A cultura esquimó

71,176 views

Published on

Cultura esquimó

1 Comment
8 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
71,176
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
721
Actions
Shares
0
Downloads
468
Comments
1
Likes
8
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

A cultura esquimó

  1. 1. A Cultura Esquimó<br />
  2. 2. Cultura<br />Cultura é um conceito de várias acepções, sendo a mais corrente a definição segundo a qual cultura é “aquele todo complexo que inclui o conhecimento, as crenças, a arte, a moral, a lei, os costumes e todos os outros hábitos e aptidões adquiridos pelo homem como membro da sociedade”.<br />
  3. 3. Localização e Habitação<br /> Os esquimós localizam-se no Leste da Sibéria, no Norte do Alasca e do Canadá e da Gronelândia. Nessas regiões o Inverno é longo e bastante rigoroso. <br />No Verão, quase todos os esquimós vivem em tendas feitas de pele de caribu ou de foca. No Inverno, moram em casas feitas de turfa (agregado de restos de vegetais) <br />Quando viajam, constroem casas de gelo em forma de cúpulas que servem de abrigos temporários, os iglus. <br />Apenas os do centro do Canadá e os das ilhas do Norte desse país usam as casas de gelo, chamadas iglos, como abrigos permanentes de inverno. Estes são construídos com a neve endurecida em blocos, pelo efeito do vento e do frio.<br />
  4. 4. Mapa das regiões esquimó<br />
  5. 5. Os iglos<br />
  6. 6. Vila esquimó<br />
  7. 7. Comunidade esquimó<br />
  8. 8. Alimentação<br />As terras do norte por serem muito frias não são favoráveis ao crescimento de plantas, portanto estas não têm grande relevância na alimentação dos esquimós. <br />Estes alimentam-se maioritariamente dos animais que caçam e pescam, como foca, a morsa e a baleia, e ainda de aves e do urso polar. Tudo é aproveitado nos animais. <br />O povo esquimó alimenta-se a base de carne crua. Aliás, o seu nome significa mesmo comedores de carne crua. <br />Comem peixe rico em ómega 3, pois este permite que o sangue circule mais fluidamente tornando mais fácil o equilíbrio da temperatura no corpo.<br />Caça à baleia.<br />
  9. 9. Refeição de uma família esquimó<br />
  10. 10. Religião e crenças<br />Os esquimós acreditam que a natureza é controlada por espíritos poderoso, porém, estes não consideram ser necessário fazer orações. <br />Os caçadores esquimós tiram tudo o que lhes é necessário para a sua sobrevivência dos animais, portanto eles consideram que o mundo é regido pelos animais <br />Com o intuito de afastar os maus espíritos para a ocorrência de catástrofes ambientais, ou situações desagradáveis e inesperadas, os esquimós partilham a sua mulher, com os visitantes <br />As crianças são muito importantes para os esquimós porque, de acordo com suas crenças, os pequenos são reencarnações dos seus antepassados.  <br />Sepultura esquimó<br />
  11. 11. A forma de sepultamento dos esquimós é bastante original e interessante. Quando uma pessoa morre, o seu corpo é colocado no chão, para que a alma possa encontrar o seu caminho para o submundo. No entanto, se uma pessoa morre devido a alguma doença ou enfermidade, o corpo é desmembrado e, em seguida, as partes separadas são colocadas em locais diferentes. <br />Quando uma pessoa morre, todos os seus valores são levados para fora de casa e colocados a “arejar” para que se desinfectassem <br />Para enterrar uma pessoa, o que eles fazem é dobrar o corpo da pessoa morta ao meio e depois colocar o cadáver de lado numa caixa. Esta caixa é então levantada em torno de três a quatro metros acima do solo por meio de quatro apoios. A caixa é então pintada com aves, peixes e outros animais<br />
  12. 12. Meio de transporte<br />Os esquimós usam os cães como meio de transporte:<br />para arrastarem trenós e embarcações; <br />na caça ao urso branco;<br />para defenderem os seus acampamentos e as suas manadas de caribous (renas norte-americanas) dos predadores. <br />O trenó mede de 3 a 10 metros de comprimento.<br />Husky – raça de cão comum em climas frios.<br />
  13. 13. Trenó puxado por cães<br />
  14. 14. Vestuário<br />Os esquimós vestem-se com as peles dos animais, porém, ao contrário dos outros povos, eles usam a pele voltada para dentro, de forma a mantê-la mais próxima ao corpo e promover um aquecimento mais adequado.<br />Mulher com traje traicional.<br />
  15. 15. Vestuário esquimó<br />
  16. 16. Lendas e Histórias<br />A origem do sol e da lua<br /> Há muitos e muitos anos, numa pequena aldeia da costa, viviam um homem e a sua mulher. Depois de um longo período, o casal teve dois filhos: um menino e uma menina. Os irmãos davam-se muito bem, para alegria dos pais. Um não se separava do outro.<br />O tempo foi passando e as crianças crescendo. Quando os dois irmãos se tornaram adultos, aconteceu algo surpreendente: eles não paravam de discutir. Os pais dos jovens ficaram tristes e espantados. Não conseguiam entender como os filhos, de uma hora para outra, se tornaram inimigos.Na verdade, quem se transformou foi o filho, que tinha inveja da beleza da irmã e, por isso, vivia a persegui-la. A menina, por sua vez, já estava cansada das implicâncias do irmão e não sabia mais o que fazer para escapar de suas maldades. Mas um dia ela teve uma ideia:- Vou fugir para o céu. Só assim escaparei do meu irmão.A menina, então, transformou-se na Lua.Quando o rapaz descobriu que a irmã tinha fugido, ficou muito triste e arrependido.- Se ela foi para o céu, eu irei também. Não posso ficar sem a minha irmã.E foi isso que aconteceu. O rapaz conseguiu ir para o céu, só que em forma de Sol, e não parou de correr atrás da menina. Às vezes, ele a alcança e consegue abraçá-la, causando então um eclipse lunar.<br />
  17. 17. A origem do Sol e da Lua<br />
  18. 18. Língua esquimó<br />As línguas esquimó-aleútes constituem um conjunto de idiomas falados na Groenlândia, no Árctico canadiense, no Alasca e em partes da Sibéria.<br />Geralmente, são divididas em três principais dialectos:<br /><ul><li>O inuíte, falado no norte do Alasca, Canadá e Groenlândia
  19. 19. O yupik, falado no oeste e sudoeste do Alasca, e na Sibéria.
  20. 20. O aleúte, falado nas ilhas Aleutas e nas ilhas Pribilof.</li></li></ul><li>A língua esquimó mais conhecida, o inuíte, consiste num conjunto de dialectos que se relacionam. Contudo, nem todos são inteligíveis entre si.<br />Estes dialectos são difíceis de diferenciar, pois há um continuum de variações. Vizinhos têm mais facilidade em compreender o dialecto de povoações vizinhas e, à medida que se afastam, a dificuldade de compreensão aumenta. <br />Mulher inuíte.<br />
  21. 21. No que diz respeito aos nomes próprios utilizados no dialecto inuíte, estes podem ter várias origens:<br />Palavras do dia-a-dia:<br />"Ujarak" (pedra)<br />"Nuvuk" (terra principal)<br />Tupiq" ou "Tupeq" (tenda)<br />"Qajaq" (caiaque).<br />Nomes de animais, pois acreditam que, ao usar esses nomes, podem adquirir as qualidades e poderes do respectivo animal:<br />"Nanuq" ou "Nanoq" (urso polar)<br />"Uqalik" ou "Ukaleq" (raposa do ártico)<br />"Tiriaq" ou "Teriaq" (arminho).<br />Os nomes de pessoas já falecidas são comuns, bem como de personagens de lendas locais:<br />"Itigaituk" (sem pés)<br />Tulimak" (costela).<br />
  22. 22. Costumes/curiosidades<br />Os esquimós não pertencem a nenhuma nação.<br />Os esquimós casam cedo – aos 14 ou 15 anos é comum já se encontrarem casados.<br />Oriundos do nordeste da Ásia através do Estreito de Bering, os esquimós chegaram ao Alasca, no Ártico, uma das regiões mais frias do planeta, há 15 000 anos.<br />Têm uma sociedade patriarcal e poligâmica – um homem tem mais mulheres à medida que possuiu mais riquezas.<br />O incesto é socialmente aceite em algumas regiões, assim como os filhos ilegítimos - Não há conceitos de fidelidade conjugal.<br />São conhecidos por serem um povo solidário, acolhedor e pacífico.<br />O esquimó que quiser mostrar-se grato a um amigo ou estrangeiro, oferece a esposa para ter relações sexuais com ele.<br />São um povo nómada.<br />
  23. 23. As principais actividades das mulheres em contexto doméstico são costurar e cozinhar. Por sua vez, os homens dedicam-se a preparar os seus utensílios para caçar e pescar focas e baleias<br />Para se cumprimentar, os esquimós tocam-se uns nos outros com a pontinha do nariz. Eles recorrem ao nariz, pois é uma das únicas partes do corpo que não fica coberta de roupas.<br />A estatura dos esquimós é pequena, os homens medem, em média, 1,60 m e as mulheres 10 cm menos. Os corpos são fortes e os membros curtos. Têm traços físicos mongóis.<br />Consta que as doenças venéreas foram introduzidas por um grupo de caçadores russos, que se “aproveitaram” dos costumes locais.<br />
  24. 24. Também é comum os filhos darem uma manta aos pais quando estes se tornam um estorvo para a família, para que os mais velhos saiam de casa e se entreguem à sua sorte.<br />A propósito da velhice, outros costumes são apontados aos esquimós: quando numa viagem uma pessoa idosa demorava mais a realizar o percurso, esta afastava-se voluntariamente para morrer – esta prática ficou conhecida como eutanásia altruísta.<br />Consta que nos séculos XVII e XVIII os velhos e incapacitados eram deixados em pontos de convergência de ursos polares para serem por eles devorados.<br />
  25. 25. Trabalho realizado para a disciplina de Sociologia por:<br />Maria Fernandes<br />Mariana Matos<br />Sofia Guimarães<br />12º O<br />Professora Ana Pereira<br />2011|2012<br />

×