Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

1a aula noções embriologia e sist reprod

562 views

Published on

1a. aula noções de embriologia

Published in: Health & Medicine
  • Be the first to comment

1a aula noções embriologia e sist reprod

  1. 1. EMBRIOLOGIA Profa Briseidy Soares
  2. 2. • Embriologia é o estudo do desenvolvimento de um organismo, que tem início com a fertilização do ovócito (unicelular) e termina com o período da organogênese – formação dos sistemas de órgãos. • PERÍODO EMBRIONÁRIO – 1ª a 8ª semana; • PERÍODO FETAL – 9ª semana até nascimento
  3. 3. IMPORTÂNCIA DA EMBRIOLOGIA CONHECIMENTO • dos princípios da vida humana; • das mudanças ocorridas ao longo do desenvolvimento até nascimento; • das causas de malformações congênitas; • da ovulação, transporte do ovócito e do espermatozóide; • da fertilização, implantação, relações materno- fetal; • dos períodos críticos do desenvolvimento
  4. 4. • EMBRIOLOGIA – desenvolvimento humano processo contínuo
  5. 5. • Sistema reprodutor feminino • Vagina – passagem fluído menstrual; receber o pênis. • Útero- órgão periforme paredes espessas; Tamanho 7 a 8 cm comp.; 5 a 7 cm larg. • Tubas uterinas – 10 a 12 cm comp; 1 cm diâm; transportar ovócitos e espermatozóides; abrem-se no útero; • Ovários – glândulas produzem estrógeno e progesterona; produção de ovócitos
  6. 6. • Órgãos externos femininos • denominado vulva; • Grandes lábios – dobras externas; • Pequenos lábios – membrana mucosa; • Clitóris – órgão erétil
  7. 7. • PAREDE DO ÚTERO • Perimétrio – externa, delgada, peritônio • Miométrio – camada de músculo liso, espessa; • Endométrio – membrana delgada – mucosa interna; – Ciclo menstrual – 4 a 5 mm
  8. 8. • Ciclo menstrual: • Camadas funcionais – desintegra e descama – menstruação e após parto; • Camada compacta; • Camada esponjosa; • Camada basal – suprimento sanguíneo próprio – não descama
  9. 9. • Sistema reprodutor masculino • Testículos – 2 glândulas ovais – suspensas no escroto; formado por túbulos seminíferos – prod espermatozóides; • Epidídimo - canal único – armazena espermas (amadurecimento); • Ducto deferente – longo ; • Ducto ejaculador –inicia na vesícula seminal e desemboca na uretra; • Uretra - da bexiga ao exterior • Pênis – 3 colunas tecido esponjoso envolvido pela uretra • Glândulas seminais e próstata – secretam líquidos
  10. 10. • GAMETOGÊNESE • Formação e desenvolvimento de gametas ou células germinativas; • Número de cromossomos reduzido a metade; • Espermatozóides e ovócitos – células haplóides – meiose; • ESPERMATOGÊNESE – homem • OVOGÊNESE - mulher
  11. 11. • ESPEMATOGÊNESE • Sequência de eventos – espermatogônias se transformam em espermatozóides; • Nascimento- espermatogônias (2n) • Processo de maturação – início da puberdade e contínua até velhice; • Estado latente – período fetal nos túbulos seminíferos dos testículos; • Espermatozóides – armazenados e maduros no epidídimo
  12. 12. • OVOGÊNESE • Sequência de eventos ocorre células germinativas – OVOGÔNIAS transformando-se ÓVULOS MADUROS; • Nascimento – Ovócito – meiose prófase I • Processo maturação – antes do nascimento completando-se na puberdade.
  13. 13. Maturação pré-natal dos ovócitos
  14. 14. Maturação pós-natal dos ovócitos (puberdade)
  15. 15. • Ovócito secundário • Imóvel, grande recoberto por: – Zona pelúcida – camada de glicoproteínas e glicosaminoglicanos (polissacarídeos). – Corona radiata – camadas de células foliculares. – Teca folicular – cápsula de tecido conjuntivo. • Função - crescimento vasos sanguíneos = sustentação nutritiva para desenvolvimento folículo – Citoplasma – abundante de grânulos vitelinos – para nutrição do embrião na 1ª semana.
  16. 16. • Espermatozóide maduro • Célula móvel, microscópica constituída por: – Cabeça – núcleo haplóide, acrossoma – organela com + 10 tipos de enzimas = hialuronidase e acrosina - utilizadas para penetrar na corona radiata e na zona pelúcida do ovócito; – Cauda – 3 segmentos: peça intermediária, principal e final (contém mitocôndrias = produção ATP)
  17. 17. • TRANSPORTE ESPERMATOZÓIDE • Armazenados epidídimo → ducto deferente → uretra por contrações peristálticas; • Enzima vesiculase coagula parte do sêmen e forma um tampão vaginal impedindo o refluxo espermatozóides; • 200 a 600 milhões espermatozóides são ejaculados e 1% chegam local de fertilização.
  18. 18. • MATURAÇÃO DOS ESPERMATOZÓIDES • Espermatozóides recém ejaculados → são incapazes fertilizar ovócitos; • Passam por um período de capacitação (tubas uterinas ou útero) – 7 horas; • Capa glicoprotéica e proteínas são removidas do acrossoma. • VIABILIDADE DOS GAMETAS • OVÓCITOS fertilizados – 12 horas • ESPERMATOZÓIDES - + 48 horas (trato feminino)

×