7o. ano- - Arte Românica

17,504 views

Published on

Arte Românica- na França, Espanha e Itália.

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
17,504
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
241
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

7o. ano- - Arte Românica

  1. 1. –7º. ANO -1º. Bimestre: ARTE ROMÂNICA AULA DE ARTES VISUAIS Professora: Elisa B. Herrera Peres 1
  2. 2. A ARTE ROMÂNICA – Introdução -A Arte no império Carolíngio;A Arquitetura;A arquitetura românica: tipos de abobadas (de berço e de arestas);A Arquitetura românica na França: Abadia de Saint-Pierre em Moissac;Rota dos peregrinos (Caminho de Santiago);Catedral de Santiago de Compostela na Espanha;Arquitetura na Itália: a Torre de Pisa, Basílica de São Marco em Veneza;Iluminuras;A pintura, pintura “a fresco”.A pintura românica: definição;Definição de Afresco.Atividades;Bibliografia 2
  3. 3. Arte românica:Arte românica é o nome dado ao estilo artístico vigente na Europa entreos séculos XI e XIII, durante o período da história da arte comumenteconhecido como "românico". O estilo é visto principalmentenas igrejas católicas construídas após a expansão do cristianismo pelaEuropa e foi o primeiro depois da queda do Império Romano a apresentarcaracterísticas comuns em várias regiões. Até então a arte tinha sefragmentado em vários estilos, sendo o românico o primeiro a trazer umaunidade nesse panorama.Então, o ano 476, com a tomada de Roma, marca o fim do períodoconhecido como Idade Antiga, dando inicio a um novo período: IdadeMédia. 3
  4. 4. -Divisão do Império Romano:Em 395, o imperador Teodósio, dividiu em duas partes o território que seencontrava ameaçado: Império Romano do Ocidente e Império Romanodo Oriente. A capital do Império Romano do Ocidente era Roma quesofreu sucessivas invasões até cair em mãos dos povos bárbaros no anode 476. Já o Império Romano do Oriente, a pesar das continuasconfusões políticas, conseguiu manter sua unidade até o ano de 1453quando os turcos invadiram e tomaram sua capital Constantinopla. 4
  5. 5. -A Arte no Império Carolíngio:Com a coroação do Imperador Carlos Magno, no ano 800,se dá inicio a um período de intenso desenvolvimentocultural. Durante seu reinado, em sua corte foi criada umaacademia literária, criou oficinas onde eram produzidosobjetos de arte e manuscritos ilustrados. Naquela época, ostextos religiosos eram escritos a mão, enquanto que ailustração era feita por artistas que dominavam a pintura e odesenho. As oficinas ligadas ao palácio foram os principaiscentros de arte, delas se originaram as oficinas dos mosteiros,os quais teriam um importante papel na evolução da arteapós o reinado de Carlos Magno. 5
  6. 6. Após sua morte a corte deixou de ser o centro cultural do império,centralizou-se nos mosteiros. Nos mosteiros se desenvolvia aatividade de ilustração dos manuscritos, era a atividade maisimportante. Existia também grande interesse pela arquitetura,escultura, pintura, ourivesaria, cerâmica, fundição de sinos,encadernação e fabricação de vidros. Essas oficinas serviamtambém como as escolas de arte da época. Era aqui onde osjovens se preparavam para trabalhar nas catedrais e nas casasdas famílias mais importantes. 6
  7. 7. -A ARQUITETURA:Com a abertura das oficinas de arte, na corte de Carlos Magno, acultura greco-romana foi redescoberta. A arquitetura deu inicio aum novo estilo de construção, principalmente nas igrejas: o estiloromânico. Portanto, é o estilo que caracteriza o estilo da arte dosséculos XI e XII, na Europa e cuja estrutura de construção é muitosemelhante à das construções dos antigos romanos.As características mais importantes da arquitetura românica são autilização da abóbada, dos pilares maciços que a sustentam, edas paredes espessas com aberturas estreitas usadas comojanelas.Dessas características, resulta um conjunto que chama a atençãodo observador, as igrejas românicas, são grandes e sólidas, por 7esse motivo recebem o nome de “fortalezas de Deus”.
  8. 8. -Abóbada= construção em arco, feita depedras ou tijolos, colocados em cunha,cúpula. Tudo o que tenha forma de tetoarqueado. Na arte Românica existem 2 tiposde abóbodas: 8Abóbada de berço e abóbada de arestas.
  9. 9. Abóbada de berço:A abóbada de berço consiste em umsemicírculo, cujo comprimento ésuperior à largura.Apresentava então,duas desvantagens: o excesso depedra, que podia provocar sériosdesabamentos e pouca luminosidadeno interior por causa das janelasestreitas. Não era possível o uso degrandes vãos nas janelas, pois poderiaenfraquecer as paredes e desta formaaumentaria o risco de desabamento. 9
  10. 10. Abóbada de arestas:Consistia na intersecção, em ângulo reto,de duas abóbadas de berço, apoiadassobre pilares. Com isso, o peso das pedrasficava melhor distribuído para evitardesabamentos e criava-se um ambienteque dava a impressão de leveza ,proporcionado mais iluminação ao interiordas construções.Embora diferentes, os dois tipos deabóbadas causam o mesmo efeito: dão asensação de solidez e repouso, dadas 10pelas linhas semicirculares e pelos grossos
  11. 11. 11Vista panorâmica da Abadia Saint-Pierre em Mossac
  12. 12. A Abadia de Saint-Pierre em 12 Moissac, França
  13. 13. Abadia:Mosteiro governadopor abade ouabadessa.Propriedadedestinada aresidência demonges, com igreja,granja e váriasoutras dependências. 13
  14. 14. (Detalhe do tímpano) – Os relevos esculturais contavam a doutrina religiosa para a maioria dos 14fiéis analfabetos. Cristo no trono celestial e cenas do Juízo Final eram as representações maiscomuns.
  15. 15. TREMÓ(Vãoentreduasjanelas) 15
  16. 16. OPrOfetaJeremias 16
  17. 17. Imagens que se encontram na catedral. 17
  18. 18. DETALHE DO PORTAL 18
  19. 19. Alternância de: Colunas Simples Colunas duplas 19Interior do Claustro da Abadia de Saint-Pierre, repare os aspectos dos capitéis.
  20. 20. Interior do claustro: possui 117 colunas de mármore trabalhado. 20
  21. 21. 21
  22. 22. Detalhe da fachada 22
  23. 23. Interior da igreja 23
  24. 24. -No caminho de Santiago-Naquela época poucas pessoas sabiam ler, a igreja recorria à pintura e àescultura para narrar histórias bíblicas e transmitir valores religiosos. Um lugarmuito usado para isso eram os portais, na entrada dos templos. A área maisocupada pelas esculturas era o tímpano que fica abaixo dos arcos quearrematam o vão superior da porta.A Abadia de Saint-Pierre em Moissac, possui um dos mais bonitos portaisromânicos. No grande tímpano, com quase 6 metros de diâmetro, há um conjuntode figuras representando Cristo em majestade coroado e sentado em um trono.Com a mão esquerda ele segura o livro da palavra de Deus e com a direita faz ogesto de abençoar. 24
  25. 25. Próximo a ele estão os evangelistas representados por um anjo, umtouro, uma águia e um leão. Como o tímpano é muito grande, foicolocada uma pilastra central, chamada tremo, que divide a aberturada porta em duas partes iguais.Chamam a atenção a beleza das esculturas da Abadia de Saint-Pierreque podem ser vistas também nos capitéis das colunas que cercam oclaustro do convento, decorados com folhagens, animais epersonagens da Bíblia que segundo a tradição religiosa, ajudam aospassantes a meditar sobre o sentido da própria vida. 25
  26. 26. Imagem de Santiago de Santiago de Compostela, a 26 Compostela cidade dos peregrinos
  27. 27. 27Detalhe da fachada da Catedral de Santiago de Compostela na Espanha.
  28. 28. Origem e história do Caminho de SantiagoSantiago o apóstolo, de acordo com auma velha tradição, pregou oCristianismo pela Roma Hispana antesde retornar à Palestina onde foidecapitado. Mais tarde voltou para aEspanha para os seus discípulos para serenterrado na Costa galega. Desde adescoberta do túmulo no século IX atéseu declínio no século XIII, o caminhode Jacobeia evoluiu para se tornar aprincipal rota de peregrinação doocidente emprazando o lugar dasperegrinações entre Jerusalém eRoma. 28
  29. 29. Guia da arte românica no Caminho de Santiago na EspanhaO Caminho deSantiago foi a rota deperegrinação maisimportante da Europamedieval e um dosfatos de maiorimportância ebeneficio para ahistoria de Espanha.. 29
  30. 30. Dimensão espiritual, econômica e social do Caminho de SantiagoO Caminho de Santiago não só teverepercussão do tipo religioso. ParaEspanha foi um dos acontecimentosde maior transcendência na épocamedieval medieval.Graças as peregrinações seconstruíram igrejas, mosteiros,pontes e hospitais, surgiram novascidades, novos assentamentos deemigrantes francos e um intercâmbiocultural sem precedentes. 30
  31. 31. 31Interior da catedral: altar
  32. 32. Algumas igrejas românicas: Igreja românica de Tatouquela, séc. XII, 32 Igreja do Salvador de Aveleda Portugal
  33. 33. Catedral de São Martino, exemplo da fusãoPortal principal da Igreja de Santa Maria, da arte Gótica e Românica na fachada de33 Espanha mármore.
  34. 34. 34
  35. 35. 35Igreja de São Saturnino de Toulouse, França
  36. 36. Construída em 9 de A arquitetura românica na Itália: agosto de 1173,Na Itália a arte românica se manifestou com características Pisa fica localizadadiferentes das outras igrejas na Europa. perto de Florença,Próximos do exemplo greco-romano: usavam frontões e ao norte da Itália. Acolunas. construção durouUma das mais importantes é o conjunto da catedral de Pisa. 200 anos, interrompida duas vezes por longos períodos, mas mesmo assim a obra acabou sendo construída fielmente de acordo com o projeto original. A autoria do projeto é desconhecida, mas o historiador Giorgio Vasari afirma que o autor do projeto foi Bonnano Pisano. A famosa torre de Pisa, ficou inclinada, com o passar do tempo, a sedimentação do 36 terreno cedeu.
  37. 37. Torredepisa 37
  38. 38. Basílica de São Marcos, VenezarOmânicO de VénetOA arquitetura românica de Veneto (ao nordeste da Itália) tem caráterbizantino, por influência de São Marcos de Veneza.São Marcos foi construída em 1066 e é uma igreja plenamente bizantina comalguns elementos românicos. 38
  39. 39. sãO clemente de rOma 39
  40. 40. 40Interior da basílica
  41. 41. iluminuras 41
  42. 42. Manuscritos iluminados românicos ou iluminuras A tradição de manuscritos ouIluminuras, consistia no trabalho de desenhar manualmente as páginas da Bíblia feita pelosmonges copistas era uma laborlenta e perfeccionista. Cada livroera feito a mão e algumas vezes demorava anos para ser concluído. 42 A Bíblia de Burgos
  43. 43. A Bíblia de San Millán de la CogollaA Bíblia de São Milão de laCogolla é uma obra de iniciodo século XIII de tradiçãoromânica embora comvislumbres góticos.Apresenta numerosasilustrações narrativas dosepisódios dos testamentos epreciosas iniciais historiadase ornamentais. 43
  44. 44. 44
  45. 45.  A pintura românica recebeu a influencia da arquitetura com suas grandes abóbadas e espessas paredes com poucas aberturas favoreceu a pintura mural. Desta forma a pintura românica desenvolveu a decoração das paredes e cuja técnica é conhecida como afresco. Os afrescos são baseados nos textos religiosos feitos nos conventos dos livros ilustrados à mão com cenas da história sagrada. Assim, a pintura deste período não registra cenas profanas ou cenas do cotidiano, quer dizer, não religiosos. 45
  46. 46. As principais características da pintura românica são: a deformação e ocolorismo.A deformação traduz os sentimentos religiosos e a interpretação mística que oartista fazia da realidade. Temos como exemplo a figura de Cristo, era sempremaior que as demais. Sua mão e seu braço, no gesto de dar a benção, tinhamproporções intencionalmente exageradas para dar ênfase ao gesto para quemcomtemplasse a pintura, desse grande valor e respeito. Os olhos eram grandespara evidenciar a intensa vida espiritual.O colorismo se destaca pelo uso de cores chapadas, não tinha a preocupaçãocom meios tons ou jogos de luz e sombra, pois não havia a intenção de imitar anatureza. 46
  47. 47. Afresco:É o nome de uma antiga e minuciosa técnica de pintura sobre paredesainda úmidas. É preciso que a pessoa que faz tenha muita habilidadepois consiste primeiramente na preparação da parede. Deve estarcompletamente lisa. Se aplica uma camada de cal, que por sua vez écoberta com uma camada de gesso fina e bem lisa. Sobre essa últimacamada, o pintor executa sua obra: faz o desenho com carvão; depoisaplica as cores. Ele deve trabalhar com a argamassa ainda úmida,quando seca o desenho colorido fica aderido à parede.Para fazer um mosaico, o pintor precisa ter experiência, rapidez emuita habilidade, pois é uma técnica que não permite correções devidoque o gesso seca rapidamente. 47
  48. 48. “Cristo em majestade”-1123Museu de Arte de Catalunha, Barcelona 48
  49. 49. rOmânicOCírculo deprofessoresPinturas dePedret: Absis delEpístolaFinal do séc. XIinicio do séc. XII 49
  50. 50. rOmânicOAnônimo Frontal do altar do avoCap. a 1200 50
  51. 51. rOmânicO 51Anônimo. Catalunha. WORKSHOP da Sede de Urgell -Frente de La Seu dUrgell e os Apóstolos - Segundo trimestre do século XII– Museu de Arte da Catalunha
  52. 52. afrescO r O m â n i c O: 52
  53. 53. 53
  54. 54. “Figuras humanas altas, esguias, com facesamendoadas, olhos enormes e expressãosolene, olhavam diretamente para a frente,sem o menor esboço de movimento”. 54
  55. 55. CONCLUSÃO 55
  56. 56. Principais caraterísticas da arte Românica:Características plásticas: A escultura e a pintura serão carregadas de esquematização e simbolismo; Sobriedade, resistência, repetição de elementos construtivos (janelas e colunas geminadas), interior pesado e escuro; Temática religiosa, decorativa, utilizava-se tanto as linhas gregas, losangos, pontas de diamante, esculturas de animais, esculturas com imagens de santos. Relatos da bíblia. 56
  57. 57.  Principais caraterísticas da arquitetura Românica: Características gerais do estilo românico: substituição do teto de madeira por abóbadas; grande espessura das paredes, poucas janelas; as igrejas serão ricamente decoradas externamente; consolidação das paredes por contrafortes ou gigantes colunas para dar sustentação ao prédio; consolidação dos arcos por meio das abóbadas: de berço e de arestas. 57
  58. 58. ATIVIDADES –I- Por dentro do assunto1- Explique o porquê do nome “românico”, que designa as obrasarquitetônicas do fim dos séculos XI e XII, na Europa.2- Aponte as principais características da arquitetura românica.3- Por que, naquela época, a pintura e a escultura eram tão importantescomo meio de transmissão dos valores religiosos e das narrativasbíblicas?4- A pintura românica expressou-se principalmente na forma de murais. Oque, na arte românica favoreceu isso?5- Podemos concluir que o fato de a pintura românica ter comocaracterísticas a deformação e o colorismo indica uma deficiência técnicados artistas da época”. Essa afirmação está correta ou incorreta?Justifique sua resposta.-OBS: pesquisar na internet sobre Arte Românica/ imagens/textos, emcaráter complementar. 58
  59. 59. BIBLIOGRAFIA: PROENÇA, Graça. Descobrindo a História da Arte. Editora Ática WWW.ARTEHISTORIA.COMhttp://www.arteguias.com/codices.htm 59

×