidade dos pavimentos e passeios e falta de cuidado com a mobilidade para todos - pessoas com necessidades especiais;
  57. 57. 57 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ 6. A eficiência energética nos edifícios públicos deixou de estar na agenda nacional e local; 7. O abandono do parque habitacional (os edifícios devolutos) é significativo; e identifica- se uma significativa burocracia dos processos administrativos ligados à reabilitação; Para além disso, foram identificados um conjunto vasto de potencialidades, em particular: 7. O valor ambiental, social, cultural e económico da ria (a necessidade de valorizar a biodiversidade; a importância da pesca (lagunar – em crescimento e a pesca costeira; a empresarial, a de subsistência e a lúdica); a oportunidade da mobilidade lagunar (transporte de pessoas, mercadorias e lúdico/turística); o potencial da actividade portuária; a função de lazer na ria associada aos clubes náuticos; o produto sal e a sua valorização económica); 8. A relação da ria com a cidade, em particular a frente ribeirinha e a relação com a laguna; 9. A importância do conhecimento gerado sobre questões ambientais e as suas formas de utilização (uma nova relação de colaboração entre autarquia e os produtores de conhecimento; valorizar os serviços e produtos de conhecimento intensivo); 10. A relevância do modo ciclável nas freguesias periféricas (onde mais de 5% dos cidadãos usam regularmente a bicicleta) e no centro (onde tem expressão mais reduzida, mas grande potencial em particular na comunidade escolar universitária); 11. O potencial de terrenos agrícolas não utilizados (hortas sociais e comunitárias); Foram ainda apontados um conjunto de desafios que se colocam à cidade e ao concelho no âmbito do tema do crescimento sustentável: 1. A autarquia deve ter um quadro estratégico que defina para onde quer ir, mas deve concentrar-se nas pequenas coisas que pode desde já começar a fazer, devendo ser selectivo nas grandes coisas que quer fazer a médio-longo prazo; 2. A comunidade deve procurar discutir alguns critérios de desenvolvimento baseados noutros indicadores que não só os económicos, mas os ligados ao bem-estar e à felicidade, identificando os valores colectivos e estabelecendo metas; 3. A discussão sobre modelos de desenvolvimento ou de uso e transformação da ria deve procurar identificar zonas mais protegidas e outras de maior possibilidade de exploração; 4. A necessidade de olhar para o mar e para a ria e pensar as actividades a montante (estaleiros, conservas, congelação); 5. A importância de repensar a mobilidade pesada (comboio) a nível regional (TC Aveiro- A25- Europa) e local (TC Aveiro-Barra); 6. Aveiro tem condições para ser uma referência na oferta de mobilidade dirigida a vários modos de transporte; no caso do transporte colectivo deve equacionar novos modelos para utentes específicos (empresas, organizações públicas, escolas) gerindo a mobilidade pelo lado da procura e tirando partido do conhecimento e tecnologia existente em Aveiro (e que podem ajudar a dar corpo ao conceito Aveiro, capital da inovação); Por último, foram sugeridas algumas propostas de acção futura que oportunamente serão divulgadas.
  58. 58. 58 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ 3Reflexão partilhada sobre o futuro de Aveiro e a Agenda 2020 Os desafios do CRESCIMENTO INCLUSIVO 20 de junho 2013 http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ SÍNTESE Decorreu na passada quinta-feira (20 de Junho) a terceira sessão do grupo de trabalho sobre CRESCIMENTO INCLUSIVO, dinamizada no âmbito da INICIATIVA AVEIRO 2020. Esta terceira sessão contou, tal como as restantes, com cerca de vinte participantes que partilharam a sua opinião e mostraram, uma vez mais, a elevada qualidade do conhecimento e experiência disponíveis em Aveiro. Importa registar que neste exercício têm vindo a ser auscultadas personalidades das mais diversas áreas com actividade e experiência nos domínios do crescimento inteligente, sustentável e inclusivo, e em cerca de quatro eventos já foram envolvidas mais de cem pessoas, em cerca de vinte horas de troca de opiniões. Tendo como pano de fundo o desafio lançado por Eduardo Feio de promover Aveiro Capital da Inovação, a sessão sobre o CRESCIMENTO INCLUSIVO identificou as seguintes questões críticas (problemas): 1. Importa perceber que vivemos frequentemente diferentes momentos de luto (individual e colectivo), entendido no seu sentido mais lato como uma perda com significado profundo, indo além do sentido tradicional (da morte), que se traduz em processos como a desvalorização social, o desemprego, a necessidade de emigrar e o aniquilar de expectativas. 2. Foram identificadas falhas de conhecimento sobre a realidade, nomeadamente a falta um diagnóstico social actualizado e disponível publicamente que permita apoiar as decisões públicas, do terceiro sector, privadas e particulares, e responder, de uma forma eficaz, aos problemas e planear, de forma adequada, as estruturas e serviços para evitar que estes apareçam ou se agravem. 3. O diagnóstico territorial da inclusão identifica alguns problemas de mobilidade. Muitos dos presentes salientaram que Aveiro é uma cidade com grandes barreiras de mobilidade, quer barreiras físicas, quer nos transportes, acontecendo frequentemente que mesmo as intervenções exemplares desembocam em sítios que são barreiras à mobilidade das pessoas com necessidades especiais. Também foi referido que os transportes muitas vezes não são usados porque não existem redes flexíveis e falta de comunicação sobre as soluções de mobilidade. Esta circunstância e a fragmentação territorial do povoamento, contribuem para um sentimento de falta de coesão espacial
  59. 59. 59 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ e social (em particular nas comunidades mais distantes, São Jacinto e freguesias sul do concelho). 4. O crescente peso dos idosos no concelho de Aveiro (mais de 65 anos, 13.000, cerca de 17% da população) coloca novos problemas às respostas sociais existentes (equipamentos e serviços) e à vida das famílias. Do ponto de vista da mobilidade, este grupo é particularmente vulnerável porque dependente dos transportes colectivos. Foi referido pelos presentes o problema da centralização dos serviços públicos, que obriga a deslocações que são verdadeiras batalhas para alguns idosos (o que sugere a necessidade de encontrar formas inovadoras de resposta social). 5. Uma das emergências sociais referenciadas é o problema dos sem-abrigo em Aveiro, tendo sido relatada a existência de um comunidade com cerca de sessenta pessoas, com perfis distintos (causas, idade, tempo). Existe um trabalho social relevante nesta matéria desenvolvido por várias organizações locais (em particular as Florinhas do Vouga). 6. Outra das dimensões referenciada foi o problema das pessoas com deficiência. Foi alertado para o facto das pessoas com deficiência não serem uma massa uniforme e terem dependências muito díspares, mesmo dentro da mesma deficiência. Vários dos presentes alertaram para o facto de a cidade não estar preparada para as pessoas com deficiência, mais do que por razões físicas ou financeiras, por falhas na gestão da transformação cidade e da valorização dos saberes das organizações locais que trabalham nesta matéria. 7. Vários dos presentes chamaram a atenção para o facto de Aveiro ter deixado de ser uma cidade amiga das crianças, sendo que um dos indicadores é a inexistência de parque infantis como agentes de inclusão das crianças. 8. Foi também referido que o espaço público nem sempre se assume como um factor de inclusão, em particular pela dificuldade de gestão da paisagem urbana (sinalética, por ex.) que induzem uma poluição visual e um ruído que promovem uma má leitura do espaço, logo desfavorecendo a inclusão. Também foi referido que os materiais do espaço público, em particular os pavimentos em calçada à portuguesa, nem sempre oferecem o conforto e segurança à mobilidade dos peões. Para além disso, foram identificados um conjunto vasto de potencialidades: 1. A antiga prática de partilha intermunicipal, mas que nem sempre se articula para resolver problemas conjuntos (transportes, por ex.). 2. A gestão da mobilidade tendo um conjunto de problemas e obstáculos possui um conjunto de infra-estruturas (vias) e condições (orográficas, suporte físico plano) que a podem facilitar, faltando muitas vezes um esforço de melhora da sinalização, informação dos recursos existentes (eventualmente com algumas micro-intervenções). Foi referenciado por muitos participantes que não é difícil transformar a cidade de Aveiro numa cidade inclusiva, dadas as suas características naturais e geográficas. 3. O potencial de consumo (lazer, turismo, moda, alimentação) que as pessoas com deficiência têm, uma dimensão que muitas vezes escapa aos actores económicos e culturais locais. O que acontece é que as lojas, os restaurantes, os bares e os cinemas não estão preparados para receber as pessoas com deficiência física. Este potencial é significativo do ponto de vista do turismo, tendo sido referenciado que existem no mundo um bilião de pessoas com deficiência. 4. O conjunto de organizações com trabalho notável na área da inclusão, cujo trabalho deve ser apoiado e valorizado. Muitas dessas organizações possuem recursos (equipamentos, viaturas e recursos humanos) que podem ser potenciados e melhor aproveitados, faltando um esforço de gestão dos recursos (por ex, na forma de plataforma de recursos sociais).
  60. 60. 60 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ 5. O conhecimento e memória das pessoas que estão na sua terceira idade, que pode ser valorizado como um recurso de inclusão. Para isto deve ser explorado o desenvolvimento de um novo olhar sobre a terceira idade entendido como um valor em si mesmo e não como uma responsabilidade ou um problema. 6. Os terrenos agrícolas por cultivar, um recurso por explorar, particularmente importante num momento de crise e de dificuldades básicas, por exemplo na área da alimentação, dirigido a famílias carenciadas. Isso podia passar por um trabalho de estímulo à autoprodução (produção em quintais, individuais ou colectivos) e de trabalho com a restauração e cantinas. No caso dos espaço hortícolas colectivos estes também poderiam ser usados como área e laboratório de inclusão, como espaço de formação e, simultaneamente, de envolvimento sério da comunidade no sentido do incentivo da produção e consumo local, de geração de pequenos negócios (produção, transporte, venda e transformação), de ocupação de pessoas, no fundo na motivação da comunidade em torno de um projeto comum. Foram ainda apontados um conjunto de desafios que se colocam à cidade e ao concelho no âmbito do tema do crescimento inclusivo: 1. Desafios globais a. Estimular a pro-actividade do terceiro sector na criação de redes e sinergias com actores públicos, particulares e privados, que permitam uma partilha de recursos e saberes (cross-selling social) e uma melhor resposta social; b. Aproveitar recursos especializados de autarquias, organismos e cidadãos e disponibilizá-los à sociedade civil, criando objetivos e gerando interesse e envolvimento em projetos comuns. c. Evitar a duplicação de iniciativas e a consequente desperdício de recursos, obrigando as entidades existentes a cumprir as suas obrigações. d. Criar uma plataforma de recursos sociais, atuando como organizador e gestor de potencialidades e meios logísticos. 2. Desafios específicos relativos à inclusão a. Apoiar às organizações locais (em articulação com a autarquia) que trabalhem com comunidades mais atingidas pelos fenómenos exclusão, desemprego, pobreza (identificados como fenómenos de luto); b. Mobilizar energias institucionais, cívicas, empresariais e associativa para responder ao problema dos sem-abrigo no sentido de ajudar a delinear ‘projetos de vida’ para esta comunidade e de criar condições para que tenham acesso a uma casa. Experiências relatadas mostram o sucesso de algumas dessas medidas, que visam a colocação dos sem-abrigo em casas no mercado normal de arrendamento, com níveis de sucesso bastantes positivos, fruto de existência de uma entidade na retaguarda que garante o cumprimento de um projeto de vida, de cidadania; c. Reforçar as competências e empoderar as possibilidades e capacidades de pessoas com deficiência; d. Criar uma cultura local de apoio à criação de emprego, através de estímulos à educação e formação com adequados conteúdos programáticos (articulando potenciais empregadores e instituições de ensino), de criação de espaços de suporte à inovação social (para encontrar novas formas de organização para responder a problemas) apelando à responsabilidade das empresas; e. Ouvir as pessoas, em particular os jovens, que devem ser olhados com grande atenção, percebendo a sua vontade crescente de participação; f. Olhar equilibrado entre a cidade e as freguesias periféricas, com enfoque sobre as formas de organização dos núcleos híbridos ‘pseudo-rurais’. Por outro lado,
  61. 61. 61 documento de trabalho INICIATIVA ‘AVEIRO 2020’ – PROPOSTAS (23 JULHO 2013) http://aveiroeuropa2020.blogs.sapo.pt/ assegurar uma boa manutenção das infra-estruturas existentes e rentabilizá- las; g. Desenvolver um trabalho profundo de educação e cidadania par aa mobilidade, que impeça que os transportes privados, sobretudo os carros, usem o espaço público de forma anárquica, em particular os passeios, criando obstáculos enormes à qualidade de vida das pessoas, em particular das pessoas com necessidades especiais (idosos, pessoas com deficiência); 3. Desafios ao poder local a. Dotar a autarquia das condições para orientar a acção inclusiva dos vários actores que estão no terreno e transformá-la num agente facilitador, evitando o trabalho reactivo/passivo; b. Valorizar o papel do Conselho Local de Ação Social como aglutinador dos actores em torno de um desígnio de coesão social comum;

×