Por Outra Globalização - Milton Santos

28,388 views

Published on

Slides do livro "Por Outra Globalização" de Milton Santos por Arquidamea / INSTEI

Published in: Education
0 Comments
13 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
28,388
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
63
Actions
Shares
0
Downloads
752
Comments
0
Likes
13
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Por Outra Globalização - Milton Santos

  1. 1. POR UMA OUTRA GLOBALIZAÇÃO : DO PENSAMENTO ÚNICO À CONSCIÊNCIA UNIVERSALPor uma outra globalização: do pensamento único à consciência universal Milton santos MILTON SANTOS
  2. 2. A OBRA ESTÁ DIVIDIDA EM 06 PARTES A PRODUÇÃO DA UMA GLOBALIZAÇÃO INTRODUÇÃO GLOBALIZAÇÃO PERVERSA O TERRITÓRIO DO DINHEIRO LIMITES À GLOBALIZAÇÃO E DA FRAGMENTAÇÃO PERVERSA A TRANSIÇÃO EM MARCHAOBJETIVO: REFLETIR SOBRE O CONTEXTO ATUAL DA SOCIEDADE ADENTRANDO EM SEUS PARADIGMAS MATERIAIS E POLÍTICOS, HAJA VISTA QUE A OBRA É FRUTO DA REFLEXÃO SOBRE O ESPAÇO GEOGRÁFICO; TENTAR EXPLICAR OS PROBLEMAS E “DORES DO MUNDO ATUAL” E ANALISAR TAMBÉM OS MEIOS PELOS QUAIS DEVEMOS NOS ATER PARA, QUEM SABE, CONSTRUIR UM NOVO CONCEITO DE MUNDO GLOBALIZADO, EM FAVOR DO QUAL NOS É INTERESSANTE VIVER E LUTAR. .
  3. 3.  O PAPEL DAS IDEOLOGIAS NO ATUAL SISTEMA GLOBAL TEM UMA IMPORTÂNCIA MUITO RELEVANTE NESTA OBRA, GARANTINDO COM ISSO UMA ÊNFASE NO PAPEL DA POLÍTICA, POIS ESTA SE DEFINE COMO SENDO A “ARTE DE PENSAR AS MUDANÇAS E DE CRIAR AS CONDIÇÕES PARA TORNÁ-LAS EFETIVAS”. ( MILTON SANTOS) AS MUDANÇAS HISTÓRICAS POR VIR ACONTECERÃO DE UM MOVIMENTO DE BAIXO PARA CIMA, ONDE O INTELECTUAL E SEUS PENSAMENTOS LIVRES DESEMPENHARÃO PAPEL SUBSTANCIAL NAS PRÓXIMAS REVOLUÇÕES DOS MODELOS MUNDIAIS.
  4. 4. A CRÍTICA ELABORADA ACERCA DA ATUAL GLOBALIZAÇÃO COM SUATENDÊNCIA AO TECNICISMO E A MECANIZAÇÃO, LEVA A UMADESUMANIZAÇÃO E A UM PROGRESSIVO DOMÍNIO DO CAPITAL PERANTEA VIDA SOCIAL OU PESSOAL. MILTON SANTOS SUGERE TRÊS MUNDOS NUM SÓ: GLOBALIZAÇÃO COMO FÁBULA GLOBALIZAÇÃO UMA OUTRA COMO GLOBALIZAÇÃO PERVERSIDADE
  5. 5. A GLOBALIZAÇÃO COMO PERVERSIDADE A GLOBALIZAÇÃO COMO PERVERSIDADE SE IMPÕE COMO UMA “FÁBRICA DE PERVERSIDADES”, TODAS AS MAZELAS DA SOCIEDADE RECAI SOBRE O INDIVÍDUO, O DESEMPREGO NUM ESTÁGIO CRÔNICO, A PROLIFERAÇÃO DA POBREZA, A PERDA DA QUALIDADE DE VIDA DAS CLASSES MÉDIAS, A REDUÇÃO DO SALÁRIO, FOME, MISÉRIA QUE SE PROPAGAM EM TODOS OS CONTINENTES, SE DIZ INTEGRADORA E HOMOGENEIZADORA
  6. 6. UMA OUTRA GLOBALIZAÇÃOÉ UMA MAIS HUMANA, A GLOBALIZAÇÃO TRAZ UMA INTEGRAÇÃO REAL, SOCIAL EHUMANITÁRIA QUE POR SUA VEZ AS DESIGUALDADES SE AMENIZARIAM, OTECNICISMO OU O CAPITAL NÃO IRIAM SE SOBREPOR AO INDIVÍDUO OU AOÂMBITO SOCIAL, MAS SE DARIAM DE MANEIRA INTELIGENTE E SUSTENTÁVEL. O SERHUMANO NÃO ESTARIA SUBJUGADO À TECNOLOGIA E AO CAPITAL, TERIA ATECNOLOGIA TRABALHANDO EM SEU FAVOR, E NÃO EM FAVOR DO CAPITAL EMPROL DE UMA MINORIA
  7. 7. A GLOBALIZAÇÃO CONSIDERA DOIS ELEMENTOS O ESTADO DAS TÉCNICAS O ESTADO DA POLÍTICA UNICIDADE TÉCNICA DESENVOLVIMENTO DESENVOLVIMENTO HISTÓRICO TÉCNICO O NOVO AVANÇO TÉCNICO RESIDE NA TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO,PRINCIPALMENTE A INFORMÁTICA E A ELETRÔNICAASSEGURA A SIMULTANEIDADE DAS AÇÕES E CONSEQUENTEMENTE ACELERA O PROCESSO HISTÓRICO
  8. 8. A CLASSE HEGEMÔNICA FAZ USO DO NOVO SISTEMA DE TÉCNICA , ENQUANTO OOUTRO GRUPO MENOS PRIVILEGIADO CONTINUA COM O MAIS ANTIGO E MENOSPODEROSO O SISTEMA TÉCNICO APRESENTA O PERFIL DE SER INVASOR, BUSCA ESPALHAR-SE NA PRODUÇÃO E GANHAR TERRITÓRIO.
  9. 9. A CONVERGÊNCIA DOS MOMENTOS- TEMPO REAL AUTORIZA USAR O MESMOPERMITE QUE O MERCADO MOMENTO A PARTIR DE FUNCIONE EM DIVERSOS MÚLTIPLOS LUGARES; E TODOS LUGARES DURANTE O DIA OS LUGARES A PARTIR DE UM SÓ INTEIRO DELES MOTOR ÚNICO A INTEGRAÇÃO ENTRE UNICIDADE CONVERGÊNCIA DA TÉCNICA DE MOMENTOS MOTOR ÚNICO/MAIS –VALIA (LUCRO)
  10. 10. “ ESSE MOTOR ÚNICO SE TORNOU POSSÍVEL PORQUE NOS ENCONTRAMOS EMNOVO PATAMAR DA INTERNACIONALIZAÇÃO , UMA VERDADEIRAMUNDIALIZAÇÃO DO PRODUTO, DO DINHEIRO, DO CRÉDITO, DA DÍVIDA, DOCONSUMO, DA INFORMAÇÃO. ESSE CONJUNTO DE MUNDIALIZAÇÕES , UMASUSTENTANDO E ARRASTANDO A OUTRA, IMPONDO-SE MUTUAMENTE, É TAMBÉMUM FATO NOVO” ( MILTON SANTOS) A COGNOSCIBILIDADE DO PLANETA O HOMEM PASSA A TER : COMPREENSÃO CONHECIMENTO FUNCIONAMENTO DO SISTEMA SOLAR CONSTRUIR E TRANSFORMAR NOVOS CONCEITOS MATERIAIS DE ACORDO COM AS NECESSIDADES
  11. 11. UM PERÍODO QUE É UMA CRISE O PODER SOBRE O DOMÍNIO FINANCEIRO EIDEOLÓGICO/ A TIRANIA DO DINHEIRO E DA INFORMAÇÃO HEGEMONIA DO PENSAMENTO PRESERVA AS ESTRUTURAS DO SISTEMA
  12. 12. III- UMA GLOBALIZAÇÃO PERVERSAHEGEMONIA DA INFORMAÇÃO HEGEMONIA FINANCEIRA MANUTENÇÃO DO SISTEMA POLÍTICAS POLÍTICAS ESTATAIS EMPRESARIAIS INSTALA A COMPETITIVIDADE / SUGERIDA PELA PRODUÇÃO E PELO CONSUMO
  13. 13. A TIRANIA DA INFORMAÇÃO E DO DINHEIRO E O ATUAL SISTEMA IDEOLÓGICOAPRESENTA A CARACTERÍSTICA PERVERSA DA GLOBALIZAÇÃO ATUALAPRESENTAM A MANEIRA DE DIFUSÃO DE INFORMAÇÃO À SOCIEDADE E AEMERGÊNCIA DO DINHEIRO COMO “MOTOR DA VIDA ECONÔMICA E SOCIAL”  INFORMAÇÃO MANIPULADA A VIOLÊNCIA DA  NÃO É ESCLARECEDORA INFORMAÇÃO  CONFUSA DAÍ SURGEM MUITOS MITOS E FÁBULAS
  14. 14. GERA AUSÊNCIA DE SOLIDARIEDADE CONSUMO PROBLEMAS PRODUZ ODESEMPREGO NA CONSUMIDOR ANTES SAÚDE MESMO DELE PRODUZIR O S PRODUTOS PROBLEMAS NA EDUCAÇÃO CONFUSÃO DOS ESPÍRITOS ESSAS AÇÕES ALTERAM O COMPORTAMENTO E O INTELECTO DO SER HUMANO/ ESVAZIA A PERSONALIDADE DO SER
  15. 15. A INFORMAÇÃO TOTALITÁRIA E A CONFUSÃO DE ESPÍRITOS AS IDEOLOGIAS PRESENTES , NO MUNDO ATUAL PERPASSAM : TÉCNICAS PRODUÇÃO CONSUMO PODER ELEMENTOS VISÍVEIS NAS TÉCNICAS DO MARKETING E DO DESIGN DO IMPERIALISMO AO MUNDO DE HOJE  INTEGRAÇÃO DAS TÉCNICAS DE INFORMAÇÃO,IMPERIALISMO  RESULTA EM MUDANÇAS QUANTITATIVAS E QUALITATIVAS NO USO DAS TÉCNICAS
  16. 16. A VIOLÊNCIA ESTRUTURAL E A PERVERSIDADE SISTÊMICA A VIOLÊNCIA ESTRUTURAL ESTÁ NA BASE DA PRODUÇÃO DAS OUTRAS VIOLÊNCIAS O DINHEIRO EM ESTADO PURO SOFRE UMA NOVA IDEOLOGIZAÇÃO CARACTERÍSTICA CONSUMISMO DA POLÍTICA DOS ESTADOS À POLÍTICA DAS EMPRESAS“ A GLOBALIZAÇÃO MATA A NOÇÃO DE SOLIDARIEDADE, DEVOLVE AOHOMEM À CONDIÇÃO PRIMITIVA DE CADA UM POR SI E , COMO SEVOLTÁSSEMOS A SER ANIMAIS DA SELVA, REDUZ AS NOÇÕES DEMORALIDADE PÚBLICA E PARTICULAR EM QUASE NADA”. MILTON SANTOS
  17. 17. EM MEIO SÉCULO, TRÊS DEFINIÇÕES DE POBREZA ( EM PAÍSES SUBDESENVOLVIDOS ) POBREZA POBREZA INCLUÍDA MARGINALIDADE ESTRUTURALÉ PRODUZIDA EM CERTOS EQUIVALE A UMA DÍVIDA MOMENTOS DO ANO SOCIAL OCORRE EM DETRIMENTO DO PROCESSO ECONÔMICO
  18. 18. O QUE FAZER COM A SOBERANIA (AUTORIDADE SUPREMA) COM A GLOBALIZAÇÃO A SOBERANIA NACIONAL , CONSTITUI-SE AINDA COM RESTRIÇÕES, POR DETER O PODER SUPREMO E SOFRE EFEITOS EXTERNOS IV- O TERRITÓRIO DO DINHEIRO E DA FRAGMENTAÇÃO“ OS ATORES MAIS PODEROSOS RESERVAM OS MELHORES PEDAÇOS DOTERRITÓRIO E DEIXAM O RESTO PARA OS OUTROS”( MILTON SANTOS ),
  19. 19. O ESPAÇO GEOGRÁFICO: COMPARTIMENTAÇÃO E FRAGMENTAÇÃONA GLOBALIZAÇÃO NENHUM ESPAÇO GEOGRÁFICO ESCAPA ÀS INFLUÊNCIASDAS AÇÕES HUMANAS . QUALQUER PEDAÇO DA SUPERFÍCIE DA TERRA SETORNA FUNCIONAL ÀS NECESSIDADES DO ESTADO E DAS EMPRESASA AGRICULTURA CIENTÍFICA GLOBALIZADA E A ALIENAÇÃO DO TERRITÓRIOA AGRICULTURA CIENTÍFICA EXIGENTE DE CIÊNCIA, TÉCNICA EINFORMAÇÃO , LEVA AO AUMENTO DAS QUANTIDADES PRODUZIDASINVESTIMENTO , MERCADO CONSUMIDOR ...
  20. 20. COMPARTIMENTAÇÃO E FRAGMENTAÇÃO DO ESPAÇO : O CASO DO BRASILA ÁREA AGRÍCOLA MODERNA DO PAÍS VEM SE TORNANDO MAIS ABERTAÀ EXPANSÃO DAS FORMAS ATUAIS DO CAPITALISMO QUE AS CIDADES,CONTUDO SÃO MAIS VULNERÁVEIS/ FRÁGEIS
  21. 21. O TERRITÓRIO DO DINHEIROTORNA-SE INDISPENSÁVEL E ACABA SE IMPONDO COMO EQUIVALENTEGERAL DE TODAS AS COISAS QUE SÃO OBJETO DE COMÉRCIO VERTICALIDADES E HORIZONTALIDADES NO SISTEMA DE PRODUÇÃOAS VERTICALIDADES ATENDEM ÀS AS HORIZONTALIDADES OCUPA UMTAREFAS PRODUTIVAS ESPAÇO BANAL / COMUM A TODOS ,HEGEMÔNICAS/NÃO TEM DESENVOLVE NESSE SISTEMA ACOMPROMISSO COM A SOCIEDADELOCAL SOLIDARIEDADE ORGÂNICA
  22. 22. A ESQUIZOFRENIA DO ESPAÇOO MUNDO NÃO EXISTE PARA ELE PRÓPRIO,ELE APENAS O FAZ PARA OS OUTROS V- LIMITES À GLOBALIZAÇÃO PERVERSA ELA TEM DESENCADEADO DESIGUALDADES IDEOLOGIAS
  23. 23. A VARIÁVEL ASCENDENTE RECUPERAÇÃO DO BOM SENSO EM VIRTUDE DA QUEDA DO CULTO TECNOLÓGICO OS LIMITES DA RACIONALIDADE DOMINANTEO DESCONTENTAMENTO COM AS IDEOLOGIAS IMPOSTAS PELA RACIONALIDADEDOMINANTE LEVA AO APARECIMENTO DE UM MERCADO INFORMAL, ILEGAL
  24. 24. O IMAGINÁRIO DA VELOCIDADE EM REALIDADE , O ACESSO A ESTA VELOCIDADE ESTÁ RESTRITO AOSDETENTORES DO CAPITAL , ÀS GRANDES EMPRESAS E ÀS PESSOAS QUE SE SITUAM NO TOPO DA PIRÂMIDE SOCIAL.“ A EFICÁCIA DA VELOCIDADE HEGEMÔNICA É A DE NATUREZAPOLÍTICA E DEPENDE DO SISTEMA SOCIECONÔMICO POLÍTICO EM AÇÃO” MILTON SANTOS
  25. 25. VI- A TRANSIÇÃO EM MARCHA A IDÉIA DE MOVIMENTO E MUDANÇA É ELEMENTO INERENTE A EVOLUÇÃO DA HUMANIDADE CULTURA POPULAR, PERÍODO POPULAR A GLOBALIZAÇÃO AFETA E INFLUENCIA SOBRE TODOS OS ASPECTOS DA VIDA HUMANA ECONOMIA CULTURA SOCIEDADE POLÍTICA ELA NÃO ATINGE A TODOS DE FORMA HOMOGÊNEA , CADA EXTRATO É ATINGIDO DE MANEIRA DIVERSA. A CENTRALIZAÇÃO DA PERIFERIA OS PAÍSES CENTRAIS ( JAPÃO, EUA, E PAÍSES DA EUROPA) NECESSITAM CADA VEZMAIS DOS PAÍSES DO SUL ( MAIS POBRES) PARA QUE POSSAM SE SOBREPOR UNS AOS OUTROS ATRAVÉS DA BUSCA DE MERCADO,
  26. 26. A NAÇÃO ATIVA , A NACÃO PASSIVA A POPULAÇÃO TEM SE MOSTRADO PASSIVA, CARACTERIZADA POR ATITUDES POUCO RELEVANTES TEM PARTICIPAÇÃO POUCO EXPRESSIVA NO MERCADO GLOBAL, CONTRÁRIAS AS NAÇÕES ATIVAS. A GLOBALIZAÇÃO ATUAL NÃO É IRREVERSÍVELO PENSAMENTO QUE SE ESTABELECE HOJE É QUE A GLOBALIZAÇÃO É UMPROCESSO QUE NÃO PODERIA SER REVERTIDO E QUE O CENÁRIO ATUAL ÍMUTÁVEL,ISSO ACONTECE PELO FATO DE QUE A SOCIEDADE ESTÁ DOMINADA POR UMAIDEOLOGIA HEGEMÔNICA . A HISTÓRIA APENAS COMEÇA“ AGORA QUE ESTAMOS DESCOBRINDO O SENTIDO DE NOSSA PRESENÇA NOPLANETA , PODE-SE DIZER QUE A HISTÓRIA UNIVERSAL VERDADEIRAMENTE HUMANAESTÁ, FINALMENTE COMEÇANDO. A MESMA MATERIALIDADE, ATUALMENTEUTILIZADA PARA CONSTRUIR UM MUNDO CONFUSO E PERVERSO, PODE-SE VIR ASER UMA CONDIÇÃO DA CONSTRUÇÃO DE UM MUNDO MAIS HUMANO” MILTONSANTOS
  27. 27. OBRIGADA!!!! ARQUIDAMEA JOSEFA DUNICE

×