Successfully reported this slideshow.
Your SlideShare is downloading. ×

1. o ensino - escola dominical

Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Loading in …3
×

Check these out next

1 of 40 Ad
Advertisement

More Related Content

Advertisement

Recently uploaded (20)

Advertisement

1. o ensino - escola dominical

  1. 1. Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - PAD Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD
  2. 2. O que é pedagogia O que é ensino Os objetivos do ensino Leis do ensino e da aprendizagem Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD
  3. 3. É o conjunto sistemático de conhecimentos sobre o processo educativo do indivíduo. É na prática, a ciência e a arte de ensinar e educar. É ciência porque a pedagogia obedece a leis e princípios técnicos experimentais. É arte porque suas regras são práticas e possíveis na execução do processo educacional. Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD
  4. 4. Não é apenas transmitir conhecimentos, mas primeiro promover aprendizagem por parte do aluno. Não é apenas ler ou falar diante de uma classe, mas primeiro: Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD Qual a importância deste assunto? Por que devo aprender este assunto? Como se aplica este assunto na minha vida? Onde e quando aplicarei este assunto?
  5. 5. É pois privilégio e responsabilidade do professor da Escola Dominical conduzir seus alunos ao encontro de experiências da vida, de tal forma que eles possam viver vitoriosa e sabiamente, diante de Deus, da Igreja e de seus semelhantes. A Escola Dominical deve ser o desafio da Igreja contra o nanismo espiritual em seu meio, bem como a incredulidade à sua volta. Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD
  6. 6. Os objetivos do ensino O objetivo do ensino gira em torno do aluno e suas relações quanto a tudo que é de capital importância para sua vida. Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD
  7. 7. O aluno e suas relações com Deus. (Is 64.8) O aluno e suas relações com o Salvador Jesus (Jo 14.6) O aluno e suas relações com o Espírito Santo (Ef 5.18) O aluno e suas relações com a Bíblia (Sl 119.5) O aluno e suas relações com a Igreja (At 2.44; Ef 4.16). O aluno e suas relações consigo mesmo (Fp 1.21; 3.13,14) O aluno e suas relações com os demais alunos e demais pessoas (Mc 12.31) Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD
  8. 8. São princípios imanentes e imutáveis que regem os atos e comportamento de todas as coisas, inclusive o ser humano. Incluídos aqui, estão o ensino e aprendizado.  Imanente: que está inseparavelmente contido na natureza de um ser ou de um objeto; inerente (que existe como um constitutivo ou uma característica essencial de alguém ou de algo) Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD
  9. 9. São leis da teoriateoria e da práticaprática educacional, utilizadas pelo professor, para suscitar no aluno condições ideais para que o mesmo aprenda o que se ensina. Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD
  10. 10. São os princípios da assimilaçãoassimilação e retençãoretenção do ensino por parte do aluno. Essas leis funcionam através dos sentidos físicos do ser humano, culminando na mente. Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD
  11. 11. Aprendizagem, estritamente falando, é a mudança deé a mudança de conduta do educandoconduta do educando, pelo conhecimentopelo conhecimento adquirido, pela prática, e pela experiênciaadquirido, pela prática, e pela experiência resultante do seu aprendizadoresultante do seu aprendizado. Não havendo mudança de comportamento de quem está a aprender, não houve real aprendizagem. Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD
  12. 12. Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD  O órgão de determinado sentido é o receptor dos estímulos vindos de fora.  O nervo desse sentido é o transmissor dos estímulos recebidos.  O cérebro é o receptor e intérprete dos estímulos.
  13. 13. PercepçãoPercepção é a identificação de sensações semelhantes, resultando no que se chama idéia geral. Juízo ou conceitoJuízo ou conceito é uma comparação de ideias. RaciocínioRaciocínio é uma comparação de juízos, geralmente chamada conclusão. Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD
  14. 14. Permite ao professor sua utilização a fim de conduzir o aluno através do desconhecidoconduzir o aluno através do desconhecido. Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD
  15. 15. Não é simplesmente transmitir conhecimento. É despertar e orientar a mente do aluno, promovendo a aprendizagem por meio do mesmo. O professor trabalha com a mente do aluno, dirigindo-a no processo da aprendizagem.Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD
  16. 16. É o aluno pensarpensar e agiragir por si próprio, sob orientação inicial. Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD
  17. 17. a) Toda criança normal é:  Fisicamente imatura – precisa crescer.  Mentalmente ignorante – precisa aprender. b) Aplicação espiritual. Todo cristão novamente nascido (Jo 3.5) é:  Espiritualmente imaturo – precisa crescer (2Pe 3.18)  Espiritualmente ignorante – precisa aprender (Mt 11.29). Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD
  18. 18. 1. Aprende quando motivado, estimulado psicologicamente. 2. Aprende quando gosta. Neste caso o professor deve buscar estimular o interesse no assunto. 3. Aprende quando necessita. 4. Aprende quando vê fazer. 5. Aprende quando faz. 6. Aprende quando há métodos certos de ensino. Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD
  19. 19. 7. Aprende quando investiga e pesquisa independentemente. Sendo previamente orientado, dirigido. 8. Aprende quando está interessado. 9. Aprende quando crê, confia. 10. Aprende quando ora. 11. Aprende quando recebe atenção pessoal. Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD
  20. 20. Leis de aprendizagem são os princípios de assimilaçãoassimilação e retençãoretenção do ensino por parte do aluno, os quais funcionam através dos sentidossentidos físicosfísicos. São leis imanentes no próprio aluno. Elas precisam ser identificadas e despertadas no aluno. Elas mostram como o aluno aprende. O ensino chega à mente por meio desses sentidos, a saber: Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD
  21. 21. Olhai as aves do céu Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD Olhai os lírios do campo
  22. 22. Ouvistes o que foi dito Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD Aquele que tem ouvidos ouça
  23. 23. sentido com que se distinguem os odores; cheiro, faro Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD
  24. 24. função sensorial que permite a percepção dos sabores pela língua e sua transmissão, através do nervo gustativo ao cérebro, onde são recebidos e analisados Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD
  25. 25. sentido por meio do qual se conhece ou percebe, usando o corpo, a forma, consistência, peso, temperatura, aspereza etc. de outro corpo ou de algo Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD
  26. 26. designação genérica para as impressões sensoriais internas do organismo, que formam a base das sensações, p.ex., de estar com saúde, de estar relaxado etc., por oposição às impressões do mundo externo percebidas por meio dos órgãos dos sentidos Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD
  27. 27. Esses sentidos são as portas da alma para seu contato com o mundo exterior. É por meio deles que recebemos os estímulos vindos de fora os quais, após várias fases evolutivas, resultam na aquisição do conhecimento. Cada sentido dispõe de um órgão do corpo, receptor de estímulo. O órgão receptor dispõe de um nervo que transmite ao cérebro o estímulo recebido. Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD
  28. 28. Resumindo: o órgão recebe, o nervo transmite e o cérebro interpreta o estímulo. Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD
  29. 29. Todo estímulo assim recebido, provoca na alma uma reação ou reflexo, resultando daí o nosso comportamento diário. Exemplos de reações e estímulos, recebidos pelo cérebro: Movimentos Pensamentos Impulsos Atitudes Emoções, etc. Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD
  30. 30. Pelos sentidos físicos. Pela inspiração divina. Pela revelação divina. Não confundir os dois últimos com intuição, a qual é a percepção direta e imediata do conhecimento, independente de observação, prévia experiência e processo do raciocínio. Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD
  31. 31. Para termos uma idéia do papel e do valor dos sentidos no ensino, saiba-se que: Aprende-se 20% do que se ouve. (Se o professor somente lê a lição em classe, só fala, explica verbalmente) Aprende-se 30% do que se vê (Quando o professor usa visuais para ilustrar sua lição) Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD
  32. 32. Aprende-se 70% do que se examina. (Exemplo: Quando o aluno faz pesquisas sobre o assunto) Aprende-se 90% do que se faz ou participa em grupo. Exemplo: cântico com gestos, marchas, provas, testes, procura e leitura de versículos, trabalhos manuais, desenhos, pesquisas, redações, mapas, etc. A criança, por exemplo aprende de fato quando faz a lição. Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD
  33. 33. Aprende-se 90% do que se fala. Exemplo: leitura, recitativo de memória, perguntas, reconstituição da lição, temas desenvolvidos, discussão orientada, mesa redonda, exposição ou preleção. Um antigo provérbio chinês, diz: “O que ouço, esqueço; o que vejo, lembro; e o que faço aprendo”. Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD
  34. 34. 1. Percepção: É a identificação de uma sensação ou estimulo recebido. Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD
  35. 35. 2. Idéia. É uma combinação de percepções semelhantes. Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD
  36. 36. Que idéia temos acerca das três figuras abaixo? Estressado Rude Moderno, Sensato. Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD
  37. 37. 3. Juízo. É uma comparação de idéias ou conceitos . 4. Raciocínio. É uma comparação de juízos. Noutras palavras, é uma conclusão. Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD
  38. 38. 1. A lei da disposição mental. Isto é, a mente pronta para aprender. 2. A lei do efeito. O aluno aprende mais facilmente o que lhe causa prazer e satisfação. 3. A lei do exercício ou da repetição. Esta lei prova que a repetição ajuda a gravar. Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD
  39. 39. Três principais fatores afetam o processo da aprendizagem: 1.a potencialidade inata do educando para aprender. 2.os fatores hereditários, congênitos, do indivíduo; 3.o ambiente onde se processa a aprendizagem; e o propósito da aprendizagem. Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD
  40. 40. Fonte: Manual da Escola Dominical – Antônio Gilberto - CPAD

Editor's Notes

  • Imanente: que está inseparavelmente contido na natureza de um ser ou de um objeto; inerente.

×