Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

O FASCISMO ITALIANO - O NAZISMO

8,124 views

Published on

Published in: Education
  • Be the first to comment

O FASCISMO ITALIANO - O NAZISMO

  1. 1. O FASCISMO ITALIANO Como se compreende o aparecimento desta doutrina na Itália dos anos 20?  SITUAÇÃO ECONÓMICA E SOCIAL - Mais de 1 milhão de mortos e feridos da 1ª Guerra - Graves dificuldades económicas que a Guerra agravou com as destruições, a subida de preços, a miséria - Desmobilização de milhões de soldados que vieram engrossar a já elevada taxa de desemprego - Problemas sociais graves com sucessivas greves, manifestações, ocupação de fábricas e campos  FALTA DE CONFIANÇA NA DEOMOCRACIA E NOS PARTIDOS DEMOCRÁTICOS - Desesperança, a desilusão, leva muitos italianos, principalmente industriais e proprietários a apoiar pequenos partidos ou grupos extremistas de direita  USO DA PROPAGANDA E DA VIOLÊNCIA - Muitos destes grupos vão usar de forma intensa a propganda e usar da violência para criar um clima de medo , de terror nas populações.
  2. 2. COMO NASCEU O FASCISMO ? • Aparecem em várias cidades grupos espontâneos, nacionalistas formados por desempregados, ex-combatentes, burguesia descontente que se designam por “FASCIOS” devido ao símbolo que adoptam – o feixe de varas. Em 1919, Mussolini cria o Fascio de Milão e ganha cada vez mais importância como teórico e orador.O Símbolo do Fascismo • Em 1921, em Congresso, nasce o PNF – Partido Nacional Fascista, no qual Mussolini passa a ser líder indiscutível. Ainda com pouco apoio na sociedade italiana, nas eleições desse ano só consegue 35 deputados para o Parlamento. • Início de uma campanha muito forte de propaganda, agitação e sobretudo violência (ataques a sedes de sindicatos, partidos políticos, espancamentos, assassínios mesmo) muita dela realizada Camisas Negras pela “tropa de choque” do PNF, os Camisas Negras. • Em 1922 os fascistas organizam a “Marcha sobre Roma” , e o rei Vítor Emanuel III, com medo de uma guerra civil, convida Mussolini a formar governo. • Começa então a perseguição, o medo o terror sobre a oposição, o controle dos meios de comunicação, e nas eleições de 1924, o PNF consegue através de fraude a maioria absoluta dos votos. Marcha sobre Roma
  3. 3. CARACTERÍSTICAS DO FASCISMO  TOTALITARISMO /AUTORITARISMO - Controlo absoluto da vida dos cidadãos com desprezo absoluto pela liberdade individual ou de grupos. Tudo devia submeter-se ao Estado: Tudo no Estado, Nada fora do Estado, Nada contra o Estado. Tudo era permitido ao Estado- Chege-Partido para assegurar o seu domínio: a censura, a prisão, o assassínio. Crer, Obedecer e Combater era o lema do estado fascista. Ao Chefe, ao “Duce” devia-se obediência cega, pois ele era o guia, o salvador da pátria.  MONOPARTIDARISMO - Só era admitido um partido político, o do Chefe, sendo todos os outros proíbidos. CORPORATIVISMO - Como eram recusados interesses de grupos ou classes, , foram criadas no mundo do trabalho as CORPORAÇÕES, organismos dominados pelo estado e que agrupavam trabalhadores e patrões. As greves foram proíbidas, os salários controlados.  ULTRANACIONALISMO e MILITARISMO - Exagero na glorificação do passado, criação da ideia de superioridade da nação, do povo, educação desde tenra idade em valores como o militarismo, a obediência cega, o morrer pela pátria.
  4. 4. O Fascismo em Imagens
  5. 5. HITLER E A ASCENSÃO DO NAZISMO NA ALEMANHA No final da 1ª Guerra a Alemanha tornou-se uma democracia, a “República de Weimar (1919-1933). Apesar de todos os esforços de recuperação , a Alemanha apresentava várias dificuldades:  O pagamento das indeminazões estabelecidas no Tratado de Versalhes, aos países aliados A ocupação da rica zona do Ruhr pela França, como forma de obrigar ao pagamento das indeminizações  As consequências terríveis da “Grande Depressão” na economia, que fez com que os americanos retirassem capitais, que no comércio baixassem drasticamente as exportações, que as falências de empresas se tornassem frequentes, que a taxa de desemprego disparasse para números elevados ( 6 milhões em 1931) que a miséria, e a fome começassem a surgir. A instabilidade política, as manifestações, as greves, a violência, tornaram a Alemanha praticamente ingovernável. É neste contexto que pequenos partidos de extrema-direita e extrema-esquerda , aproveitam para aparecer e procurar afirmar-se na sociedade alemã, entre eles o Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães (Partido Nazi), dirigido desde 1921 por Adolfo Hitler
  6. 6. HITLER E A ASCENSÃO DO NAZISMO NA ALEMANHA 2 • Em 1923, no estado da Baviera Hitler e os Nazis tentam tomar o poder pela força, mas Comício Nazi não consegue. É preso. Na prisão escreve o livro “ Mein Kampf”, onde escreve exprime das suas ideias, entre elas, o desejo de tornar a Alemanha na “Grande Alemanha”, ou seja, o sonho do antigo Império Alemão, a pureza da raça ariana e o ódio aos Judeus que acusa de todos os males da Alemanha. • Sai da prisão e através de intensa propaganda (desfiles, manifestações, cartazes ), da intimidação e violência realizada pelas mílicias armadas nazis “Os Mein Kampf – A minha Luta camisas castanhas”, mas sobretudo das promessas de acabar com o desemprego, de acabar com as cláusulas do humilhante Tratado de Versalhes, de terminar com o poder dos Judeus, Hitler consegue a pouco e pouco o apoio dos desempregados , dos agricultores, da pequena e média burguesia e Cartaz de propaganda eleitoral sobretudo de alguns grandes industriais que com medo do Comunismo, vão apoiar com dinheiro o Partido Nazi. • Em 1932 nas eleições, o Partido Nazi vence com maioria e em 1933, Hitler é nomeado Chanceler. Em 1934, com a morte do Presidente Hindenburgo, Hitler torna-se o “FUHRER”, o chefe absoluto. Os Judeus – A peste do MundoGrande parada e desfile nazi
  7. 7. HITLER E A ASCENSÃO DO NAZISMO NA ALEMANHA 3 Começa a ditadura nazi na Alemanha. • Os partidos políticos e sindicatos são proíbidos. • As raças conside • radas inferiores como os Judeus ou Ciganos começam a ser perseguidas. • O regime nazi começa uma intensa campanha de propaganda : “ UM POVO, UM IMPÉRIO, UM CHEFE” . • O desemprego é atacado, obrigando As SS As S A as mulheres alemãs a regressar ao lar, ao rearmamento da Alemanha e como © Prof. Arlindo tal ao emprego na indústria, Vieira principalmente de armamento, de milhões de desempregados, ao grande A Gestapo aumento de elementos da polícia eO Anti-Semitismo A família alemã A “Grande Alemanha” serviços nazis, ao serviço militar obrigatório e à construção da poderosa máquina de guerra que vai ser o exército alemão. • Para impor a sua autoridade, o totalitarismo de estado, Hitler assenta o seu poder nas: • SS (Secções de Segurança) • SA (Secções de assalto) • GESTAPO (a polícia política do regime).

×