150 anos sem filmes

283 views

Published on

Apresentação para discutir os percursos percorridos nestes 150 anos.

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
283
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
24
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

150 anos sem filmes

  1. 1. 1864 –20141864 –2014 150 anos de horizonte: o que comemoramos?150 anos de horizonte: o que comemoramos?
  2. 2. Comemorar 150 anos é pensar os percursos do desenvolvimento da região, passados e projetados isitar horizontes passados: como se materializaram na paisagem de hoje? iante da Igreja Matriz, olhar a paisagem que se descortina em 360 graus, experimentando o contraste entre a planície, os campos cultivados com arroz, as elevações do início da Serra do Erval... uantas pontes se atravessam para chegar em nossa cidade? Água, na ausência dessas pontes representou isolamento e atraso. Hoje é promessa de fartura e considerações com a preservação as transformações do mundo: impacto crescente de questões como transportes, energia, comunicações nas redes produtivas
  3. 3. 18641864 • 18641864 foi um ano bissexto, de 366 dias, início a uma sexta-feira efoi um ano bissexto, de 366 dias, início a uma sexta-feira e terminou a um sábado.terminou a um sábado. • Nascimentos:Nascimentos: 21 de Abril - Max Weber, sociólogo Alemão, 23 de Junho - Rasputin, místico21 de Abril - Max Weber, sociólogo Alemão, 23 de Junho - Rasputin, místico russo, 25 de Julho - Eduardo Prévost, médico e cientista brasileiro, 5 de Outubro - Louisrusso, 25 de Julho - Eduardo Prévost, médico e cientista brasileiro, 5 de Outubro - Louis Lumière, um dos irmãos Lumière.Lumière, um dos irmãos Lumière. • Publicação do livro de Júlio Verne, Viagem ao Centro de Terra.Publicação do livro de Júlio Verne, Viagem ao Centro de Terra.
  4. 4. Como era a vida aqui?
  5. 5. Visitando o passado: 1864 • O Perfume • O tempo e o vento • Código de Posturas
  6. 6. POSSIBILIDADES E CONEXÕES
  7. 7. Código de PosturasCódigo de Posturas • Artigo 20o - Usar nas boticas, tabernas, botequins, e cazas de pastoArtigo 20o - Usar nas boticas, tabernas, botequins, e cazas de pasto de vasilhas de cobre não sendo estanhadode vasilhas de cobre não sendo estanhado
  8. 8. • Artigo 21o - Ter esposto a venda, ou effectivamente vender frutas verdes, drogas, medicamentos, liquidos e quaesquer generos alimenticios, substancias de qualquer qualidade corrompidas, ou viciadas, ou reconhecidamente daminosas a saude publica. Código de Posturas
  9. 9. • Artigo 23º Exercer a profissão de medico, ou Cirugião, Parteiro, ouArtigo 23º Exercer a profissão de medico, ou Cirugião, Parteiro, ou Boticario, sem ligitimo tituloBoticario, sem ligitimo titulo Código de PosturasCódigo de Posturas (Primeira demonstração pública do uso de anestesia, 1846)
  10. 10. • Os Ourives terão balança com pesos de quatro marcos a um grão: OsOs Ourives terão balança com pesos de quatro marcos a um grão: Os Caldeiros, ferreiros e charquiadores deverão ter ba-lança grande comCaldeiros, ferreiros e charquiadores deverão ter ba-lança grande com pesos de quintal a meia quarta de libra, e sendo todos sugeitos apesos de quintal a meia quarta de libra, e sendo todos sugeitos a afericção annualafericção annual Código de PosturasCódigo de Posturas
  11. 11. • Artigo 38º As armas offencivas, cujo uso as autoridadesArtigo 38º As armas offencivas, cujo uso as autoridades policiâes podem permettir são: as espingardas, pistolas,policiâes podem permettir são: as espingardas, pistolas, espadas, facões, e facas. Todas as mais armas ficãoespadas, facões, e facas. Todas as mais armas ficão prohibidas.prohibidas. • Artigo 39º Será permettido o uso de faca aos carniceiros,Artigo 39º Será permettido o uso de faca aos carniceiros, conductores de tropas, carreteiros e e arrieiros, somente noconductores de tropas, carreteiros e e arrieiros, somente no exercicio de seu officio.exercicio de seu officio. Código de PosturasCódigo de Posturas
  12. 12. E a escravidão? • "Artigo 43º - O Capitão do matto, pela prisão dentro da Villa, de cada escravo fugido, terá a gratificação de seis mil reis, pagos pelo senhor ou procurador d’este, e sendo em distancia de uma legoa perceberá a gratifica- ção de 12$000, e em maior distancia além daquella quantia mais um mil reis, por cada legoa; se o escravo for preso em quilombo terá o Capitão [fl. 8] do matto de gratificação 20$000, além do que fica marcado por legoa, as quaes serão contadas do quilombo a cadêa da Villa.“ (Foto: capitão do Mato da Fazenda da Cambuta de propriedade de Fernando Feliciano Halfeld, 1883. Acervo do Centro Histórico Chico Rei, MG)
  13. 13. José e Ana Custódio de Oliveira
  14. 14. 18641864 nas Estânciasnas Estâncias
  15. 15. 18641864 na cidadena cidade
  16. 16. _Olhando para frente: uma cidade é muitas... uma cidade é o que eu faço dela...
  17. 17. Camaquã: um lugar para viver Mudanças na paisagem
  18. 18. Camaquã: um lugar para viver Mudanças na paisagem:
  19. 19. Camaquã: um lugar para viverCamaquã: um lugar para viver
  20. 20. Camaquã: um lugar para viverCamaquã: um lugar para viver
  21. 21. Camaquã: um lugar para viver
  22. 22. _Where are We going?_Where are We going? _Where do We belong...._Where do We belong....

×