Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Drupal camp campinas 2016 Automação de testes de software é só record play#sqn (ariane izac)

Apresentar de forma descontraída diretrizes para automação de teste de software, mostrando a importância da estruturação dos testes automáticos antes de criá-los.
É baseado no post que publiquei no blog da MATERA Systems: http://www.matera.com/br/2015/07/10/automacao-de-testes-de-software-e-so-record-and-play-sqn/

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Drupal camp campinas 2016 Automação de testes de software é só record play#sqn (ariane izac)

  1. 1. Automação de testes de software é só record play#SQN Ariane Izac Analista de Teste MATERA Systems
  2. 2. E automação é só record and play? ● Tratar automação de forma simplória ● Avaliar questões importantes antes de implantar automação
  3. 3. E automação é só record and play?
  4. 4. E automação é só record and play?
  5. 5. Diretrizes para automação de teste Sete diretrizes para automação de testes de software: 1. Ferramentas 2. Ambiente de testes 3. Backlog de automação 4. Padronização 5. Planejamento 6. Acompanhamento 7. Manutenção
  6. 6. 1) Ferramentas
  7. 7. 1) Ferramentas ● Qual ferramenta será utilizada para automação? ● Qual ferramenta será utilizada para integração contínua? ● Pensar em custo x benefício ● Conhecimento da equipe ● Usabilidade e suporte ● Analisar as opções disponíveis no mercado para definição de qual ferramenta utilizar
  8. 8. 2) Ambiente de teste
  9. 9. 2) Ambiente de teste ● Configurações necessárias ● Versões para homologação
  10. 10. 3) Priorização do backlog de Automação
  11. 11. 3) Priorização do backlog de Automação ● Levantar as funcionalidades ● Priorizar as funcionalidades ● Utilizar critérios para priorização: ○ Criticidade para negócio ○ Nível de dificuldade ○ Frequência de uso
  12. 12. 4) Padronização
  13. 13. 4) Padronização ● Padrão e estrutura ● Linguagem comum entre a equipe ● Levantar melhores práticas a seguir ● Usar frameworks
  14. 14. 5) Planejamento
  15. 15. 5) Planejamento ● Organizar os itens coletados para decisão de como a automação será implantada ● Estabelecer metas e cronogramas ● Poderá ser um projeto paralelo
  16. 16. 6) Acompanhamento
  17. 17. 6) Acompanhamento ● Validar Planejado x Realizado periodicamente ● Política do report dos erros ● Política da correção dos erros
  18. 18. 7) Manutenção
  19. 19. 7) Manutenção ● Mudanças na aplicação podem causar mudanças nos testes ● Legibilidade e padrão ● Ferramentas para rastrear o problema
  20. 20. Concluindo...
  21. 21. Concluindo...
  22. 22. Concluindo...
  23. 23. Concluindo...
  24. 24. Referências ● http://www.matera.com/br/2015/07/10/automacao-de-testes-de-software-e- so-record-and-play-sqn/ ● https://www.youtube.com/watch?v=VbV_wMb9byA&feature=youtu. be&app=desktop ● http://www.devmedia.com.br/automacao-de-teste-de-software-com-qf- test/33424 ● http://www.matera.com/br/2015/05/13/aplicando-testing-dojo/
  25. 25. Agradecimentos

×